Missa do Galo

Missa do Galo Machado de Assis


Compartilhe


Missa do Galo


Seguido dos contos O Espelho, A Cartomante, O Caso da Vara, Pai Contra Mãe, Capítulo dos Chapéus




O conto Missa do Galo, é narrado em primeira pessoa pelo jovem Nogueira, um rapaz de dezessete anos que veio ao Rio de Janeiro para estudar. Hospeda-se na casa do escrivão Meneses, às vezes chamado de Chiquinho, viúvo de uma prima sua, que agora é casado com Conceição, uma mulher de temperamento moderado, sem extremos, nem grandes lágrimas, nem grandes risos. Meneses mantém um relacionamento extraconjugal e, uma vez por semana, sob o pretexto de ir ao teatro, vai se encontrar com sua amante. Conceição tem conhecimento deste relacionamento e mostra-se submissa. O conto se desenvolve na véspera do Natal, numa dessas noites em que o escrivão sai de casa e Nogueira fica na sala de estar aguardando um vizinho para ir à Missa do Galo. Enquanto espera e os outros dormem, Conceição vai ao seu encontro na sala da casa, onde conversam assuntos variados e não vêem o tempo passar. Até que o companheiro bate à porta chamando-o para a Missa do Galo. O que torna o conto bem característico do estilo machadiano é o diálogo entre Nogueira e Conceição de forte teor sensual, ainda que escrito com a sutileza própria do autor.

Contos / Literatura Brasileira

Edições (2)

ver mais
Missa do Galo
Missa do Galo

Similares

(3) ver mais
Contos
Três Leituras
Os Melhores Contos de Machado de Assis

Resenhas para Missa do Galo (160)

ver mais
Gostei
on 27/11/21


Eu li ele por causa de um trabalho de escola, e gostei mais do q achei q fosse A linguagem é bem formal, o q dificulta um pouco, mas os contos são interessantes.... leia mais

Estatísticas

Desejam9
Trocam1
Avaliações 3.9 / 489
5
ranking 37
37%
4
ranking 34
34%
3
ranking 24
24%
2
ranking 3
3%
1
ranking 2
2%

25%

75%

Ana Luíza
cadastrou em:
11/04/2012 23:10:30
Luiza1125
editou em:
31/03/2023 13:37:22

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR