Transformando suor em ouro

Transformando suor em ouro Bernardinho


Compartilhe


Transformando suor em ouro





Como centenas de milhares de adolescentes na década de 1980, cresci apaixonado pelo vôlei. Quando íamos para a rua montar a rede e 'repetir' a atuação dos nossos ídolos, não me lembro de alguém que dissesse: 'Eu sou o Bernardinho.' Quase todos queriam representar o papel dos titulares e não do levantador reserva. Bernardinho não tinha vaga na seleção da minha rua.
Poucos poderiam imaginar que ali, no banco de reservas da seleção, atento a tudo, estivesse sendo gerado o maior técnico da história do voleibol brasileiro e um dos maiores símbolos de liderança do Brasil. O obscuro jogador reserva da geração de 1980 tornou-se um craque do esporte no nosso país - o grande astro do jogo coletivo.

Bernardinho é o divisor de águas num país que precisa aprender a importância da cooperação, da solidariedade e do trabalho em equipe. Diga que seus jogadores são baixos e Bernardinho os fará saltar mais alto. Diga que são fracos no bloqueio e ele irá torná-los os melhores do mundo.

A essência dessa transformação é a crença numa equação simples que nada tem de matemática: TRABALHO + TALENTO = SUCESSO. Não por acaso o TRABALHO vem antes do TALENTO. Para Bernardinho, a ordem desses fatores altera o produto. Apoiado no seu próprio exemplo como jogador, ele aposta no esforço e na perseverança, na disciplina e na obstinação.
Quando vai a empresas dar suas palestras, a razão dos aplausos freqüentes é uma só: as lições do Bernardinho se aplicam a qualquer setor da atividade humana. Ele se tornou aos poucos o símbolo da liderança moderna. Democrático, franco, aberto, mas seguro no momento de decidir.

Administração / Negócios e Empreendedorismo

Edições (1)

ver mais
Transformando suor em ouro

Similares

(20) ver mais
Degrau por Degrau
Liderança Ética
Jesus CEO
Liderança Para um Mundo Melhor

Resenhas para Transformando suor em ouro (203)

ver mais
on 18/2/24


Não é exatamente uma biografia nem um livro de autoajuda. Bernardinho, talvez o técnico de melhor atuação no vôlei, divide capítulos entre história e filosofia pessoal. A curiosidade que me fez pegar esse livro foi justamente saber um pouco mais sobre alguémm que manteve a qualidade de seu trabalho independente de revezes políticos e econômicos. É preciso lembrar que o homem narrando não é um escritor, não consegui encontrar em minha edição informação se foram suas próprias palav... leia mais

Estatísticas

Desejam181
Trocam109
Avaliações 4.2 / 3.270
5
ranking 47
47%
4
ranking 33
33%
3
ranking 17
17%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

43%

57%

Lindenberg
editou em:
22/03/2016 19:41:04

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR