Paula

Paula Isabel Allende


Compartilhe


Paula





Escrito logo depois da morte de sua filha Paula, vítima de uma doença rara, este livro de memórias é o mais comovente e íntimo de todos os trabalhos de Isabel Allende.

Em 1991, a filha de Isabel Allende, Paula, ficou gravemente doente e foi internada em um hospital na Espanha. A escritora acompanhou o sofrimento de Paula durante meses, em coma provocado por uma doença rara. Ao lado do leito da filha inconsciente, Isabel fez anotações em um caderno, escrevendo coisas com o intuito de lembrar a Paula quem ela era e de onde vinha, imaginando que Paula, ao despertar, poderia ter perdido a memória. A história que Isabel Allende escreve não é somente a sua: é a de sua família, a de seu país, a da América Latina de meados do século 20. De ancestrais bizarros a lembranças da infância; de peripécias da juventude aos anos de chumbo no Chile em plena ditadura militar.

Paula morreu em 6 de dezembro de 1992. No dia 8 de janeiro de 1993, Isabel Allende pegou o material contido nesse caderno, além das 108 cartas que havia trocado com Panchita, sua mãe, no decorrer do ano anterior, releu tudo e foi colocando em ordem cronológica o que havia acontecido. Ao perceber que a morte tinha sido mesmo a única saída para a filha, ela foi organizando em sua cabeça e em seu coração tudo o que havia acontecido. Ao colocar isso no papel, Paula foi ressurgindo viva.

Em Paula, Isabel Allende nos faz rir, chorar, se emocionar, se aterrorizar e celebra a vida com a coragem de uma mulher que soube dar a volta por cima

Biografia, Autobiografia, Memórias

Edições (13)

ver mais
Paula
Paula
Paula
Paula

Similares

(7) ver mais
Cartas a Paula
Paula
Retrato em Sépia
A Soma dos Dias

Resenhas para Paula (264)

ver mais
Paula, de Isabel Allende

Começar um livro sobre uma mãe que aguarda a morte de sua filha doente ao seu lado é algo que pode ser impensável para muitos. Temos nossos limites em conhecer o sofrimento do outro, mas a verdade é que esse livro não trata apenas da tristeza e do medo de uma perda irreparável. Nesse livro autobiográfico e muito pessoal, Isabel Allende alterna sua própria história com os meses angustiantes que passou ao lado de sua filha, Paula, em virtude de uma doença grave que a acometeu ao final de... leia mais

Estatísticas

Desejam261
Trocam16
Avaliações 4.4 / 2.087
5
ranking 58
58%
4
ranking 29
29%
3
ranking 10
10%
2
ranking 1
1%
1
ranking 1
1%

9%

91%

tttiago
cadastrou em:
11/11/2022 20:25:53
tttiago
editou em:
11/11/2022 20:26:18

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR