Lago dos Sonhos

Lago dos Sonhos Kim Edwards




Resenhas - Lago dos Sonhos


36 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Juh Sutti 27/05/2011

Bom, mas de ritmo lento =)
Este livro é lindo, eu já conhecia a escrita de Kim Edwards pelo livro O guardião de Memórias, (que é maravilhoso e me fez chorar litros) então eu já sabia do estilo. O livro é bem descritivo e tem uma narrativa um tanto arrastada. O ritmo não é frenético, a autora faz questão de que tenhamos a noção exata do lugar e do sentimento da personagem.
A narrativa é em primeira pessoa e no presente, a sensação é de que Lucy vai contando a história conforme ela vai acontecendo. Eu gosto muito disso.
Gostei de Lucy, ela é cheia de conflitos e fantasmas do passado, mas é tão forte e decidida. Sua mãe, seu irmão e Yoshi são super queridos. Mas quem realmente rouba a cena e nos prende ao livro é Rose e sua filha Íris. As cartas de Rose que Lucy encontra são a parte emotiva da história.
Eu gostei muito, curti a leitura de verdade. Mas não indico para todos, se você não gosta de um livro mais sensível e adulto, aonde as coisas vão acontecendo lentamente, pode ser que se decepcione. Existem coisas que acontecem, mas a autora não aprofunda, em contrapartida coisas que talvez fossem desnecessárias ela se fixa e descreve em detalhes. O ritmo lento pode se tornar cansativo para os impacientes rs...
A capa é lindíssima, e a diagramação e revisão muito boas. A Editora Arqueiro caprichou na edição (eu colocaria apenas folhas amarelas no lugar das branquinhas). Espero poder ler outros livros de Kim Edwards caso sejam lançados.

Veja mais em: http://www.livroseblablabla.com/
comentários(0)comente



João 08/11/2013

Nem parece um livro escrito pela autora de O Guardião de Memórias!
Esperava uma leitura interessante,que me prendesse como o outro
livro.
Foi um livro meio difícil de ler!
Lucy é uma personagem chata,não consegui simpatizar
com ela,suas discussões com a mãe e o irmão são
completamente sem pé nem cabeça.
A única parte que me agradou foi a história
de Rose Jarret. Não achei sentido nenhum na ligação
de Lucy com Rose além do parentesco.
Foi tudo meio sem nexo nesse livro(minha opinião,tem gente que gostou).
Ludy 15/09/2014minha estante
Foi exatamente o que eu senti,o livro não prendeu minha atenção,com exeção da historia da Rose!




B! 02/03/2013

Sem tempero!
A leitura é tranquila e leve, mas só a partir da página 200 é que fica interessante. Bem, mas também não dura muito e logo volta a monotonia. A proposta sugere autoconhecimento, mas foi tudo tão sem tempero e desinteressante! Não chega a ser chato, mas é que o "mistério" proposto, até então, não desperta curiosidade... O romance também não!
João 08/11/2013minha estante
Gostei da sua opinião!Bem parecido com o que senti ao ler esse livro!


Lilian.Baumguertner 23/11/2015minha estante
Eu estou lendo e nunca demorei tanto para ler um livro.




Summy 29/10/2013

Excepcional
Já havia lido O guardião de memórias e achei a leitura tão agradável que resolvi ler este segundo publicado da Kim e me surpreendi.
Pelo nome do livro, parece um romance bobinho, mas não. Existe uma carga dramática em cima dessa história onde não vejo há tempos.

Toda a história voltada em descobrir o que aconteceu com uma pessoa da família até então inexistente é cheia de detalhes e a riqueza desses detalhes deixa a história linda.

Leitura altamente recomendada para quem gosta de dramas com mistérios envolvidos.

Envolvimento da primeira a última página.
comentários(0)comente



Mari 17/05/2011

"Às vezes o passado esconde segredos capazes de transformar nossas vidas."
O livro é narrado em 1ª pessoa sob o ponto de vista de Lucy Jarret, uma jovem aventureira que viajou mundo afora para estudar e conhecer novas culturas sendo bem sucedida em sua carreira. Ela vivia com o namorado Yoshi no Japão, mas estava enfrentando dificuldades para conseguir um novo emprego mesmo com um currículo tão invejável.
Logo, ela recebeu a notícia de que a sua mãe tinha sofrido um acidente de carro, aparentemente sem muita gravidade, mas decidiu que era hora de visitar seu antigo lar nos Estados Unidos, mais precisamente em Lago dos Sonhos. Seria difícil para ela ter que voltar à sua cidade natal e reviver todos as emoções de quando perdera o pai 10 anos antes num acidente enquanto pescava no lago. No dia, ele havia convidado Lucy a se juntar com ele na pescaria, mas ela se recusara, e desde então se sentiu atormentada pela dor e pela culpa.
Quando ela chegou em Lago dos Sonhos, percebeu que tudo à sua volta havia mudado e que a sua família conseguiu retomar a sua vida após o acontecimento. A mãe dela se recuperou rápido do acidente e havia conhecido um homem muito especial, Andy, que lhe proporcionaria uma nova chance de recomeçar e ser feliz. Já o irmão, Blake, pensava em aceitar a proposta do tio em trabalhar na Mestre dos Sonhos, a fábrica de fechaduras criada pelo bisavô e que existia há gerações.
Lucy não se dava muito bem com o tio Art e o filho dele Joey, e sabia que a relação entre ele e seu pai estava estremecida por conta da disputa pelas terras da família. Art vivia tentando convencer a mãe de Lucy a lhe vender a propriedade, que se constituía em grande valor ambiental, mas ela evitava a todo custo precipitar sua decisão a respeito. Num dos cômodos da grande casa, Lucy encontrou um bilhete endereçado a seu bisavô e uma pilha de papéis envelhecidos. Logo descobriu pistas da existência de uma parente que nunca tinha ouvido falar. Nem mesmo a mãe dela sabia alguma coisa sobre Rose Jarret, o que despertou ainda mais a curiosidade de Lucy em investigar a fundo a história dos seus antepassados.
Nesse ponto da história, achei bem parecido com o ocorrido no livro Julieta de Anne Fortier. A personagem movida pela curiosidade sobre a vida de uma antepassada, começou a procurar indícios sobre o passado da família, e descobriu que ela havia se envolvido no movimento feminista e que por algum motivo teve que abandonar a sua única filha. Nessa misteriosa jornada, Lucy conta com a ajuda de várias pessoas, entre elas seu ex-namorado Keegan Fall, dono de um próspero atelier de fabricação de vidro e de um vitral, criado por um artista famoso que tinha ligações com a sua tia-bisavó Rose.
Lucy, à medida que reunia mais cartas escritas por Rose à sua filha Iris e ao seu bisavô, ficou cada vez mais intrigada pela história e queria saber os motivos pelos quais seus antepassados resolveram ocultar a existência dela. Será que Iris ainda estava viva? Algum dia mãe e filha puderam finalmente se reencontrar, e qual teria sido o desfecho da vida dessas intrigantes personagens? Essas são algumas perguntas que os leitores farão ao começar a ler este livro. Não posso contar evidentemente, mas saibam que a história tem uma reviravolta que mudará para sempre a percepção que Lucy tem sobre sua família e sobretudo sobre o morte do pai.

Veja mais no blog: http://confissoesliterarias.blogspot.com/2011/05/resenha-lago-dos-sonhos-por-kim-edwards.html
comentários(0)comente



Bianca 07/09/2011

Mais uma resenha do http://redomadecristal.com.br/blog/
Lago dos Sonhos, de Kim Edwards, chamou minha atenção pela autora. Apesar de nunca ter lido, sempre ouço muitos comentários sobre O Guardião de Memórias, outro livro dela. Então, não precisei pensar duas vezes e foi o livro que escolhi para ler e resenhar esse mês para a Editora Arqueiro.

A sinopse e a capa colaboraram com a sedução e, quando chegou a ver de começar a leitura, pensei que tinha tudo para dar certo.

A princípio, pensei que fosse amar o livro. A perda do pai, constante fuga para não sofrer, o mistério que começamos a conhecer no início da história, um amor não-resolvido no passado, e alguns outros fatores me levaram a crer que amaria a leitura.

"Agora, semanas mais tarde, eu começava a me preocupar se aquela seria mesmo a minha vida ou apenas um breve interlúdio na existência que eu havia imaginado."

O grande problema foi que a história se arrastou. Tudo era descrito nos mínimos detalhes e a narrativa tornou-se insuportavelmente lenta. Tinha horas que eu queria muito ler, mas pegava no sono. Depois ficava nervosa porque sabia que história era boa, mas a narrativa me derrubava e impossibilitava uma leitura mais fluente. Mesmo ao terminar, senti que faltava alguma coisa.

Luci não é uma protagonista fácil de se gostar também. Ela é egoísta e chata, muitas vezes. Tenho problema com adultos egoístas. =/

Sei que muitos adoram livros assim, mas acredito que não funciona para mim. Talvez, se eu tivesse lido intercalado com outras leituras poderia ter aproveitado mais.

"Será que eu iria conseguir fazer isso? Será que o passado poderia algum dia ser simplesmente passado?"
Vanessa 14/05/2012minha estante
Infelizmente eu não consegui ler até o final. Fiquei muito decepcionada, pois depois de ler o Guardião de Memórias achei que O Lago dos Sonhos ia ser tão bom quanto, mas deixou muito a desejar.
A nerrativa é realmente muito cansativa... concordo com vc!




naniedias 12/05/2011

Lago dos Sonhos, de Kim Edwards
Lucy era apenas uma garota quando o pai morreu. Com 17 anos, ela se sentia culpada pelo acontecido, pois não havia aceitado o convite para ir pescar com o pai naquele fatídico dia.
Dez anos depois, ela ainda não conseguiu superar toda a mágoa e a tristeza...
Morando com o namorado no Japão, ela está muito triste e abatida, pois se sente muito sozinha, já que está sem emprego.
Quando recebe a notícia de que a mãe sofreu um acidente, ela resolve ir visitá-la, mesmo sabendo que não havia sido nada grave.
Assim, Lucy Jarret volta ao Lago dos Sonhos e descobre que ainda sente muito pela morte de pai e que não superou o acontecimento.
Ao descobrir uma manta guardada na casa, ela encontra Rose - uma antepassada. Enquanto pesquisa quem foi Rose, Lucy descobre quem ela é e o que ela deseja.

O que eu achei do livro:
Nem todos me conhecem, portanto, nem todos sabem do momento que estou passando. Da tristeza que reside em meu coração há um tempo. E o quanto eu luto para escondê-la e para mandá-la embora. Eu estou conseguindo, aos pouquinhos. Começou com "cada segundo de uma vez", passou por "um minuto de cada vez" e já estou em "uma hora de cada vez" - já estou quase lá! E por que estou falando disso?! Porque nesse momento tão difícil da minha vida, eu estou me descobrindo mais - descobrindo quem sou e o que realmente desejo.
E por isso eu me identifiquei com a Lucy em vários momentos! Ela é uma personagem maravilhosa, verdadeira e complexa. Passa por dificuldades, age de maneira egoísta e mimada, não consegue enxergar os seus erros. Se sente triste, deprimida, tem dúvidas. Enfim, uma personagem muito humana e muito próxima do momento em que estou passando.
A história em si é muito interessante e gostosa de ser lida! Kim Edwards escreve muito bem! Entretanto, deixo aqui uma notinha - a leitura é lenta e, muitas vezes, arrastada. Isso para mim não é um ponto negativo, pois eu adoro descrições detalhadas e minunciosas. E Kim Edwards é mestra em fazes isso - conseguia sentir o vento no meu rosto, de tão bem que ela o descrevia! Eu amo descrições, mas para quem não é muito fã, o livro pode se tornar maçante, pois tem um ritmo muito vagaroso!
Eu super recomendo Lago dos Sonhos, um livro de descobertas e auto-conhecimento!

Nota: 8
Dificuldade de Leitura: 7


Leia mais resenhas em http://naniedias.blogspot.com
comentários(0)comente



Flavinha 21/07/2013

A primeira obra desta autora que li foi "O guardião de memórias" e gostei muito, o que me fez ir atrás de outras histórias escritas por ela. Cheguei então ao Lago dos sonhos... Dá pra perceber que Kim Edwards tem estilo pra escrever e suas histórias seguem uma certa linha, trazendo tramas envolvendo família, passado, questões mal resolvidas. Aqui ela conseguiu me fazer torcer para que as histórias mal resolvidas do passado da personagem principal que acabaram por voltar à tona quando ela faz uma visita à sua terra natal, tivesse continuidade e um final feliz. E claro que eu não vou contar se tiveram ou não" rsrs
comentários(0)comente



Riva 19/04/2012

Tão interessante quanto o Guardião de Memórias!
comentários(0)comente



Zaneli 05/10/2013

Livro realista
Como eu já mencionei no meu perfil, eu tenho um apreço especial por Romance Histórico. Esse livro é um dos bons. A protagonista (Lucy) vê -se no meio de um mistério que circula sua família, uma mulher que viveu a mais de 100 anos atrás ( que faz parte da família de Lucy), participou de um movimento de direito de voto entre as mulheres.
Como a autora mesma cita, isso mudará o ponto de vista de Lucy sobre o mundo.
Eu considero esse livro muito bom, é bem calmo, um pouco diferente das leituras que faço. Mas ai vai do gosto de cada um.
comentários(0)comente



Ana Luiza 05/03/2012

Comprei "Lago dos Sonhos" numa pequena feira do livro na praia enquanto estava de férias. Logo que comecei a ler achei um pouco repetitivo e desanimador, e fui deixando de lado, até que resolvi continuar a leitura e não me arrependi. A história da parente esquecida de Lucy te deixa bastante curiosa. Há muitos nomes, pessoas, cidades.. e me perdi um pouco nesse aspecto. No geral o livro é muito bom e deixa algumas lições de vida.
comentários(0)comente



Geicy Lemos 05/09/2015

A busca por Rose Jarret.
Antes de ler Lago dos Sonhos, tinha me apaixonado pelo O Guardião de Memórias, romance escrito pela mesma autora, Kim Edwards. Logo, comecei a leitura com muitas expectativas, esperando encontrar uma leitura tão empolgante quanto a anterior, mas a realidade não foi bem assim.
Lago dos Sonhos é um romance interessante porém, muito cansativo. A única coisa que me fez continuar lendo foi a curiosidade de saber quem tinha sido Rose Jarret e que fim ela tivera. A história, de uma forma geral, é bem instigante... a busca de Lucy Jarret por sua antepassada, Rose, a faz descobrir seu lugar no mundo. É depois de descobri quem foi Rose, que Lucy finalmente consegue segue em frente, depois da morte de seu pai.
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 11/10/2012

Lago dos Sonhos_Kim Edwards
O livro Lago dos Sonhos, de Kim Edwards, mesma autora de O Guardião de Memórias, nos conta a história da jovem Lucy Jarrett. Após a morte de seu pai em um acidente, Lucy resolve sair de casa para cursar a faculdade, e desde então, acaba tendo uma vida cheia de aventuras e sem pouso fixo, percorrendo diversos lugares. Porém, chega um determinado momento em que ela se vê enraizada no Japão, ao lado do namorado Yoshi, sem trabalho e com um relacionamento bastante desgastado.

Quando toma o conhecimento de que sua mãe sofreu um acidente, mesmo sem ser de grandes proporções, decide visitá-la em Lago dos Sonhos. Chegando lá, descobre que ela pretende vender a casa da família. Também revê o seu ex-namorado, Keegan, que é dono de um conceituado ateliê de fabricação de vidro, além de ser pai de um belo garotinho, Max. Diante de tantas mudanças, Lucy se sente meio perdida, e percebe que é tempo de encarar de frente a realidade, e sobretudo superar o trauma pela morte de seu pai.

Em meios aos seus conflitos emocionais, ela descobre um bilhete, além de outras pistas, sobre uma antepassada de sua família, Rose Jarrett, que até então era desconhecida. Rose foi uma das mulheres responsáveis pelo sufrágio feminino e infelizmente teve que abandonar sua única filha, Iris. Ela também se envolveu com um artesão de vitrais renomado, Frank Westrum, que retratou trechos de sua triste e dolorida história através da arte.

Intrigada com a história de sua antepassada, e sobretudo com o fato de sua existência ter sido mantida em sigilo, Lucy passa a investigar avidamente sua trajetória e descobrirá fatos importantes, relacionados a sua família, a morte de seu pai, e acima de tudo, sobre si mesma.

Lago dos Sonhos é um livro tocante, repleto de segredos, mistérios e conflitos familiares. Eu podia jurar que se tratava de um livro de romance, mas durante a leitura, conclui que o foco da história era completamente diferente do que imaginava, e confesso ter me surpreendido positivamente.

Lucy possui um espírito aventureiro, mas em seu interior, carrega um sentimento de culpa pela morte de seu pai. Na noite em que ele fatalmente escorregou em uma pedra e caiu no rio, pediu pela sua presença durante a pescaria, e ela não aceitou acompanhá-lo. Tal fato faz com que ela se martirize, pois pensa que se estivesse ao seu lado naquele dia, nada disso teria acontecido. Por isso, vive viajando, se deslocando de um canto para o outro, como uma válvula de escape para esse sentimento que assola o seu ser. Quando retorna ao Lago dos Sonhos, aquilo que passou anos tentando ocultar, trancafiar nas entranhas de sua alma, vem à tona, e acompanhado de fatos sigilosos a respeito do passado de sua família, dando início a uma trama de suspense e mistério.

Gostei muito do rumo que a história tomou e fiquei na expectativa pelas descobertas a respeito de Rose Jarret, que realmente surpreenderam. Como eu disse anteriormente, esperava romance da história, mas mesmo com a autora não tendo me brindado nesse aspecto, achei bacana a pesquisa de Lucy a respeito do passado de sua antepassada e a busca desenfreada por informações a seu respeito. Cada pista desvendada ia me deixando mais ávida pelo desenrolar da trama. Também foi bem interessante os relatos sobre o sufrágio feminino, e perceber como as mulheres lutaram tanto para conseguir melhorias, arriscando reputação, saúde, e até mesmo, os laços familiares, em prol de uma causa. É até mesmo lamentável, se comparado aos dias atuais, em que tivemos tantas regalias e direitos de mão beijada de nossas ancestrais, e muitas vezes não valorizamos tal sacrifício. Um livro muito interessante, repleto de segredos e que recomendo!

http://www.newsnessa.com/2012/10/resenha-lago-dos-sonhos-kim-edwards.html
comentários(0)comente



Carolini 19/03/2013

Lago dos Sonhos
‘’Livro:Lago dos Sonhos
“As vezes o Passado Esconde segundos capazes de transformar
Nossas vidas. Pgs:329
Data Começo: \04\12\12 10:54Pm 2 Mêses e 12 Dias
Data Termino:02\07\12
Detalhes :Comprei na dvd oteca
Editora :Arqueiro


Lago dos sonhos
Em o Lago dos Sonhos conta a história de Lucy Jarret que vê seu pai morrer no lago da casa onde morrava “por isso Lago dos sonhos” após isso ela si casa e vai morrar no Japão co Yoshi seu namorado,mas por quem ela sempre foi apaixonada foi por Kegan seu amigo de infância,que após voltar ao Lago dos Sonhos descobre que ele si casou e tem um filho.Após seus que um billete de Rose,Lucy começa a pesquisar sobre seu passado e descobre que morava com seu bisavõ e que ele foi apaixonado por Rose...e sempre desenha seus quadros com uma rosa ..Depois disso Lucy descobre que Rose teve uma filha que si chamava Iris e que ela a abandonara.Rose morre,,mas Lucy descobre que Iris esta viva com seus 92 anos de idade e a revela toda a verdade que foi abandonada por sua mãe, Lucy vai a descobre o testamento de seu bisavô onde ele deixa tudo para Rose e Iris .Depois di tudo isso Lucy acaba descobrindo que seu Tio Avery foi quem matou seu pai no lago numa briga num barco, Lucy conta tudo a Iris , e depois disso ela si casa com Ioshy e tem uma filha
Minha opinião:Esse livro é um livro difícil de ler,tem uma historia complicada di si entender ..porem tem uma historia diferente ...




comentários(0)comente



Gilles Vieira 30/04/2015

Não gostei, muito monótono.
Sinceramente, este livro é muito decepcionante. Principalmente se você, assim como eu, estiver procurando uma narração tão imersiva e envolvente como a contada em "O Guardião de Memórias".

A autora abusou na descrição dos cenários, tornando a leitura extremamente cansativa e massiva. Também achei que o foco principal da personagem, Lucy Jarrett, é exaustivo, criando uma situação muito enfadonha.

Para concluir, o final da história trás muitas perguntas que poderiam ter sido esclarecidas, principalmente relativas ao personagem Art.
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3