O homem despedaçado

O homem despedaçado Gustavo Melo Czekster


Compartilhe


O homem despedaçado





Conjunto de narrativas que se aproximam de vertentes borgianas, como o mergulho nos labirintos, a recorrência a mundos inventados, os paradoxos e os inventários do absurdo. Uma experiência radical de subjetividade do autor, que não recua ante imersões filosóficas, nas quais é possível identificar a presença de Nietzsche e Schopenhauer.

Edições (1)

ver mais
O homem despedaçado

Similares

(1) ver mais
História Universal da Infâmia

Resenhas para O homem despedaçado (3)

ver mais
on 10/11/11


O que admiro em contos é a precisão da narrativa, pois é um gênero que obriga o escritor a ser objetivo e fazer da própria narração parte da beleza da história, isto é, com a sintaxe empregada no texto, a leitura fica prazerosa e cumpre o seu objetivo: entreter, emocionar e fazer pensar num curto espaço de tempo e folhas. Katherine Mansfield dizia que, num conto, sempre alguma coisa vai ficar de fora e cabe ao autor saber o que deve ser excluído ou não, como colher os melhores frutos d... leia mais

Estatísticas

Desejam13
Trocam1
Avaliações 4.3 / 18
5
ranking 39
39%
4
ranking 50
50%
3
ranking 11
11%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

35%

65%


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR