Ruínas de Gelo

Ruínas de Gelo Kel Costa




Resenhas - Ruínas de Gelo: O Confronto Final


17 encontrados | exibindo 16 a 17
1 | 2


Maria - Blog Pétalas de Liberdade 17/11/2017

Resenha para o blog Pétalas de Liberdade
"- Sasha...
- Vá à merda, sua voz maldita! - Gritei ao me virar na direção da entrada da caverna.
Não havia nada ali, mas eu podia jurar que a voz era feminina e estava próxima. Eu já tinha assistido muito filme de terror para saber que não se deve seguir vozes do além." (página 218)

Para quem não conhece a trilogia, ela se passa num futuro alternativo, pois, nos anos oitenta, os vampiros provaram que não eram lenda e revelaram-se aos humanos, passando a governar o planeta. Mais especificamente, eram os Mestres que governavam: os cinco irmãos e vampiros mais poderosos (por ordem de idade e poder: Klaus, Nikolai, Mikhail, Nadia e Vladimir). Os humanos conviviam bem com os vampiros, até surgirem os mitológicos (centauros e minotauros) que, ao contrário dos vampiros que só bebiam o sangue que era oferecido, matavam vampiros e humanos pelo simples prazer de matar.

"Klaus sorrindo e me chamando de raio de sol só podia significar que eu estava prestes a apanhar. E muito." (página 95)

Sasha, uma jovem de dezoito anos, foi morar com o pai, a mãe e o irmão mais novo na Fortaleza, onde ficava a Morada dos Mestres (espécie de palácio) no que conhecemos hoje como a Rússia. Lá, ela fez amizade com Lara e Kurt, além de ter se metido em muitas confusões que fizeram com que ela ficasse na mira dos Mestres (e dos mitológicos), mas que também chamasse a atenção de Mikhail, começando um relacionamento complicado com ele.

"- Mikhail é contra essa ideia, mas você não tem muitas opções a não ser ir até Oymyakon. Está me entendendo? O que está acontecendo com você é muito mais sério do qualquer outra idiotice que já cometeu." (página 137, Klaus sempre tão gentil com a Sasha, só que não)

E se não bastasse a dificuldade de se relacionar com um vampiro milenar, ser o objeto de ódio da rainha dos mitológicos e ter que tentar escapar da ira de Klaus a cada confusão em que se metia, algo muito estranho estava acontecendo com Sasha, algo que poderia ser fatal. Em "Ruínas de Gelo", Sasha terá que tomar decisões difíceis sobre o seu futuro, além de se envolver no confronto final que poderá livrar ou condenar de vez a humanidade e os vampiros à fúria dos mitológicos.

"Será que o poderoso Klaus salvará a pessoa que ajudou a salvá-lo?" (página 225)

Se tem uma expressão que pode ser usada para definir "Ruínas de Gelo" seria "Parece que o jogo virou, não é mesmo?!". Sabe aquelas coisas que você só sonha como seria maravilhoso se acontecesse no livro? Pois é, em "Ruínas de Gelo" a gente vê alguns dos nossos sonhos mais mirabolantes sendo realizados!

"- Não acredito que você está aqui fora! - Lara riu ao me soltar e avaliar atentamente cada centímetro da minha pele exposta. Seus olhos passaram pelas minhas queimaduras, mas não se detiveram ali. - Não perde uma catástrofe, não é mesmo?
- Parece que eu sou mesmo um imã para confusões, como dizem as más línguas - encolhi os ombros e tentei dar um sorriso mais animadinho." (página 23)

Gente! Temos a Sasha, pela primeira vez na vida, segurando a língua dentro da boca! Finalmente essa criatura pensa um pouquinho antes de agir (não que eu não gostasse do jeito impulsivo dela). Mas também, ela meio que foi forçada a isso, pois já no comecinho o Mikhail faz com que ela perceba que para ele, um vampiro que teve uma vida completamente diferente da dela, também é muito difícil se relacionar seriamente com uma humana. E o que foi o Mikhail apaixonado, gente?! Sendo fofo e carinhoso... Ai meu coração!

"Era difícil acreditar, mas estava acontecendo diante de mim, meu maior pesadelo." (Klaus, página 224)

Acho que só não gostei mais disso do que do Klaus pagando todos os pecados dele. A guinada que a vida do Klaus sofre é esplêndida. Sabe aquela vontade de gargalhar na cara de um personagem? Pois é, senti isso quando vi pelo que o todo poderoso Klaus passou. Mas a autora fez com que a gente pudesse conhecê-lo e compreendê-lo um pouco mais: ele sempre precisou ser o mais forte de todos, o líder de todos, ter tudo sempre sob controle... E para finalizar a seção sonho de princesa (espero estar usando a expressão no sentido certo), temos o Kurt realizando o seu sonho, outro momento em que fiquei maravilhosamente chocada, não acreditando no que estava lendo.

"Pisei até o final do acelerador, tentando fazer com que aquela máquina imprestável funcionasse melhor. Era inacreditável que o automóvel fosse considerado uma das melhores invenções da humanidade. Mesmo os mais velozes ainda eram lentos demais para nós. Fazia com que eu me sentisse preso. Carros eram tão inúteis quanto telefones." (página 208, pra quê telefone se você pode simplesmente gritar dentro da cabeça das pessoas, né, Klaus?!)

Eu amei "Ruínas de Gelo"! Acredito que a Kel não poderia ter dado um desfecho melhor para a trilogia. A escrita dela estava ótima. O ritmo da história foi muito bom. Os personagens me fizeram gostar ainda mais deles. As perguntas que eu tinha (comentei na última resenha sobre os deuses que criaram os vampiros) foram sanadas. Teve romance, teve ação, teve humor... Olhar para a vida da Sasha quando ela chegou na Fortaleza como uma adolescente despreocupada e ver o quanto ela mudou e cresceu é fascinante. E o mais legal é que ela e os demais personagens têm consciência do quanto evoluiram. Enfim, um livro cinco estrelas, uma trilogia cinco estrelas, uma história que eu super recomendo!

"E isso me fez estremecer. Eu queria mesmo me fazer de isca para a rainha dos mitológicos?" (página 281)

A edição da Ler tem uma capa linda e que tem TUDO A VER com a história! Foi mais uma surpresa maravilhosa entender a cena da capa. As páginas são amareladas. A diagramação é boa, com letras, margens e espaçamento de bom tamanho. Tem um detalhe no início de cada capítulo (a narração é feita em primeira pessoa por mais de um personagem devidamente sinalizado no início de cada capítulo). Encontrei alguns erros de revisão.

site: https://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/2017/11/resenha-livro-ruinas-de-gelo-kel-costa.html
comentários(0)comente



@Livrosdami_ 19/10/2017

Ruínas de Gelo
.
.Hoje pela primeira não sei o que posso contar a vocês sobre o livro que acabo de ler.
.A Obra que finaliza a trilogia "Fortaleza Negra", sugou minhas palavras.
.Como uma Boa leitora, não gosto de spoiler, a não ser que eu peça, então com "Ruinas de Gelo - O confonto Final" fica bem difícil contar, até o primeiro capítulo, pois só quem leu o segundo que sabe a angústia que é não saber o que aconteceu.
.O que posso fazer então? Bom posso pedir para que leiam a obra, a trilogia é ótima, para quem gosta de sobrenaturais, romance, guerra e um pouco ou muito e sexo, Super indico.
.Parabenizo a autora #KelCosta pela estória. Por nós proporcionar esse prazer em viajar por um mundo onde humanos e seres diferentes vivem juntos e começam a viver (ou tentar viver) em harmonia. Pq disso podemos tirar a lição e que até mesmo os mais diferentes seres podem e devem viver em harmonia.
.Só queria mais detalhes no final. Kkkkk. Mas acho que a grande maioria quer sempre mais qdo o livro prende não é?
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 16 a 17
1 | 2