Olhares negros

Olhares negros bell hooks


Compartilhe


Olhares negros


raça e representação




Na coletânea de ensaios críticos reunidos em Olhares negros, bell hooks interroga narrativas e discute a respeito de formas alternativas de observar a negritude, a subjetividade das pessoas negras e a branquitude. Ela foca no espectador — em especial, no modo como a experiência da negritude e das pessoas negras surge na literatura, na música, na televisão e, sobretudo, no cinema —, e seu objetivo é criar uma intervenção radical na forma como nós falamos de raça e representação. Em suas palavras, “os ensaios de Olhares negros se destinam a desafiar e inquietar, a subverter e serem disruptivos”. Como podem atestar os estudantes, pesquisadores, ativistas, intelectuais e todos os outros leitores que se relacionaram com o livro desde sua primeira publicação, em 1992, é exatamente isso o que estes textos conseguem.

Ensaios / Política / Sociologia

Edições (1)

ver mais
Olhares negros

Similares

(12) ver mais
Ensinando pensamento crítico
Anseios
Erguer a voz
O feminismo é para todo mundo

Resenhas para Olhares negros (15)

ver mais
O livro conta com várias críticas às representações da negritude no mercado cultural (literatura, cinema, moda, músicas, etc) e, portanto, exige maior atenção para que se tenha uma boa compreensão dos assuntos. Voltei ao início três ou quatro vezes, não por ele ser difícil, mas porque não o dei a atenção que deveria. hooks, bem como outras feministas negras, se preocupa com a questão da linguagem; afinal, se o livro é sobre as imagens da negritude e o público-alvo são pessoas negras, é... leia mais

Estatísticas

Desejam207
Trocam1
Avaliações 4.7 / 135
5
ranking 76
76%
4
ranking 21
21%
3
ranking 3
3%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

14%

86%

Jenifer
cadastrou em:
30/01/2019 17:24:46
Jenifer
editou em:
10/08/2020 14:33:24