O Ladrão de Raios

O Ladrão de Raios Rick Riordan




Resenhas - O Ladrão de Raios


1574 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ketilin 17/02/2017

O Ladrão de Raios
O que falar do meu amor por Percy Jackson? Hahaha

Gente eu sou apaixonada pela primeira série de Percy (Percy Jackson e os Olimpianos), tanto é, que esse ano eu resolvi reler a série completa e finalizar também a segunda série (Os Heróis do Olimpo). Em O Ladrão de Raios, conhecemos Percy, um garoto problemático na escola, disléxico e que vive sendo expulso das escolas em que passa.

Percy descobre da pior forma que poderia, que é um semi deus (filho de um deus com uma humana) e para piorar, um filho dos três maiores deuses que existe.
Eu particularmente, não sou fã do primeiro livro, porém, o autor consegue explicar bem as questões da mitologia que ele utilizou aqui.
Para quem ainda não conhece essa série, vale muito a pena dar uma chance, é um livro rápido e com bastante aventura, o que no meu ponto de vista, acaba se tornando uma ótima combinação.

site: https://www.instagram.com/p/BQgH4UpDyAO/?taken-by=amornapagina
comentários(0)comente



Paraíso dos Livros 16/02/2017

Resenha | Percy Jackson – O Ladrão de Raios – Rick Riordan – Livro 1
O adolescente Percy Jackson vive uma vida comum em seu cotidiano nada animador do ensino médio, sentindo-se por vezes vulnerável por conta de sua dislexia e défice de atenção. Até que sua vida ganha um novo rumo quando situações inusitadas começam a acontecer. A princípio o garoto até pensa estar enlouquecendo, mas sua mãe e seu único amigo Grover fazem revelações que mudam totalmente sua noção de realidade. Assim seus conhecimentos acadêmicos sobre os deuses do Olimpo ganham muito mais sentido em sua vida e até mesmo sua doença acaba se revelando um grande dom.

Esta é a primeira vez que leio algo relacionado com a mitologia Grega, e sinceramente estou feliz por ter iniciado este universo por Percy Jackson. O livro contém uma riqueza de detalhes impressionante, além de fazer o leitor se sentir o próprio protagonista enquanto lê. Isso porque Percy está descobrindo sua verdadeira origem, e evoluindo ao logo das páginas. Tudo se torna uma aventura, tudo é novo para ele, como também é para o leitor.

A história dos deuses, como são constituindo seus reinos e a promessa que fizeram de nunca mais gerar semideuses impulsiona Percy a procurar seu pai mesmo que indiretamente. Ele não quer admitir, mas em seu interior deseja saber por que Poseidon (deus do mar) o abandonou ainda quando bebê e de repente o assumiu para todos como seu filho no Acampamento Meio Sangue, fazendo ser acusado posteriormente por Zeus de ter roubando o seu raio. Porém a determinação de Percy também vem de outro fato importante:
Ele acredita que Hades está com sua mãe, sendo o verdadeiro ladrão de Zeus e a única maneira de salvá-la será aceitar a missão que lhe foi solicitada, resgatando o raio até o solstício de verão que terá seu termino em breve. Juntos Percy, Annabeth (filha de Atena) e Grover seguem em busca da verdade.

Como não poderia ser diferente neste caso, Percy Jackson cresce com os desafios, aprendendo a lidar com seus medos e acreditando que está pronto para seguir o caminho que escolheu ao final do livro. Mostrando que aceita sua nova vida e está disposto a enfrentar qualquer desafio que possa surgirá futuramente.

Um personagem jovem, corajoso lutando por sua família, por seus amigos, pensando nas pessoas de modo geral, colocando-se sempre a frente dos perigos para concertar uma falha de lealdade do olimpo, isso faz de Percy Jackson um autentico herói. Mesmo com a trama adolescente, as características marcantes de caráter de Percy fazem o leitor acolhe-lo quase que imediatamente. Sua maturidade repentina em alguns momentos chaves da história leva o leitor a quer conhecer quem será o “semideus Percy Jackson” do futuro, sendo impossível de abandonar o livro até seu final. #Recomendo

site: http://paraisodoslivros1.blogspot.com.br/2017/02/resenha-percy-jackson-o-ladrao-de-raios.html
comentários(0)comente



Karina 16/02/2017

Resenha | Percy Jackson – O Ladrão de Raios – Rick Riordan – Livro 1
O adolescente Percy Jackson vive uma vida comum em seu cotidiano nada animador do ensino médio, sentindo-se por vezes vulnerável por conta de sua dislexia e défice de atenção. Até que sua vida ganha um novo rumo quando situações inusitadas começam a acontecer. A princípio o garoto até pensa estar enlouquecendo, mas sua mãe e seu único amigo Grover fazem revelações que mudam totalmente sua noção de realidade. Assim seus conhecimentos acadêmicos sobre os deuses do Olimpo ganham muito mais sentido em sua vida e até mesmo sua doença acaba se revelando um grande dom.

Esta é a primeira vez que leio algo relacionado com a mitologia Grega, e sinceramente estou feliz por ter iniciado este universo por Percy Jackson. O livro contém uma riqueza de detalhes impressionante, além de fazer o leitor se sentir o próprio protagonista enquanto lê. Isso porque Percy está descobrindo sua verdadeira origem, e evoluindo ao logo das páginas. Tudo se torna uma aventura, tudo é novo para ele, como também é para o leitor.

A história dos deuses, como são constituindo seus reinos e a promessa que fizeram de nunca mais gerar semideuses impulsiona Percy a procurar seu pai mesmo que indiretamente. Ele não quer admitir, mas em seu interior deseja saber por que Poseidon (deus do mar) o abandonou ainda quando bebê e de repente o assumiu para todos como seu filho no Acampamento Meio Sangue, fazendo ser acusado posteriormente por Zeus de ter roubando o seu raio. Porém a determinação de Percy também vem de outro fato importante:
Ele acredita que Hades está com sua mãe, sendo o verdadeiro ladrão de Zeus e a única maneira de salvá-la será aceitar a missão que lhe foi solicitada, resgatando o raio até o solstício de verão que terá seu termino em breve. Juntos Percy, Annabeth (filha de Atena) e Grover seguem em busca da verdade.

Como não poderia ser diferente neste caso, Percy Jackson cresce com os desafios, aprendendo a lidar com seus medos e acreditando que está pronto para seguir o caminho que escolheu ao final do livro. Mostrando que aceita sua nova vida e está disposto a enfrentar qualquer desafio que possa surgirá futuramente.

Um personagem jovem, corajoso lutando por sua família, por seus amigos, pensando nas pessoas de modo geral, colocando-se sempre a frente dos perigos para concertar uma falha de lealdade do olimpo, isso faz de Percy Jackson um autentico herói. Mesmo com a trama adolescente, as características marcantes de caráter de Percy fazem o leitor acolhe-lo quase que imediatamente. Sua maturidade repentina em alguns momentos chaves da história leva o leitor a quer conhecer quem será o “semideus Percy Jackson” do futuro, sendo impossível de abandonar o livro até seu final. #Recomendo

site: http://paraisodoslivros1.blogspot.com.br/2017/02/resenha-percy-jackson-o-ladrao-de-raios.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Umgarotoquele 08/02/2017

O Ladrão de Raios
''Você irá para o oeste, e irá encontrar o deus que se tornou desleal.
Você irá encontrar o que foi roubado, e o verá devolvido em segurança.
Você será traído por aquele que o chama de amigo.
E, no fim, irá fracassar em salvar aquilo que mais importa.''

Perseu (Percy) Jackson, é um garoto de 12 anos nada normal. Já passou por várias escolas, mas em todas causa problemas, e acaba sendo expulso.

Mora em Nova York, com sua mãe Sally jackson, ou pelo menos morava, até que certo dia, em um dia normal de aula, enquanto o Sr. Brunner explicava sobre a mitologia grega em um museu, algo ruim acontece.

A Sra. Dodds, professora de iniciação a Álgebra, nunca gostou muito de Percy. Ela o chama até um canto, por ele ter causado problemas com Nancy Bobofit e sem mais nem menos, se transforma em um bicho horrendo com asas de couro. Percy fica perplexo, tremendo, quando o Sr, Brunner lhe joga uma caneta que se transforma em espada. Anaklumos (Contracorrente).

Depois de altos e baixos, Percy chega em segurança para o acampamento meio-sangue, mas deixa algo valioso para trás, sua mãe. Lá ele conhece Annabeth e descobre tudo sobre seu melhor amigo, Grover.

Percy descobre ser filho de Poseidon, um dos três grandes e recebe uma missão nada fácil. Recuperar o raio mestre de Zeus, que pensa que o ladrão é Percy.

O Oráculo de Delfos deu o destino de Percy nessa missão, e o garoto terá sérios problemas, junto com seus amigos e também, verá que o que o Oráculo disse, é bem real...
comentários(0)comente



Alessandra.Fernandes 05/02/2017

O Ladrão de Raios
"Eu trouxe para você um destino de herói, e um destino de herói nunca é feliz.
Não passa de um destino trágico."
comentários(0)comente



Bruninha 20/01/2017

Muito bom! No meu caso, já sabia bastante sobre Mitologia Grega, mesmo antes de ler a série. No entanto, é tudo bem explicado, o que não impede os leigos de aproveitarem a história, e propicia ainda mais emoção para os que já conhecem algumas lendas. Riordan conseguiu, muito bem, adentrar na mente de um garoto de 12 anos. A narrativa é excelente, e mesmo com bastante fantasia, tudo é detalhado, bem explicado. A história é emocionante. Se você chegou até o livro por causa do filme (assim como eu), encontrará uma trama e personagens bem mais densos. A primeira aventura de Percy abre as portas para os quatro livros seguintes, cada um com seu foco, mas com uma linha que, descobrimos mais tarde, conduz o destino do nosso herói. O melhor da série é a relação dos personagens com os seres mitológicos - são parentes? se odeiam? se amam? o que há entre eles? é bom? é ruim? pode mudar o curso da história? - e é isso que faz você ler todos os cinco livros. Aliás, apesar das 400 páginas, não é o livro grande, sendo perfeitamente possível chegar na página 100 logo no primeiro dia. Uma obra para todas as idades e que (digo por experiência própria), deve sim, ser relida, principalmente depois de alguns anos. Recomendo 100%!
comentários(0)comente



Carneiro 20/01/2017

Ideal para uma criança? Não sei.
O que eu tenho pra falar de Percy Jackson que todo mundo já não saiba?
Percy é um menino de 12 anos que mora com sua mãe em Nova York. Com problemas como Déficit de atenção e dislexia, ele acaba sofrendo bullying na escola e por isso se mete em monte de confusão com seu amigo Groover. Em um passeio escolar, ele acaba se metendo na mais estranha confusão possível: sua professora de Álgebra se transforma em um monstro e tenta matá-lo. Com isso na cabeça e após ser novamente expulso, Percy sai em viagem com sua mãe. No meio dessa viagem um monstro começa persegui-los e ele acaba descobrindo sua origem. Ele é filho de um deus grego. Qual? Só sua mãe desaparecida sabe. Agora ele precisa descobrir quem é seu pai. Só que ele não esperava que descobrir quem é seu pai o levaria em uma missão quase suicida.
Adorei o livro. Isso é fácil já que a escrita do Riordan ajuda bastante. A história é muito bem desenvolvida e cheia de ação. Uma reviravolta atrás da outra o que te faz ficar meio pirado e angustiado.
O que vejo muitos falarem é sobre ser ideal para criança. Não acho que seja ideal, ideal. Apesar de ser um infanto-juvenil, ele é meio pesado para o gênero. A história dos deuses em si é violenta, visto que os filhos picaram o pai em mil pedaços e o prenderam no Tártato. É uma leitura juvenil sim, mas ideal para uma criança já não sei.
O livro também aborda alguns valores interessantes para a sociedade que fiquei até impressionado. Pensei que só teria ação, morte e mitologia. O Riordan conseguiu englobar os dias atuais com a história do Olimpo. Ficou muito bom e agora estou ansioso pelo segundo livro.
comentários(0)comente



Hangman 19/01/2017

Resenhando Percy Jackson e o Ladrão de Raios - H. Scorpio
Primeiramente foi estranho reler Percy Jackson, porque eu simplesmente esperava que fosse mesmo uma releitura e não foi e isso obviamente tem um motivo.
Vendo minha conta no skoob percebi que não lia Percy Jackson e o Ladrão de Raios desde 2011, ou seja, 6-5 anos sem ter contato com a história então para mim foi um livro novo e isso se deve ao fato de que eu não sou mais uma garota de 12 anos e teoricamente o livro não se encaixa mais na faixa etária que estou agora… Prosseguindo.

Percy Jackson é um menino de 12 anos, disléxico e problemático e está em uma nova escola depois de ser expulso das ultimas seis em que estudou e agora estudando na Academia Yancy para garotos problemáticos sua vida não está diferente, ele continua sofrendo bullying e tendo dificuldade na escola até que de repente ele é atacado pela sua professora de álgebra que na verdade era um monstro mitológico.
Partindo dai Percy descobre que é um semi-deus e por isso que ele passou por todas as coisas estranhas no decorrer de sua vida. Então Percy é levado ,enfrentando alguns contratempos, até o acampamento meio sangue que funciona como um lar para crianças filhos e filhas de deuses gregos no período das férias de verão e lá ele descobre que é, além do filho de um deus, filho de um dos três grandes deuses, no caso Poseidon o deus do mar.
Porém Percy também descobre que não devia ter nascido, pois os três grandes deuses (Zeus, Poseidon e Hades) fizeram um juramento de não ter filhos e além disso também cai sobre ele a suspeita de ter roubado o raio mestre de Zeus, a fonte do poder do deus, para que assim seu pai pudesse usurpar o trono.
E a história inteira gira entorno da busca de Percy por esse raio para impedir uma guerra entre os deuses e salvar o mundo. (Por que claro o protagonista precisa ser a fonte de esperança).
É uma história que como qualquer outra tem pontos negativos e positivos, porém que agrada fácil o publico infanto-juvenil por fazer com que o leitor se identifique com os personagens, se sinta melhor por ser diferente e se divirta acompanhando as aventuras constantes do protagonista.
Percy Jackson não é um livro ruim, só é infantil e segue uma fórmula em sua escrita em que o herói é sempre quem vai resolver todos os problemas, resumindo você sempre sabe que ele vai sobreviver e que tudo será resolvido já que ele tem a maior habilidade de todas: “O Protagonismo sem Limites”
Mesmo ciente da escrita rasa e infantilizada é difícil dizer que é uma leitura ruim, porque como eu disse o livro diverte e aborda temas como bullying, maus tratos aos animais, preservação do meio ambiente e em pequenas doses apropriadas para o público igualdade de gênero e agora nessa releitura foi o que eu consegui mais gostar no livro: seus pequenos detalhes.
E não tem como não gostar do humor do Percy, é literalmente um: “Já que estou na merda, deixa eu rir pelo menos”.


Obviamente a nostalgia funcionou bem para mim e trouxe uma nova visão dos livros infanto juvenis e como são importantes para o incentivo da leitura na faixa dos 10-15 anos e não é por ter uma faixa etária que signifique que o livro não funcione como entretenimento, porque sim, Percy Jackson funciona muito bem como um livro para distração com seu reconto das histórias mitológicas.

site: http://hangmanscorpio.tumblr.com/
comentários(0)comente



Mandy_Nunes 09/01/2017

Perfeito
Oque dizer sobre o começo dessa série maravilhosa. Ganhei o livro da minha amiga e pra mim foi a minha volta ao mundo da leitura.
É aquele tipo de história esplêndida que se conecta em todos os aspectos.
comentários(0)comente



Lya 09/01/2017

Fantástico
Percy Jackson é um garoto de Nova York de 12 anos que vive uma vida normal, a não ser pela sua dislexia e por não conseguir ficar numa escola por muito tempo.
Ele mora com sua mãe que é mto amavel e com o marido dela , que é um homen nojento que nao sabe respeitar ele nem sua mãe.
Percy tem um único amigo na escola que tem deficiência nas pernas, Grover, e acha que sem ele Grover nao sobreviveria um dia naquela escola.

Tudo começa a parecer estranho quando uma professora de Percy tenta mata-lo em uma excursão escolar e seu diretor o ajuda com uma caneta que vira uma espada. Desde então percy nao para de fazer perguntas. Sua mãe sabe o que isso significa, que encontraram Percy e agr ele deve fugir.
Grover e a mãe de Percy o levam para o Acampamento meio-sangue, um acampamento para filhos de deuses com hunanos , os semi-deuses.
No meio do caminho eles são atacados por um monstro terrivel e acabam capotando o carro onde estão. E é quando Grover tira suas calças pra poder correr melhor que Percy percebe que Gorver é metade homen e metade bode, um sátiro.
O monstro corre atras deles ate o acampamento e acaba pegando a mae de Percy e ele o mata achando que sua ame esta morta.

No acampamento Percy descobre que tudo que ele aprendeu sobre os deuses é verdade e que Grover na verdade era seu protetor. Tambem descobre que seu pai é Poseidon um dos 3 grandes e que ele esta em guerra com Zeus pelo sumiço de um Raio que fica no Olimpo. O raio de Zeus.
Zeus acha que foi Percy quem roubou o raio e entao da a ele 10 dias pra ele devolver o raio se nao a guerra vai acabar,com a humanidade .

Entao Percy , Grover e uma amiga que ele faz no acampamento, Annabeth, saem a procura do raio, acreditando que esta com o deus hades no submundo.
Eles acabam,descobrindo que tudo tinha sido uma armaçao de um amigo traidor , e que o raio estava com eles o tempo todo. Percy luta com um deus que tbm o traiu e consegue devolver o raio para o olimpo e vai pro acampamento descobrir quem é esse amigo traidor e acaba descobrindo que tuso isso é muito maior do que todos imaginam, esse amigo que os traiu esta planejando uma coisa muito maior e mais mortal que pode acabar com o olimpo e toda a humanidade.
comentários(0)comente



Joviano 06/01/2017

'-'
Eu tenho quase certeza que já li rs
Leandro 12/01/2017minha estante
E se não leu?


Leandro 16/01/2017minha estante
Tem que ter certeza...




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Anny Hime Sama 23/12/2016

Simplesmente perfeito!
Muito empolgante a leitura desse livro, a forma de escrita de Rick Riordan na minha opinião é magnifica!! Gostei muito do final :D e agora rumo ao segundo livro. O Mar de Monstros
comentários(0)comente



Carlitos 21/12/2016

O ladrão de Raios
A história é bem divertida e explora por cima os mitos. Para que não lembra ou não sebe, ajuda muito.
Rico em fantasia e muito bem desenvolvida a historia. Só achei a base bem parecida com Harry Potter. 3 crianças (2 meninos e uma menina) resolvendo uma questão impactante na vida de um desses meninos. A única diferença é um pouco mais de drama em que o Harry Potter sofre. Mas da pra perceber uma certa referencia.
comentários(0)comente



1574 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |