Coisas Frágeis 2

Coisas Frágeis 2 Neil Gaiman




Resenhas - Coisas Frágeis 2


53 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Lidiane 08/01/2012

A maioria dos livros de contos e poesias possui alguns contos bons e outros não tão bons. Posso garantir que em Coisas Frágeis 2 os bons são maioria, sendo que alguns são bem mais que isso, são excelentes, simplesmente adorei alguns deles.
A primeira coisa legal do livro é a introdução, isso mesmo, quem leu Coisas Frágeis 1 vai entender é a mesma - afinal no original formam apenas um livro - pra quem não leu, Coisas Frágeis tem como introdução um texto simples e lindo, onde Neil Gaiman explica a ideia original pra criação do livro, a escolha do título e afinal o que são coisas frágeis. Ele traz nela também um comentário sobre cada conto ou poema do livro, explicando sobre como ele foi criado, ou sobre os títulos que recebeu, trazendo inclusive um pequeno conto já na introdução.
Sobre os contos em si, em vários há trechos e frases marcantes, aquelas que fazem com que saibamos que estamos lendo um livro Neil Gaiman.
Entre os que mais gostei do livro então:
A Câmara Secreta, que é um poema gótico; Meninas Estranhas, algumas pequenas descrições e histórias; O dia dos namorados de Arlequim, um conto divertido, diferente; Instruções uma poesia que literalmente instrui sobre como agir dentro de um conto de fadas(É perfeito); Quinze cartas pintadas de um tarô de vampiro, é um coleção de contos curtos e fantásticos, são realmente excelentes. Não é que tenha gostado só desses, mas esses são especialmente bons, não faria sentido copia o índice aqui afinal.

Muito bom.

Já deixei alguns trechos no histórico de leitura e vou terminar com mais alguns:

Meninas Estranhas: "Ela só desviou o olhar por um momento, e a máscara escorregou, e você caiu. Todos os seus amanhãs começam aqui." (pg. 95)
"Ela não esta esperando. Não exatamente. Na verdade, os anos não significam mais nada para ela, os sonhos a rua não podem atingi-la." (pg. 97) "A vista muda de onde você está. Palavras podem ferir, e feridas podem se curar. Tudo isso é verdade."

Cachinho: "Devemos isto uns aos outros: contar histórias." (pg. 113)

15 cartas pintadas de um tarô de vampiro: "Eu me lembro da vida e de ver as pessoas como pessoas e não só como alimentos ou objetos de controle, e me lembro como era sentir algo, qualquer coisa, alegria, tristeza ou qualquer coisa..." (pg. 138)
emocionanda 18/01/2012minha estante
Terminei de ler o primeiro livro hoje, e achei maravilho! Neil com certeza é um gênio. Pela sua resenha ja estou ansiosa para começar o segundo :)


Lidiane 18/01/2012minha estante
É sim, tenho certeza que vai gostar.


Felipe Lamerck 27/02/2012minha estante
Uma ótima resenha




Barone 14/03/2011

Fraco
"Coisas Frágeis 2" deixa muito a desejar. Além de sacanamente dividir um livro só em 2, a Conrad deixou os textos mais fracos nesse segundo volume. Certamente, se estivessem entre os textos do primeiro livro, passariam desapercebidos e não prejudicariam tanto a obra.
Agulha3al 30/06/2011minha estante
Tambem achei fraco em comparação ao primeiro!


Adriano 21/06/2012minha estante
Ainda não concluí a leitura, mas é inevitável comparar com o primeiro sem ter a mesma impressão citada pelo Barone. Coisas Frágeis 2 é para mim um Lado B.


Jacy 17/04/2014minha estante
EXATAMENTE!!!




Paty 31/08/2014

Fiquei com a impressão de que li o que sobrou do livro um.
Apenas razoável.
comentários(0)comente



hammy 13/01/2014

Só li esse porque comprei junto com o primeiro.
Gostei de uns 5 contos apenas, juntando os dois livros. Achei os contos ou sem sentido nenhum ou algo que qualquer pessoa escreveria, nada surpreendente.
comentários(0)comente



Yasmin 23/10/2011

Perfeito II

"(...) Me ocorre que a peculiariedade da maioria das coisas que consideramos frágeis é o modo como elas são, na verdade, fortes. Corações podem ser partidos, mas o coração é os mais fortes dos músculos, capaz de pulsar durante toda a vida, setenta vezes por minuto. Até os sonhos, que são as coisas mais intangíveis e delicadas, podem se mostrar incrivelmente difíceis de matar..."

Tudo o que você espera de Gaiman está ai. São contos de diferentes fases da vida do escritor e na introdução o próprio fala um pouco de como cada um surgiu e que época. A sinopse de ambos já deixa tudo muito explicado e funciona como uma resenha. Uma boa resenha. Não dá muito para descorrer sobre um livro de contos, mas posso deixar aqui a sugestão expressa: leia!

No livro 02 não foi diferente, gostei de vários em especial de: "Câmara Secreta", que é uma poesia-prosa, "Hora de Fechar", um encontro no pub e uma história assustadora, "Pó Amargo", "Os Outros", "Garotos Bonzinhos Merecem Favores", "Meninas Estranhas", "O Dia dos Namorados de Arlequim", de todos esse é um dos meus favoritos, a história é ótima e tem todos os traços de Gaiman, "Instruções", "Quinze Cartas de um Tarô de Vampiro", "O Dia em Que os Discos Voadores Chegaram", "No Final", um conto diferente sobre a criação do mundo. São muitos contos ótimos, e que mereciam estar na lista, ficou de fora pelo menos uns três porque...

Continue lendo: http://cultivandoaleitura.blogspot.com/2011/10/resenha-coisas-frageis-i-e-ii.html

Carlos Patricio 22/05/2014minha estante
Adorei a resenha, Yasmin. Parabéns, fez eu me interessar pelo livro. Abraços




Insanity 22/01/2011

Nesse volume 2...
Tenho a impressão de que nesse segundo volume de coisas Frágeis, Gaimam está menos profundo, mais superficial. Seus contos abordam temas de terror (inspirado em H.P. Lovecraft) e sexo.
De qualquer forma, a leitura desse volume é mais intensa, mas cativante da mesma maneira que no volume anterior.
Ronaldo 04/02/2011minha estante
Na verdade, quando esteve no Rio, acho que ano passado, eu comprei meu coisas frágeis 1 e levei pra ele autografar, então o próprio Neil Gaiman achou estranho o livro ser tão fino, pois existiam mais contos. Ou seja, sempre foi 1 mesmo livro, a conrad é que malandramente dividiu o livro em dois pra ganhar dinheiro duas vezes. Agora qual foi o critério da divisão não faço idéia. a verdade é que não li nenhum ainda.(vacilo meu)


Insanity 05/02/2011minha estante
Ahaa, não sabia que seriam dois livros!

Enfim, são dois ótimos livros; e vai ler os dois!




Nick 25/05/2011

Isso não é uma resenha, Apenas um comentário.
Pessoalmente, gostei mais do volume 1, só por isso não dei 4 estrelas.

Mas, pra quem gostou da primeira parte, é indispensável a leitura desse segundo volume!
comentários(0)comente



@eu_livro22 22/07/2020

Meu autor preferido
Para livros infantis.
Tô triste porque o Neil Gaiman sempre conversa comigo em seus livros e esse foi uma decepção. Eu consegui ler algumas frases lindas que de fato mexeram comigo, mas a maior parte me deixou muito SAD.
:(
comentários(0)comente



Léia Viana 02/11/2011

Gaiman não é para mim.
Definitivamente, o estilo de escrever de Neil Gaiman não faz a minha cabeça.

Gostei de “pedaços” de alguns contos, como, por exemplo: “Quinze Cartas Pintadas de um Tarô de Vampiro”, “Meninas Estranhas” e “No Final”, mas sequer consegui gostar deles por inteiro, não sei se a dificuldade é toda minha de entender, ou, se não curto mesmo esses tipos de histórias.

Ao contrário do que aconteceu com “Coisas Frágeis 1”, não fiquei “tentada” a largar a leitura a todo momento, fui fundo na expectativa do autor conquistar o meu coração, e achei o livro 2 melhor que o 1. Uma pena, mas Gaiman não é para mim.

Gostei bastante da capa, achei-a linda e bem delicada, como o próprio título sugere: coisas frágeis... e a vida, assim como uma flor de algodão, é algo muito frágil.
comentários(0)comente



Felipe 11/08/2012

Dessa vez não
o volume dois de "Coisas Frageis" não é tão bom quanto o primeiro. Até que começa bem com os 7 primeiros contos que tem aquele clima tenebroso, misterioso, do primeiro livro, mas depois se torna algo enfadonho.
comentários(0)comente



linny 25/05/2016

Ótimo, mas não é para o grande o público.
Tão bom quanto seu antecessor, 'Coisas Frágeis 2' é recheado de diversos contos, um mais psicodélico que o outro. Entre meus preferidos estão"Hora de fechar", "Pó amargo", "Os outros", "Garotos bonzinhos merecem favores", "Meninas estranhas" e "Quem alimentar e quem come".

Merece a leitura de todos que amam um bom suspense e uma boa viagem ao mundo da fantasia. Quem não curte, pode achar a obra estranha e até mesmo entediante.
comentários(0)comente



Junco 12/05/2012

Menos é mais...
Confesso que após ler Coisas Frágeis, livro que achei muito bom, criei uma expectativa enorme para esta segunda parte... Mas confesso que o início me deixou decepcionado, ao que fui sendo reconquistado aos poucos, com contos excelentes como "Os Outros" e "Quem Alimenta e Quem Come". No final, acabo saindo decepcionado não pelo livro, uma vez que descobri que este é, junto com o outro, um volume só, mas comigo mesmo por acreditar que seria possível manter o nível de excelência tão alto numa coletânea tão extensa.
comentários(0)comente



Aline 29/01/2013

Histórias a desejar
Particularmente não posso dizer que gostei do livro. Já havia lido Coisas Frágeis e nenhum dos dois livros conseguiu me arrebatar de verdade. Enquanto o primeiro volume simplesmente não me agradou em nada, sou obrigada a dizer que até que gostei de alguns contos do segundo, principalmente "O Dia dos Namorados de Arlequim", porém quanto às poesias, não gostei de nenhuma. Sei que haverá opiniões bem diversas às minhas, já que que Neil Gaiman é tão aclamado, porém até agora o autor não conseguiu me cativar.
Comprei os livros por me ver atraída pelas capas, título e pelas ótimas críticas com relação aos textos do autor, mas acabei me decepcionando. Não estou criticando como resenhista, até porque não possuo experiência alguma como tal, mas opino como uma ávida leitora que não gostou de determinado livro.
Ainda tenho na minha estante o livro Lugar Nenhum escrito pelo autor, espero que ele apague a má impressão que resultou da leitura dos dois livros citados, afinal fiquei empolgadíssima com as resenhas do Livro do Cemitério e, assim que surgir uma promoção, o comprarei ... rsrsrs.
comentários(0)comente



53 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4