Ecos

Ecos Pam Muñoz Ryan




Resenhas - Ecos


232 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Jaine.Rosa 19/02/2020

A "trilha" de uma gaita mágica!
Conhecemos Otto que ao brincar de pique-que-esconde acaba se perdendo na floresta enquanto procurava um local para se esconder. Exausto, lembra de estar carregando um livro chamado "13° Gaita de Otto Mensageiro", que havia comprado de uma cigana em uma de suas visitas ao vilarejo. Acomodado em um tronco de árvore ele resolve começar a leitura, relembrando que adquiriu justo aquele livro por constar seu nome no título.
Neste livro que que agora faz companhia ao Otto, vamos conhecer uma fábula com três princesas: Eins, Zwei e Ter o, que são entregues a "parteira", com o pedido que as matassem, deixassem morrer de fome ou até servirem de comida aos animais da floresta. O pai (o rei) queria um primogênito homem, para que pudesse herdar seu reino por isso as instruções que se deu para que sumissem com as meninas, porém elas foram entregues a uma bruxa para não serem mortas e ajudavam em afazeres.
Até que Otto ao levantar os olhos do livro se vê diante das três irmãs na floresta.
Seria realidade? Seria magia?
Seria então o encontro da magia com a realidade?
Elas tocam a gaita (comprada pela mesma cigana viajante) que carregam consigo e pedem a ele para passar adiante quando ele entender que será a hora, e então assim, ele ajudará as princesas a salvar uma alma a beira da morte para que elas encontrem o fim da própria história que não foi escrita
.
Na viagem junto com.a gaita conhecemos pessoas, lugares e épocas diferentes:
* 1933, Outubro. Friederich , Alemanha.
* 1935, Junho . Mike e Frankie, Filadélfia, Pensilvânia.
* 1942, Dezembro. Ivy, Dezembro.

1933
Friederich Schmidt nasceu com uma marca diferente em seu rosto, o que fez com que ele fosse tímido e tivesse receio das pessoas. Após sofrer bullying na escola, fazendo gestos de maestros e os deboche por causa da sua marca de nascença , seu pai decide tentar intervir para que ele continue uma vida normal, mas mantendo êxito fica decidido que Friederich irá sair da escola e tera aulas em casa com seu pai.
E tudo isso se passa na época da Alemanha Nazista, começando a se estabelecer no país.
Friederich começou a ajudar na fábrica de Gaitas, onde seu pai e tio trabalhavam, já sua irmã está se tornando uma fiel seguidora de Hitler e praticamente "ameaça" denúncias a famílias por terem livros, vinis de músicas, e etc que o nazismo não aceitava, assim como amigos judeus, claro que ela não denuncia, mas os alerta de que vai correr perigo podendo então cair atrás das grades.
E então acompanhamos a vida desta família em um dos períodos mais difíceis e então Friederich ao polir gaitas na fábrica encontra uma diferente das demais e a leva consigo.

1935
Conhecemos os órfãos Mike e Frankie , após a triste morte de sua vó que escolheu a dedo um orfanato que tinha um piano justamente por a paixão por música que existia na família e verem sua avó dando aulas de piano.
Mike por ser mais velho dos dois irmãos tenta protege -lo e cumprir a promessa deles ficarem juntos, evitando que tentassem adotar somente um dos dois. Depois de meses com o perigo de seu irmão ser adotado Mike corre o risco de ir para alguma fazenda trabalhar. Até que a dona do orfanato coloca o piano a venda e em seguida aparece um senhor a procura de uma criança "musical" para adotar.

1942
Ivy está feliz com o nunca, e espera que agora deu Lá seja permanente uma vez que sua família tem de se mudar seguidamente.
Feliz com a escola, amigos, família, casa, vizinhos e com seu talento e a oportunidade na música, com uma apresentação solo agendada na rádio local, porém infelizmente isso acaba não acontecendo.
Logo depois de seu irmão se alistar no exército para lutar contra os nazistas...sua família precisa se mudar da cidade.
Seu pai ficou encarregado de cuidar da casa de uma família de japonês que foram enviados para um campo de concentração dos Estados Unidos, porém Ivy só soube disso depois de algum tempo.
Depois do ataque do Japão a Pearl Harbor, todos japoneses que vivam nos Estados Unidos ficaram marcados, afetando a todos.
Ivy então faz novas amizades e apesar de nem tudo ser como ela queria/gostaria ainda assim está feliz.
E no final entendemos o "M" de mensageiro daquela linda e mágica gaita.

-
Por mais que eu esteja ciente de algumas das coisas que aconteceram nos períodos das guerras, principalmente estudando na minha época escolar e após isso com os livros, videos, fotos e pesquisas sobre.... porém não temos noção da tamanha imensidão que algo assim fez na vida de todas as pessoas.. e com esse livro foi como se eu sentisse na pele a dor e o sofrimento.
Aqui li com a alma, senti o coração aquecido, chorei muito (principalmente na segunda parte) e entendi o quão importante é tentar seguir em frente por quem amamos.
Olhar e tentar se colocar nos lugares das crianças citadas em cada uma das histórias é doloroso. O medo, a política, a religião...enfim eles se tornam escravos disso e tão pequenos tem que viver se limitando, com medo de como agir e falar.
A música, sabemos como a música faz bem para a alma e com os passar dos anos o quantos estilos que surgiram , mas mesmo assim é um refúgio onde podemos expressar o que muitas vezes nao saem em palavras.
A forma como a gaita entrou a vida de todos e refugiando, aquecendo seus corações e trazendo uma onda mágica para cada vida e todas elas se interligando, isso foi mágico e isso pode ser real... sendo assim também pensei no consumismo no ato de colecionarmos coisas que poderiam ser de serventia aos demais e a assim tambem construir uma história.

O personagem aqui para mim , o principal, é a gaita, além disso uma reflexão sobre amor, bens materiais, amizade , família, religião, política, caráter, lei da atração...

Apesar de achar um pouco lento , mesmo tendo uma escrita leve.
Recomendo a todos.
Um livro que será sempre atual e uma boa leitura.

Qualidade da editora Darkside como sempre espetacular. Seguido por uma capa azul linda com ilustrações em preto por dentro um laranja incrível com o marcador e corte de página também nesta cor. A diagramação impecável como sempre facilitando a leitura.
comentários(0)comente



Hue 13/08/2020

? Ecos | 5? | Pam Munoz Ryan.
"Seu destino ainda não está selado. Até na mais sombria noite uma estrela brilhará, um sino soará, um caminho será revelado."
.
?Ecos vai nos apresentar três contos em diferentes tempos e lugares, mas tudo conectado por uma profecia e rodeado de MUITA música.
.
1933 - Alemanha - o menino Friedrich Schmidt que era de família judia, encontrou na fábrica de gaitas (onde seu pai trabalhava) um talento até então desconhecido. E após o partido nazista roubar tudo o que ele mais amava; foi na música e na esperança de uma vida melhor que ele lutou pelos seus sonhos.
.
1935 - Pensilvânia - os irmãos Flannery: Mike e Frankie, que viviam em um orfanato na esperança de encontrarem um lar e continuarem juntos. Encontram uma oportunidade (após uma demostração do talento de Mike no piano) que mudariam as suas vidas. Mas tudo parecia um sonho até um incidente ocorrer.
.
1942 - sul da Califórnia - Ivy Maria Lopez era uma menina muito inteligente e tinha um talento incrível com a flauta. Porém, após tantas mudanças e tantas despedidas, essa encontrou uma oportunidade de mudança para sua família. E foi na música que ela encontrou forças e determinação para cuidar e ajudar quem ela amava.
.
Ecos é uma estória incrivelmente construída e emocionante! A autora usou da música como um elemento para trilhar o caminho dos personagens até o final do livro. A gaita (sendo o símbolo chave do livro) leva de geração em geração a mensagem de superação e força de vontade. Carregando uma profecia.
.
?Uma estória que tem muito o que somar!
.
Pam Munoz Ryan tem uma escrita tão fluída e uma capacidade de construir personagens tão cativantes, com suas particularidades e singularidades; que encantam qualquer leitor! Eu fiquei encantado com o final do livro e como ela conseguiu desenvolver a conexão dos contos, nos deixando com o coração quentinho e cheio de aprendizados.
RECOMENDO muito para qualquer tipo de leitor??.
comentários(0)comente



Jéssica 17/05/2020

O poder da música!
Esse livro é uma pérola: tanto na questão visual quanto no conteúdo da história. Li a versão física e gente, que livro lindo. Capa dura, páginas em papel com qualidade superior, lindo design. A história não deixa nada a desejar. É uma história sobre o poder da música na vida de pessoas que passam por situações difíceis, e para pessoas que tocam algum instrumento, como eu, ou para aquelas que realmente amam música, tem um escrita muito tocante! O livro é narrado sobre 4 perspectivas diferentes, no período da Segunda Guerra Mundial, e nos leva desde a Alemanha no início do nazismo até os EUA pós ataque de Pearl Harbor. É muito interessante como a relação dos protagonistas com a música é capaz de dar-lhes força mesmo nos momentos mais escuros, e também a ligação especial desta força com uma "gaita mágica" que viajou o mundo cumprindo um propósito. É uma leitura leve e emocionante, e ver as histórias se interligando é muito satistório. Recomendo muito!
David 18/05/2020minha estante
Wow! Me interessei por causa da sua resenha. ?




Lisyane 29/09/2020

Livro perfeito! Todo enredo é montado com muita delicadeza para nenhuma ponta ficar solta. A autora te guia tão levemente na escrita que parece q estamos dentro do livro, conectados pela música com aquelas crianças. E leitores de Ecos, não achem que ela não amarra tudo no final, pq amarra!!! Simplesmente Maravilhoso!
comentários(0)comente



Dry 19/09/2020

"Gute Reise".. Boa viagem
Não sei nem como dizer o quanto eu amei essa história, fazia tanto tempo que eu não me apegava a personagens, como eu me apeguei a essas crianças, eu realmente me senti na história, era como se eu fosse amiga delas e estivesse passando com elas cada linha do livro, toda vez que algo dava errado chegava a me dar um aperto no coração, pela forma como a autora deixou diversos pontos tão realistas, ainda mais historicamente falando do nacismo.
Amei a história, a forma como tudo acabou ligado de uma forma que realmente se encaixou, o final tbm não poderia ter sido melhor, mas confesso que foi difícil me despedir desse livro tão surpreende.
comentários(0)comente



Fran 24/02/2020

Resenha de "Ecos"
Olá, pessoal! A resenha de hoje é sobre o livros "Ecos" da escritora Pam Muñoz Ryam. Obra original dos Estados Unidos de 2015, foi publicada, pela primeira vez, no Brasil, pela @darksidebooks, em 2017. Contém 368 páginas.
Trata-se de quatro histórias de crianças que tem em comum o amor pela música, a história de Otto, um garoto que se perdeu na floresta mas que conseguiu ser salvo com a ajuda de três irmãs mágicas, a história de Friedrich Schmidit, um garoto alemão que vê seu sonho de ser maestro ao entrar no conservatório de música ser interrompido pela ascensão do partido nazista, a história de Mike Flannery, um garoto que mora em um orfanato insalubre e teve que abandonar a paixão pelo piano por preocupar-se com o bem-estar do seu irmão mais novo, Frankie, e com a incerteza de ser acolhido por algum lar e, por último, a história de Ivy Maria Lopez, que sempre sonhou em participar de um coral e tocar instrumento mas foi obrigada a amadurecer cedo demais ao ter que acompanhar os seus pais em uma nova jornada para uma fazenda de uma família japonoesa que encontra-se em um campo de concentração e é reprimida pela vizinhança.
Sobre o que eu achei: são histórias lindas, cativantes, que enche o leitor de emoção e não tem como não se sensibilizar com as histórias. Todas as quatro histórias possui um gancho que se conectam uma a outra, as músicas citadas são saudosistas, os personagens ao tocarem músicas remetem a boas lembranças e nós, leitores, conseguimos sentir esses momentos, é um livro bastante sensorial. Sobre as crianças, ambas possuem um coração puro, bom, que não são corrompidos pela perversidade dos adultos, mas são crianças sofridas, tristes que tememos tornarem-se deprimidas. A história mais comovente, para mim, foi a de Friedrich, porque percebi que o sofrimento, no período de guerra, era algo abrangente a todos, embora fosse mais cruel ao alcançar uma criança. E sobre a edição do livro, não sou muito apegada a isso, mas está muito linda, impecável e condizente com o belo texto que o acompanha.
Recomendo este livro para quem gostaria de aquecer o coração com uma leitura comovente de contos sobre a infância.
comentários(0)comente



Dani do Book Galaxy 27/02/2020

Uma rapsódia de inspiração
"Ecos" foi uma leitura que me fez sorrir, mas também me fez chorar. Sobretudo, foi uma leitura que me inspirou e emocionou a ponto de me deixar arrepiada. Na verdade, no momento estou até tendo uma certa dificuldade em encontrar as palavras certas para descrever o nível de emoção ao qual esse livro conseguiu me levar durante sua leitura.

Flertando com os contos de fadas alemães e abusando da beleza da música como inspiração, Pam Muñoz nos apresenta três histórias sensíveis e que nos toca profundamente. Vivendo durante a época do Holocausto, três personagens terão suas vidas transformadas pela música, e seus destinos delicadamente entrelaçados por fios de seda que ecoam pelo tempo e espaço.

Aliás, eu considero a própria "Música" como uma personagem determinante desta história. A autora nos leva ao mundo mágico da música clássica, nos apresentando canções tradicionais, a beleza dos instrumentos, o arrepio causado por uma nota de violoncelo, a delicadeza grave de uma tecla de piano ecoando em uma sala vazia. Tudo isso enquanto acompanhamos personagens humanas e apaixonantes.

Música clássica sempre foi algo que me inspirou fortemente. Não raro, eu choro bastante durante concertos e shows em que posso presenciar a beleza deu uma orquestra tocando ao vivo; sinto em meus ossos a força dos instrumentos, a beleza das cordas, as notas me envolvendo a ponto de me arrancar lágrimas.

A leitura de "Ecos" foi assim.
Acompanhar a história de Friederich, Mike e Ivy foi como assistir a uma orquestra tocando em minha frente: desde os arrepios até a ligeira aflição nas partes tensas dando lugar às lágrimas no clímax. Me doei de corpo e alma a essa história, assim como o faço quando estou escutando música.

Assim como um maestro rege a orquestra sabiamente, determinando exatamente o que cada instrumento deve fazer para compor algo incrível, Pam Muñoz tece as histórias de Ecos como a melhor das sinfonias, despertando em mim um tipo de emoção muito especial e que associo a poucas coisas na minha vida.
Pedro 27/02/2020minha estante
Esse livro entrou no meu coração e nele se hospedou até hoje


Dani do Book Galaxy 27/02/2020minha estante
É perfeito! Fazia tempo que não me emocionava assim com um livro




Cintia.Oliveira 19/08/2020

Lindo e emocionante
"SEU DESTINO AINDA NÃO ESTÁ SELADO. ATÉ NA MAIS SOMBRIA NOITE UMA ESTRELA BRILHARÁ, UM SINO SOARÁ, UM CAMINHO SERÁ REVELADO."
Lindas histórias, livro emocionante, tudo gira em torno da música. Até sem palavras para expressar o que senti com essa leitura. Recomendo e muito. Amei.
comentários(0)comente



Pandora 22/08/2017

Este livro é um conto de fadas cuja esperança vive através da música. Mas é também um livro sobre preconceito, segregação, amizade, carência, amor, talento, superação e esperança.

Otto é um garotinho que se perde na floresta enquanto brinca com os amigos. Lá, numa clareira, ele encontra três irmãs que foram vítimas de um feitiço:

"Chegaram aqui por uma mensageira.
Devem partir da mesma maneira. De forma humana não sairão.
Seus espíritos como o vento soprarão.
Salvem uma alma à beira da morte ou aqui definharão à própria sorte."

Elas dizem a Otto que seus espíritos só conseguirão sair do círculo de árvores em um instrumento de sopro. Por um mensageiro. O garoto lhes mostra então sua gaita - que uma cigana lhe dera - e cada uma delas toca uma melodia diferente, mas que juntas, formam uma perfeita canção. Elas o fazem prometer que, quando chegar a hora, ele passará a gaita adiante. Quando o menino indaga como saberá qual é a hora e para quem dar o instrumento, elas respondem: "Você saberá".

Muitos e muitos anos se passam e a gaita chega a outras mãos: a Friedrich, um menino alemão imaginativo e musical, que sonha em ser um maestro, mas sofre com a discriminação por ter no rosto uma grande mancha de nascença. São os anos 30 e o nazismo está em ascensão, o que só dificulta seu sonho. Dois anos depois a gaita vai parar nas mãos de Mike, um órfão americano que vive com seu irmão num orfanato e é um exímio pianista. Melhores amigos um do outro, os irmãos temem se separar. Por último, é Ivy, descendente de imigrantes mexicanos vivendo nos EUA em 1942 que, inseparável de sua gaita, sofre com o desprezo dos pais em relação ao seu talento. Após passar a vida mudando de uma cidade a outra, finalmente a família se estabelece na fazenda de uns japoneses que foram enviados a um campo de concentração local, considerados "inimigos dos EUA". Eles têm de cuidar da fazenda para que ela não seja tomada até que a família possa voltar.

Pam fez um livro muito agradável de se ler, apesar de tratar de assuntos sérios e muitas vezes tristes. A narrativa é fluida e a música é o elo entre todas as histórias. Ela soube amarrar tudo com eficiência e leveza e o resultado é um livro lindo que pode e deve ser lido por pessoas de todas as idades.

O projeto gráfico é maravilhoso, na minha opinião, o melhor desta editora.
comentários(0)comente



Nai 14/07/2020

Apaixonante
Ecos foi uma leitura que me encheu de surpresas do início ao fim.
O modo com a autora Pam Munõz desenvolve a história é surpreendente, cativante e emocionante.
E a surpresa está na mistura de contos de fadas, fatos históricos e ficção.
Um livro que você sente prazer de ler a cada página e onde você percebe a paixão pela música ligada pelas histórias antes, durante e após a segunda guerra mundial.
Envolvente, encantador e toca profundamente o coração.
Uma leitura que eu recomendo sem pensar duas vezes.
“Todos precisam de beleza e da leveza da música, principalmente durante as piores épocas”
comentários(0)comente



Kiv 29/07/2020

Mágico
Livro deslumbrante e com um imenso potencial de engrandecer o seu amor pela quarta arte ou fazê-lo brotar. Personagens extremamente cativantes, sensíveis e únicos mas que compartilham uma mesma paixão: a música.
Ambientado no período da 2° guerra mundial, nos apresenta tramas carregadas de sequelas desse cenário, doloridas mas, ainda assim, repletas de magia e amor, o amor compreendido de diversas maneiras.
Capaz de proporcionar uma jornada encantadora, um dos livros mais lindos que já li!
comentários(0)comente



Kal 11/06/2020

Muito lindo
mt gostoso de se ler, todas as história conectadas através da música, o amor com a música ???
comentários(0)comente



Ju 15/06/2020

MEU DEUS DO CÉU
Cá estou eu, uma mulher que quase não chora com livros, chorando, felicíssima e só querendo ouvir música pro resto da vida.
Livro perfeito, literalmente nenhum defeito!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ayla Mayumi 09/07/2020

Ecos
Meu Deus! Que livro maravilhoso! É envolvente, forte, sabe desenvolver os personagens e tbm cada história, que mesmo sendo curtas, você se envolve e se importa com cada coisa que acontece com eles. Não sei nem descrever que experiência boa foi ler esse livro.
comentários(0)comente



232 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |