A Máquina do Tempo

A Máquina do Tempo H. G. Wells




Resenhas - A Máquina do Tempo


379 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rafaela B 03/02/2010

Tempo e Socialismo
Terminei de ler A Máquina do Tempo, e percebi que o tema principal não é a viagem no tempo em si. o autor usou o tema para poder falar de suas idéias socialistas, como ele imaginava a sociedade no futuro, seus ideias socialistas, mas mostrou que por mais que algumas pessoas sonhem com um mundo socialista ideal isso é em prática impossível, sempre tem os que não aceitam, ou querem mandar, ou se aproveitar dos mais fracos e desfavorecidos.
Angiolucci 27/03/2013minha estante
Na verdade, eu acredito que foi uma critica aos rumos da sociedade capitalista.


relamounier 12/11/2015minha estante
Não consigo visualizar a ideia socialista naquela sociedade do futuro já que há até divisão de classes/castas. Os operários no subsolo e os demais acima.


Gabriel Schmidt Neto 05/05/2017minha estante
É justamente o contrário. Uma crítica ao socialismo, numa sociedade transformada em gado, sem distinção.


Denny Rodrigues Gomes 24/05/2017minha estante
Uma perspectiva de quem esquece o que é anacronismo. Quando você tiver a noção do espaço e tempo de Wells, você vai entender, porque ele propôs essa obra. Socialismo? Capitalismo? Bom, ele nasceu na época vitoriana, onde o Iluminismo com a Ciência Moderna e a Igreja e o Conservadorismo estava perdendo seu poder.


Celso 15/04/2019minha estante
Também não consigo ver idéia socialista em uma sociedade onde pessoas ociosas exploram os outros e os condenam a viver no submundo. Está mais para capitalismo selvagem ao extremo.


Davenir - Diário de Anarres 06/05/2019minha estante
Quando a pessoa resenha e não quer falar do livro mas apenas dizer que o socialismo não funciona porque o autor foi socialista, ai fica com isso na cabeça e esquece que o livro é uma critica aos rumos da humanidade estava sob o capitalismo.


Hugo.Izidoro 07/05/2020minha estante
vdd


lia 18/08/2020minha estante
O livro é totalmente uma critica ao capitalismo e a forma como a sociedade capitalista é organizada. Wells era um socialista e não um crítico desse sistema.




Juh 05/08/2020

É daqueles livros de Ficção científica que eu me pergunto: Como eu não li antes? Estou empolgada para ler mais do autor. É um livro super rápido, não fosse o trabalho e a faculdade, eu teria terminado em algumas horas!
No século XIX, sem nem metade da tecnologia que temos hoje, saber a mentalidade sobre o futuro que o Wells tinha, é fascinante.
O livro fala de um futuro bem longínquo, o viajante vai para o ano de 802 mil e tralalá.... ano inimaginável de como será nosso planeta para nós. Creio ser o primeiro livro que leio que vai para tão longe, e o melhor é a grande crítica social que o autor faz, já que ele próprio era bem engajado na vida real. O viajante do tempo chega em uma sociedade separada por classes totalmente distintas e modificadas e não menos decadentes, o livro trata ligeiramente de gênero tbm, o que achei bem legal para o ano em que foi escrito.
comentários(0)comente



Fer Paimel 24/04/2021

Divertido
Esse livro tem no kindle unlimited e peguei para ler após indicação de uma amiga. Não gostei muito, não me marcou, mas teve seus momentos relevantes...
Penso que existem outros livros com essa temática sci-fi mais envolventes e interessantes.
Um bom livro para ler junto de outros mais técnicos ou deprês...
comentários(0)comente



Raquel 12/07/2020

Nota: 5/5
Maior surpresa literária do ano. Eu não conhecia esse livro, estava de graça pelo prime reading e resolvi ler um capítulo pra ver como era. Não consegui mais parar de ler, é uma leitura simples mas que te prende e te deixa muito curioso pra ver o que vai acontecer no final. A forma dele de descrever os objetos e as paisagens é muito bonita.
comentários(0)comente



Diego Vertu @machimbombo_literario 05/09/2020

Um clássico rápido e reflexivo
Em a Máquina do tempo, acompanhamos o relato de um viajante que constrói uma máquina capaz de atravessar o tempo. O viajante chama alguns amigos para contar-lhes sobre sua viagem. No ano de 802.701 há uma sociedade divida em 2 castas: Os Elois que vivem na superfície e são o que sobrou da espécie humana e os Morlocks, criaturas estranhas que vivem nos submundos e atacam os Elois. Quando a máquina do tempo some o viajante terá que ir as profundezas em sua procura e enfrentar os Morlocks.
Leitura muito fluída e gostosa, reflete bem a questão da desigualdade social e o destino humano. As explicação científicas são bem feitas, principalmente quando fala do tempo ser uma quarta dimensão. A ideia poderia ser melhor desenvolvida, não há explicação como a máquina do tempo foi construída, algumas explicações melhor sobre os Morlocks e os Elois. Recomendo a leitura.
comentários(0)comente



Aline.Deodato 22/04/2020

Wells e a ideia de Máquina do Tempo e Quarta Dimensão(tempo)
O tema é espetacular e inventivo porém em alguns pontos a estória não é bem desenvolvida.
O futuro da humanidade aqui é diferente do que nós imaginamos, principalmente em relação a tecnologia e conhecimento avançado.
comentários(0)comente



Karol 17/10/2020

Viagem no tempo
H. G. Wells usa ideia da viagem no tempo para fazer uma crítica às divisões de classe na Inglaterra do século XIX. Sem nenhum romantismo, a brilhante inteligência dos seres humanos vai se perdendo, enquanto ricos e pobres evoluem, dando origem a duas espécies diferentes. De um lado, os aristocratas, representados pelos doces e frugais Elóis, que não tinham nenhum trabalho a não ser contemplar a beleza da vida. Do outro, os brutais Morlocks, trabalhadores forçados a viver no submundo e sobreviver com os restos que eram dados a eles.
O livro é curto e vale muito a leitura.
comentários(0)comente



Sibery 09/10/2020

Nostalgia do futuro distante
Livro rápido e de narrativa fluida. Não é o tipo de história cheia de descrições e imagens cinematicas, mas tem mais ação do que eu estava esperando. E mais mistério.

Eu já li O Ovo de Cristal, do HG Wells, mas A Máquina do Tempo é ainda melhor. As reflexões são interessantes. E as criaturas do futuro, os Morlocks e os Elois, são o ponto alto da história. Eles me lembraram os podlings e os Skeksis do Cristal Encantado.

Queria um fechamento melhor para Weena, minha favorita.

Gostaria também de elogiar o tom nostalgico do livro, ainda que se passe no futuro distante. Para mim, foi uma história marcante, da qual nunca vou me esquecer.
comentários(0)comente



ramslaymer 19/09/2020

De grande relevância, mas não tão cativante.
Dá sim para identificar em cada linha escrita por H.G. Wells o porquê da sua relevância e pioneirismo na ficção científica.
O livro trás conceitos interessantes sobre o tema, sobre esse futuro distópico com uma extrapolação do desenvolvimento social humano influenciando na sua evolução como espécie.
Interessante?! Sim! Cativante?! Pra mim não foi muito.
A narrativa não me convenceu muito, a forma como a história é contada e até mesmo o desenvolvimento dessa sociedade já não parece fazer mais sentido em 2020, mesmo com projeção em um futuro tão distante! Pois bem, mas com certeza é uma leitura rápida e obrigatória pra quem gosta do tema!
comentários(0)comente



Yasmin.Latchuc 03/07/2020

Uma obra atemporal (rsrs)
O livro narrado pelo "Viajante do tempo" trata de uma maneira única a sempre especulada viagem ao futuro. Ao parar no ano de 802.701 d.C, o narrador se depara com um destino da humanidade totalmente diferente do que se esperava.

Com a primeira publicação em 1895 o livro é realmente uma obra atemporal, salvo o trocadilho, ele trata de questões sociais e morais que até hoje afligem os seres humanos.

Além de ser um livro de ficção científica, ele tem uma abordagem diferente que deixa a obra incrível.
comentários(0)comente



Heloiza.Oliveira 20/03/2021

Uma obra para ser primeira.
Leitura graciosa, fluida, bem escrita, detalhada, fantástica e cientifica na medida certa. Obra para colocar na lista primeira dos pequenos cientistas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Vitor 06/08/2020minha estante
Tenho esse em ebook, não vejo a hora de ler!




Felipe 12/07/2020

Em "A máquina do tempo" acompanhamos a jornada do Viajante no Tempo (como ele é referido no livro). Influenciado pela dominação das máquinas pelo homem, o protagonista cria seu protótipo, capaz de controlá-lo em suas viagens. Em dado momento ele se encontra no distante ano de 807 mil... no que ele chama de o mundo transformado em um grande jardim, com os seres humanos convivendo em harmonia com a natureza, porém, com o intelecto muito restrito, sendo todos os Elois (evolução da espécie humana da época) muito parecidos entre si, tanto homens quanto mulheres. Em dado momento ele descobre o submundo da Terra, onde habitam uma subespécie de nossa evolução, os chamados Morlocks, que só saem desse subterrâneo em noites de lua nova, no completo escuro.
As descrições das paisagens soam interessantes, prendendo nossa atenção em muitos momentos, apesar de ser concentrar em um único local, Londres, e apresentar uma versão eurocêntrica. Bom livro, que vale a leitura para um primeiro contato com sci-fi.
comentários(0)comente



JL Marcal 14/12/2020

Muito bom
História curiosa e bem fluida. Gostei bastante e recomendo!!!!
comentários(0)comente



379 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |