Oito do Sete

Oito do Sete Cristina Judar


Compartilhe


Oito do Sete





Nada é por acaso na literatura que reaviva a aventura humana e, por isso, nos encanta. "Oito do sete": eis, não por acaso, a data que marca o enredo desta bela estreia de Cristina Judar no romance. Não por acaso o dia é oito, número do infinito. Não por acaso o mês é julho, o sétimo do ano. Não por acaso vamos nos inteirando da trama pelos fragmentos narrados por quatro vozes distintas: duas amantes (Magda e Glória), um anjo (Serafim) e uma cidade (Roma). Não por acaso Magda e Glória se entregam a uma relação hétero com Rick e Jonas. Nem por acaso elas se veem como cisternas e os homens como torres. E, não por acaso, aqui os homens são embarcações; as mulheres, terra para que se afundem. Também não por acaso, neste livro, o sentimento é mar; a emoção é onda. Uma obra estruturalmente engenhosa, de alta voltagem lírica e primoroso labor com a linguagem. Não por acaso estão ausentes de suas páginas as artimanhas e facilidades da literatura monocromática que se tornou hegemônica entre nós. Não por acaso esta escritora, que já havia nos dado o sensível volume de contos "Roteiros para uma vida curta", revela igual domínio na arte da prosa longa. "Oito do sete", de Cristina Judar: não por acaso uma história que desafia você, leitor, a sair de seu raso e saltar para o abismo de uma escrita (felizmente) inquietante.

Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Oito do Sete

Similares

(8) ver mais
O peso do pássaro morto
Entre rinhas de cachorros e porcos abatidos
Enterre seus mortos
Carvão Animal

Vídeos Oito do Sete (0)

ver mais
OITO DO SETE, por Cristina Judar (entrevista) | LiteraTamy

OITO DO SETE, por Cristina Judar (entrevista)


Estatísticas

Desejam34
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.5 / 13
5
ranking 15
15%
4
ranking 46
46%
3
ranking 31
31%
2
ranking 8
8%
1
ranking 0
0%

39%

61%

João gregorio
cadastrou em:
19/07/2017 18:23:12