Zika

Zika Debora Diniz


Compartilhe


Zika


do Sertão nordestino à ameaça global




Nordeste do Brasil, dezembro de 2014. Multidões chegam aos consultórios médicos descrevendo sintomas de uma doença misteriosa: manchas vermelhas pelo corpo, coceira intensa, conjuntivite e febre baixa. Cientistas e médicos correm contra o tempo para desvendar o mistério. Tempos depois, mulheres que relatavam ter tido dengue fraca durante a gravidez recebem um aterrorizante diagnóstico no pré-natal: manchas brancas na cabeça e interrupção no desenvolvimento do sistema nervoso central dos bebês. Filas de recém-nascidos com cabeça miúda lotam as maternidades de cinco estados brasileiros.

Em abril de 2015 o improvável vírus zika é detectado como o responsável pela doença misteriosa no Brasil. Apenas sete meses depois fica comprovada sua relação com a microcefalia e outras síndromes neurológicas – em recém-nascidos e adultos. Em fevereiro de 2016, a Organização Mundial de Saúde decreta situação de emergência global.

Entre fevereiro e junho de 2016, Debora Diniz passou temporadas no nordeste brasileiro, convivendo com mulheres comuns, médicos e cientistas; no exterior, de dezembro de 2015 a abril de 2016, participou de grupos de trabalho da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde. A partir desse ponto de vista original e de rigoroso levantamento bibliográfico, a autora conta a história da epidemia brasileira que ameaça o mundo. Muito além de informações sobre prevenção, transmissão, riscos do zika para mulheres grávidas, síndrome de Guillain-Barré e outras complicações, a antropóloga revela histórias até agora inéditas na imprensa.

Não-ficção

Edições (1)

ver mais
Zika

Similares

(6) ver mais
Cadeia
Presos que menstruam
Brasil: Uma Biografia
Carcereiros

Resenhas para Zika (3)

ver mais
Os bastidores de uma epidemia
on 23/3/20


Há 7 meses todas minhas leituras estão relacionadas com a maternidade. Por que será? Esta foi minha primeira leitura deste período, justamente, por ser um dos meus maiores medos na gestação. O Lucas nasceu em 2015, no início da epidemia, e senti um alívio imenso quando os relatos de microcefalia começaram a aparecer. Com a segunda gestação durante o período chuvoso e quente corri pra este livro. Encontrei um trabalho de campo super sensível e atencioso. A autora Débora Diniz percorre... leia mais

Estatísticas

Desejam10
Trocam1
Avaliações 4.5 / 19
5
ranking 63
63%
4
ranking 32
32%
3
ranking 5
5%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

21%

79%

Gabi Thomaz
cadastrou em:
28/07/2016 08:44:11
Gabi Thomaz
editou em:
28/07/2016 08:45:07