Os Olhos do Dragão

Os Olhos do Dragão Stephen King
Stephen King




Resenhas - Os Olhos Do Dragão


89 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Thiago Henrik 10/01/2009

Um Conto de Fadas por S.K.
Um típico e maravilhoso conto de fadas, com o toque inconfundível de Stephen King.


Gabriel Lucas 08/01/2009

Ao ler esse livro cheguei a conclusão que o maior tema do Stephen King são histórias de prisioneiros e como eles se libertaram.
comentários(0)comente



Luiz 29/11/2009

Stephen King diz que escreveu esta história para seu filho, já que o menino queria ler os livros do pai mas ainda era muito pequeno. Deveria ter ficado só entre os dois, sem ser publicada, pois é uma das mais fracas do autor. Uma trama bobinha que se passa em um mundo encantado de castelos, reis, magos e príncipes. Só li até o final com muita insistência, e o gosto que ficou na boca foi amargo. Os Olhos do Dragão só vale mesmo nesta edição (editora Francisco Alves), pela bela capa invertida, e só.


Tete 13/06/2013

SK permitido para menores.
Um livro de fantasia que pode ser lido por crianças. É verdade, diferente do que eu conheço de SK, esse é um livro mais infanto-juvenil. Uma história de reis, príncipes, seus castelos e um mago malvado. Amizade, traição e lealdade.

No Reino chamado Delain, o Rei Rolando teve dois filhos com sua amada Rainha Sasha, Pedro e Tomás. Pedro era o príncipe perfeito, um sucessor perfeito ao reinado e Tomás era o mais tímido e mais fraco. Sasha morreu ao dar a luz Tomás, então ele se sentia menosprezado pelo pai por causa da morte da mãe.

O Rei Robert não era a perfeição de governante, não sabia tomar decisões sem consultar seu Mago Flagg, que não era uma pessoa confiável. Flagg já tinha uma estória com o reino, ele sempre tentou destruir o reino, mas sempre sem sucesso. Quando ele vê que Pedro pode ser um empecilho para o seu plano maligno, ele mata o Rei e faz parecer que o Pedro matou o próprio o pai e intimida Tomás a se tornar Rei.

É aí que começa a saga de Pedro em tentar escapar das masmorras e conseguir justiça. Com a ajuda de seus amigos leais Denis e Ben Staad ele parte para o plano de expulsar Flagg do reino e resgatar Tomás das mãos do Mago malvado.

É uma estória gostosa e que desenvolve com muita facilidade. Em alguns momentos foi fantasioso demais. Mas sendo SK, não podia ser diferente. Foi uma surpresa e um bom livro.


http://movimentodolivro.blogspot.com.br/2013/06/os-olhos-do-dragao-stephen-king.html
comentários(0)comente



Ale Elbert 11/10/2009

Ótimo!
Amei esse livro porque ele foge um pouco dos outros livros do Stephen King. Ele tem todo aquele suspense clássico do autor e um toque de fantasia muito legal.
comentários(0)comente



Leleca 02/11/2009

Fantástico!!
Um conto de fadas magnífico. A coragem de Pedro, a lealdade de Denis e amizade de Ben Staad. E a bravura da esposa e mãe Sacha( mãe de Pedro e Tomás, esposa do Rei Rolando). E o medo de Tomás que no final se tornou um grande homem. E o mal por mais que prevaleça NUNCA vence o bem!!!!

Adorei e assim que tiver tempo lerei novamente. Recomendo!!
comentários(0)comente



Rangel 31/10/2014

Não era ele...
Se alguém me tivesse dado este livro para ler, sem me falar quem era o autor, a última pessoa que eu imaginaria escrever algo deste tipo seria o Stephen King.

Apesar do estilo e narrativas não fazerem parte do mundo de King, é impressionante como ele consegue conduzir a historia de forma que você não consegue parar de ler, como aquelas séries televisivas onde um episódio termina de uma forma que você não consegue esperar para ver o próximo. Assim King acabou conduzindo a história com breves capítulos, que as vezes de tão curtos, te fazia ler páginas e páginas apenas dizendo pra você mesmo: "Só mais capítulo, aí eu paro..."

Tão surpreendente quanto ao estilo e a forma de escrever este livro por King, está a forma que o mesmo trata cada um dos personagens, em que você acabem poucas páginas, conhecendo eles como se você tivesse acompanhado suas vidas todas por um grande "Reality Show" ao estilo O Show de Truman. Até mesmo o narrador da história passa a ser querido pelo leitor em alguns momentos.
comentários(0)comente



Isabel 11/07/2012

história bobinha + ilustrações fuleiras
História bonitinha, bobinha, boa para embalar sono de criança. Edição ruim, repleta de erros de revisão e ilustrações patéticas. Que desenhos horrorosos! Pra ler rapidinho, sem grandes pretensões, vale.
comentários(0)comente



Lidiane 09/01/2013

Stephen King o contador de histórias
Nesse livro King assume a postura de um contador de histórias. Ele nos conta uma história que é como um conto de fadas, um pouco mais longo do que a maioria, é verdade, mas com todos os ingredientes de um conto: rei e rainha, príncipes, amigos leais, animais espertos, um mago cruel, um dragão...

comentários(0)comente



leosilva 02/02/2015

Razoável
Geralmente os livros do Stephen King me fazem virar uma página atrás da outra, de tão interessantes que são. Seus temas, a forma como ele nos envolve e o estilo único de escrita são referências de King. Infelizmente “Os olhos do dragão” não compartilha dessas características. Se fosse escrito por qualquer outra pessoa poderia ser considerado um livro razoável (ainda que continuasse enfadonho) mas, por se tratar do “mestre”, deixa muito a desejar. A começar pelo espaço tomado por King em narrar algo que já sabemos (como Peter ficou preso no Obelisco). São 180 páginas assim, contando o que já foi dito, ou seja, sem surpresas. Depois, quando a história parece ficar interessante, King muda de ângulo, passa a focar os amigos dos garotos – essa mudança torna a história ainda menos interessante. No fim, quando melhora, o livro acaba de um jeito estúpido. Arrastado ao ponto de rezar para acabar logo, mergulhado em um marasmo e apostando em casais de última hora, o livro é permeado de passagens inúteis, enfadonhas e longas. Não há ação alguma até o fim, e muita coisa poderia ter sido deixada de lado. Infelizmente não gostei deste livro. Mas vale pela capa bonita – aliás, uma das estrelas é só por causa dela. Não recomendo a não ser que não tenha outra opção de leitura (o que acho muito difícil em vista da vasta quantidade de livros do próprio Stephen que são muito melhores).
comentários(0)comente



Maisa 21/08/2014

Um lado diferente de Stephen King
Para quem já leu alguma obra de Stephen King e está um pouco familiarizado com sua escrita, acabará se surpreendendo com o livro: os olhos do dragão.

A primeira diferença é no narrador que retrata a história na forma de um conto indicando uma época antiga de reis e reinos. É uma leitura intrigante, principalmente na forma como o personagem-narrador a conta. Em sua narrativa diversas vezes ele faz um ou outro comentário a respeito de algo que o leitor ainda não sabe, ou não aconteceu, o que faz a gente ler sempre "um capitulo a mais".

A outra diferença e o fator que me decepcionou foi a história em si. Achei que faltou um "tchan" a mais, algo que surpreendesse ou assustasse como estamos habituados em sua leitura. Algo com Dragões !! Mas infelizmente não teve nada do tipo, a história tem a sua trama mas para mim não se destacou de nenhuma forma de tantas outras tramas por aí.
comentários(0)comente



Dani Sousa - @eulieulerei 03/02/2020

King como sempre se superando
Quanto mais eu conheço as obras do #King mais eu fico impressionada com sua capacidade de escrita, ele vai do terror a fantasia como quem troca de roupa, ele é realmente um rei!!!
.
O livro é narrado em terceira pessoa, e em vários momentos é como se ele conversasse com o leitor, respondendo a simples perguntas criadas na nossa mente.
.
Tudo começa no reino de Delain, o Rei Rolland com seus dois filhos, Peter é o mais velho, e que será o sucessor ao reino, e o mais novo o Thomas. Como em muitos reinados (isso tem até hoje também...kkk) eles tinham suas intrigas, e Thomas sendo o mais novo sentia-se inferior a Peter. .
No reino havia um feiticeiro que se chamava Flagg, todas as pessoas do povoado tinham medo dele, pois sua feitiçaria não era do bem. Ele não aparecia muito e quando o fazia era sempre encapuzado. Inclusive, ditava ordens para todos, até para o rei que, muitas vezes deixava as coisas a sua mercê.
.
Entre vários acontecimentos a morte da rainha, e uma trama Peter não é coroado rei e sim Thomas, ou digamos que Flagg assumiu o reino de forma nada piedosa e ai segue a aventura não vou contar para não estragar essa leitura linda onde você tenta adivinhar o final a cada novo capitulo, que por sinal são curtinhos e fazem você avançar bem rapidamente no livro.
.
King me surpreendeu com o modo como a história se desenrolou um lado que eu não conhecia do mestre, armações, maquinações do feiticeiro e o modo como Peter resolveu os problemas com paciência como um verdadeiro Rei reagiria.
.
Super indico a leitura para aqueles que querem se aventurar em um reino onde a fidelidade e a bravura andam juntas. A história parece um conto de fadas com um certa pitada de suspense. E ai você conhece o livro?
comentários(0)comente



Ramon 04/09/2009

Bom para adolescentes
É um livro interessante, apesar de direcionado para o público adolescente, o qual não faço parte. Assim, minha avaliação foi baixa. Talvez se fosse 25 anos mais novo, poderia ter gostado...


Marcella 04/08/2013

um conto de fadas para adultos eu diria, é genial assim como todos os livros do stephen king, nunca me decepcionei com nenhum de seus livros
comentários(0)comente



89 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6