Ninguém Como Você

Ninguém Como Você Lauren Strasnick




Resenhas - Ninguém Como Você


44 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


JP 21/10/2020

Esse romance é aquele clichê básico que já estamos acostumados, envolve ensino médio, drama adolescente, algumas cenas de comédia e o romance como base. Apesar de ser leve ele dá alguns gatilhos em temas que vale a pena abordar como a questão do amor próprio e como algumas vezes você se submete a situações vergonhosas por não se achar bom o suficiente pra conseguir uma coisa melhor. Indicado pra você que quer sair daquela ressaca literária.
comentários(0)comente



Kymhy 11/04/2018

Ninguém Como Você - Lauren Strasnick
Holly é uma jovem que está passando pelo rebuliço da adolescência, onde aprenderá duras lições sobre segredo, amizade, amor e sexo. Será que ela conseguirá fugir dos clichês que toda garota aprende a identificar e evitar?

site: https://gatoletrado.com.br/site/resenha-ninguem-como-voce-lauren-strasnick/
comentários(0)comente



Lorrane Fortunato 08/08/2017

Não Resenha: Ninguém Como Você / Dreams & Books
Comprei Ninguém Como Você na Bienal de 2015. Ele me pareceu ótimo e estava bem ansiosa para fazer a leitura, mas, o tempo foi passando e o livro foi ficando e ficando na estante.

Quando finalmente consegui realizar a leitura, as minhas expectativas não estavam mais tão altas, porém, mesmo assim acabei me decepcionando com o livro.

Não amei tanto o enredo e o rumo que a história levou. O final foi, no mínimo, decepcionante. Eu gostei, mas, não chega a ser um livro que eu leria novamente ou recomendaria para alguém.


site: www.dreamsandbooks.com
comentários(0)comente



Cailes Sales 09/02/2017

“Ninguém como Você” é um Young Adult que tem como personagem principal, Holly, uma adolescente que perdeu a mãe há pouco tempo e que tenta passar a imagem de “garota forte”, que lida muito bem com a perda, mas que na verdade ainda é bastante afetada por ela. Holly não é uma menina popular, a pessoa mais próxima dela é o seu amigo de infância, Nils. Eles têm um profundo vínculo de amizade e companheirismo.
A vida da protagonista começa a tomar um rumo inesperado quando a mesma se relaciona com Paul, um garoto da sua escola, que diferente dela, é popular, e também comprometido. Então, o que era para durar apenas uma noite, acaba se prolongando e Holly se vê em um emaranhado de mentiras e segredos, que a deixam dividida e angustiada.
Holly é uma personagem que me despertou diferentes reações. O seu envolvimento com Paul é algo totalmente errado, em vários momentos quis entrar no livro e sacudí-la, para que percebesse quão ruim era aquela relação, não apenas para ela, mas para todos que inevitavelmente iriam sofrer quando tudo fosse revelado. Por outro lado, percebemos que Holly não age de má fé, ela apenas está se sentindo perdida após a morte da mãe, que faleceu devido a um câncer, o que a faz se questionar sobre o seu futuro, se será como o da mulher que lhe deu a vida. Por vezes fiquei triste pela garota, que em algumas ocasiões se sente sozinha e aflita com toda a situação, pois os momentos com Paul pareciam mais uma válvula de escape para ela.
Um aspecto que gostei bastante foi a amizade entre a protagonista e seu melhor amigo. É aquele tipo de relacionamento que só a convivência de anos pode criar, com uma intimidade e confiança que só os verdadeiros amigos possuem.
Algo que não me agradou foi o desfecho da história. Penso que tudo foi um tanto corrido e vários momentos e situações que deveriam ter sido resolvidas, ficaram em aberto. Fiquei bastante frustrada por a história não ter um final que realmente transmitisse um amadurecimento da protagonista, um aprendizado com tudo que ela passou. Esse entendimento ficou implícito, mas faltaram elementos reais para que tal ideia se tornasse crível.
Por fim, a escrita da autora propicia uma leitura extremamente rápida, se você tiver tempo livre, pode finalizar o livro em até um dia. “Ninguém como você” é uma leitura leve, com ingredientes que te deixam presos a história, apesar de não acontecer nada realmente extraordinário ou muito emocionante. Vale a leitura!


site: http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Alexia Pereira 31/05/2016

Ninguém Como Você, de Lauren Strasnick
Holly é uma garota normal (tão normal quanto uma garota cuja mãe morreu de câncer há seis meses pode ser). Após perder a virgindade com Paul, o cara que, apesar de lindo, tem um namoro firme, Holly passa a guardar esse segredo de todos, incluindo Nills, seu melhor amigo. As coisas começam a ficar complicadas quando Holly vira a amiga de Saskia, a namorada de Paul, e Holly tem que, além de lidar com a morte da mãe, decidir entre continuar guardando um segredo esmagador que ficou fora de controle, já que Paul passa a fazer ameaças de contar tudo a Saskia quando Holly tenta “terminar” com ele, ou tomar uma atitude radical que pode ter proporções ainda maiores.
Citação: "Eu sabia que ele tinha outra pessoa com quem se preocupar. Eu sabia que ele a amava, não a mim. Mas era a minha vida e a minha cama, e eu queria sentir o que eu queria sentir."

site: Leia o resto em: http://caradeluaoficial.blogspot.com.br/2016/05/resenha-ninguem-como-voce.html
comentários(0)comente



Flávia Nunes | Você em livros 10/08/2015

O livro conta a vida de Holly, adolescente que perdeu sua mãe e se envolve com o garoto mais popular da escola. Parece clichê, né? E é, mas um clichê tão agradável de ler.
Confesso ter odiado Holly quase todo livro por achar que a mesma sempre fazia as escolhas erradas, mas quem manda no coração, né? Tem gente que gosta mesmo de sofrer.

O final deixou a curiosidade no ar. Só isso? Queria bem mais..
Indico esse livro para uma noite fria de domingo acompanhado de um bom chocolate quente.

site: www.sobrevicios.com.br
comentários(0)comente



Gisele 26/07/2014

Ganha pela simplicidade
Este livro não é novo e nem trata-se do conteúdo da moda, bem pelo contrário.
É mais um drama teen, porém não é tão chato, como a maioria destes livros começa ser, depois que a gente atinge uma certa idade.

É a garota que não é a bonita, não é a popular. Se apaixona pelo garoto errado, transa de qualquer jeito com o garoto popular, perde a mãe e divide todas as suas angústias com o seu melhor amigo. Aquela coisa que teria tudo para ser clichê...

Ela quer saber mais sobre sua mãe e acaba descobrindo mais do que deveria, inclusive o relacionamento dela com um de seus professores e o quanto eles foram apaixonados antes que ela se envolvesse com o homem que hoje é o seu pai. Porém, ela lida muito bem com este fato, algo que não é de se esperar...

A única coisa é que o livro termina no meio do nada, você fica com aquela cara de como assim ? Meio perdida no tempo e espaço sem saber o que viria depois, ou como seria o dali pra frente, de modo que tranquilamente sugere uma continuação. Não há como entender ao certo que aquele ali é o fim. Então eu me senti totalmente perdida...

Inconformada de que aquele ali era realmente o fim, fui buscar informações e não, não há nada além disso. O livro já tem mais de três anos de sua primeira edição, o que leva a crer que ele acaba realmente assim e que não haverá continuação.

De qualquer forma, é um livro tranquilo, calmo e rápido. Eu o li em dois dias. Recomendo a leitura caso você esteja em um momento em que não tenha nenhum livro em mente.

site: http://www.bookspelagi.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Amanda 23/03/2014

Você já conhece essa história...
É só mais um dos infinitos clichês adolescentes, só que esse não tem final feliz.
Garota perdeu a mãe, fica com um cara que tem namorada, se sente horrível, magoa o melhor amigo, percebe que a vilã da história não é tão vilã assim, aí chega o momento em que todos a odeiam. E tudo se resolve quando, de repente, aparece o objeto mágico esquecido num canto do quarto (no caso, foi debaixo da cama. Como aquilo foi parar lá é uma incógnita pra mim.) que evoca lembranças a ela, e acontece o desfecho final. Só que o fim foi completamente sem graça. A leitura não valeu a pena.
Indico a você se quiser se arrepender do tempo perdido ou se curtir masoquismo ou coisa parecida. Procure algo melhor para ler e seja feliz. Talvez eu tenha sido um pouco negativa demais, talvez o livro funcione para meninas no início da adolescência, mas elas também podem ler coisas melhores que isso.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



(Luh) 10/08/2013

Não sei se eu peguei um livro incompleto ou se o final é tão vago assim, porque realmente me pareceu que estavam faltando muitas coisas a serem esclarecidas antes do final do livro.
O livro até que é bom, possui uma leitura fácil de ler e conta uma história que realmente acontece e não coisas sem sentido como vampiros
da época da brilhantina.
Apesar de ter me decepcionado com o final, tenho que admitir que na realidade as coisas na maioria das vezes nunca tem um final feliz e completo e talvez por isso queremos ver pessoas sendo felizes em livros e filmes, mas não me arrependo de ter perdidos algumas poucas horas inclusive bastante agradáveis com este livro.
Adriano F. Zwierzykowski 29/04/2015minha estante
ah q é?




Léa Diógenes 23/06/2013

Li esse livro em dois dias no começo eu adorei ler ele, pois o enredo da história é leve com alguns momentos picantes, sentimentos normais para qualquer adolescente outro ponto que me chamou muito atenção é sobre a morte da mãe de Holly ela sofreu com o câncer de mama e isso deixou Holly com paranoia levando-a sempre tocar os seios para ver se encontra algum nódulo pois esse era o medo dela de ter o mesmo problema que sua mãe teve.
A história aborda outros tema como a perda da virgindade com um garoto errado em um banco traseiro de um carro, escolhas que ela fez e que perdeu por causa disso perdeu o seu melhor amigo, decisão de ir para a faculdade fora da cidade ou ficar com o seu pai, medo da morte, vontade e rever a sua querida mãe, buscando respostas, amando a pessoa errada tudo isso em uma história bastante adolescente.
Mais a autora poderia ter sido mais boazinha com Holly achei poucas paginas para um história que poderia ter sido mais legal, pois ao ler a ultima pagina eu me questionei é só isso? não tem mais nada? acabou por aqui?
comentários(0)comente



44 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3