A Vendedora de Livros

A Vendedora de Livros Cynthia Swanson




Resenhas - A vendedora de livros


41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Monique 10/09/2019

Nada impede de ganhar 5 estrelas, porque bugou a minha cabeça
O livro já inicia com a Kitty na vida paralela como esposa, filhos e marido e em cada capítulo ocorre as intersecções entre um universo e outro, onde uma hora ela é casada em outra é solteira.
O período se passa na década de 50 e temas muito abordados hoje em dia como comum, ainda são novidades nesta época como autismo, educação, mulheres donas de negócio e até sentimentos confusos. Não vou dar muitos detalhes ou explicar muito a história, porque vou acabar entregando o jogo.
Tem a parte do drama e dos altos e baixos como qualquer história e vamos acompanhando o que acontece com Kitty no meio disso tudo.

Os capítulos finais me bugaram e eu fiquei até lendo de novo pra entender o que estava acontecendo. Cheguei até ler devagar pra assimilar os pontos.

E é por causa desse bug todo que eu gostei e não vou fazer exigências e exigências pra ganhar 5 estrelas, como se só os clássicos merecessem isso. Merece 5 estrelas por causa do bug e é isso.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



lara 14/07/2019

A vendedora de livros
Não me agradei com o livro. Com uma narrativa fatigante e frustrante.
comentários(0)comente



Ana 13/07/2019

6/17 - A vendedora de livros - Nota 3
Comecei a ler com grandes expectativas quanto ao enredo do livro, confesso que fiquei um pouco decepcionada com o desfecho da história, achei o final óbvio.Esperava mais da história, achei que a leitura seria mais envolvente.
Gostei muito da escrita da autora, foi um livro bem tranquilo de ler, pena que a história não me prendeu.
comentários(0)comente



Gabi de Sanctis 28/06/2019

Um sonho muito real
A Vendedora de Livros é mais um livro da TAG Inéditos, enviado em junho de 2018.

Nos anos 1960, Kitty Miller é uma “solteirona” sócia de sua melhor amiga. Juntas, elas tocam a Sisters, uma pequena livraria que já viveu dias melhores, mas agora sofre com a falta de circulação de pessoas pela região devido a alteração de uma linha de ônibus. A vida pacata e comum de Kitty é remexida quando ela começar a ter sonhos estranhos e que parecem ser muito reais. Neles ela consegue sentir as coisas (cheiros, toques, sensações) e seu universo particular é completamente diferente. Como Katheryn Andersson a protagonista vive uma vida de casada, é mãe de três filhos e tem um estilo bem diferente.

O mundo dos sonhos se torna muito atrativo e Kitty anseia por retornar para lá todas as noites. Porém, quando percebe que nessa vida imaginária as coisas não são tão perfeitas como parecem, Kitty começa a se questionar sobre suas escolhas. Confusa, ela passa a ter dúvidas sobre qual realidade é a verdadeira e busca respostas.

Se eu adicionar muitos detalhes ao resumo é possível que dê algum spoiler, por isso vou parar por aqui. A narrativa de Cynthia Swanson faz com que nós leitores também tenhamos nossas percepções alteradas e incapazes de distinguir o que é real e o que não é. Cada vez que acorda em seu pequeno apartamento Kitty Miller se questiona sobre as escolhas que fez na vida, se poderia ter feito algo diferente e o que teria acontecido se tivesse seguido outros caminhos.

Ao mesmo tempo, enquanto vive na pele de Katheryn Andersson, ela se vê diante de situações que despertam grandes questionamentos nela, entre elas a presença de uma empregada latina, um filho autista e, até certo ponto, o papel da mulher na sociedade daquela época.

O tema central do livro é claramente sobre o poder do nosso subconsciente de criar mecanismos de escape em determinadas situações. Quando o motivo dos sonhos de Kitty são revelados, ficamos com um gosto amargo na boca.

A trama é boa, o livro é bem escrito, mas alguns detalhes me incomodaram um pouco. O primeiro deles é que todos os assuntos são abordados muito superficialmente, como a questão do autismo. Entendo que a personagem não estava em sua total clareza mental, mas achei as descrições muito estereotipadas. Um outro detalhe, e isso talvez tenha a ver com a tradução, é que crianças de 6 anos falam como adultos.

Um ponto bacana na história é que a autora menciona livros e músicas que estavam em alta naquele período. Gosto desse “direcionamento” e inclusive falei recentemente sobre como essa espécie de intertextualidade pode ser uma boa opção para encontrar novas leituras ao dar 11 dicas para quem que ler mais e melhor.

Para mim, o final foi meio abrupto. Mas ainda assim uma leitura que prende e nos deixa curiosos para desvendar como aquela dupla realidade funciona e qual é a verdadeira

site: https://odecimoterceiroandar.com.br/resenha-a-vendedora-de-livros-cynthia-swanson/
comentários(0)comente



Marianne.Becker 17/05/2019

Favoritei!
Resenhas vocês lerão muitas. O fato é: um livro muito interessante, de escrita cativante, chorei, ri, refleti, livro com sentimentos reais. Uma reflexão sobre a vida escrita de uma forma diferente. Vale a pena ler.
comentários(0)comente



Erika 22/03/2019

Um paralelo intrigante
Kitty é solteira, é uma mulher à frente do seu tempo. Vive nos anos 50, Trabalha e é independente. Tem uma livraria junto com uma amiga e vive muito bem assim. Mas toda vez que ela dorme, acorda em uma realidade diferente onde ela é Katharyn , casada com Lars e mãe de 3 filhos. Ela parece gostar dessa vida familiar, do amor que recebe do marido que é o homem dos sonhos (literalmente) e do carinho dos filhos. Mas vive intrigada querendo saber em qual realidade realmente vive. E leva o leitor a ficar intrigado também e a viajar por essas vidas paralelas que ela leva. Eu adorei o livro. Foi um dos melhores que recebi da Tag Inéditos. Foi um achado fortuito. Uma leitura fluida e profunda com um olhar sensível sobre a vida, relacionamentos , perdas e escolhas. Uma grata surpresa!
comentários(0)comente



Jéssica Santos 01/02/2019

Uma mulher pode viver duas vidas?
Somos apresentada a Kitty, Uma mulher solteira de 38 anos que trabalha em uma livraria no qual é proprietária e que divide o estabelecimento com sua melhor amiga, Frieda. Essa mulher não é casada, porém, o restante de sua vida corre divinamente bem. Ela tem pais; Sua amiga fiel e consegue resolver os problemas de leitura que seu vizinho de 9 anos enfrenta, ensinando-o por livre vontade nas horas vagas.
A segunda mulher, a dos sonhos, chamada Katheryn, é casada, tem três filhos lindos, MAS enfrenta problemas com um de seus filhos, com os pais e com a melhor amiga.
Dessa maneira somos levados de uma história a outra, quase como se ela tivesse personalidade múltipla.
No final no livro nós descobrimos qual dessas vidas, É a Real e qual é ilusão, e principalmente, descobrimos o motivo que a faz delirar entre esse mundo fantástico.
Eu diria que quem é psicólogo ou faz psicologia ou se interessa pelo tema, amará o livro.
Mas que isso, nós somos expostos ao que o nosso cérebro é capaz de criar diante de uma adversidade para escapar da dor.
Gostei muito.
Simplesmente não consegui parar de ler porque queria saber o que a levava de um mundo ao outro, e tive uma resposta super plausível para isso.
Nota MiL a escritora.
Caah 02/02/2019minha estante
Sou louca por esse livro, queria muito que alguma editora publicasse ele.


Ziza 02/02/2019minha estante
Parece legal


Jéssica Santos 03/02/2019minha estante
Já publicaram eu acho. Já vai virarbate filme. Esse ai é da tag inéditos


Jéssica Santos 03/02/2019minha estante
*virar até




mr_reedies 24/10/2018

Suave e Angustiante, de Certa Forma
Comecei essa leitura esperando apenas por mais um romance comunzão, daqueles voltados para o público feminino. Foi o terceiro livro entregue pela Tag Inéditos, mas, depois de 'Stalker', eu estava esperando por algo no mesmo nível - e por isso não estava tão animado. Então foi uma deliciosa surpresa descobrir como esse livro é bom.

Uma narrativa bem simples leva essa história cheia de desenrolares. Há altos, há baixos, e tudo se balanceia muito bem. Foi uma leitura envolvente e fiquei feliz de ter conhecido esse livro.
comentários(0)comente



Darlan 07/10/2018

Cativante
Maravilhoso! O típico livro que vai ficar bem no cinema. Leitura muito fluida, terminei em 2 dias, além de muito cativante. Apenas os primeiros acontecimentos já te fazem ficar preso, e no meu caso com coração na mão, o tempo todo ansioso para ver como tudo vai se resolver. Talvez por esse modo mais cativante com que a autora o escreveu eu gostei mais do que gostei de Fique Comigo. Simplesmente lindo
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Valerya 12/09/2018minha estante
O final eu não gostei muito não. Mas a leitura e leve e nos faz refletir.




Ingrid.Oliveira 04/09/2018

Top 10 do ano
Eu diria até ?Top 5?, mas como ainda tem alguns livros na meta e outros que ainda entrarão esse ano, prefiro não me precipitar.

Mas tá, ok, ?top 5? até o momento, definitivamente!

O livro é muito bom. O desenvolvimento da história é super inteligente e envolvente. Já disse em outra resenha: adoro livros de estreia.

Esse livro é inédito no Brasil (ainda não lançado para o público em geral), mas espero de verdade que seja logo. A personagem principal é riquíssima e super interessante. E eu amei o final!

Vou acompanhar a tradução do novo livro da Cynthia pq ela realmente me conquistou :)
comentários(0)comente



Lizi Cordeiro 06/08/2018

A história é interessante, o roteiro não.
A história é instigante, mas deixou a desejar na forma como foi contada. Poderia ter sido muito mais atraente e viciante. Não foi.
comentários(0)comente



GiovannaMM 05/08/2018

Livro ok
Eu até que gostei do livro, mas me incomodou essas crianças falando como um adulto de trinta anos... Não sei se é problema da versão original ou da tradução, mas me irritava muito ver o menino que supostamente não tinha sido alfabetizado direito falando super formal e do jeito ?certo? kkkkk
comentários(0)comente



Jana 30/07/2018

Resenha no meu canal ?? https://youtu.be/MIlalfOujec
comentários(0)comente



41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3