As Lojas de Canela

As Lojas de Canela Bruno Schulz


Compartilhe


As Lojas de Canela





A memória, o tempo, a infância, a história interna ou mítica. Esses são os grandes temas de Schulz - um autor pouco conhecido fora da Polônia até alguns anos atrás, mas admirado hoje, pelo mundo afora, como um dos maiores escritores da metade do século. Nos doze contos interligados de 'Lojas de Canela', o autor recobra 'a história de uma certa família, uma certa casa numa cidade provinciana'. Ao repassar essa pré-história do autor, com atenção especial à figura do pai, ele vem descrever, exuberante ou delicadamente, conforme o caso, 'aquela região das fantasias infantis, das intuições, temores e antecipações que caracterizam este primeiro estágio da vida'.

Contos / Literatura Estrangeira / Ficção

Edições (5)

ver mais
Lojas de canela e outras narrativas
Lojas de Canela
As Lojas de Canela
Lojas de Canela

Similares

(5) ver mais
Ficção Completa
Ficção Completa
Sanatório
Contos de Odessa

Resenhas para As Lojas de Canela (5)

ver mais
Avaliação da leitura: 4,0/5,0 – BOM (prosa de alta voltagem poética, que pode provoca
on 20/8/20


Primeira vez que li sobre o polonês Bruno Schulz (1892-1942) foi em Mecanismos Internos – Ensaios Sobre Literatura (Companhia das Letras, 2011), de J. M. Coetzee. Nele, o autor de Desonra (idem, 2000) trazia seu enfoque particular sobre a vida e a obra de importantes autores do século XX. Aos poucos fui me informando mais sobre Schulz e os demais escritores tratados por Coetzee, mas foi somente neste mês que me aventurei a ler Lojas de Canela, publicado em 1934. São quinze histórias ... leia mais

Estatísticas

Desejam41
Trocam1
Avaliações 4.3 / 36
5
ranking 53
53%
4
ranking 33
33%
3
ranking 8
8%
2
ranking 6
6%
1
ranking 0
0%

45%

55%

Helena
cadastrou em:
26/03/2019 17:55:29
Helena
editou em:
26/03/2019 18:00:03

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR