O amor segundo Buenos Aires

O amor segundo Buenos Aires Fernando Scheller


Compartilhe


O amor segundo Buenos Aires





Buenos Aires, com suas largas avenidas, cafés em estilo europeu e bairros charmosamente decadentes, é cenário e ao mesmo tempo personagem das histórias de amor presentes neste romance arrebatador.
É por amor que Hugo deixa o Brasil rumo à capital argentina. Embora o relacionamento com Leonor não sobreviva, seu fascínio pela cidade resiste à dor da separação e à descoberta de que sofre de uma grave doença. Hugo cria laços com o arquiteto Eduardo e com a comissária de bordo Carolina, que evidenciam o poder regenerador das amizades verdadeiras. Ele se reaproxima de seu pai, Pedro, que troca a rotina de um casamento desgastado por uma vida em que é possível encontrar profundos afetos.
Cada personagem tem a oportunidade de contar a sua versão dos fatos, numa trama absolutamente democrática. Impossível não se encantar com a presença de espírito e o senso de humor de Carolina, a lealdade de Eduardo, a sensatez e a determinação de Daniel, o jeito excêntrico de Charlotte. Em comum, esses personagens adoráveis têm uma enorme capacidade de amar


Literatura Brasileira / Romance

Edições (1)

ver mais
O amor segundo Buenos Aires

Similares

(2) ver mais
O Homem de Lata
A Solidão dos Números Primos

Resenhas para O amor segundo Buenos Aires (37)

ver mais
O amor segundo Buenos Aires segundo eu
on 21/5/20


Devo admitir que fui pego bastante de surpresa com essa leitura. Não sei exatamente por qual motivo, mas minha ideia preconcebida era de que o livro fosse constituído de um copilado de histórias (contos, mesmo) de amor. Ledo engano. Porém não foi bem isso que me surpreendeu, e sim o tom, o conteúdo do texto. A obra, ao contrário do que a capa e o título podem sugerir a priori, trata-se de um romance no qual não há presença daquelas relações intensas de amor romântico; aquela coi... leia mais

Estatísticas

Desejam126
Trocam8
Avaliações 4.3 / 341
5
ranking 50
50%
4
ranking 38
38%
3
ranking 9
9%
2
ranking 1
1%
1
ranking 1
1%

18%

82%

Carolyne.Goethe
cadastrou em:
09/03/2016 16:38:23
Vivi
aprovou em:
10/03/2016 13:54:10