Quando te vejo

Quando te vejo Holly Miller




Resenhas - Quando Te Vejo


22 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Gabi Cancella 27/05/2021

Um dos livros mais bonitos dos últimos tempos
Esse livro veio em um ótimo momento. Eu estava lidando com uma perda, estava lotada de trabalho e passando por um momento realmente difícil. Ele não é um livro feliz, é um livro inspirador. Cada momento da leitura foi agradável e aqueceu meu coração. Joel é um personagem encantador, cheio de nuances e o "poder" que ele tem é MUITO INTERESSANTE. Callie é uma personagem que não tem como não amar, ela é cheia de defeitos, ela definitivamente não é perfeita, mas não tem como não se apaixonar por cada característica. Os dois juntos me trouxeram todos os momentos que eu sempre espero em um livro, riso, choro, emoção pura, inspiração e principalmente uma sensação que a vida é belíssima até quando não é do jeito que queríamos. Para mim, é o livro do ANO!
comentários(0)comente



Gerlinzer 07/06/2021

Lembra o primeiro amor de todo mundo
Esse livro parece tão clichê, mas é tão meigo, ele te pega justamente por mostrar algo que todo mundo já passou, viver com a lembrança de um amor que por mais que queira não vai mais acontecer. A sinopse já entrega tudo, mas mesmo assim fiquei triste me vendo nos personagens e querendo que tudo fosse como nos filmes da disney, mas eles cresceram muito e viveram, acho que a mensagem é justamente como a vida continua depois do "luto" de perder alguem
"Mas devagar, aos poucos, as lembranças estão começando a ficar menos traiçoeiras. Me machucam menos, são mais arranhões do que cortes."
comentários(0)comente



Li.terarte 20/06/2021

Faz 3 dias que acabei o livro e não paro de pensar nas últimas 50 páginas ?
comentários(0)comente



bru 27/06/2021

Confie no amor das pessoas..
Como você viveria sabendo como as coisas iriam acabar?

Adoro histórias que trazem questionamentos existencialistas e quando te vejo não deixou a desejar nesse quesito.

O livro gira em torno de dois personagens, Joel, que possui sonhos premonitórios e Callie, uma sonhadora que esta vivendo um processo de luto.
Joel, como forma de defesa, anula sua vida, pois, evita criar laços para evitar seus sonhos que são ligados apenas as pessoas que ele ama. Pensando bem, quem não faria o mesmo? Sendo assim, ele larga o trabalho e tenta fazer de tudo para não dormir, desde abusar de bebidas, exercícios e até alguns medicamentos.
Não imagino o quão enlouquecedor deve ser visualizar o futuro, mesmo que às vezes, queríamos alguns spoilers da vida, viver sabendo que um ente pode se machucar e/ou morrer é completamente inimaginável.
Já Callie, vive sua vida super pacata trabalhando no café de sua amiga, tentando viver um pouco do sonho dela que fora interrompido.

O encontro do casal é bem ligado aquele clichê fofinho de sempre, mas, o que me despertou a curiosidade era como Joel levaria isso, como escolheria entre o amor da sua vida x evitação emocional para que não haja nenhum sonho.

"Todos os contras permanecem: a possibilidade de me apaixonar por ela, o medo do que posso ver caso isso aconteça, e tudo que vem em seguida."

"Já observei possibilidades passarem por mim nos últimos anos, conexões que me impedi de aprofundar."

Pois bem, houve o momento em que Joel precisou escolher entre dar uma vida boa e confortável a quem ama do que de fato vivenciar o amor. Que escolha!!!!!
E me pergunto, se soubéssemos como as coisas acabariam, pois elas acabam, viveríamos mais intensamente ou escolheríamos nos anular?
O hoje bem vivido ou somente a ideia do que poderia ser?
"Não é acidente, isso é certo, que sejamos biologicamente programados para não saber as coisas."

"Como posso me comprometer com um relacionamento se estou com medo demais de me apaixonar?"

Quando te vejo me trouxe diversos questionamentos, é um livro doce, sua escrita é fluída e coerente a autora foi muito feliz na escrita.

"Sabe, o que pensa de si mesmo nem sempre é a forma como as outras pessoas te veem."

"Às vezes as palavras são a parte mais dificil - hoje com certeza"

Só... confie no amor das pessoas.

Docemente lindo, super recomendo.
comentários(0)comente



Rocamadour 28/06/2021

Livro amorzinho e viciante para ler com uma playlist romântica
Eu simplesmente devorei o livro em uma madrugada! Não conseguia parar. Callie e Joel têm uma relação muito bonita, de extremo carinho, cuidado e sensibilidade. Mostram que o amor não tem nada a ver com posse, mas é muito mais uma questão de querer o bem de quem amamos. E, para completar, a Callie canta algumas músicas, bem românticas e que marcaram os anos 80/90. O Joel cita os nomes durante a narração, todas no estilo Foreigner, Air Suply, Bryan Adams. Maravilhoso, a gente se sente parte da história e acabamos refletindo muito sobre a nossa própria vida e nossos relacionamentos de uma forma muito profunda e real.
comentários(0)comente



Bia Brasil 04/07/2021

Livro maravilhoso!
Cheguei com expectativas altas para esse livro (o que, na minha opinião, é sempre muito perigoso na hora de uma leitura) mas essa história superou DEMAIS qualquer uma delas.

A história é linda e o texto flui de uma maneira muito natural. Você se envolve com os personagens e torce até o último momento.

Callie e Joel são um daqueles casais que simplesmente combinam e que eu não queria ter que me despedir. Simplesmente recomendo demais a leitura e espero que esse livro seja o sucesso que merece!
comentários(0)comente



lerteralmente 05/07/2021

QUANDO TE VEJO
Com uma escrita apaixonante e envolvente, o livro Quando Te Vejo promete arrancar sorrisos, suspiros e lágrimas de qualquer leitor que tenha um coração batendo.

Por conta dos temíveis sonhos, Joel não é um personagem esperançoso, tampouco possui projeções futuras. Ele vive atormentado em seus pensamentos, que são transcritos pra um caderninho que ninguém além dele tem acesso. Em muitos momentos senti raiva dele, não posso negar. A propensão dele à frieza me incomodou horrores.

Callie é o seu oposto. Uma mulher dedicada e calorosa que larga tudo para apostar no seu sonho de trabalhar em reservas ambientais. Por mais estranho e clichê que pareça, os dois, mesmo sendo tão diferentes, possuem uma química irreal.

Me identifiquei muito com os desejos de Callie e sou capaz de afirmar que ela foi o empurrãozinho que eu precisava pra correr atrás de um sonho meu que estava há muito adormecido.

Posso dizer que fiquei muito ansioso durante a leitura, simplesmente por conta do leitor ter acesso a uma informação crucial (e triste) para o desenvolvimento do enredo logo nos primeiros capítulos.

Por fim, Quando Te Vejo entrou para a lista de livros que fizeram o Jai chorar.

Recomendo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ione.Melo 11/07/2021

Que leitura maravilhosa, uma história super cativante com detalhes tão perfeitos, pra mim até agora o livro do ano. ??
comentários(0)comente



Emília 13/07/2021

Lindo, emocionante e super maravilhoso!
Não tenho palavras para descrever como esse livro me tocou e me prendeu? Não queria acabar nunca, só queria que a história continuasse.
A autora desenvolveu o romance muito bem, mas o desenvolvimento dos personagens é muito especial?
Leiam, é muito bom
comentários(0)comente



Fernanda Arapiraca 14/07/2021

Muito bom!
Eu nunca gostei muito de romance mas esse superou minhas expectativas!!!
Leve, simples e direto!!! ???
comentários(0)comente



Silas Jr 14/07/2021

Muito Bom
Estou surpreso com essa leitura de altos e baixos, não imaginava certos rumos mas foi um desenvolvimento gostoso de acompanhar.
comentários(0)comente



Mari 18/07/2021

Se chorei com o final?? Claro que sim!!!!
Livro tão delicado.
Adoro livros que casa capítulo é da perspectiva de cada personagem.
Não estar junto não significa que eles pararem de se amar.
Joel e Callie eram almas gêmeas.
comentários(0)comente



CALINE 18/07/2021

Doce e aconchegante como um chocolate quente e um cobertor
Sabe aquela sensação de aconchego, de coração quentinho e de calmaria que a gente sente quando ouve uma música legal, assiste um filme apaixonante ou quando lemos um livro incrível? Foi tudo isso que senti lendo Quando te vejo.

Durante toda leitura meu coração foi acalentado, embalado e tomado por um sentimento tão bom que mesmo eu já tendo enumerado todos esse adjetivos parece que ainda não consegui encontrar as palavras certas para expressar como essa história me tocou. O amor de Joel e Callie vai aquecer seu coração, mas não se enganem, seu coração também será partido.

A capa do livro dá algumas pistas do que encontraremos e como tudo irá se desenrolar, mas eu sou uma pessoa esperançosa e página após página acreditei que uma solução milagrosa apareceria. Porque não seria justo que uma história de amor tão linda quanto a de Joel e Callie não tivesse um final feliz.

A forma como Joel e Callie se conheceram, se aproximaram e se envolveram foi daquele jeitinho que eu amo. Eles foram entrando na vida um do outro aos poucos, sem pressa, com muito respeito, carinho e cuidado.

Joel era um príncipe e foi impossível não se apaixonar pelo seu jeito calmo, doce e prestativo. Ele foi um companheiro e um dos maiores incentivadores dos sonhos de Callie. Eu entendi cada uma das decisões que ele tomou. Nem consigo imaginar o peso que era carregar toda responsabilidade de saber o futuro das pessoas que ele amava.

Quanto a Callie, como eu torci por ela. Uma garota de coração generoso e cheio de amor para dar. Ela mereceu cada conquista e cada momento de felicidade. Eu também entendi a decisão que ela tomou, não acho que teria agido diferente. Tudo que ela queria era viver, amar e ser feliz. Sem medos, sem prazos e sem limites. E ela conseguiu tudo isso e foi lindo acompanhar.

Durante muitos momentos senti meus olhos marejados e aquele nó na garganta, mas não chorei. "Será que eu sou tão durona assim?", pensei. Estava enganada. Quando tudo acabou, quando eu virei a última página e deixei os sentimentos, as palavras e todos os acontecimentos se assentaram em meu coração, quando eu revisitei mentalmente toda a história e fui lembrando de cada coisa que eu li, as lágrimas vieram com tudo e eu me permiti chorar por essa história de amor tão linda.

Se eu tivesse que definir Quando te vejo em uma palavra seria DOCE. Acompanhar essa história foi um presente e vou levá-la para sempre em meu coração.
comentários(0)comente



Julia Simões 19/07/2021

?Mas minha mente travou quando te vi?
Joel vem tendo sonhos proféticos quase a vida toda, com frequência quase semanal, podendo ser bons ou ruins, sobre pessoas que ele ama. Então, ele passou a evitar relacionamentos amorosos, pois para ele, já basta os sonhos proféticos que tem sobre a família e amigos. Até Callie aparecer na sua vida.

A escrita da Holly Miller é MARAVILHOSA. A leitura é extremamente fluida. O romance contido neste livro, foi o mais bem construído que eu já li. É real, sem fórmulas mágicas, sem aquelas resoluções rápidas que não trazem sentido. Ele não acontece do nada. É construído pouco a pouco de uma maneira que me encantou e me prendeu demais.

As personagens precisam fazer escolhas difíceis que se tornam difíceis para nós leitores também, mas da para compreender e aceitar todas as escolhas, mesmo não querendo. É impressionante o que a escrita da autora fez comigo. Sem contar que me identifiquei demais com Callie.

Parei de contar quantas vezes chorei nesta leitura, quando terminou, fiquei chorando uns minutos ainda, falo dele para as pessoas e o choro volta kkkk havia muito tempo que um livro não fazia isso comigo.

Dei cinco estrelas, favoritado! Foi minha melhor leitura do ano e espero MUITO que vire um filme para eu assistir mil vezes kkkkkk

Só leiam ?
comentários(0)comente



22 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2