Ilíada

Ilíada Homero
Frederico Lourenço
Frederico Lourenço




Resenhas - Ilíada


207 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Kemuel.Joo 05/10/2021

Um dos primeiros textos escritos na humanidade, A Ilíada narra alguns acontecimentos da parte final da guerra de Tróia. Essa guerra teve início após Páris, príncipe de Tróia, sequestrar Helena, a mulher de seu seu albergueiro. ⁣

Apesar de a guerra ser o pano de fundo do texto, Homero escolhe um acontecimento específico do conflito para desenvolver na narrativa, A CÓLERA DE AQUILES. Em determinado momento da guerra, Aquiles, O melhor guerreiro dos Aqueus, discute com Agamêmnon, principal Comandante do exército grego, e decide se retirar da batalha com todas as suas tropas.⁣

O poema foi escrito na forma de versos tradicionais da literatura épica grega, o hexâmetro dactílico. No entanto, na edição da penguin, o tradutor optou pelos versos livres, tendo por finalidade apresentar um texto mais fluido para leitores iniciantes de Homero.⁣

A Ilíada é sem dúvidas um dos textos essenciais da humanidade. O estilo homérico, o uso de digressões para retomar outros momentos da guerra ou deixar subentendido acontecimentos pós-ilíada, além do uso da mitologia grega são pontos que tornam a experiência de leitura única. Eu tive o primeiro contato com essa história através do filme Troy, apesar de conhecer parte do enredo, achei a leitura do livro indispensável.⁣

No entanto, nem tudo no texto me agradou. A parcialidade do Homero em prol dos gregos é compreensível, visto que é um livro grego, mas em alguns momentos me incomodou, porque parecia que ele os troianos estavam sempre se dando mal. Além disso, algumas das intermináveis cenas de guerras por vezes eram cansativas, mas eu entendo que tudo isso faz parte do estilo homérico.⁣

site: https://www.instagram.com/p/CUdiJRdLmTp/
comentários(0)comente



Dávila 23/09/2020

Homero sempre necessário.
O que dizer da Ilíada?
Palavras não servem para descrever, ou não caberiam nesse modesto resumo.
Em prosa ou verso a obra de Homero é perfeita, claro que devemos salientar o machismo, o patriarcalismo, o tratamento indigno dado às mulheres.
Sim, nesses tempos que vivemos é fundamental colocar isso em pauta.
Escute a música "Mulheres de Atenas" do Chico Buarque para você ter uma ideia.
Penso que o título poderia ser "Mulheres de Atenas e Troia".
Mas voltando a Homero, tirante o lamentável já observado, escolha você mesmo o seu momento favorito:
O catálogo das naus e a descrição dos chefes gregos?
O encontro entre Aquiles e o rei Príamo?
As trapaças dos deuses que são até piores que os humanos?
São inúmeros os grandes momentos.
A tradução que tenho em mãos em prosa foi realizada por um grande especialista em estudos homéricos Octávio Mendes Cajado que escreveu também a soberba introdução.
Além disso essa edição tem ilustrações econômicas e bonitas que realçam o texto original.
Não se ressinta se não encontrar essa edição de 1982 editada pelo Círculo do Livro, afinal existem outras lindas e muito bem traduzidas por aí tanto em prosa quanto em verso.
Ah, uma observação: o texto é integral e está tudo aqui, se você prefere em versos aproveite para comparar as versões.
Pegue o seu e boa viagem.
Polly.Lopes 16/01/2021minha estante
Meu momento favorito é p diálogo entre Afrodite e Helena. Acho a fala da Deusa avassaladora.


Dávila 17/01/2021minha estante
Que lindo...!! Obrigado por comentar!




Ogaiht 22/04/2021

A Obra Fundadora da Literatura Ocidental
Para aqueles que não sabem, A Ilíada não conta toda a história da Guerra de Tróia. Na verdade, ela foca em um acontecimento muito específico do último ano dessa guerra. A leitura desta versão é bem fluida, já que o tradutor não se preocupou em seguir a mesma métrica do poema do idioma original. A estória, diferente das várias versões contadas em filmes, não é moralista e nem maniqueísta. Não há bons ou maus no enredo. Apenas seres humanos comuns com suas virtudes e defeitos, mas que muitas vezes são manipulados pelos deuses. A Ilíada é, sem dúvida, leitura obrigatória para aqueles que querem se iniciar nos clássicos da literatura universal.
comentários(0)comente



Amanda 11/04/2021

Sempre fui obcecada por história então li quando era bem pequena e fiquei WHAT? Mas depois reli várias vezes e meu deus como AMO!!!! A história é incrível e cheia de emoções com muitos acontecimentos que não deixam você parar de ler. Contudo, tem alguns momentos que a narrativa fica muito descritiva o que pode prejudicar caso você já esteja meio cansado.
Eu amo e indico de paixão!
Se você está lendo e pensando em parar vá até o final, pois lembre do tanto que já leu e que não vale a pena parar kkkkk
comentários(0)comente



Andre 24/04/2009

Uma maravilha da antiguidade
Talvez esse tenha sido o primeiro livro épico que eu tenha lido, mas não me arrpendo até hoje. Foi um dos melhores que já vi, com certeza.
Homero conta detalhadamente como foi a guerra de tróia, os motivos, a guerra particular entre os deuses, a força de Aquiles, etc. O livro pode ser bem antigo, mas é muito superior a certos best-sellers que vendem aos milhões hoje e não chegam a unha do pé desse livro.
Sua adaptação para o cinema foi até feliz, mas no filme se idolatrou muito a figura de Aquiles, deixando de lado a guerra em si e a vontade dos deuses!
comentários(0)comente



Vinícius 15/01/2022

Um clássico da Mitologia
Atribuída ao poeta épico, Homero, A Ilíada, narra o 9°ano da grerra de Tróia com passagens fantásticas, remonta a civilização Grega narrando o rapto de Helena por Páris, príncipe de Tróia, desencadeando uma guerra entre Gregos e Troianos com participação de vários Deuses da mitologia. É uma narrativa bastante envolvente. A forma muitas vezes rebuscada e longa da escrita às vezes afasta alguns leitores, mas recomendo. Quem já assistiu o filme: Tróia, vai recordar diversas passagens durante a narrativa.
comentários(0)comente



Marcos.Detanico 24/12/2020

Épico
Antes de iniciar a leitura, pensei que ia ser maçante, mas que obra prima da literatura mundial é esta, não sei por que demorei tanto tempo para ler, pois é uma história épica, cativante e sagaz.
Alguns cantos são arrastados, monótonos e de linguem confusa, mas no todo é uma belíssima leitura, que é muito bem construída e desenvolvida.
comentários(0)comente



Marcos 23/09/2012

Tratado sobre a natureza humana
Ao narrar um período de cerca de 20 dias da Guerra de Tróia, Homero nos blindou com imagens tão poderosas que estabeleceria para sempre os parâmetros para a mais famosa campanha da antiguidade. Impressionante como um poema possa compactar tantas emoções e ao mesmo tempo trazer tanto realismo aos combates que foram travados entre a briga de Aquiles com Agamenon e a luta final de Aquiles com Heitor.

Ao contrário do que se possa imaginar, não é Aquiles ou Heitor os protagonistas da estória. A própria guerra é o principal, com toda sua carga emocional e acima de tudo, com sua irracionalidade. Em imagens vivas, Homero conta a epopéia e morte de inúmeros heróis, que partem para Hades mostrando que na guerra o que mais acontece é o imenso desperdício de almas.

Deuses e mortais se misturam em combates sem fim e no fundo, a razão da guerra parece simplesmente injustificada para tamanho morticínio. Mas não seria assim todas as guerras? No fundo haverá realmente justificativas para que bons homens se enfrentem de maneira tão selvagem em campos de batalha? Lembrei de uma frase de Clint Eastwood no sensacional Três Homens em Conflito, presenciando uma batalha da Guerra Civil, nunca vi tamanho desperdício de bons homens.

Pois essa é a sensação de ler Ilíada, o enorme desperdício de almas. Não é à toa que ao narrar a morte de Heitor, Homero se expresse:

Pós ter falado, cobriu-o com o manto de trevas a Morte,

e a alma, dos membros saindo, para o Hades baixou, lastimando

a mocidade e o vigor que perdia nessa hora funesta.

Ilíada é mais que uma narrativa histórica sobre a Guerra de Tróia. Trata-se de um gigantesco tratado sobre a natureza humana e tudo que aflora em uma Guerra. Lembrando que os períodos de paz sempre foram para a humanidade a excessão, o épico representa também a trajetória da humanidade na Terra, uma epopéia de Guerras e morticínio inútil.
Erica.Cinara 20/06/2017minha estante
Belíssima resenha. Amo poesias, mas confesso que nunca li os clássicos épicos.
Vou colocá-los na minha lista de leituras.
Obrigada!




Dansd3 13/01/2022

Um bom livro
É uma boa estória. Um pouco cansativa em alguns momentos. Porém o desenrolar de interesses entre deuses e homens é bem interessante.
comentários(0)comente



Lais Souza 18/09/2020

Leitura importante
A Ilíada conta os últimos dias da guerra de Tróia, mais precisamente, a cólera de Aquiles, amei a oportunidade de ter lido esse livro, pois ele é provavelmente o primeiro livro do ocidente e moldou a forma de como escrevemos as nossas histórias hoje. A tradução do Frederico Lourenço está ótima e de fácil compreensão, a experiência foi mesmo incrivel
comentários(0)comente



Barboza 29/03/2021

Você precisa saber sobre
Vou ser honesto contigo: Ilíada é um livro que você pode morrer sem ler, mas não sem saber sobre.

Veja bem, é uma obra universal e majestosa, mas nem por isso eu indicaria ela para todas as pessoas.

É verdade que existem momentos marcantes para o bem (como Ares/Heitor lutando) e para o mal (a mãe do Heitor com as tetas de fora clamando para ele não ir para a guerra pelo leite que ali ele tomava hahahaha).

Também é verdade que é lindo. Homero se dedica a descrever com esmero e grandiosidade todas as coisas. Inclusive, acredito que por tudo ser grandioso, quase nada acaba sendo.

O fato é que Ilíada traz belas cenas de ação. Exceto quando dois personagens estão se degladeando e param no meio do duelo para recitar toda a árvore genealógica.

Enfim, se muito do livro é ambíguo, uma coisa não é: A COISA FOI ESCRITA POR VOLTA DE VIII A. C. Nela é fácil constatar diversos dispositivos usados até hoje para contar histórias. É mole?

Eu diria que é um Beatles da literatura. Você não precisa gostar e nem ser fã, mas precisa saber o que é e como foi importante.
Caio.Lobo 12/04/2021minha estante
Eu diria que é um Beethoven da literatura.




Douglas Mesquita 20/06/2021

"Cantai-me ó musa a ira de Aquiles filho de Peleu, que...
... ficou pistola com o rei e não quis mais lutar na guerra."

As melhores partes são as batalhas e as tretas entre os deuses. Mas de longe a mais surpreendente foi a luta final de Aquiles contra Heitor, não tem nada a ver com o filme(!) e é muito engraçada.

Não é tão difícil quanto me fizeram acreditar por muitos anos. Há também a facilidade de ser uma boa tradução, longe daquelas super complexas com a ordem das palavras toda invertida. Basta ser alfabetizado, literatura serve primeiramente para entreter e contemplar a beleza da narração.
comentários(0)comente



Aleeh 25/03/2021

Um clássico maravilhoso, com uma ótima adaptação juvenil.
Essa adaptação resume a obra original, mas mantém a essência da mesma; é fácil de ser lida com uma narrativa mais próxima dos dias de hoje. Ja tinha esse livro a algum tempo, mas sempre evitava ler, como já conhecia a história e o livro é didático achei que seria chato, me arrependo completamente desses pensamentos kkkk.
comentários(0)comente



natalianvn 12/09/2021

meu deus, QUE experiência ???
é emocionante entrar em contato com a poesia de Homero e acompanhar os heróis e deuses nessa batalha.
amei, me emocionei em várias partes. sensacional. ?
comentários(0)comente



207 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR