Os Irmãos  Karamázov

Os Irmãos Karamázov Fiódor Dostoiévski




Resenhas - Os Irmãos Karamázov


254 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ricardinho 09/04/2021

Dostoiévski é genial
Os irmãos Karamazov é uma obra-prima, cai bem ser o último romance escrito por Dostoiévski. Ele resume toda a obra do autor: seus questionários sobre a vida (esses os quais serviram de influência para o existencialismo), suas críticas à sociedade - não só russa mas também todo o século XIX -, à moral e ao cristianismo - as quais, certamente influenciaram a famosa frase de Nietzsche: "Deus está morto" -, entre outras questões"dostoievskianas".

O romance deve ser lido por todos os amantes de literatura, é um livro para a vida; decerto você será outra pessoa depois de lé-lo.
comentários(0)comente



Santos 07/04/2021

Quem matou Fiódor?
Quando seus quatro filhos são suspeitos da morte. É uma história de detetive com muitas subtramas quando o autor se aprofunda em cada personagem. Nesse livro você se interessa por todo mundo, até o menor dos "papeis" te desperta interesse. Você consegue distinguir cada personagem pelo dialogo que muda, cada um deles tem um ritmo, um jeito de escrita; isso vale para todos os personagens e não só para os principais, cada um deles distinguido pela escrita e pelo jeito de "falar".
O narrador te faz ficar ansioso porque muitas vezes te interrompe na leitura, como o narrador estava presente em muitas das vezes ele até se desculpa por não se recordar muito bem de certos acontecimentos.
Personagens com muito a dizer com opiniões bem diferentes sobre tudo. Religião é sempre um tema presente no livro. Por mais que seja um livro sobre um crime, não existe um único personagem que não carregue alguma culpa, e no fim quem matou nem importa mais porque ninguém é inocente, nem o leitor.
comentários(0)comente



Octávio 02/04/2021

Sensacional
Dostoiévski como pouco descreve a essência do ser humano, o constante duelo entre os 3 irmãos revelando a natureza humana. Super indico para todos
comentários(0)comente



Laura Lima 31/03/2021

Os últimos capítulos me prenderam completamente.
Posso dizer que esse é um livro rico, em todos os sentidos. Apesar da linguagem não ser muito fácil e apesar de tantos nomes... É uma leitura prazerosa.
Recomendo para quem quer se aventurar pela literatura russa.
comentários(0)comente



Gabriela.Peruche 29/03/2021

A crueldade humana impera
Livro que me fez chorar

Nessa história,temos o patriarca Karamázov que tem um relacionamento tóxico com seus filhos Dmitri(o mais velho,ganancioso e corajoso), Ivan(intelectual) e Alexei(devoto).Um crime acontece e um deles está envolvido.Alerta de gatilho pra doenças mentais!
comentários(0)comente



Thér (@gatonaestante) 28/03/2021

Primeiro volume dessa edição
O primeiro volume da edição de Os Irmãos Karamázov da editora34 contém os 6 primeiros livros da obra.

Porque essa obra não é dívida só em capítulos, mas em livros e partes, também.

No primeiro livros vamos conhecer o pai, os irmãos e a essência dos Karamázov. E vamos combinar que essa essência não é lá muito boa. Nos vemos a beira de um ep baixíssimo de Casos de Família e o autor vive nos instigando de que algo de muito grave ainda vai acontecer dentro dessa família. E olha que as possibilidades são muitas, já que os Karamázov adoram uma treta.

Fiquei EXTREMAMENTE irritada com a enrolação para chegar na tal grande tragédia. Achei que aconteceria ainda nesse primeiro volume, mas esse dia não foi hoje. E não aguento mais esperar pra quebra de caráter que eu imagino que o protagonista vai ser obrigado a passar (acho).
comentários(0)comente



Edy 25/03/2021

Genial
Já faz alguns meses que estou lendo alguns clássicos (de vários países) e sempre li críticas positivas sobre os clássicos russos, então resolvi ler o livro mais comentado do Dostoiévski (agora eu entendo todos os elogios sobre esse livro).
No começo foi um pouco difícil me acostumar com os vários nomes dos personagens, nomes parecidos, eventos da Rússia que não conhecia, eu estava sendo apresentada a uma nova cultura e sempre é um choque se acostumar. No começo do livro sempre existia uma briga, personagens bipolares, grandes discussões em família, quase um caso de família russo, mas não eram apenas brigas comuns ou aquelas brigas do dia a dia, eram brigas com diálogos enormes, sagazes e inteligentes (fiquei muito fascinada com a capacidade de Dostoiévski, pois ele escrevia diálogos que duravam duas a três páginas, só uma pessoa falando) e pode parecer loucura, mas foi justamente isso que me prendeu e me fez engolir o livro tão rápido. Em cada capítulo éramos apresentados a novos personagens, eventos que pareciam não fazer sentido, mas Dostoiévski estava construindo um quebra-cabeça e cada linha escrita era fundamental para entender, cada personagem tinha uma contribuição para a história, cada diálogo seria necessário lá na frente, cada gesto seria imprescindível (vou ter que reler esse livro para me ater a cada detalhe). E foi incrível ver as peças do quebra-cabeça formando uma bela história trágica, um famoso romance russo.
Dostoiévski é genial ?
comentários(0)comente



Caio Timbó 16/03/2021

História densa e muito interessante. Desde o início com a história da família até mesmo o tempo de Alexei no monastério. A cena do velório é maravilhosa.
comentários(0)comente



Lais.Souza 11/03/2021

Não foi uma leitura fácil, mas foi uma boa leitura. Dostoievski sabe como criar personagens complexos.

Um livro da fé sem tomar um lado, o que torna cada diálogo emocionante.
comentários(0)comente



Kezices 06/03/2021

Li "Os irmãos Karamázov", de Dostoiévski. A linguagem é fluida, mas ao mesmo tempo é um livro denso devido às discussões propostas. Há, é claro, relações com o contexto histórico da obra, porém as discussões de teor filosófico/existencial e psicológico tornam o livro atemporal. Também se destacam no livro as construções dos diálogos e o desenho das vozes das personagens (com cada voz única e bem delineada na escrita da narrativa).
comentários(0)comente



Elisa.Motta 27/02/2021

Boa parte do que tinha pra falar, fui fazendo ao longo da leitura. A trama é complexa, ela envolve tantas nuances e persongens ambíguos, e ainda assim é cativante, intrigante e te faz querer saber o que vai acontecer até o final.
comentários(0)comente



Renisson 26/02/2021

Os Irmãos Karamázov é um livro que possuí muitas características que precisam ser descritas aqui.
O livro não tem a pretensão para romantizar algo. Ele tem algo mais filosófica falando sobre a convivência, a religiosidade que é um ponto muito abundante no livro uma surpresa.
O livro tem o seu andamento complicado ele começa bem pela pegada filosófica, da uma caída, e no final tem mais variação.
A história do livro é boa bem desenvolvida até o fim e cheio de diálogos que pode deixar a leitura cansativa para alguns, para mim não foi problema o seu final que cativa.
E por fim, o desenvolvimento dos personagens é muito bom, apesar de ter bastante personagens na história, mas que não se perde na história.
Mesmo com seus pesares é um bom livro que é preciso até mais de uma leitura.
comentários(0)comente



Mari Lacerda 22/02/2021

"O maior romance já escrito."
"Reconhecido como um dos grandes feitos literários de todos os tempos, o livro influenciou pensadores do porte de Nietzsche e Freud."

Lembro quando decidi ler meu primeiro Dostoiévski e me disseram que eu não iria gostar porque era muito difícil. Fiquei um pouco receosa, mas sempre gostei muito de experimentar coisas novas, então encarei como um desafio e decidi tentar. Caso não gostasse, era só seguir o baile ?. Comecei por Crime e Castigo... Fiquei tão surpresa com a facilidade que foi pra ler. Apesar de ser incrível, profundo, reflexivo, não é nada difícil de ler. Mesmo assim, diante de tantos elogios, fiquei um pouco com "medo" de encarar os Irmãos Karamázov. Sendo o último romance de Dostoiévski, deu pra perceber que ele se entregou por inteiro. É surreal!! Além da parte policial da história, de assassinato, a filosofia presente no livro é fantástica. Eu amei. Favoritado ?
comentários(0)comente



@felipe.sennin 22/02/2021

Irmãos Karamazov
Um livro que necessita ser lido e relido algumas vezes para identificar todas as sutilezas presentes em suas 969 páginas. Me parece que não acaba, não por ser um calhamaço, mas por dar a sensação que Dostoiévski poderia continuar a escrevê-lo até hoje, se fosse vivo, que não faltariam leitores para seu arsenal psicológico intrigante, comovente e de uma beleza profunda.
comentários(0)comente



Giovana 22/02/2021

Melhor livro do mundo
Nossa, sem palavras
comentários(0)comente



254 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |