Chama Negra

Chama Negra Alyson Noël




Resenhas - Chama Negra


120 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Sandra de Oliveira 30/06/2012

Definitivamente, a série desandou. Não há outra palavra para expressar os eventos que tem ocorrido desde Terra de Sombras para cá. Chama Negra só confirma o fato. Mas o bom gosto para as capas continua o mesmo. E essa não é menos que linda. Mas

Há pouco tempo disse isso e agora repito: a série Os Imortais ganhou meu carinho no primeiro livro, mas eu também tenho que admitir, nada evoluiu positivamente. O que é uma pena. A história em si é gostosa de se ler, tem muita coisa tosca e que a torna divertida, mas quando se trata de um livro que abrange vários volumes, a leitura e o enredo precisam crescer conforme o tempo. Amadurecer. Tornar-se mais e mais interessante ao leitor. Não é o caso.

Chama Negra agora traz Ever em conflito interno elevado à última potência. Não bastasse sua crise com Damen, o único que se mantém o mesmo desde o primeiro volume, e ainda interessante como personagem, a coisa se multiplica rumo à melhor amiga Haven, agora também imortal e total e absurdamente descontrolada. Não bastasse isso, Ever vive a questionar o que sente por Damen, Jude e Roman (acredite se quiser!).

Tudo isso soa artificial demais, e a única certeza é a de que Ever é volúvel e não sabe o que quer. O que irrita demais o leitor. Suas indecisões refletem que apesar do amor por Damen, há Jude e até Roman na parada. Fica complicado. A Chama Negra do título é uma ideia até bastante sacada, só não bem trabalhada, e surge para justificar sentimentos que não convencem como simples feitiços.

O final razoável entrega o que vem pela frente em Estrela da Noite e realmente, eu prefiro não arriscar qual será o caminho para finalizar a história em breve. Fica a esperança de que repetições do tipo calor, formigamento, olhos verde-água etc etc etc sumam do livro final dando espaço à originalidade e criatividade mais elaboradas (ou quase). Já seria um grande passo!
Pri Francisquet 08/03/2011minha estante
Realmente td q eu penso tbm...
O primeiro foi perfeito prometia mto...e foi caindo caindo, o terceiro até q foi melhorzinho q Lua Azul mas de novo veio uma confusão e uma Eve indecisa que não sabe o que quer da vida...


Ps: Concordo totalmente...as capas são perfeitas!!! Mais do q perfeitas


Camila Bendia 14/03/2011minha estante
Concordo !!!
O primeiro livro foi muuuito bom!
Mas as coisas foram piorando.Sinceramente se era para ela fazer isso com a série era melhor que fosse só um livro ao invés de 6.
Estou aguardando a continuação para ver se as coisas melhoram ou ver a Ever fazer M...como sempre.


Kassia_rp 17/04/2011minha estante
Terminei o segundo livro, Lua Azul, agora e pelos comentários dos outros livros estou ficando apreensiva, apesar da curiosidade de saber o que está por vir, estou achando esta saga ruim, mas fica a curiosidade para saber como será o desfecho...


Fran Belotto 19/05/2011minha estante
Realmente estou ficando cansada da série, o primeiro livro foi maravilhoso, mas a imaturidade da personagem já está me deixando cansada.
Só comprei Chama Negra pela curiosidade de como será o desfecho, estou no começo do livro e já começo a me arrepender.
Sem falar que se eu ler mais uma vez ''dou de ombros'' juro que queimo o livro.


Júlia CM 05/06/2011minha estante
ainda não li esse. como todas as resenhas que vi até agora, também acho que a série desandou. o primeiro foi ótimo, o segundo já encheu o saco e o terceiro me deixou extremamente irritada. a autora começou a encher linguiça e não parou mais, há séculos nada de importante acontece nos livros. eu AMO ler, principalmente séries, mas essa está me cansando. como sou teimosa, cabeça dura e não desisto fácil, vou continuar lendo. mas, secretamente (ou não), espero fervorosamente que essa série termine logo.


Helen Caroline 20/07/2011minha estante
É bom ver que não sou só eu que tive essa sensação. Nem parece que o 1º livro foi escrito pela mesma pessoa que os outros. A protagonista se torna estremamente irritante e infantil, não ouve ninguém. A quimica com o Damien desaparece devido a imaturidade da personagem.

A tentativa da autora de adicionar carga dramática à estória é patética. Como todas aqui, eu comprei o 4º livro na espera de uma melhora na narrativa e pra ver como tudo acaba, mas até agora nem terminei de ler, pois me estressei tanto a ponto de parar de ler. Acho difícil a autora voltar a linha de narrativa do 1º livro. É esperar pra ver...


Alessandra 20/09/2011minha estante
Concordo plenamente! Só estou tentando terminar o livro pois quero saber o final, mas a verdade é que a Ever se tornou uma chata!


luwza 10/07/2012minha estante
Concordo até certo ponto, já que não consegui terminar de ler o livro. Desde Janeiro de 2011. Nunca, nunca, eu abandonei um livro, mas esse, meu Deus, não dava.

A parte em que eu parei era só Damem isso, Damen aquilo, o que será de mim e Damem?, eu e Damem não podemos nos tocar, blábláblá Damem!

Não aguentei mais e fiquei enrolando uns dois meses até decidir desistir e por na minha estante. Achei meloso e chato demais, só falta escorre a tristeza e o amor de Ever pelo Damen na minha mão. Muito monótono. Mas ainda pretendo terminar de ler ao menos. Se eu não conseguir dessa vez, vou vender à algum sebo, porque não dá não... Alyson perdeu o fio da meada.


Emmx 07/09/2012minha estante
Concordo.
Eu terminei de ler recentemente e confesso que achei a leitura um pouco chata em alguns momentos. Muito de "calor e formigamento" etc.
E a Ever, bem, ela faz mais burradas do que eu esperava, mas pelo menos era reconhece que é péssima em discernir o certo do errado e o bom do mal. As vezes eu acho que ela não evoluiu desde o primeiro livro, é.
Sobre a Haven, eu sempre achei que ela tinha uma predisposição para maldade. Aí está o resultado.
Enfim, as capas são lindas e eu pretendo terminar a série, mas esperava mais desse livro. Torço para que os outros dois não me desapontem. '-'


Flávio 25/12/2012minha estante
Confesso que estou perdendo um pouco o interesse pra ler esse livro, a história parece que continua a mesma não importa quantas páginas você leia. Ever faz uma burrada a cada livro e tenta concertar (sem sucesso) um milhão de vezes, isso já me cansou. Espero mesmo que o Estrela da Noite volte com a essencia do Para Sempre.


Gabi 23/01/2013minha estante
Sem contar que a Ever faz tanta burrada que da vontade de jogar o livro na parede!


Pedro 17/02/2013minha estante
Eu discordo um pouco. Não sei por que, mas pra mim esse é o melhor livro da saga. Ever é chatinha, mas o Roman faz a história. Acho que se você chegou até aqui, devia ler Estrela da Noite e Infinito.


Monique 17/10/2013minha estante
Fiquei com muita raiva des do livro Terra das Sombras, nossa estou quase desistindo de ler, mas vou ir até o final só por curiosidade, mas a minha paixão pelo livro acabou a partir do terra das sombras! EVER BURRA KKKK


Maria 10/01/2014minha estante
Terminei chama negra e to com muita raiva, a serie ta me decepcionando :/ a Ever principalmente!!!


Thayná 19/10/2014minha estante
Os personagens são tão superficiais e infantis que tenho vontade de jogar o livro na parede, de vez em quando. Só estou lendo porque não quero deixar ele e o resto da série encalhados no meu armário.




Patricia Paiva 30/03/2011

Considero difícil fazer uma resenha sobre essa série, pelo menos para mim é difícl. Eu vivo uma relação de amor e ódio com a série.

A protagonista, Ever, sempre consegue me surpreender e não é de uma forma boa. Eu realmente não consigo imaginar que uma pessoa seja tão burra, a cada livro ela se supera. Eu acho que a Alyson escreve maravilhosamente bem, mas também acho que ela tá perdendo a linha com a Ever.

Existem livros em que os protagonista nunca têm descanço, é um problema atrás do outro. Mas ao meu ver, esse tipo de abordagem não caiu bem na série. Talvez porque os problemas são sempre causados pela a imensa burrice de Ever ao invés de um vilão engenhoso.

A série me conquistou no primeiro livro, eu via tantas possibilidades e esperava uma evolução da série, mas nesses três últimos livros eu não encontrei nada nem remotamente perto disso. Eles basicamente se resumem a Ever tentando resolver os problemas que ela mesma cria e acaba criando outros no processo, é lógico. Sinto como fosse algo do gênero: "A mesma ladainha de sempre".

Mas apesar de todo o meu desgosto pela protagonista eu não consigo deixar de acompanhar a série. E isso por si só prova que, apesar da personagem que Alyson criou, ela é uma grande escritora. Porque mesmo querendo jogar o livro pela janela eu não consigo parar de ler e aguardo ansiosamente pelo final, embora talvez seja porque não aguento mais ler as burradas da Ever.
Andreza 01/01/2012minha estante
Concordo plenamente. Por céus! Não sei porque eu ainda estou lendo esse livro, talvez pela esperança de que o livro melhore - Essa esperança está se acabando em cada volume. No primeiro volume a série parecia ser legal, ideia interessante, escrita legal. O problema é que nunca muda muita coisa, as expressões usadas são SEMPRE as mesmas e os problemas são sempre causados pela idiotice da protagonista, ela não consegue confiar, sabe que não deve confiar na pessoa, e mesmo que ela já tenha presenciado o Ramon enganá-la, ela insiste em confia nele. Ela é muito burra, ela só faz besteira! E por alguma razão, ela é sempre perdoada.
Quando terminei de ler o livro Terra das sombras, quis dar uns bons socos naquela garota. Ainda me pergunto o porquê do Damon gostar dela. Ela é tão compulsiva, nunca pensa em nada, fez sua amiga virar uma imortal. Ao contrario de Ever, Haven não tem alguém um Damon, ou seja, ela não tem um namorado imortal pra lhe fazer companhia. Eu só penso nela (Haven) nessa história toda. Ao passar dos anos seus amigos, pais, parentes, todos vão embora, e ela não terá ninguém pra segurar ela.
A Ever não consegue deixar as coisas seguirem seu curso natural, ela não conseguiu deixar sua amiga morrer, transformou-a em imortal pensando na felicidade momentânea, que irá acabar mais cedo ou mais tarde. Quem quer uma vida imortal sozinha?




Camila 16/03/2011

Chama Negra
Apesar de ter lido esse livro em algumas horas, minha empolgação com essa série vem diminuindo a cada volume. Parece que a Autora está mais interessada em encher linguiça e aumentar o número de volumes dessa série do que realmente criar uma boa história.
Eu curto o tema central da história e quero muito saber como isso vai terminar, mas acho que a Autora poderia ser mais direta! Os personagens centrais da trama estão ficando insossos. Ever não pára de fazer bobagem! Será que ela precisa mesmo ser tãao burra?? E cadê aquele Damen misterioso e cor ar de bad boy do primeiro livro?? Sumiu!! Virou um baba-ovo!! rs...

www.leitoracompulsiva.com.br
ninde 23/03/2011minha estante
Garrei um ódio de Damen Auguste! =p


Maria 30/05/2011minha estante
Achei bem cansativo. Além da proposta do livro ter mudado e ficado parecido com livro de auto-ajuda. E também tô achando o Damen beeem parecido como Edward de crepúsculo. Além de toda a história ter se concentrado na primeira vez do casal, nada mais interessa a Ever chega a ficar chato. Quem já leu esse tem uma idéia de como será o próximo... mais do mesmo.


Mônica 24/01/2019minha estante
Sou só eu que nao gosto do Damen e quer que a Ever fique com jude.




Livia 19/02/2014

"CHAMA NEGRA"
Esta saga estava indo muitíssimo bem, ela tinha tudo para ser uma história inteligente e interessante equivalente ate pelo menos quatro estrelas de minha parte, mais ai a historia se perdeu.
A personagem principal Ever é infantil chata imatura indecisa e atrapalhada nunca faz nada certo sempre mete os pés pelas mãos e nunca esta satisfeita com o que tem uma hora ela diz que sabe que Damen é sua alma gêmea e que o ama e na outra se perde nas orbitas verdes que são os olhos de Jude e na próxima esta terrivelmente e irrevogavelmente atraída por Roman (graças a um feitiço que a própria fez) e o seu maior desejo é estar em seus braços.
Eu sei que fazer um livro não deve ser nada fácil.
Mas mim decepcionei muito.
A história ficou cansativa e confusa e as paginas acabam se arrastando.
comentários(0)comente



Alice 11/11/2014

Eu não sei o que eu tinha na cabeça
Existem pessoas que amam essa série. Mas eu não faço parte desse grupo.
Comprei os 4 primeiros livros de uma vez, um mero impulso que irei me arrepender pelo resto da vida.
A escrita da autora é bem leve e fácil de compreender. A estória a principio me pareceu bem interessante, Afinal fala de alquimia (um dos meus temas favoritos), porém o enredo não é lá essas coisas. Cheio de clichês. Tudo bem que possui várias ideias novas, como a irmã fantasma, mas a maioria é muito ultrapassada: A garota bonita só que muito esquisita para ser popular se apaixona perdidamente pelo cara mais gato e misterioso da escola. Uma ex ciumenta. Um amigo gay e uma amiga problemática.
Sinceramente perdi tempo e dinheiro, não quero ofender os fãs, mas não consigo gostar desse livro, a Ever é muito burrinha, parece que faz as coisas erradas de proposito.
Enfim, sei que essa não foi uma "resenha" por assim dizer, mas eu precisava esclarecer o porquê da minha decepção.Afinal eu li até aqui apenas na esperança que melhorasse, mas pelo visto não vale a pena continuar perdendo meu tempo e dinheiro.
comentários(0)comente



Murphy'sLibrary 19/01/2011

Ever está em apuros. Ela sabe que as coisas vão ficar pior no momento em que percebe que sua melhor amiga, Haven, nunca acreditará se ela contar a verdade sobre tudo o que Roman tem feito contra ela e Damen. Além disso, ela precisa se certificar que Haven não vai expor os imortais para o resto do mundo—que parece ser o menor de seus problemas, se você pensar em todo o contexto—depois de enfrentar a mágoa de Haven por ter escondido tudo dela.

Ever ainda está tentando descobrir uma maneira de fazer Roman se render e lhe entregar o antídoto—e ela decide recorrer à magick para conseguir isso, apesar do fato de todos já terem alertado-a para não utilizar ao menos que ela tivesse certeza do que estaria fazendo. Mas ela está desesperada e, bem, você já pode imaginar o que vem depois, certo? É claro, ela se mete em encrenca.

Chama Negra fala sobre o lado negro que todo mundo tem dentro de si—bem, em algumas pessoas não tão dentro assim. Ever luta contra o que ela chama de "o monstro", uma poderosa vontade de correr para os braços de Roman cada vez que ela o vê, tudo porque um feitiço deu errado.
Nay 03/02/2011minha estante
A Ever anda me irritando muito e com certeza não será diferente em Chama Negra. Mas mesmo assim a minha curiosidade é muito grande pra deixa-la de lado hahaha! Gosto bastante de seu blog ;) Beijos




Nathália 01/05/2011

Eu já falei nas resenhas anteriores que Ever só faz burrada né?! Pois é! O pior é ver todas as burradas que ela fez nos outros livros se acumulando, sem nada se resolver, nunca.

Nesse quarto volume da série ela precisa ajudar Haven em sua nova vida, de imortal. Fazer com que a amiga entenda tudo e não coloque a vida de todos eles em risco. Mas é claro que Ever mete os pés pelas mãos...

Diferente do que eu pensava, Haven não me irritou tanto nesse livro. A personagem está mudando e parece que será mais interessante no próximo! Veremos...

Ainda atrás do antídoto do antídoto e mexendo com magia negra, Ever se vê cada vez mais metida em encrenca já que o feitiço virou contra a feitiçeira. Ela ficou amarrada a Roman e por mais que tente resistir, tudo dentro dela grita por ele.

Sentindo vergonha de suas burradas, ela não conta nada a Damen e acaba recorrendo a Jude pra tentar se livrar da magia... No final das contas, ela sofre o livro inteiro com "o monstro" que está dentro dela e faz algumas escolhas erradas, mais uma vez.

Damen – ele mudou bastante desde o primeiro livro não é? Cadê aquele cara misterioso e perigoso de Para Sempre? -, parece um santo!

"Meus sentimentos por você são incondicionais. Eu não faço julgamentos. Não perco a paciência com você. Não castigo. Apenas amo. Só isso. Pura e simplesmente. – ... – Não há motivo para esconder nada de mim, nunca. Entendeu? Não vou a lugar algum. Sempre estarei aqui. E, se precisar de algo, estiver em alguma situação complicada ou sentir alguma dificuldade, tudo o que tem a fazer é me chamar, e eu apareço para resgatar você." Pág 74

Tudo isso por Ever! Ai ai ai...

Algumas coisas não colaram... Por exemplo, depois de uma simples conversa com Ava, Ever ficou super segura de si.

Sem contar aquele papo com Roman no final... Quanta baboseira! Pra mim, nada convincente, mas pelo menos estava dando certo! Pena que era o final só do livro e não da série. Conclusão, tudo dá errado mais uma vez. Então, que venha Estrela da Noite!

Ah, ele ganhou 3 estrelinhas por um grande motivo. Quem fez a besteira final dessa vez não foi Ever!

nessacardoso 13/05/2011minha estante
Exatamente! Ganhou três estrelinhas porque desta vez a Ever conseguiu não ferrar com o fim :B Ficou ferrado do mesmo jeito, mas não foi ela.


Mica 08/08/2011minha estante
Nessa eu discondo de vc eu acho que foi culpa da boca grande dela, pode nao ter sido culpa totalmente mais ela teve culpa tbm


Nathália 09/08/2011minha estante
Verdade, Mica! Ela teve a parcela dela de culpa mesmo...
Mas dei um desconto por não ter sido ela a principal culpada! =)




lu areias 02/09/2013

Resenha do blog - Fluffy
Chama negra
Série: Os imortais – volume 4
Alyson Noël
Editora Intrínseca, 2011
239 páginas

Enquanto tenta ajudar Haven na transição para a vida imortal e libertar Damen do feitiço que não a permite tocar nele, Ever se aprofunda mais e mais nos mistérios da magia negra. O feitiço, porém, vira contra a feiticeira, e ela se vê presa a seu maior inimigo: Roman. A força estranha e poderosa que toma conta de seu corpo impede que Ever consiga parar de pensar nele e de desejá-lo. Ela quer resistir à atração incontrolável que a está consumindo. Ele quer se aproveitar desse momento de fraqueza. A ponto de se render, Ever procura a ajuda de Jude, arriscando tudo e todos para salvar a própria vida e seu futuro com Damen…

Não quero soltar spoiler sobre os três primeiros livros pra vocês, por isso vou me ater unicamente à minha opinião sobre o livro e sobre alguns acontecimentos mais marcantes.

Achei que esse livro está mais maduro. Ever me pareceu mais madura, mais decidida sobre o que quer, e está pensando mais antes de agir e fazer algumas coisas. Mas calma! Ela ainda é muito irracional sobre algumas coisas e a chata de sempre, mas, a meu ver, até o fim do livro ela parou de ser aquela menina cabeça dura que sempre foi.

As confusões continuam, não se iludam. Na metade do livro, Ever fez uma coisa (pela terceira vez) que acreditou que, com certeza, salvaria e colocaria tudo nos eixos. Eu acreditei que sim, daquela vez, pelo menos a metade dos problemas seriam solucionados, deixando de ser uma bola de neve tão gigantesca. Mas nem tudo sai como planejado, e a deusa pra quem ela estava apelando não ouviu o seu chamado. Nesse momento, acho que o que Ever sentiu de desapontamento e pânico, eu senti de raiva!

Porém, ela não desiste e quer saber porque tudo o que fez certo deu tão errado. Uma pessoa que a ajudou nos livros anteriores volta e é quem diz a Ever como solucionar o que está acontecendo. Está tudo na cabeça da Ever, que fica imaginando coisas ao invés de fazer o que realmente precisa. O melhor que achei nesse livro, então, foi que a solução é mais simples do que o esperado. Isso me deixou com os pés no chão e mais confiante de que a protagonista pode vir a se tornar uma pessoa mais racional.

O final do livro nos deixa sedentos pelo próximo: quando tudo o que Ever mais queria é arruinado por um infeliz mal entendido (pasmem: ela fez tudo dentro dos conformes dessa vez, e não foi culpa dela tudo ter desandado!), ela meio que se “contenta” com o que pode ter.

Só há uma coisa a reclamar: a história, apesar de EU tê-la achado boa, não prende tanto. Parece que a autora enrolou, enrolou até conseguir escrever os seis livros que disse que faria. Porque não pode dar tudo tããão errado sempre!

Enfim, achei o final do livro e a resolução de alguns problemas mais humano (se é que uma história tão sobrenatural pode ser chamada de “humana”). Os amigos estão mais envolvidos do que nunca (embora não do jeito como costumavam estar) e parece que o segredo de ser imortal está se espalhando cada vez mais. Ainda há muitos problemas a serem resolvidos, mas será que Ever consegue dar conta de tudo e ainda proteger seus amigos e sua tia de seu segredo?
comentários(0)comente



Ana 31/01/2015

O que aconteceu ?
Sinceramente eu amei o primeiro livro e o segundo, mas quando chegou no terceira a historia começou a se arrastar, mas terminei mesmo assim. Já no quarto não sei dizer o que aconteceu, a história desandou toda e não consegui acabar a serie. É uma pena.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ripper 19/11/2011

Chama Negra - Os Imortais #4
Chama Negra é o livro número quatro da série os Imortais de Alyson Nöel, que conta com seis volumes, todos já lançados no Brasil (Para Sempre, Lua Azul, Terra de Sombras, Chama Negra, Estrela da Noite e Infinito).

Chama Negra foi amplamente criticado, muita gente teve certeza de que a autora se perdeu na história, mas não é o que eu vejo.
Mesmo que ninguém concorde comigo, a história se desenvolve de forma admirável. A autora sabe sim o que está fazendo, não só nos dando um mundo completamente diferente, mas explicando ele, fazendo com que faça sentido e se adapte a nossa realidade. Talvez, o fato de o livro ser mais focado na heroína em si, do que no próprio romance dela com o mocinho, faça com que muitas pessoas não gostem. Não sou parte desse grupo.

Nesse livro, Ever está com problemas para controlar a Fera que habita em si, um estranho desejo por seu inimigo - Roman - causado pela magia negra que ela fez num esforço de conseguir o antídoto para o fato de não poder tocar em Damen. Também ha o problema de que ela acabou de transformar Haven, sua suposta amiga, em uma imortal. E teimosa como somente uma adolescente problemática pode ser, Haven não da a mínima para os avisos de Ever e os cuidados que deve ter.
Ever esta definhando pouco a pouco, e na luta para sobreviver, livrar-se da amarração com Ramon e conseguir o antídoto para Damen, ela acaba se enrolando cada vez mais e mais.

Como a própria Alyson disse na tarde de autógrafos, Ever é uma personagem muito solitária. Em todos os livros podemos ver isso com clareza, mas nesse, o fato fica ainda mais claro. Mesmo em apuros ela escolhe não pedir ajuda, não porque não confia em Damen, mas pelo simples fato de que morre de medo de que ele a culpe e a abandone. Depois de perder toda a família, ela não pode de jeito nenhum se afastar do seu amor eterno, e tenta de todas as formas fazer tudo sozinha.
Por esse mesmo motivo, o livro não foca em si no seu romance com Damen, mas na própria Ever lutando contra seus demônios, evoluindo, amadurecendo e buscando seu próprio final feliz.
Minha professora de psicologia diz que todo adolescente sofre da chamada "síndrome do super herói" achando que pode fazer tudo sozinho, e salvar a todos. E é justamente o que vemos em Ever, desesperada por arrumar tudo, salvar a todos, colocando-se na linha de frente mais uma vez.

Chama Negra foi um livro que eu apreciei muito a leitura, e mesmo que muitos não tenham gostado, que as críticas caiam como adagas na pobre da autora, o considero o melhor até agora.

tRipper.
Camila 27/11/2011minha estante
Concordo com tudo o que você disse, eu já estava desesperançada com a série, mas eu realmente adorei Chama Negra, o melhor livro da série até agora, na minha opinião.


Thata 07/03/2013minha estante
Eu concordo totalmente. Vi tantas criticas em relação a esse livro, que ainda estou procurando os defeitos que todos viram. Estou lendo e, até agora, estou adorando e realmente surpresa com o trabalho de Alyson nesse livro. Eu não acho que ela perdeu, muito pelo contrário; eu acho que ela fez um excelente trabalho em Chama Negra. Foca em Ever lutando contra os demônios em si, e não fica no lenga-lenga com o Damen. Estamos vendo Ever fazer alguma coisa, e não ficar dependendo do Damen. Realmente, estou achando muito bom. Espero não me decepcionar até o fim do livro, mas até agora eu estou achando melhor que os três anteriores.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Thata 07/03/2013minha estante
Gostei da sua resenha. Ainda estou lendo, mas eu sinceramente não entendo como tem gente que critica tanto esse livro. Pra mim é o melhor até agora. Eu não dava nada por Chama Negra, até porque eu odiei Terra de Sombras! Mas Chama Negra me surpreendeu e eu estou gostando muito!




Kath 15/03/2014

E sempre consegue piorar!
Finalmente eu terminei esse livro! Bem, mas vamos partir para o enredo de início.
Depois de todas as suas burradas anteriores desde a decisão estúpida de Lua Azul que condenou Damen a morte no caso de tocá-la e, logo após, o feitiço ridículo de amarração em terra de sombras, Ever volta novamente carregando todos no afundar de suas estupidezes. Agora, após transformar Haven em imortal e ter mais um problema com o qual se preocupar ela tenta de todos os modos desligar-se da atração selvagem que sente por Roman graças ao feitiço que fez e se virou contra ela. Sua obsessão e suas atitudes imaturas e impensadas acabam afastando Damen dela e ela começa a depositar sua confiança em Jude ao invés de confiar em quem realmente deveria confiar. Cometendo mais uma vez uma idiotice atrás da outra. Julgando Jude por imortal chega a quase mata-lo para conferir que ele é, de fato, humano. Haven se torna agressiva, impulsiva e incontrolável com suas novas habilidades voltando-se completamente para o lado de Roman e virando-se contra Ever. Após aceitar finalmente a ajuda de Ava, Ever descobre uma forma de purificar-se da chama negra que a faz desejar Roman mais que qualquer coisa, consequência de seu feitiço estúpido, e assim é aceita novamente no salão do conhecimento onde descobre uma maneira de aproximar-se de Roman e finalmente conseguir o que deseja sem cometer nenhuma nova burrice. Mas seu plano é falho por Jude, que coloca tudo a perder tirando de Ever e Damen, mais uma vez, a chance de ficar juntos e desencadeando a fúria total de Haven sobre eles agora mais disposta que nunca a destruí-los de uma vez por todas.
Dos quatro livros que li até agora posso dizer que esse foi o pior, se é que há como dizer isso de uma saga onde nenhum dos livros é bom. E parece castigo, porque são seis! Não falo desmerecendo o trabalho da Alyson Noël, como já expliquei antes, a qualidade do texto e até mesmo o enredo é muito bem feito, inclusive pesquisei para ver se fora lançado antes ou depois de Fallen, da Lauren Kate, porque há semelhanças no enredo, mas as obras são simultâneas. Só que eu acho a história incrivelmente chata. A personalidade dos personagens não é muito atrativa e a narração em primeira pessoa da Ever deixa o enredo ainda pior, porque você passa literalmente a odiar a personagem no decorrer da leitura e piora a cada livro tornando inclusive insuportável em determinado momento. O que ela fez em seis livros teria sido melhor e, talvez, menos cansativo diminuído em quatro e com menos empecilhos entre Ever e Damen que é um dos focos da trama e uma das coisas que mais te deixa irritado. Sem dúvida essa é a primeira saga que leio e detesto tanto.
comentários(0)comente



Maria Carolina 25/01/2012

A Autora com certeza se Perdeu !!!
Meu Deus.... Que pena viu! Essa Série tinha tudo para ser Diferente! Mas não a Autora fez o favor de "CAGAR" com a História, cada vez mais pior e com mais encheção de linguiça! Sério não sei porque ainda continua a ler! Deveria ter parado em Terra das Sombras... mas como e tinha esperanças que esse livro fosse Diferente! Que decepção! A Ever continua sendo a pior Protagonista vai ser chata e BURRA que eu já tenha lido... vai ser chata e burra assim lá na cadeia. O Resto dos personagens continuam do mesmo jeito chatos e sem carisma, todos perderam aquele carisma que só no 1° livro teve! Só vou continuar porque já tenho o Estrela da Noite porque sinceramente não leria mas essa Série!
comentários(0)comente



120 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |