De Repente Esclerosei

De Repente Esclerosei Marina Mafra




Resenhas - De Repente Esclerosei


59 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Paula.Rodrigues 16/04/2020

Meu primeiro e-book
Foi minha primeira leitura em modo ebook, e desmistificou qualquer medo que eu pudesse ter dessa modalidade de livro.

Fiquei apaixonada e muito curiosa pela história da Mit, em alguns momentos me identifiquei, em outros achei situações impossíveis rs, me preocupei e me emocionei.

Uma leitura doce, leve e agradável. Além de me ensinar muito sobre a esclerose múltipla.
comentários(0)comente



MarAlia.Mafra 01/11/2018

Apaixonante!
Um lindo trabalho, construído com uma sublimação extraordinária de um aprendizado nada poético. Tenho certeza que todos vão se divertir, chorar, amar e o mais importante, se conscientizar da realidade que é a Esclerose Múltipla. Orgulho! Parabéns, Marina! ♥
Marina Mafra 01/11/2018minha estante
Meu fedô! ?




Letícia 16/03/2020

Leiam!
É simplesmente tocante! Todos deveriam dar uma chance pra esse livro, e obrigada Marina por mostrar a realidade dessa doença de forma simples, mas tão real que você fica imerso na história
comentários(0)comente



Tarcila de Oliveira 03/11/2018

Apaixonante
Gente q livro... Ele acabou e fiquei querendo mais, mto mais... Li em um dia, não consegui largar... Quem puder leia e quem não puder leia tbm... Mto linda a história os personagens... Confesso q fiquei mto brava com a Aurora e me identifiquei mto na relação da Mit com o Dimi...simplesmente apaixonante... Amei
Marina Mafra 04/11/2018minha estante
Que maravilha!!! Me fez muito feliz por ter aberto um espaço na sua vida para essa história! Beijo gigante




A garota Cenozóica 19/07/2020

Linda história de amor e resiliência!
Eu acho que a primeira coisa que preciso de dizer sobre esse lindo livro é que ele vai te dar uma nova perspetiva sobre a vida.

De Repente Esclerosei conta a história da Mitali, uma jovem que depois de um diagnóstico, vê a sua vida mudar e começa a trilhar uma estrada muito difícil, de constante tratamento, de sofrimento, de angústia e aflição, de medo e de desespero, mas também de muito amor, de crescimento pessoal, de perdão, e de resiliência.

Ninguém está em controlo da vida, e não se sabe quando o nosso mundo pode desabar. “A vida acaba em um piscar de olhos.” A ilusão do controlo é quebrada aqui completamente quando Mitali é diagnosticada com Esclerose múltipla.

Tem tanta coisa nesse livro, tanto aprendizado. Aprendi tanto sobre a doença, algo que eu acho muito importante para a conscientização, pois por vezes, as pessoas que estão de fora são ignorantes por falta de informação.

Também vemos Mitali navegar pelo sistema de saúde brasileiro que em muitas ocasiões falha em dar a assistência adequada. Ela que detesta tanto os hospitais, que resistiu até a ideia de sequer ir ao médico depois de sentir o formigamento nos seus pés e tentou de tudo para não ter de ir, viu-se presa a esse sistema que mostrou-se muitas vezes incapaz e dececionante.

Ao mesmo tempo que ela lida com essa doença, tem um milhão de coisas acontecendo na sua vida, desde a relação com o seu pai, com a sua irmã, e a melhor de todas, a relação com o Dimitri. Quem não gostaria de ter um Dimitri na vida real? Essa história, acima de tudo, é uma história de amor. Ela mostra como o amor tudo pode, tudo supera. Marina conseguiu transmitir as emoções de cada personagem de um jeito puro e singelo e mesmo os personagens com os quais no início eu tive dificuldades para me conectar, como a Aurora, eu acabei por entendê-los mais tarde, entender as suas motivações e o seu comportamento. Entender que são simplesmente seres humanos errando e aprendendo.

Essa é uma história de seres humanos e suas complexidades, suas diferenças, e sobre a humanidade dentro de cada um para lidar com o que vem e descobrir que a vida pode existir e pode ser boa e feliz apesar de tudo.


site: https://www.instagram.com/anacravid/?hl=fr
comentários(0)comente



Adeline Passos 04/11/2018

Coiso muito esse LIVRÃO!!!
Mitali é uma moça simples que mora com a melhor amiga Aurora, e trabalha como gerente em uma cafeteria. Ao conhecer Dimitri, o novo gerente da livraria, o amor desperta como num passe de mágica, um breve piscar de olhos. A relação deles é divertida, espontânea e intensa. Uma série de mudanças acontece tanto na vida de Mit quanto em seu corpo. É o momento em que ela aprende sobre o perdão, aceitação, confiança, a necessidade do apoio e companheirismo, o valor da amizade, as lutas e alegrias da vida. É impossível o leitor não se emocionar tanto. Os "Eternamente coisados" tem um amor tão profundo e puro um pelo outro, que é muito fofo! Ganharam um espaço especial no meu coração.

Além disso, a autora aborda as dificuldades de uma esclerosada e suas angústias do jeito mais real possível, que toca o coração do leitor e sacode suas emoções. Detalha como é a esclerose múltipla, o tratamento e as consequências. Nota-se a crítica contra o sistema de saúde do país e isso é um ponto muito importante, que conscientiza a todos do mal atendimento e falta de agilidade por parte dos funcionários diante de um paciente com sintomas severos. Com uma escrita leve e humorada, recheada de diálogos legais e lições de vida, De repente esclerosei ( @livrodre ) é um livro muito precioso que deve ser lido por todos. Os personagens são tão reais que eu juro que posso encontrá-los a qualquer momento. Uma jóia rara assim, tão linda e perfeita, tem que ser apresentada ao mundo todo! Te mostra que a vida é difícil sim, mas precisa ser vivida com amor e positividade. Eu amei demais o quanto esse livro me ensinou, sensibilizou e me prendeu na história até o final. Obrigada Marina por me conceder a oportunidade de ler um livro tão incrível! Espero que esse seja o primeiro de muitos outros.

"Cada um tem sua porção de lutas, só que isso não define quem somos. Há uma vida além dos problemas e ela depende de você para acontecer."
Marina Mafra 04/11/2018minha estante
Hahah fui completamente coisada por essa resenha! Um beijo, sua linda!




Keitty 04/11/2018

Delícia de leitura!!!
Há muito tempo eu não lia um livro tão rápido!!! A história é envolvente e te faz pensar no quanto a vida pode passar rápido e nós a deixamos passar sem perceber e sem nos ocuparmos com o que realmente importa.
Adorei o livro e a sua narrativa. A leitura flui fácil e gostosa!!! Assim como a personagem de "a culpa é das estrelas" agora vou ficar pensando em como a história de Mit vai continuar....
Marina Mafra 05/11/2018minha estante
Ah! Sua linda! Muito obrigada pelo apoio e pela força. Foi muito importante para mim. Tô radiante que gostou da história!hehe Super beijo




Bruno.Buchner 05/11/2018

Inspirador
Nunca me senti tão conectado a um livro. A minha vontade era não fazer mais nada além de ler. Quase me apaixonei pelo Dimitri.rs Como paciente de esclerose múltipla, sei que tudo que colocou no livro passa pelas nossas cabeças... os medos, a esperança e principalmente a vontade de fazer o amanhã diferente do hoje.
Marina Mafra 05/11/2018minha estante
Meu esclerosado favorito! *-*




Rafa Hitomi 10/11/2018

De Repente Esclerosei
“A vida acaba em um piscar de olhos. Já ouviu essa frase? Foi literalmente o que eu senti hoje. Se eu não tivesse acordado após a anestesia, o que eu teria feito da minha vida até aqui? Como viver sem saber quando será a última vez que fecharemos os nossos olhos? Consegue entender?”.

Mitali é uma jovem que mora com sua melhor amiga Aurora e trabalha na Braga Nobel, um local onde você toma café e lê livros. Tem o passado triste assim como Rora, porém construíram um carinho uma pela outra a partir dessa dor.

É então que alguns formigamentos surgem, começando pelos pés, e Mit procura médicos, mas seu “trauma” por hospitais dificultava certos exames. Digamos que, ao cessar os sintomas, Mit não procurou especialista para descobrir o motivo. Nesse meio tempo, ela conhece Dimitri, o novo gerente do café/livraria, e sim, é atração à primeira vista para ambas as partes. No entanto, seu pai ausente retorna tentando criar um novo vínculo com a filha.

No decorrer da estória, o romance fica seguro, diferentemente do seu corpo que muda gradativamente. É então que vários incidentes ocorrem, abalando toda a estrutura física e emocional da protagonista.

Como será o futuro com a Esclerose Múltipla? Será que tem um futuro? E os sonhos? As possíveis conquistas? Mitali lidará de que forma com tantos eventos em sua vida? E claro, o que seu pai quer depois de tantos anos afastado?

site: https://rasgaapagina.com/?p=319
Marina Mafra 11/11/2018minha estante
Que delícia! Não canso de ler suas palavras! Estarão sempre no meu coração! Gratidão eterna pela atenção e carinho com a minha história, Rafa! Um beijo


Rafa Hitomi 11/11/2018minha estante
Obrigada pelo carinho e pela atenção também! Te desejo todo o sucesso do mundo. Que venham mais e mais histórias!!!




Esther 30/11/2018

Amor em forma de livro
Confesso que quando começei a ler DRE tive medo de não me prender a história, mas conforme os capítulos foram passando eu fui me apaixonando cada vez mais.
Mitali é uma mulher forte e que teve que ficar assim por causa das circunstâncias em que cresceu e se desenvolveu, Rora no início me parecia muito gentil, mas, com o passar do tempo confesso que começei a não gostar mais dela tanto assim, já o Dimi eu amei do inicio ao fim.
Todo o problema da Mit é narrado de uma forma muito humana e delicada, eu conseguia até sentir seus sintomas em determinados momentos.Chorei em todos os momentos difíceis, ri nas cenas fofas e agora estou morrendo de vontade de provar o cappuccino da Mit e de ir até a Braga Nobel me candidatar para um emprego.
DRE é um livro incrível e que cumpre dois objetivos com excelência, o primeiro é o de ter uma história envolvente como todo bom livro, e o segundo é o da conscientização sobre a esclerose múltipla.
Marina Mafra 30/11/2018minha estante
Tão preciosa, você! *-* Que resenha mais fofa! Obrigada por ter dedicado um tempo para essa leitura, estou radiante que tenha gostado. =) Super beijo s2




@sue.torres7 27/09/2020

Vale cada minuto
Quando comecei a ler, tinha descoberto a EM em menos de 24h ainda estava internada, foram 15 dias intensos e muito tristes pra mim. Esse livro tem uma linguagem tão humana que mesmo em tão pouco tempo esclerosada me senti representada. Meus parabéns à todos envolvidos por essa bela obra.
comentários(0)comente



Danii 16/11/2018

Gratidão
Isso aqui não é uma resenha. É a opinião de alguém que terminou de ler um livro há cinco minutos (ok, um pouco mais) e precisou escrever algo ou não pararia quieta. Então relevem.


Uma das coisas que eu mais admiro em livros é quando eles nos fazem rir, chorar e aprender sem ter exageros (sem milhares de dramas que, em vez de nos emocionar, nos irritam), que te fisgam pela história, pela narração, pelos personagens, pelo que te ensina... E senti isso tudo lendo esse livro.

Ele me fez emocionou e me conquistou na medida certa. Tem doença? Sim. Tem drama? Sim. Chorei lendo ele? Sim. Mas eu terminei ele sorrindo e grata por ter o lido.

Porque mesmo sendo um livro sobre uma protagonista com esclerose múltipla, vai além de falar disso como um relatório médico, ele traz sensações, medos, receios, emoções, sentimentos... É uma visão de alguém que vive na realidade e não só na teoria.

"Deveríamos viver todos os dias como únicos, sem preguiça para não gerar arrependimentos."

Passa bem a mensagem de que a sua vida continua mesmo se você descobrir que tem uma doença. Que a doença não é você, é só algo que faz parte do seu crescimento. Que você é mais que um diagnóstico. Que temos que viver cada dia como se fosse único.

"? Todos temos uma história triste pra contar, Mit. (...) Cada um tem a sua porção de lutas, só que isso não define quem somos. Há uma vida além dos problemas e ela depende de você para acontecer."

A gente se conecta com a protagonista. Queremos ser amigos dela. Queremos fazer tsurus (não que eu tenha conseguido ainda). Queremos tomar cappuccino. Queremos roubar o namorado dela, rs. E no final queremos abraçar os personagens e a autora.

"Hoje eu consigo entender que não existe situação que não possa ser contornada quando temos o presente de viver. Viva, se não por você, por quem não possa mais escolher."

Então se eu fosse resumir o que senti lendo o livro em uma palavra, ela seria "gratidão".
Obrigada, Marina.

"Algumas pessoas têm o dom de tornar o mundo melhor, não por conseguir mudar o que está ruim, mas apenas por existirem"
Marina Mafra 16/11/2018minha estante
Tão Tão maravilhosa! Vou guardar você em um potinho com o Dimi, gostou?haha Mais uma vez, muito obrigada por todo carinho com o livro, Danii! *-*


Marina Mafra 19/11/2018minha estante
Tão Tão maravilhosa! Vou guardar você em um potinho com o Dimi, gostou?haha Mais uma vez, muito obrigada por todo carinho com o livro, Danii! *-*


Danii 28/11/2018minha estante
Eu que te agradeço por esse livro lindo (e por criar o Dimi kkkkk). E obrigada, assim nunca vou sair desse potinho ?.


Marina Mafra 28/11/2018minha estante
Haha jamais! Eternamente guardada no potinho com o Dimi! Linda! *-*


Danii 09/12/2018minha estante
?????




Min 18/11/2018

Merece mais que cinco estrelas
"Hoje eu consigo entender que não existe situação que não possa ser contornada quando temos o presente de viver. Viva, se não por você, por quem não possa mais escolher."

Com uma capa linda e um pouco mais de 250 páginas, a história mais inspiradora que li esse ano é repleta de lições. Os personagens são um amor e parecem reais, então a identificação é imediata. É um daqueles livros que quando começamos não dá vontade de parar porque a leitura é muito gostosa, nem vemos o tempo passar.

A Marina escreve maravilhosamente bem e cumpre seu papel ao conscientizar, mas mais do que isso, sensibiliza o leitor de uma maneira que fica impossível não se colocar no lugar dos portadores da doença e refletir. Muitos sentimentos vem á tona, principalmente o de gratidão, e é isso que torna a obra tão especial.É uma indicação para todos os que desejam aquecer o coração.

site: https://www.instagram.com/p/BqUX_9rAd2x/
Marina Mafra 18/11/2018minha estante
Coisa linda! *-* Muito obrigada, princesa!


Marina Mafra 19/11/2018minha estante
Obrigada, mais uma vez, gatona! *-*




Fernanda 18/02/2020

Lágrimas de agradecimento
DRE é esclarecedor. Tudo a respeito dessa obra, desde os aspectos relacionados à EM até o relacionamento entre Mitali e o pai são extremamente necessários. Tudo nessa história me tocou e iluminou. A Marina conseguiu duas coisas dificeis: me fazer ler os agradecimentos e CHORAR COPIOSAMENTE COM ELES. Imagina a história em si como é rica e linda? Vale muito a pena a leitura!
comentários(0)comente



Ariana.Souza 08/01/2019

"Um faz de conta de verdade"
Como abordar a conscientização da esclerose múltipla numa história envolvente? É o que De Repente Esclerosei (DRE) nos traz.

Mitali cativa com sua liberdade, sua força, seu amor por aqueles com quem convive e sobretudo pela sua paixão em viver, despertada sempre pelos seus planos em direção aos sonhos.
Seu pai, Maurice; a amiga-irmã "dramática" e tão amada por Mit, a Aurora; Dimitri, o deus grego que caiu do céu e permanece na vida de Mit como um anjo, um porto seguro; Filipi, que chegou na vida de Mit através de Rora e se tornou um grande amigo; tia Léia, que mesmo "in memorian" na história, revela muito sobre Mit, em especial a gratidão. Estes e outros personagens (é claro, não menos importantes) ajudam a autora a nos trazer o dia-a-dia, os sintomas, as dificuldades, as necessidades e tantos outros fatores com os quais Mit se deparou com o início e o diagnóstico da esclerose múltipla. A autora nos traz isso de uma maneira tão intensa que quando se percebe a história não vem mais até você, você está totalmente dentro dela: na livraria onde Mit trabalha; na praça em frente a livraria; no parque para levar Lila para passear; no apartamento a noite, tomando um chá quente; na casa rosa...

DRE é um livro que deve ser lido. Um livro que tende a ser aquele que você deixa na cabeceira para ler e reler, tantas vezes quantas quiser reencontrar Mit e todos os outros.
Um livro que me fez resenhar, me deixou inquieta externa e internamente!
Marina Mafra 09/01/2019minha estante
Aaaaaaa! Que amor, Ari! Tô encantada com essa resenha, essas palavras! Você é maravilhosa! *-*


Ariana.Souza 09/01/2019minha estante
Nhaaaa!!! Eu não ia sossegar se não escrevesse! Minha primeira resenhinha tinha que ser tão especial (não pela escrita, mas a que ela se refere), DRE é um marco na minha vida! Agora não estou aguentando a ansiedade para enviar o livro pra Jô! Ainda não enviei x) Mas é que quero preparar tudo com muito carinho! DRE e vc são muito especiais!!! ?


Marina Mafra 10/01/2019minha estante
Ansiosa pra saber o que a Jô vai achar! *-*


Ariana.Souza 10/01/2019minha estante
Te mantenho atualizada! ;) :D




59 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4