Nosferatu

Nosferatu Joe Hill




Resenhas - Nosferatu


92 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


bell 30/05/2019

O encontro
Oque
Margaret Leigh, Charles talent manx e Victoria McQueen tem em comum,
Criatividade
Margaret consegue saber através de um jogo de letras oq vai ou está acontecendo sem usar nomes próprios.
Charles cria uma cidade onde todos os dias e natal e ninguém envelhece.
Victoria encontra objetos importantes perdidos através de uma ponte, e só isso oq eles tem em comum
Essa história e oq acontece quando eles se encontram,
comentários(0)comente



Bea 08/05/2019

"– Existem dois mundos – explicou Maggie, falando distraidamente enquanto estudava as letras. – O mundo real, com os seus fatos e regras irritantes, onde as coisas são ou não verdadeiras, em geral é um saco. Mas as pessoas t-t-também vivem no mundo dentro da própria cabeça. Uma paisagem interior, um mundo de pensamento. Nele, as ideias são fatos. As emoções são como a lei da gravidade. Os sonhos, como a História. As pessoas criativas... escritores, por exemplo... passam grande parte do t-t-tempo nos seus próprios mundos de pensamento. Os muito criativos, porém, são capazes de usar uma faca para abrir a costura entre os dois mundos, para juntá-los. A sua bicicleta, as minhas peças... Elas são as nossas facas."
Junte na mesma frase as sentenças Ponte mágica, menina de bicicleta, Natal infinito, Homem ligeiramente esquizofrênico com intenções duvidosas e fica obvio que vai dar ruim.
Eis que há um lugar onde de manhã é a manhã de Natal e a noite é véspera de Natal. É Natal todos os dias. Há somente alegria e diversão, a infelicidade é contra lei. Um lugar chamado Terra do Natal.
Seria um paraíso certo?
Certo por que na Terra do Natal ninguém fica mal hahaha (me perdoem a rima barata a culpa é do Bing).
Errado!
Há um homem Charles Talent Manxs seu nome ele pega crianças e as leva a Terra do Natal e ninguém volta pra contar o final.
Esse livro estava na minha lista "Livros Que Tenho Que Ler Antes de Morrer o que Vai Demorar Então Tenho Bastante Tempo" há uns dois anos mas eu estava em outra vibe sabe não era pra ser, porém esse ano resolvi ler e meus amados era pra ser.
O autor apresenta uma série de personagens imperfeitos e isso dá um toque na história, dá certo sabe. Às vezes quando na narrativa os defeitos do personagens são expostos meio que acaba ressaltando suas qualidades conforme a trama vai se desenvolvendo. Pode dar muito certo ou muito errado.
Me apaixonei pelos personagens e me peguei torcendo pelo triunfo da imbatível Victoria McQueen e pela melhora do bravo Lou, cada dorzinha dele doía em mim também sei que soa piegas mas Affff é a vdd kk
Nosferatu convence o leitor de que é real sabe por que faz sentido.
Nosferatu fala sobre a complexidade mente humana, magia, amor, arrependimento, perdão e sobre tantas outras coisas que minha mente pequena não pescou ou esqueceu mesmo rs
Diria que foi eletrizante.
Li até os agradecimentos por que sou dessas. E deixo meu "Thank U" para Thabitha King pois o final não poderia ter sido melhor e principalmente para Joe Hill por me proporcionar essa leitura que tanto amei.
Meu primeiro livro do Joe Hill e to caminhando para o próximo O pacto.
PS.: Ah e sim dei um gritinho quando vi uma referência ao Pennywise, muito amor né fazer o que ❤️
Wanrrala 13/05/2019minha estante
A rima de Bing é contagiante, hahaha.
E somos duas, também dei gritinho quando Pennywise apareceu...???




Jamerson Tupiná 07/02/2019

Ótimo do início ao fim
Adorei a escrita do Joe Hill, soube desenvolver de forma perfeita os personagens e construiu um enredo espetacular.
Ansioso para ler mais coisas do autor.
comentários(0)comente



comprido 27/01/2019

Perfeito
Você acredita em um lugar chamado Terra do Natal? O que você daria para passar a vida inteira em um lugar onde todas as manhãs fossem Natal e a infelicidade fosse contra a lei?
Incrível uma viagem ,entanto ate terra do natal, e o livro bem arrastado, mais tem ate passagens rápida., Um cheio de reviravoltas emocionantes e com a intensidade em um livro do gênero, Jóe Hill supera as expectativas e dúvidas que possamos ter com relação ao livro e nos faz desejar ler outras criações suas.
comentários(0)comente



Arca Literária 10/01/2019

resenha disponivel no link, a partir do dia 15/05/2019 http://www.arcaliteraria.com.br/nosferatu-joel-hill/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/nosferatu-joel-hill/
comentários(0)comente



felipe 17/12/2018

12.2018

Premissa - 5
Personagens - 5
Andamento - 4
Escrita - 5
Final - 3
comentários(0)comente



Ana 29/11/2018

"Aquele filho da p*ta maluco quer que todo dia seja igual ao Natal, mas eu vou dar a ele a p*rra do Quatro de Julho."
Gosto de lembrar que peguei esse livro sem saber nada sobre ele, só queria ler algo diferente de Stephen King e aí descubro que o autor desse livro é o filho dele. Hehehe.

O ritmo é frenético, a escrita é ótima e a Vic se tornou uma das minhas personagens favoritas de todas (da mesma forma que o Bing se tornou um dos personagens mais detestáveis pra mim). Curti demais as referências a It (quando o Wayne pergunta o que a moto está dizendo que a Vic responde "aiô, Silver!" e o Circo do Pennywise). Ao contrário de alguns, não achei a escrita do Joe Hill tão parecida com a do pai.

Recomendo muitíssimo esse livro. Assustador, muitíssimo criativo e cativante, com certeza é um dos melhores que já li do gênero e merece uma chance.
Wanrrala 13/05/2019minha estante
Hill não tem o mesmo estilo de escrita, mas é tão macabro quanto o King...Eu li primeiro A estrada da noite e ameiiiiii!!! A história te envolve totalmente...???




Wolffera 20/11/2018

Mundo dos sonhos
Quem não gostaria de viajar para um local imaginário? O livro proporciona esta experiência mas como vemos nestas tensas páginas a experiência não será nada agradável!

Nos presenteando com a tradicional luta ?bem x mal? vamos devorando o livro ansiosos por descobrir os segredos dos caminhos e atalhos escondidos na cabeça dos personagens que os colocam ora no mundo real e ora no mundo da imaginação só acessível para eles.

Muito boa a leitura que nos prende de um jeito especial e nos faz querer também ter algo que nos indique um atalho para qualquer lugar que desejemos ir!

Aproveitem e ?Feliz Natal? a todos!!!
comentários(0)comente



Resenhando Com Luke ® 14/11/2018

Tal Pai, Tal Filho
Bem o que falar do filho do grande mestre Stephen King?



Que ele fez um dos livros que mais gostei, que ele está seguindo os passos do pai com maestria e com um jeito único de contar história.



Posso falar isso e muito mais.

Em Nosferatu Joe conseguiu unir um humor negro muito bom com um mundo fantástico em que algumas pessoas conseguem através de seu pensamento materializar um portal que os transporta para algum lugar no mundo, alguma outra realidade e até dá poderes especiais.



A trama acontece da seguinte forma:
Victoria McQueen descobre que consegue através de sua bicicleta chegar a uma ponte que ela chama de "atalho" atravessá-la e encontrar qualquer coisa que tenha perdido.

Charlie Manx é um senhor que também consegue através de seu carro antigo, um Writh Rolls Royce, assim como Vic usa sua bicicleta chegar a Terra do Natal, um lugar que não a dor só diversão e sempre é Natal.



Certo dia Vic transtornada com sua vida sai pra encontrar confusão e acaba encontrando Charlie Manx.

Apesar do livro ser grande a história flui bem e até passa rapidamente, esse foi o livro que Joe conseguiu parar o que realmente pode fazer.



Os personagens são bem profundos, cada um deles tem seu momento no livro, começamos sem querer a desenvolver um carinho por eles que estrapolam a a parede da realidade. Victoria McQueen sem dúvidas me marcou e já é minha personagem feminina favorita do Kingverse (juntando os universos dos livros de King e Joe).



Algumas cenas são assustadoras, principalmente as que aparecem Manx, o clima de suspense e tensão permanecem por um bom tempo nos afligindo e torcendo pra que tudo dê certo, s embates de Vic com Manx são de "Tirar o chapéu no Programa Raul Gil" realmente épicos.



Uma coisa que chamou muita minha atenção são as referências as outras obras suas e de King, nossa como eu gostei de ver aquilo retratado na obra, o "fanservice" foi a mil.



Pra finalizar eu recomendo muitíssimo esse livro, sem dúvidas é o que mais gostei do Joe Hill!

Um Abraço a todos.





Luke Novaes
RcL®
comentários(0)comente



gabrielrjf 30/09/2018

Tenho lido livros com crianças fascinantes e esse livro trouxe o Wayne... Que garotinho especial.

Pra mim o maior terror do livro é ver a Vic lidar com o Manx durante toda sua vida.. Não é um livro que ocorre um embate em determinada época e fim... É um livro que trás uma relação difícil com o antagonista desde a infância da protagonista.. vemos Vic crescer, ter filho, mudar bastante... e o Manx e suas crianças sempre aterrorizado a vida dela.

O livro possui cenas de ação fantásticas, que te prendem bastante! Tem o Hooper, que como todo cachorro nos cativa também e torna mais rica a história.

Temos mortes, vilões super bem descritos e que metem medo.

O meu desconforto com este livro foi em relação à como o autor deixou a Vic muito heroina: ela sofria acidentes de carro/moto, levava facada, tinha dores no olho esquerdo, perdia sangue e mais um monte de coisa (sem esquecer do joelho esquerdo que pelas descrições ela deveria ter perdido) e mesmo assim continuava a correr, andar de moto e tentar salvar o mundo... sem nem desmaiar..

Se não fosse essa questão que tivesse me incomodado, teria ganho 5 estrelas...

"Vou lá transformar o Natal dele em meu 4 de julho!" Fodaaaaaaaa
comentários(0)comente



Bart 30/08/2018

Nosferatu
*Joe Hill*

Tal como seu pai (Stephen King), Joe Hill sabe escrever história macabra, e ele se aproveita das nuances de ingenuidade da infância p/colocar o peso do horror, se valendo de alguns elementos reais, mesmo que renomeando essas figuras, ele constrói uma trama que literalmente pega fogo!! Terror na medida, não assusta, mas entretém que é uma blz, ou seja, vc fica angustiado!
Excelente livro!!
E posso dizer sem dar spoiler que, Joe Hill é fã de Game of Thrones!! Como eu sei disso!? Kkkkkkkk é só ler o livro!! E digo mais, ele estava no 1º livro de "GoT, As Crônicas de Gelo e Fogo", qnd estava escrevendo Nosferatu!
??????????
comentários(0)comente



Adriana 12/02/2018

Haja imaginação
Nossa é muita imaginação!!!!
Depois da página cem começa a parte em que voce não quer largar
E voce fica com o coração na mão já prevendo .....
Enfim o final voce não espera.
26/08/2018minha estante
undefined




Nasa 27/01/2018

Joe Hill está se tornando um dos meus escritores favoritos, isso graças a seu talento. No início da leitura do livro Nosferatu, fiquei um pouco confusa, mais por minhas expectativas, do que pelo livro em si. Esperava outra coisa. Mas a que tinha nas mãos foi sem dúvida suficiente para me surpreender.

Fazia tempo, uns quatro meses que não me sentia enojada, revoltada e ansiosa lendo um livro. Durante a leitura de Nosferatu senti tudo isso, e até a última página eu esperei um desfecho tremendamente cruel.

A história é sobre Vic Mcquenn, uma garotinha com poderes muito especiais. Ela consegue encontrar objetos perdidos. Mas para isso ela utiliza uma ponte. Não uma ponte tradicional, a Ponte do Atalho. Essa ponte a muito foi destruída e agora só existe por força do dom de Vic. Que pode transformar uma bicicleta Raleigh, num meio de atravessar a ponte. Ela não pode atravessá-la a pé. Eu quase a chamava de saltadora, ou viajante, mas fiquei sem saber, no fim acho que ela nasceu com esse poder para vencer um mal maior, ou seja Charles Manx.

Charles Manx é um sequestrador de crianças e pasmem, ele tem um Rolls Royce Wraith 1938, a placa do carro é sugestiva, NOS4A2 (Nos-four-ei-two). Reza a lenda, que todas as crianças que ele raptou estão na Terra do Natal.

Dizem que para todo vilão existe um super-herói, e Vic nasceu para enfrentar Manx, eles têm um dom em comum, atravessar o espaço com seus carros e pontes e ir para lugares que não existem em nossa realidade.

Claro, o diabo tem ajudantes e Charles Manx não poderia ser diferente, ele conta com a ajuda do repulsivo e medonho Bing Partridge, sempre que ele aparecia no livro me dava vontade de matar ele. O cara usa uma máscara de gás, tem a mente distorcida por ideias medonhas e cruéis. O sonho dele, apesar de ser um marmanjo, é ir para a Terra do Natal.

O encontro desses três se dá por casualidades perigosas e Vic descobre que existe muita coisa rolando além do mundo real, pena que ela não consegue lidar com isso e termina se tratando como louca. Faltou aquela coisa, “acredite em seu poder”, “foi real, aconteceu”. Seu encontro com Manx foi terrível e quase a matou.

Numas dessas viagens de Vic ela conhece uma jovem chamada Maggie, uma jovem que tem o pode de ver o futuro através de um jogo de caça palavras. Ela abre os olhos de Vic para seus poderes e para uma verdade cruel, nem todos usam tal poder para o bem, como Charles Manx, que usa o “Espectro”, o Rolls Royce, para raptar crianças. Maggie avisa a Vic para ficar longe dele.

O livro todo é cheio de surpresas e sustos, todos bem engajados na trama assim como as referências feitas pelo autor, de suas obras e de outras.

Se você compra livro pela capa ou título, cuidado, você não vai encontrar aqui um vampiro tradicional. Manx é algo mais medonho e assustador que um vampiro sugador de sangue.

O livro concorreu ao prêmio Bram Stocker Awards, e ironicamente perdeu para um livro escrito pelo pai do autor, Stephen King, que concorreu com o livro, Doctor Sleep. Ao meu ver, ficou tudo em casa.

O livro é original, não tem clichês e surpreende na mesma medida que assusta e fere. É sem dúvida uma viagem sombria de redenção e vitorias amargas.

Minha nota? Cinco Beijos mordidos.
comentários(0)comente



Mila.Mesquita 05/11/2017

Viajante...
Nosferatu é um livro cheio de reviravoltas. Com um AR assustador, ele conseguiu me envolver de um jeito incrível e fascinante; Joe Hill misturou  terror, suspense e fantasia em sua história e me levou à uma viagem alucinante em um mundo inacreditável, com personagens complicados e  imprevisíveis o que tornou a leitura uma ótima experiência. Fora que adorei esse humor negro e ácido na história. Rsrs
 Quero ressaltar que tanto o protagonista principal e o secundário da história me deixou fascinada. Gostei muito a forma que eles "enxergavam" o mundo ao seu redor.
 Tambem quero resaltar que amei essa edição. Adoro livros onde você está lendo e de repente aparece uma figura igualzinho ao que você estava pensando. Além disso a escrita do Hill é muito fluida, gostosa e fácil de ler; Fora que ela te prende imediatamente.
Meu segundo contato com Hill é os genes da ESCRITA é incontestável(rs).
Recomendo!
comentários(0)comente



O Véio 08/10/2017

AQUI, TODO DIA É DIA DE NATAL.
"Que bom poder acompanhar a evolução de um escritor. Confesso que não fiquei lá muito empolgado com alguns de seus livros muito embora ele fosse filho de quem é. Porém, Nosferatu me surpreendeu de forma absolutamente positiva. História incrível, muito bem contada, personagens muito bem construídos, e um final sem sombra de dúvidas, fantástico!É claro que nem tudo é perfeito, pois, em alguns momentos a impressão que tive foi a de que estivesse lendo o livro de um escritor ainda iniciante. A escrita do Joe Hill em alguns pontos da história ainda parece ser bastante "primária", mas, no momento seguinte ele retoma o controle e a história flui da forma mais assustadora possível. Vibrei em muitos momentos ao ler Nosferatu. O confronto entre o bem e o mal aqui é contado de forma contagiante, e os personagens que os representa cumprem seu papel da forma mais cruel e assustadora possível. Charlie Talent Manx, o Monstro, e a super dotada e determinada Victória Mcqueen, dão conta do recado numa batalha alucinante entre o bem e o mal. Entre eles, um monte de criancinhas inocentes e com o tempo transformadas em vampiros frios e sanguinários, servem como pano de fundo de uma história que vai fazer você gelar! Para salvar seu filho Wayne, Victória Mcqueen está seriamente disposta a fazer qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo! Enfim, o livro super vale a pena. Joe Hill com certeza deu um salto de qualidade aqui, e de agora em diante, olharei com outros olhos qualquer história contada por este cara. Aconselho você a fazer o mesmo.
comentários(0)comente



92 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7