Especiais

Especiais Scott Westerfeld
Scott Westerfeld




Resenhas - Especiais


99 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Andressa 07/06/2017

Especiais
Nesse livro, Tally deixa de ser só uma perfeita comum para se tornar parte das Circunstâncias Especiais, ou seja, seus sentidos estão mais aguçados e seu pensamento está mais claro do que nunca. Tally está extasiada com seus novos "poderes" e, mesmo sentido algo antigo e secreto pelos seus tempos de feia, se oferece para acabar com todos e quaisquer rebeldes da Nova Fumaça que podem ter resistido por tanto tempo.
Com toda a bagunça que ela provoca com essa nova vida, Tally é forçada fugir para outra cidade para poder sobreviver. Mesmo tentando sair da vida daquelas pessoas, a cidade não permite que ela fuja e começa a persegui-la pelas matas que Tally já conhece bem. Porém, em determinado momento, Tally cai de com sua prancha em um rio, perdendo-se dela e sendo obrigada a continuar o percurso a pé. Durante sua jornada, ela começa a relembrar algumas técnicas que havia aprendido quando era feia e vivia na Fumaça, como acender uma fogueira, o que pode comer e como arrumar abrigo.
Ela vai levando como dá, até que em determinado ponto, no meio de uma floresta, ela encontra uma multidão que começa a persegui-la de forma hostil. Tally repara que eles não são feios normais, pois eles conhecem bem demais aquela floresta e, mesmo ela tendo uma vantagem por ser uma Especial, eles conseguem cerca-la e leva-la até a sua "aldeia". Tally fica estupefata, pois não tinha conhecimento de tais pessoas vivendo em um local tão distante e rústico. A partir de então, ela começa a viver por lá como um membro da aldeia, mas ciente de que, cedo ou tarde, precisara voltar a sua jornada.

O que ela não esperava era que aquela aldeia fosse cercada por dispositivos que impedem a passagem de qualquer pessoa, como uma barreira invisível e uma ideia absurda adentra na mente de Tally: aquelas pessoas estão presas e usadas pelo governo como experimentos. Seu pensamento é confirmado quando os carros das Circunstâncias Especiais aparecem para fazer os exames nos habitantes locais. Tally aproveita o momento para roubar um dos carros e voltar a fugir.

O final é coerente, mas, sendo bem sincera, eu esperava bem mais desse livro, pois os outros dois são mais elaborados e seguem uma sequência lógica. Esse, porém, possui uns elementos aleatórios e que parecem que o autor precisava encher linguiça para conseguir entregar um desfecho para os leitores. Isso me deixou bem chateada e confusa. Também não gostei muito do fato de não não explicar (nada) de como o mundo chegou a ficar assim.

site: youtube.com/bauliterario
comentários(0)comente



Gabriel Aleksander 15/01/2017

Extremamente previsível e desestimulante...
A Sinopse

Dentre os vários boatos existentes um deles sempre provocou uma estranha comoção nos Feios e Perfeitos da sociedade de Tally: a existência das Circunstâncias Especiais.

Dotados de força, velocidade e uma beleza amedrontadora, os Especiais são o grupo de pessoas responsáveis por manter o mundo em ordem, longe dos ataques da resistência e dos Perfeitos subversivos, algo que até pouco tempo Tally se encaixava. Agora, a garota se faz presente do outro lado da força, como uma Especial, e com isso vem todas as responsabilidades do cargo, porém, a protagonista nunca foi uma pessoa comum e a hora de tomar a maior escolha de sua vida está mais próxima do que imagina.

Só esqueceu-se de inovar…

E em mais um volume dessa série nos deparamos como uma protagonista totalmente avulsa do que está acontecendo nas entrelinhas da sociedade da qual faz parte (mesmo ela já tendo feito parte de todas as classes desse sistema) e inserida em uma missão interminável pela auto descoberta e crescimento próprio.

É sério que não tinha outro plot para inserir no enredo?

Juro que tentei o máximo que pude relevar a falta de ousadia da trama, mas o que ficou latejando na minha cabeça foi que esses defeitos de estruturação da narrativa, presentes desde o segundo volume, eram deslizes constantes que não davam para serem ignorados. Infelizmente, sinto que faltou comprometimento do autor com a inovação.

Obstáculos narrativos

Uma história repleta de vozes narrativas fracas e que se misturam, agregadas a cenas contadas em um ritmo oscilante entre entediante e frenético foi, definitivamente, uma mistura que não deu certo para essa obra.

Com longas cenas de ação que se demoravam por páginas e que continham um exorbitante número de detalhes descritos em um ritmo extremamente rápido, o terceiro volume da série se caracterizou como um dos livros mais cansativos que li na vida, ganhando um lugarzinho especial na minha memória de obras para não serem relidas.

Opinião final

Apesar de embarcar nessa aventura com as expectativas mais baixas possíveis, confesso que me deparar com um livro óbvio e dotado de uma narrativa inconstante não foi o que esperava do autor que idealizou uma série que carrega consigo uma crítica corajosa da nossa sociedade.

E para completar a minha decepção, “Especiais” nos presenteia com um dos finais mais insossos e desestimulantes que tive a oportunidade de conferir, o que torna a perspectiva de leitura do quarto volume amedrontadora.

site: fatalityliterario.wordpress.com/
comentários(0)comente



Rafael 03/01/2017

Assustadoramente bela. Perigosamente forte.
Feios é, com certeza, a série mais mais controversa que eu acompanho. Por mais que os livros nunca consigam suprir minhas expectativas, por algum motivo eu não consigo largá-la, sempre esperando que melhore no próximo. Isso aconteceu enquanto eu lia Perfeitos e se repetiu agora, com Especiais. O que me motiva a continuar é obviamente a crítica que a série passa à sociedade, que é uma das melhores que eu vi até hoje, mas infelizmente isso não é suficiente para segurar a trama.

Apesar de não ser tão lento como Feios, Especiais mantém o mesmo problema dos livros anteriores, que já parecem ter virado uma marca registrada de Scott. A primeira é a repetição incansável de uma determinada palavra. "Sagaz" só não apareceu tanto quanto "Borbulhante" em Perfeitos, mas pode ter certeza que ela estará em inúmeras páginas. Além disso, o autor também costuma dividir os livros em três partes, e a segunda sempre consegue ser chatissíma, onde acompanhamos Tally na floresta por algum motivo. Nesse terceiro volume consegue ser ainda pior porque ela nem sequer faz isso por si mesma (!). A narrativa extremamente rápida de Scott em momentos de ação também deixa a leitura um pouco confusa. Em contra-partida, seu detalhismo em torno das mudanças fisicas e psicológicas dos personagens após as cirurgias continuam bem feitas.

E felizmente, eles mostram alguma evolução. Tally, mesmo que com sua personalidade irritante, consegue ter atitudes inteligentes - mesmo cometendo algumas burrices durante o livro -, principalmente nos momentos finais, rendendo um bom plot twist; e os momentos onde as características de especiais são mais fortes que ela também são positivas. Zane, mesmo aparecendo pouco em comparação ao anterior, continua um bom personagem e que nos faz torcer por ele. Shay também conseguiu me ganhar novamente, depois de ter sido uma péssima personagem em Perfeitos. Mas a grande surpresa para mim foi David. Todos sabem que eu nunca gostei muito dele, mas aqui finalmente ele conseguiu ganhar minha empatia, por lutar de igual para igual com as Circunstâncias Especiais. Mas é óbvio que as coisas não terminariam totalmente bem e Scott se livra de certo personagem dentre esses principais de uma forma cruel e fria, que nos deixa em choque.

A conclusão da entorno da rebelião promovida pelos Enfumaçados - e, consequentemente, o final da história - me agradou e isso, somado ao amadurecimento dos personagens e à crítica que a história passa, foi o que me fez não dar uma nota menor ao volume. Mas no geral, a série terminou bem abaixo da expectativa que eu tinha antes de começá-la. Há ainda um quarto livro, Extras, mas este é um spin-off que segue novos personagens, então a trilogia principal se encerra nesse. Ainda assim, se você gosta de distopias, a série pode funcionar.

site: http://crushforbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Ariela Oliveira 21/12/2016

Melhores Frases
"[...] não importava a aparência da pessoa, e sim como ela se comportava, como ela se via."

"A vida e a morte eram sérias demais para serem colocadas nas mãos de um medíocre qualquer."

"O homem conta com o passado para encarar o futuro. - Pearl S. Buck"

"O Especiais não choravam mas suas lágrimas finalmente haviam chegado."
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ana 11/07/2016

Ao final de "Perfeitos", Tally se vê capturada por Shay, agora membro de uma "facção" especial das Circunstâncias Especiais e, uma vez sob custódia, Tally também é transformada em uma "Cortadora" também. Ainda mais bem equipados, é missão deles destruir a Fumaça de uma vez por todas. Mas uma das operações de sua missão revela uma nova cidade e o perigo que sua própria cidade oferece à humanidade.

~

A proposta da série é muito interessante e bem construída. Além de personagens complexos, o autor criou completamente um novo universo, com diversas ferramentas que só existem em nossas imaginações. O primeiro livro é um tanto quanto parado, dispendendo um grande tempo na jornada de Tally até a Fumaça; é uma parte interessante, mas que poderia ter sido resumida.

Em todos os livros há o elemento de romance. No primeiro, Tally se envolve com David, integrante da Fumaça. Em "Perfeitos" e "Especiais" ela desenvolve um relacionamento com Zane, e tem um conflito grande ao lembrar da existencia de David. E, em "Extras", há o romance de Aya com Frizz. Estes romances não são o foco dos livros mas são, sim, o foco de algumas das decisões das personagens principais.

É interessante notar a força das personagens principais. Tally é capaz de vencer a cirurgia apenas com sua força de vontade, Shay — que divide o foco principal com Tally em várias cenas — se mostra extremamente inteligente e também desenvolve seu próprio método de vencer as modificações em seu cérebro. As duas possuem momentos bons e ruins como amigas — tal qual qualquer relação de amizade. E, por fim, é ressaltada também a coragem e obstinação de Aya. Mesmo que seu propósito pareça ser baseado em vaidade, ela corre atrás do que quer e não aceita viver à sombra do irmão.

Meus livros favoritos da série foram "Perfeitos" e "Especiais". Tive um pouco de dificuldade em aceitar "Extras" por esperar que fosse uma continuação das história de Tally, enquanto o apresenta, na verdade, uma história completamente diferente, na qual Tally aparece apenas como coadjuvante.

A leitura pode não ter sido muito rápida, mas valeu a pena (;

site: www.quasemineira.com.br
comentários(0)comente



Anita 04/07/2016

Abandonei!
Infelizmente abandonei. a premissa é boa...o primeiro livro foi bom, não foi apaixonante, mas foi bom. chegou no segundo decaiu, não foi bom como o primeiro, mas consegui chegar ao final. Porém, nesse último (que oremos eu não comprei!) decaiu muito...a protagonista ficou chata, sem graça, parece um robô sem sentimentos...não consigo sentir absolutamente nada por ela e além disso a leitura se arrasta páginas a fio sem acontecer nada de novo e diferente. insuportável!
comentários(0)comente



Elton Cardoso 03/07/2016

Especiais por Elton Cardoso
Assim como no livro anterior, Especiais começa bem no ponto onde terminou a história de Perfeitos, em que a Tally Youngblood irá se transformar em uma Especial – mais uma alteração cirúrgica da cidade em que transforma as pessoas em sobre humanos e com uma aparência bem medonha, fazem parte da Circunstancias Especiais, um tipo de autoridade secreta que mantém a cidade nos eixos.

Tentando se adaptar as suas novas habilidades, Tally também sente falta da sua vida e amigos da época de feios, e assim, sua fiel amiga Shay, na esperança de convence-la, mais uma vez, de que essas intervenções são de fato a melhor coisa que existe ao invés de viver como os Feios, elas decidem invadir um prédio que guarda todas as forças armadas da cidade. Obviamente isso dá errado e desencadeia toda uma série de eventos que afetam não apenas a cidade de Tally como outras cidades.

Ainda parte do plano de Shay, após invadirem o prédio das forças armadas elas planejaram fazer com que o Zane provasse ser capaz de ser um futuro Especial e, também como parte do plano, descobrir onde é a nova sede da Fumaça – local onde pessoas deveriam viver como os enfumaçados viviam antes do colapso do petróleo. E, mais uma vez, algo dá errado. Somando as consequências desses dois fatos o autor nos apresenta uma ótima sequência de acontecimentos que de fato me prendeu a atenção e não larguei o livro quando atingi as últimas 100 páginas.

Porém, a maneira em que terminou o terceiro livro da série Feios me deu aquela sensação de “ok, a história deveria acabar aqui, bem do jeitinho que terminou este livro, mas então como vai ser o quarto livro?” Eis que não controlei minha curiosidade e corri para pegar a sequência da história na minha estante e li apenas a sinopse de Extras, e aquela sensação se confirmou: APENAS pelo o que li da sinopse a série deveria acabar realmente no livro 3.

Mas como não é nenhum pouco inteligente da minha parte julgar qualquer coisa pela sinopse/resumo, eu, obviamente, irei ler o quarto e último livro da série para ter a certeza de que essa sensação irá ou não se concretizar.


Hey! Se você gostou desta resenha e quiser conhecer mais livros que eu resenhei, é só ir ao meu blog, o Enfim, Elton! :)

site: http://enfimelton.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Lilla 03/06/2016

A sociedade mais bela
Assustadoramente Bela. Perigosamente Forte.
Essas frases definem a nova fase da vida de Tally. tudo que parecia apenas um conto, Especiais, ela descobre ser real. Com um pequeno agravante: Agora ela é especial.!
Agora com a memoria melhorada e tudo na sociedade com melhor compreensão. Ela se tornou uma máquina para separar o mundo dos feios dos perfeitos.
Mas o que será que ela vai escolher depois de conhecer a fundo os dois mundos?

site: https://brevebussola.wordpress.com/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rita 01/01/2016

Ótimo livro, recomendo!
comentários(0)comente



Pan28 05/12/2015

Adorei!
Depois de não ter gostado tanto do segundo livro desta série como gostei do primeiro, fiquei um pouco pé atrás quando iniciei a leitura deste livro, mas, no final, as minhas preocupações não se revelaram verdadeiras.
Especiais é realmente um livro espetacular e está bastante empatado com o primeiro na minha lista de livros preferidos, embora aquele final tenha sido ainda melhor do que o do primeiro livro, o que o torna provavelmente o meu preferido da série Uglies.
Neste livro a Tally é aquilo que a maior parte da população pensa ser um mito, os especiais. A Tally agora é uma autêntica máquina de matar, e adora. Dentro dos especiais, a Tally está num grupo chamado de Cortadores cujo objetivo é eliminar o Novo Fumo, o que, como podem perceber, acaba por lhe trazer certas memórias à tona.
Apesar disso, este livro teve sim uma coisa que não gostei nada, a forma de ser da Tally que neste livro se torna muito mais irritante, a única coisa que me fez ignorar isso é pelo facto de que ela é como a programaram para ser, e os especiais são todos assim, porque a Shay também é muito irritante e mandona neste livro.
Uma vez que nós vamos acompanhando a Tally nesta história, torna-se irritante o facto de que todos decidem agir nas costas delas, porque nós só descobrimos as coisas praticamente quando a Tally descobre e o autor goza com a nossa cara de uma forma inacreditavelmente boa.
Neste livro o David continua a aparecer mais, embora ainda apareça muito pouco, disso eu tive pena.
Embora este livro tenha alguns acontecimentos tristes, Scott Westerfeld escreveu de forma muito viciante, além de ter escrito um final simplesmente incrível e que eu li e reli.
Para aqueles que estão em dúvida, este livro é praticamente o fim da história para as personagens principais que nós conhecemos, ou seja, Tally, David, Shay e essas personagens, no próximo livro elas aparecem sim, e com um papel importante, mas a personagem principal vai passar a ser outra.
Especiais é um livro que recomendo sim e que espero que todos gostem tanto como eu.
Resenha completa e frases/quotes no site a seguir

site: http://presa-nas-palavras.blogspot.com/2015/12/especiais-resenha.html
comentários(0)comente



Mônica 21/10/2015

Especiais
Pra mim o autor ficou com preguiça de escrever um final descente para a trilogia e inventou aquela porcaria... não que os primeiros livros fossem menos medíocres...
Anita 28/06/2016minha estante
putz tá tão mais tãooo difícil terminar esse livro! acho que já estou há mais de 3 meses para terminar rsrsrs . eu confesso que gostei do primeiro, achei a ideia do livro boa..embora vc não consiga se simpatizar tanto com os personagens pq todos parecem meio robôs, sem sentimentos que só pensam em diversão..mas ok. fui pro segundo... ok não era o que eu esperava e não foi melhor que o primeiro mas ok... mas esse último está tipo insuportável...essa nova tally é estranha, todos são estranhos...a narrativa longa e cansativa!




Tauan 24/09/2015

Para aqueles que acompanham a história da vida de Tally Youngblood, ela agora é uma Especial. Mais do que isso, é uma Cortadora, uma nova classe de especiais, liderada por Shay.
Agora Tally tem uma beleza cruel e um corpo cem por cento letal, perigoso e resistente. Com seus sentidos aguçados e mente sagaz, nada pode impedi-la de cumprir sua missão, principalmente se envolve acabar com a Nova Fumaça.
Isso até que ela reencontre Zane. Elereaviva lembranças da sua antiga vida traz à tona sentimentos fortes, que balançam as certezas de sua mente especial. Agora resta a Tally decidir quem vai ganhar essa disputa: seus instintos treinados de Especial ou sua verdadeira consciência.
Neta sequência, Westerfeld segue nos apresentando as minucias de seu futuro distópico. Novas gírias surgem, como sagaz e medíocre, que substitue borbulhante e falso, respectivamente, no vocabulário de Tally e seus amigos.
Bom, continuo adorando a série, só posso esperar para ler o livro final e descobrir os extras.
comentários(0)comente



danielagiannini 09/09/2015

Indico muito
Eu amei toda a série Feios. Me surpreendi em cada página e me apaixonei por certos personagens.
comentários(0)comente



99 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7