Solteira Até Sábado

Solteira Até Sábado Catherine Bybee




Resenhas - Solteira Até Sábado


42 encontrados | exibindo 31 a 42
1 | 2 | 3


Jully 12/12/2017

O contrato de casamento de Karen Jones com o astro de Hollywood está quase no fim e tudo estava seguindo perfeitamente conforme o combinado, para o mundo ela era a esposa feliz. Seguindo os preparativos para o seu divórcio ela conhece o cunhado Zach Gardner, que aparece sem ser convidado na festa de comemoração de um ano de casamento. Sua intenção era conhecer a esposa do irmão, que a vinha escondendo da família. O problema é que no momento em que a estonteante loira e o pedaço de mal caminho se encontram, faíscas voam, e se sentem imediatamente e mutualmente atraídos.

Texto completo e outra 3 obras da coleção no blog!

site: https://comentandolivroslidos.blogspot.com/2017/12/serie-noivas-da-semana.html
Maysa Jéssica 17/02/2018minha estante
undefined




Bruna 19/12/2017

Dessa vez temos uma pausa nos tiros, porrada e bomba, ou quase isso rs
O quarto livro da série noivas da semana, toma um rumo e uma ambientação diferente de todos os demais, que envoveram muito mistério policial e criminal aos romances.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Já nesse livro o que prevalece é o drama familiar e amoroso de Michael e Karen
Nosso casal (fake) já conhecido do livro anterior,agora já estão a uma ano casados e faixada de felizes para sempre parece intacta, até que o irmão dele aparecer e provoca uma rachadura.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Karen e Zach tem uma quimica imediata. Mas tudo piora quando o casal resolve visitar a grande, barulhenta e amorosa familia de Michael, numa cidadezinha em que todos cuidam da vida um do outro.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Conviver lado a lado com o cunhado gostoso em um casamento frustrado, não vai ser nada fácil, principalmente quando os segredos de Michael parecem não ser tão secretos e alguns começam a suspeitar.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Além do drama principal, a trama conta contou com uma dose extra de drama e conflituos, mas desnecessária diga-se de passagem. Eu gostei do livro e da ambientação longe de armas, tiros e etc. E já vislumbro o que o próximo casal será Judy a irmã de e o melhor amigo de Neil.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Acho que nesse caso vai ser tiro, porrada e bomba como diz nossa filosofia contemporânea Popozuda, Waleska hauahua.
Estou amando essa série! Ótima pedida para um leitura rápida, divertida e leve!

site: https://www.instagram.com/naoemprestolivros/
comentários(0)comente



Lane @juntodoslivros 09/01/2018

Vamos casar???
Quem leu o livro anterior teve um vislumbre e sabe que Karen, nossa atual protagonista, casou com Michael pela agência de casamento Alliance que pertence à suas amigas. Michael é ator e gay. Ele decide arranjar uma noiva de mentira para não ter que dar explicações do por que não se relacionava com as mulheres com quem aparecia diante das câmeras. Com isso Michael e Karen tinham estipulado no contrato de que ficariam casados por um pouco mais que um ano e depois cada um seguiria seu rumo.

Os dois se tornaram bastante amigos durante o ano de casamento e estão com planos para a festa de divórcio em alguns meses, quando uma visita inesperada bate em sua porta: Zach, o irmão de Michael. E ele veio intimar que os dois devem visitar a família para que todos possam conhecer Karen. Agora os dois devem passar algumas semanas com a família de Michael e fingir que são casados de verdade.
O que ninguém contava era atração que Zach iria despertar em Karen e vice-versa. Karen sabe que é impossível ficar com ele por conta de sua situação de esposa de mentirinha, além de Zach achar que está traindo seu irmão querendo ficar com a esposa dele. O que resultará disso tudo?

A edição segue o padrão das capas anteriores, com uma noiva na capa, mesmo que algumas nem combinem com as protagonistas. As folhas são amareladas e um ótimo espaçamento entre as letras. A narração está em terceira pessoa e com foco em Karen e Zach.

Em Solteira Até Sábado, temos a história da humanitária Karen. Foi justamente para montar o seu próprio abrigo para adolescentes que Karen aceitou casar com Michael. Como dinheiro que ganharia, ela pretendia fazer um centro juvenil. Ela não suporta ver uma criança sendo renegada sem tentar ajudá-la e é o tipo de mulher que ajuda sempre os necessitados sem medir as consequências. E algumas delas pode metê-la em encrencas grandes. Fiquei muito apaixonada por esse jeito dela e até agora ele foi minha mocinha preferida.

Já sobre Zach Gardner não sei muito o que falar. Acho que ele ficou um tanto apagado por conta da relação de Karen com Michael. Confesso que achei a participação desse mocinho um tanto apagada. O foco ficou muito mais nas ações de Karen, mas pode ter me passado essa impressão por eu ter curtido muito o jeito de nossa altruísta. No entanto, próximo ás cenas finais Zach teve mais atitude e ficou mais firme na história.

Fico tão feliz que a série Noivas da Semana só melhora a cada livro!!! Cada livro passa por uma evolução e é lindo acompanhar os casais antigos e os novos se formarem. Adoro essa interação! Romances clichês e fofos é com a Catherine Bybee mesmo! Solteira Até Sábado é o quarto livro e temos mais três. Já estou ficando com saudades. Quero mais livros!!!

site: http://www.lagarota.com.br/2018/01/livro-solteira-ate-sexta-catherine-bybee.html
comentários(0)comente



Monique 07/02/2019

"Solteira até sábado" é o 4º livro da série "Noivas da semana", escrito por Catherine Bybee.
Nele temos a história de Karen que no livro anterior se casou com Micheal, um astro do cinema de Hollywood.
O casamento foi produzido pela agencia de casamentos Aliance, na qual Karen trabalha. Michael recorreu a agencia, porque precisava se casar para disfarçar que é gay e apagar os rumores para manter sua carreira.
Com o acordo Karen levou uma boa grana e deveria ficar casada pelo tempo de 1 ano e meio, mas o que ela não contava era de conhecer e se apaixonar por Zach que é irmão de seu marido de fachada.
Já conhecemos Karen dos livros anteriores e ela é uma mulher tímida, reservada e que além de trabalhar na Aliance trabalha na ONG "Boys and Girls" e faz um trabalho lindo com as crianças.
Zach é um homem de família. O filho mais velho que abriu mão das próprias vontades para ser o filho perfeito e não decepcionar os pais. Vivendo uma vida calma e tranquila na pequena cidade onde nasceu. Um tipico homem do interior.

"Dizer adeus a alguém que se ama sempre dói."

Zach vai até a LA para saber porque o irmão se casou a mais de 1 ano e ainda não apresentou a esposa para a sua família. Ao chegar na casa do irmão, ele conhece a cunhada e a atração é inegável.
Temos ainda Michael, um homem que vive longe de sua família, mas sob todos os holofotes de Hollywood. Carinhoso e de bom coração, ele esconde do mundo seu segredo e encontra em Karen um amiga com que pode se abrir e contar.

"Não deixe ninguém te dizer como viver"

Alguns temas importantes abordados neste livro, como o preconceito da sociedade em relação aos gays e como eles vivem tentando se esconder o que realmente são e sentem. O livro fala ainda de abuso sexual e violência domestica. Mas também temos amizade, amor, a importância e a falta da família e como ajudar as pessoas nos faz bem.

"Eu quero você para sempre, Karen. Quero passar cada momento com você ao meu lado. Quer se casar comigo?"

Os outros personagens são ótimos! A família Gardner é maravilhosa, Becky e Nolan são muito fofos e sofridos!
Eu amo esta série e como os personagens de todos os livros se entrelaçam nas histórias uns dos outros. Esse casal é um dos meus preferidos!!
Já emendando a leitura do Livro 5! Vem Judy e Rick!!
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 26/04/2018

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Nunca pensei que iria me viciar tanto quanto estou com a série Noivas da Semana. Em Solteira Até Sábado, temos a história do casal Karen e Zach.

A história de Karen começou a ser introduzida em Noiva Até Sexta e eu já gostei de cara da personagem. Se tem uma palavra que pode definir Karen, essa palavra é altruísmo. Ao longo do livro vamos saber de alguns detalhes bem ruins da vida dela, o que poderia tê-la levado para outro caminho, mas ela decidiu tirar disso uma lição e sempre ajudar a quem já passou parecido.

Além de altruísta, Karen é uma moça alto astral, divertida e bem observadora. Quando ela se vê atraída pelo irmão do seu “marido”, ela sabe que não pode ceder a tentação. Não por si, mas pelo motivo de Zach não saber que seu casamento é de fachada.

Zach foi um mocinho que me conquistou pelo seu charme, o que é algo que exala das páginas. Ele é um cara de sacrifícios, principalmente em nome da família. Então imagina só como fica a cabeça do cara quando ele começa a ter pensamentos bem +18 com a mulher do seu irmão? Pelo bem de sua família e o amor e respeito que tem por Michael, ele tenta se afastar, mas sabe né… o destino não colabora muito.

Uma característica que adorei no casal é o senso de lealdade de ambos. Durante o tempo de casados, Michael e Karen se tornaram grandes amigos e a mulher é bastante leal a ele, não tomando nenhuma atitude em relação a Zach antes de ambos colocarem as cartas na mesa. O mesmo caso é com Zach. Apesar de não saber sobre esse lance de casamento de mentirinha, o senso de lealdade com Michael faz com que Zach se mantenha afastado de Karen, mesmo quando ela conta sobre um possível próximo divórcio… Porém, quando Karen mais precisa, ele está ali a apoiando, deixando um pouco seus sentimentos de lado.

De primeira eu achei que iria me incomodar com o lance entre Zach e Karen. Não que ela estivesse traindo Michael, mas Zach estava no escuro sobre essa situação toda. Foi bem legal como a autora trabalhou tudo isso, sem ficar algo forçado ou que incomodasse pessoas, assim como eu, que não curtem esse lance de traição.

A química entre Zach e Karen é bem visível e as interações entre os dois são maravilhosas. Porém, vou destacar a amizade entre Karen e Michael. Michael sabe do sacrifício que Karen está fazendo ao ficar do seu lado como esposa, mesmo encontrando uma grande amiga e uma pessoa para desabafar sobre sua situação. Em certo momento, ele pisa na bola legal, sabe disso e corre atrás para reverter. Queria muito um livro onde ele tivesse o seu final feliz.

O clã Gardner também merece destaque. Apesar de demorar a aprender o nome de todo mundo (sou bem lesada nesse aspecto), vemos como a família ama Michael e se ressente um pouco sobre o fato dele ter escondido o casamento. OK que o papai Gardner não foi muito do meu agrado no começo, mas ele conseguiu me conquistar também.

Vou parar de subestimar Catherine no quesito plot twist. Quando eu penso que ela não pode mais fazer algo do tipo, ela vai lá e faz. OK que todos são bem no estilo novela mexicana do SBT, mas eu super me diverto porque 1- foi algo que eu imaginei que poderia acontecer e 2- a sequência desse acontecimento foi um tanto engraçada, mas bem escrita e desenvolvida.

Assim como nos livros anteriores, a história do casal do próximo livro foi introduzida. Gostei muito da interação de Judy (irmã de Zach e Michael) e Rick (amigo de Neil) e pela sinopse de Conquistada Até Terça, com certeza ele não vai me decepcionar.


Leia mais resenhas em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/

site: https://balaiodebabados.blogspot.com.br/2018/04/resenha-274-solteira-ate-sabado.html
comentários(0)comente



Cah 10/08/2018

RESENHA: Solteira Até Sábado (Catherine Bybee)
Olar pessoinhas, tudo beleza com vocês?
Hoje a resenha é sobre o quarto volume da série "Noivas da Semana" da autora Catherine Bybee, estou falando de "Solteira Até Sábado".

Aqui nós vamos conhecer a Karen, amiga das nossas protagonistas anteriores e também vamos conhecer Zach, irmão mais velho do marido de conveniência de Karen.
Logo no inicio sabemos que Karen está casada com Michael, um ator super famoso de Hollywood mas que é gay e ainda não está preparado para se assumir para todos e principalmente, para a família.
Assim que Karen e Zach se conhecem faíscas voam por todos os lados e a atração é instantânea. Porém, Karen sabe que não pode contar a verdade para ele porque o segredo que guarda não é apenas dela e Zach sabe que não pode de jeito nenhum sentir atração pela esposa de seu irmão mais novo.
Michael e Karen decidem então voltar a cidade natal do ator para que ela finalmente seja apresentada para a família dele depois de um ano inteiro de casados, claro que Karen terá de esconder o segredo dos familiares bisbilhoteiros e ainda terá que controlar a atração que sente por Zach.

O quarto volume da série foi realmente um livro muito gostoso de ser lido, está entre os meus favoritos dos quatro volumes. Karen é uma protagonista forte e com atitude, Zach é um personagem apaixonante e super dedicado em relação a tudo que acredita e Michael é um dos personagens mais engraçados que já encontrei em um livro. Sem contar com os personagens secundários que são sem sombra de dúvidas incríveis.
A leitura é super fluída e muito rápido de ler, deixando o leitor emergir na leitura com muita facilidade. A história em si e as reviravoltas são coisas que deixam o leitor curioso em relação ao que irá acontecer nos próximos capítulos e nos próximos livros da série!

Karen também esconde um segredo de sua infância que nos deixa super ansiosos para descobrir o que é, apesar de eu achar que a autora poderia ter abordado mais sobre o assunto, foi algo que eu gostei muito de ler.
No meio da história também somos pegos de surpresas por um plot twist que nos deixa de boca aperta, e a autora finaliza todos os assuntos abordados no livro com muita maestria.
Levou uma classificação de 4.0 estrelas no Skoob e super recomendo tanto esse livro como a série completa.

Me conta aí se você já leu esse livro e o que achou ou me conta se quer ler e quais são as suas expectativas em relação a obra.
Beijos da Cah ♥

site: http://garotabibliotecaria.blogspot.com/2018/08/resenha-18-solteira-ate-sabado.html
comentários(0)comente



Berta / @leitoresestranhezas 19/08/2018

Eu adorei esse livro, mesmo ele não ficando entre os meus favoritos da série! A autora permanece com a mesma narrativa fluida e cativante, ela nos traz um romance com essa pegada de ação. Neste livro a ação não é tão presente como ocorre no livro anterior, mas ainda é presente! . Eu adorei a Karen e sua simplicidade, ela já havia chamado a minha atenção desde o primeiro livro e eu gostei muito da história dela, realmente atendeu as expectativas, e o Zach, como todos os mocinhos dessa série conquista qualquer um!
. A melhor coisa desse livro foi que nós matamos a saudade dos personagens dos primeiros livros e já temos um gostinho dos personagens do próximo livro! . 💬 Com esse enredo inovador, uma narrativa fluida, Catherine Bybee da continuidade a série Noivas da Semana mantendo o nível excelente dos livros!
.
comentários(0)comente



@injoyce_ 26/08/2018

Solteira até Sábado
Karen tem um casamento de fachada com Michael, ele precisava de uma mulher para esconder seu segredo de Hollywood.
Com um casamento arranjado, Michael queria esconder tudo de sua família. Mas sua família estava curiosa para conhecer sua esposa.
Após conhecer a família de Michael, Karen tem uma enorme atração pelo irmão de seu marido, seu divórcio só está para sair daqui a seis meses, será que Karen irá aguentar mais seis meses para se unir a seu novo amor?
O livro mais fofo e emocionante que li. Karen defende os adolescentes com unha e carne e o desfecho me fez descer uma lágrima dos olhos. A série as noivas da semana está se encaminhando muito bem, não teve um livro até o momento em que não gostei. Apesar do tema ser romance, os dramas que desenvolvem os livros é o que me deixa mais envolvida.
comentários(0)comente



Andrea 02/09/2018

Não sei bem definir os sentimentos em relação a esse livro.... como vimos nos anteriores Karen é uma mulher de fibra, preocupada mais com os outros que com ela mesma, merecia uma estória mais leve, mas....
Michael faz um contrato de um ano com Karen para esconder sua opção sexual, na festa de um ano do casamento deles o irmão mais velho aparece e há uma atração entre ele e Karen, o casal para continuar mantendo a farsa viaja para a cidade natal de Mike, como vemos boa parte do livro tem o foco em nele(um cara egocêntrico e egoista) e não no casal em si.... lá Karen conhece Becky, uma menina de 17 anos que vive uma situação de agressão, novamente o foco sai do casal e se volta todo para Becky e Nolan e somente no final, bem no final o livro se volta para o casal. É um livro fácil de ler, mas deixa a desejar, Karen merecia bem mais. Esperando que o próximo seja melhor.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Elisabete Bastos @betebooks 28/12/2018

Casamento arranjado
Casamento arranjado e temporário com um astro de cinema. Está tudo indo certo até Karen a esposa feliz ficar apaixonada pelo cunhado lindo.
Bom romance!
comentários(0)comente



Vanessa França 29/09/2017

Em Solteira até sábado (Quarto livro das noivas da semana) de Catherine Bybee, Karen Jones sabia no que estava entrando quando concordou em se casar com o ator Michael Wolfe: eles permanecerão casados ​​por um ano ou mais para tirar a imprensa da trilha de suas verdadeiras preferências pessoais e depois se divorciarão amigavelmente. Como o que acontece em Hollywood.

Catherine Bybee continua nos presenteando com personagens da vida que são lançados em situações extremas apenas para encontrar o amor de suas vidas em meio ao caos. Nessa história, não só temos um triângulo amoroso entre Michael, Karen e Zach, mas temos um casamento de conveniência com Michael e Karen. O som é complicado? Graças a Deus, não é muito complicado de entender o enredo, mas certamente há muitas emoções complexas rodando em torno de nossos personagens.

Karen desfruta de um casamento de conveniência, enquanto o relacionamento não é preenchido com muita animosidade. E fico feliz em dizer que o casamento de Michael e Karen foi construído em uma amizade rápida mas forte. Eles entraram na situação sabendo que havia um limite de tempo em quanto tempo eles se casariam. Eu pensei que eles eram tão fofos e engraçados juntos, tentando se animar em suas vidas diárias e eles pareciam realmente se importar um com o outro. O trabalho de Karen com adolescentes em risco é bastante admirável depois do que ela suportou como uma adolescente e foi bom ter algo tão realista incluído em uma história girando em torno de seu estilo de vida de Hollywood.

A introdução do irmão de Michael, Zach, foi o catalisador da mudança naquilo que foi uma coexistência extraordinariamente pacífica para Karen e até mesmo nesse ponto. Sentiu-se claro no primeiro encontro de Zach e Karen que eles não poderiam negar a química intensa entre eles. Eu podia entender como eles anseiam que a situação poderia ser diferente para que eles pudessem agir com seus desejos sem machucar Michael (e sua carreira). Como eu disse antes, essa era uma situação extrema, dado que Michael é um herói de ação superstar, mas achei que as emoções subjacentes e seus problemas ainda eram muito confiáveis.
comentários(0)comente



42 encontrados | exibindo 31 a 42
1 | 2 | 3