Escuridão Total Sem Estrelas

Escuridão Total Sem Estrelas Stephen King




Resenhas - Full Dark, No Stars


393 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Jose Ricardo 16/02/2020

QUE LIVRO FORTE
Eita livro danado viu meu povo, eu estou pasmo, algumas vzs me deixou bem inquieto, mas deixa claro do que a maldade das pessoas podem enraizar em seus coraçoes e dar vida ao que sao capazes contra o próximo, vc não verá mais o mundo com os mesmos olhos depois deste livraço.
comentários(0)comente



Victtor.Martinez 28/10/2020

Para os fortes
Quem tem o costume de ler Stephen King sabe que o mestre não brinca em serviço e assim foi em Escuridão total sem estrelas, um livro que reúne quatro contos com assuntos diversificados.

OS CONTOS

O primeiro e talvez mais conhecido, com excelente adaptação na Netflix é 1922. Nele, o agricultor Wilfred e o filho Hank precisam decidir se é mais fácil abrir mão das terras da família ou da esposa e mãe.

Em pouco mais de cem páginas acompanhamos a decadência de uma família logo após uma decisão que irá afetar o destino de todos.
?Acredito que exista outro homem dentro de cada homem, um estranho, um homem conivente.?

Já em Gigante ao volante, acompanhamos Tess, uma autora de livros de mistério que parte em busca de vingança após ser estuprada e deixada à beira da morte na estrada.

Nele vemos a personagem descobrir novos lados de si mesma junto a realidade da sociedade que costuma culpar a mulher, o julgamento ?Você o encorajou de alguma maneira??

Em Extensão justa Dave Streeter tem câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas vale a pena salvar a própria vida tendo como preço destruir a de outra pessoa?

De fato, um conto sobre inveja, ganância, cobiça, aquela velha história de que a grama do vizinho é mais verde que a nossa e que devemos ter cuidado com aqueles que chamamos de amigos.

?Acho que o odeio. Ele não tem câncer, tem 51 anos assim como eu, e é saudável como um maldito cavalo.?

Por último, Um bom casamento mostra o quão as coisas são instáveis quando uma caixa na garagem diz a Darcy Anderson mais sobre o seu marido do que os vinte e sete anos que passaram juntos.

Nos colocamos no lugar da personagem por um momento e ponderamos com ela qual caminho seguir, sendo que todos não serão suficientes para apagar as injustiças feitas.

?Era um bom casamento, ela acreditava nisso com a mesma determinação que sabia que a gravidade a prendia ao chão. Até aquela noite na garagem.?

DE MODO GERAL

Escuridão total sem estrelas é um livro sobre a realidade, mas que mesmo assim choca, tornando-se difícil ler em alguns momentos.
Como o próprio King diz, ele tentou mostrar o que as pessoas poderiam fazer sobre certas circunstâncias terríveis.

O mais triste é que mesmo assim o autor não inova, pelo simples fato de usar elementos hediondos que já vimos ou acompanhamos ao longo da vida.

Então mesmo em toda sua genialidade, o mestre ainda não foi capaz de superar o pior do ser humano, pois trouxe à tona o lado conivente que desperta em algumas pessoas, deixando no ar um ?onde eu vi isso??.
Thainá @thaii.limab 28/10/2020minha estante
O gigante do volante meu deu um pavor real! Eu sonhei, achando que estava acontecendo comigo rs foi horrível.. depois disso passei a ler esse livro durante o dia rs


Victtor.Martinez 29/10/2020minha estante
Nossa sim, impossível não se chocar com o que acontece no conto, na verdade todos foram bem fortes, fiquei bastante incomodado, mas ainda bem que você encontrou um jeito de ler sem ter pesadelos ?


Thainá @thaii.limab 31/10/2020minha estante
Todos são muito realistas.. eu adorei. Favorito o livro. Mas é isso, livros do King só durante o dia rs


Thainá @thaii.limab 31/10/2020minha estante
Favoritei *


Victtor.Martinez 01/11/2020minha estante
Um que me causou desconforto assim foi O iluminado, adorei, mas em alguns momentos deu medinho kkkk




Paraens_ca 24/07/2020

O 1º conto foi um desafio para eu terminar e por mais que eu tenha demorado nesse livro terminei os outros três bem mais rápido. Foi um desafio terminar esse livro, têm páginas que eu precisei parar por causa do nojo (senti mais no 1º conto), mas estou feliz em ter concluído. Recomendo apenas se você tiver estômago forte!
comentários(0)comente



Letícia 22/11/2020

As pessoas são essencialmente boas ou potencialmente más?
A dicotomia que Stephen King traz durante os quatro contos, com o enredo bem amarrado em Gigante do Volante, tão sórdido, pesado - me deixou angustiada por ser tão crível e estar na condição de mulher - e que faz a gente pensar até onde vai nossas emoções e a linha cada vez mais tênue do que a gente tem a perder em situações nas quais a maldade humana não é passível de ser quantificada.

Apesar de ter gostado bastante do segundo conto, Um bom casamento é - pessoalmente - o melhor dele. Não conhecemos ninguém por completo e acredito que nossas visões são cheias de projeções do que queríamos que fosse, depositadas em outrem. Por isso é tão difícil enxergar quem amamos como alguém que não consiga ter a capacidade de amar.
comentários(0)comente



Patrick13 25/10/2020

Livro Perfeito
Simplesmente melhor livro que já li até o momento, 4 contos super bem escritos com histórias realmente assustadoras e chocantes , com cenas fortes, alguns contos eu pensei: "como alguém conseguiria fazer algo tão ruim assim?".
Dou nota máxima para esse livro, não tem nenhum ponto negativo para mim.
comentários(0)comente



Janaína 20/05/2020

"É impossível conhecer alguém completamente, até mesmo aqueles que mais amamos"
Meu Deus, que leitura forte! Este livro é incrível, trata de temas bem delicados e vai mexer muito com o seu emocional. Os quatro contos nos mostram que ao vivenciar situações de escuridão total, em que há apenas dor, sofrimento, medo, ódio, raiva, o ser humano pode despertar o seu lado mais sombrio e perverso.
comentários(0)comente



Bianca 08/10/2020

Pesado!
Provavelmente um dos livros mais pesados, indigestos e sórdidos que já li. King aqui trouxe o pior lado de todos os sentimentos humanos, e o nome da obra não poderia ser mais pertinente - para os personagens desse livro, não há luz alguma; nem sequer a das estrelas.

O primeiro conto é aparentemente o favorito dos leitores e embora eu tenha gostado bastante, foram os dois últimos os que com certeza mais me conquistaram. O segundo me deixou meio mal... provavelmente não recomendaria para alguém (mulheres, especialmente) que seja sensível ou tenha estômago fraco. Foi muito difícil de ler e até tive pesadelos a respeito.

"Tudo bem, acho que já ficamos aqui embaixo na escuridão muito tempo. Há todo um outro mundo lá em cima. Pegue minha mão, fiel leitor, e ficarei feliz em levá-lo de volta à luz do sol. Estou feliz em ir para lá, porque acredito que a maioria das pessoas é essencialmente boa. Sei que eu sou. É quanto a você que não tenho tanta certeza."

Nothing but respect por esse cara genial!
Áquila 08/10/2020minha estante
Eu amo esses livros mais pesados do King. Ótima resenha Bia. ??


Bianca 08/10/2020minha estante
Tb gosto muito! Obrigadaa ??




Dai 02/07/2020

O King no nome tem um motivo, né?!
Tenho um total de 0 palavras sobre esse livro.
É magnífico, é aterrorizante e em vários momentos me fez prender a respiração esperando o que ia acontecer em seguida.
Meus contos favoritos foram "Gigante do volante" e "Um bom casamento", os dois que mais me deixaram aflita e na espera de qual seria a atitude das personagens principais.
Quando se trata de Stephen King, a única coisa que eu tenho a dizer é: LEIA!! Se você é fã de terror e suspense, dificilmente vai se arrepender.
comentários(0)comente



Marselle Urman 25/04/2012

Vengeance, bittersweet as a cheesecake pie...
Gostei muito deste livro. É sombrio num nível profundo, que excede o bom humor negro normal de King. Não há "conto ruim", os 4 são excelentes. Como o próprio autor diz no epílogo, ele nos leva a um lugar muito lúgubre, e:
"As estórias neste livro são duras. Você pode ter achado difícil ler certas partes delas. Se isso aconteceu, pode ter certeza que eu achei igualmente difícil escrever partes delas".
O motto central realmente é a vingança, em diferentes contextos mas sempre envolvendo violência. Gostei muito de "1922", mas todas são ótimas.
E me intriga o terceiro conto, "Fair Extension", justamente porque ele inverte o conceito...e fala muito da natureza humana também, e de inveja.

Absolutamente delicioso.
@BecoDosLivros 29/05/2015minha estante
TrailerBook do livro: https://www.youtube.com/watch?v=m2Zge8tDK6s&list=PLjfCBSfmCna5QKc7vxrIhdWZRASvzuqS1


Ádila 30/04/2018minha estante
Pq deu 4 estrelas?


J.V 10/10/2018minha estante
Me veio a mesma pergunta do porquê das 4 estrelas, sendo que o agradou tanto você?
:/




Evelyn Ruani 24/10/2020

Genial.
Eu adoro a narrativa de Stephen King e acho sinceramente um autor sensacional e extremamente criativo em seus mundos e histórias, mas nesse livro específico, não houve muita invenção. Acredito mesmo que ele nos trouxe um tanto da vida como ela é e acho que isso é muito mais aterrorizante que qualquer monstro ou histórias sobrenaturais, porque está ali, ao nosso alcance.

São 4 contos que poderiam ser livros separados, mas que compuseram com maestria esse livro cujo título vim a entender somente nas linhas finais do posfácio e faz todo sentido. Em 1922, um dos meus favoritos pela crueza da narrativa, ele nos conta a história de um fazendeiro que para manter suas terras consegue convencer seu próprio filho a ajudá-lo num crime hediondo e esse crime vai perseguir a ambos pelo resto de suas vidas. Um ato, uma escolha e toda uma história é modificada para sempre. As cenas neste são bem aterrorizantes e dignas de um bom terror, mas o ato em si e a mente má do ser humano são ainda piores.

Gigante no volante eu devorei em uma hora! Simplesmente não conseguia largar e precisava seguir lendo pra chegar à conclusão dessa história que foi fenomenal. Neste, temos uma escritora que vai fazer uma palestra em uma biblioteca pública na cidade vizinha e na volta pra casa, pegando um atalho ensinado pela bibliotecária, seu pneu fura e a ajuda que aparece vai ser o seu eterno pesadelo. Tenho que chamar atenção aqui para o poder narrativo de Stephen King que nos faz sentir o que seus personagens sente e algumas cenas desse conto me arrancaram lágrimas.

Em Extensão Justa temos uma ideia brilhante e um conto com humor sarcástico e cruel. Streeter, nosso protagonista, foi diagnosticado com câncer e está em seus últimos momentos quando se depara com um guarda-sol amarelo e uma placa que diz "Extensão Justa/Preço Justo" e decide parar na estrada vazia. Essa parada mudaria sua vida para sempre e mais que isso a vida de outras pessoas. Como construir a sua felicidade sobre a infelicidade alheia? Esse conto é genial e é impossível não refletir sobre muitos pontos. Preciso dizer que o conto se passa em Derry e que ninguém me tira da cabeça que o dono dessa placa e desse negócio macabro é um certo "pior palhaço do mundo".

O último conto, Um bom casamento, é para nos tirar do lugar comum e nos fazer refletir sobre uma frase escrita pelo próprio King, em seu posfácio que mais parece outro conto desse livro: "É impossível conhecer alguém completamente, até mesmo aqueles que amamos". Neste temos um casal comum, cuja história vai sendo contada e que nos lembra muitos casamentos que conhecemos por aí, uma vida pacata, uma felicidade tranquila, filhos criados e na faculdade. O marido vai fazer uma viagem à trabalho e numa busca na garagem, Darcy descobre com quem realmente está vivendo nos últimos 27 anos de casamento. E quê descoberta meus senhores. E que sangue frio!

Não preciso dizer o quanto recomendo a leitura desse livro, o quanto amo a narrativa desse autor e o quanto esse livro, bem a vida como ela é, é um tipo de terror que nos assombra por muito tempo. Escuridão Total sem Estrelas se explicou no último parágrafo do posfácio, quando King está conversando diretamente conosco, seus leitores:

"Tudo bem, acho que já ficamos aqui embaixo na escuridão por muito tempo. Há todo outro mundo lá em cima. Pegue minha mão, fiel leitor, e ficarei feliz em levá-lo de volta à luz do sol. Estou feliz em ir pra lá, porque acredito que a maioria das pessoas é essencialmente boa. Sei que eu sou. É quanto a você que não tenho tanta certeza".

Um Rei.
Gleidson 24/10/2020minha estante
Genial mesmo!! Muito boa sua resenha!!


Evelyn Ruani 28/10/2020minha estante
Obrigada Gleidson :)


Maria Luiza 11/11/2020minha estante
É bom para começar a ler King? Nunca li nada do autor e não sei por onde começar. O que acha da coletânea de contos "Tudo é eventual"?


Evelyn Ruani 11/11/2020minha estante
Oi Maria Luiza, não li esse que você indicou, mas acredito que começar pelos contos é sempre bom, pois aí você vê se se identifica com a narrativa do autor!!




Jane 05/10/2020

Escuridão Total sem Estrelas
Classificação dos contos:

1922:?????
Gigante do volante:?????
Extensão Justa:????
Um bom casamento:????

Os quatro contos são incríveis, incríveis de verdade. O king se mostrou muito responsável, os contos abordam temas delicados e repletos de gatilhos, mas o escritor soube escrever com maestria e criar personagens reias e profundos.

O posfácio do autor também é muito bom, faz você pensar: nossa eu leria até a lista de compras desse senhor.

Recomendo!! Boa leitura.
comentários(0)comente



Gustavo - @euamohqs 31/07/2020

O Quanto há de Escuridão em Cada um de Nós?
1922

O agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. 

De longe o melhor conto do livro. Um conto Cruel, Intrigante e bem Executado. Os personagens são bem construídos, passando por uma transformação inquietante, onde pouco a pouco vai crescendo uma escuridão em ambos os personagens. Me deixou Agoniado em vários momentos, a ponto de me tirar o sono.

Gigante do volante

Após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. 

Pra mim esse foi o conto mais fraco, achei muito arrastado e muito previsível, sem falar que é clichê demais, me lembrou na hora o Filme "Doce Vingança". Não senti empatia pela personagem, faltou uma conexão alí, talvez se tivesse algumas págs a menos.

Extensão justa

Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa?

Esse conto foi o mais interessante e o quê mais representa o livro, depois de 1922 é claro. Até que ponto estamos dispostos a chegar pelo nosso próprio bem estar ? Um conto pequeno, mas que não deixa sua essência de lado.

Um bom casamento

Uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.

O conto que fecha o livro com Chave de Ouro. O conto parece uma Montanha Russa, começa devagar e de repente vc já está tão envolvido na história, que é impossível largar antes do desfecho.

Em Escuridão Total sem Estrelas, King entrega narrativas Densas e Intrigantes, onde a Crueldade Inerente da Escuridão emerge das profundezas de cada Um.
comentários(0)comente



Isa Rohde 22/10/2020

Que livro incrível, porém extremamente forte!
Li esse livro anos atrás e ele me "assombra" até hoje. Os diálogos são extremamente fortes e o autor te emerge na história de tal forma que você sente completamente a angústia dos personagens. Um livro que se leva anos para digerir e ainda sim penso nele constantemente.
Stephen King só comprova mais ainda como ele é um incrível escritor, escrevendo 4 contos de Médio tamanho, porém de extrema angústia.
1922 ainda me dá arrepios.
comentários(0)comente



Guilherme.Maia 26/11/2020

O ser humano pode ser obscuro!!!
Que livro perfeito, quando penso que o mestre King no pode surpreender, ele surpreende.
Que livro polêmico que toca nas feridas da nossa sociedade, que mostra o lado mais escuro dos seres humanos, um livro que faz refletir, uma pessoa pode chegar no extremo.
Recomendo demais um conto mais perfeito que o outro.
comentários(0)comente



Amanda 06/08/2020

Seleção de contos impecável - o horror na sua forma mais humana
Dificilmente um livro de contos consegue manter um padrão para todas as narrativas apresentadas; muitas vezes, a qualidade não é uniforme ou a temática acaba sendo demasiado esticada e, portanto, distorcida. Em Escuridão Total Sem Estrelas, as quatro histórias são muito diversas tanto em formato narrativo quanto em conteúdo, e precisam ser analisadas com mais cautela. No entanto, enquanto unidade literária, a seleção feita para a publicação é excepcional ao promover uma identidade muito particular à coletânea, que se esforça em mostrar o pior lado do ser humano em contos desesperados e absolutamente angustiantes.

Famoso por seus monstros do dia a dia, Stephen King se supera em 1922 e em Um Bom Casamento, apresentando início e conclusão de sua saga pelos horrores da mente de forma magistral. Talvez a fórmula do sucesso seja a desesperança latente em cada conto, buscando na profunda decadência a verdadeira natureza do monstro.

Resenha completa em: https://www.ficcoeshumanas.com.br/post/resenha-escurid%C3%A3o-total-sem-estrelas-de-stephen-king


site: https://www.ficcoeshumanas.com.br/post/resenha-escurid%C3%A3o-total-sem-estrelas-de-stephen-king
comentários(0)comente



393 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |