Daisy Jones and The Six

Daisy Jones and The Six Taylor Jenkins Reid




Resenhas - Daisy Jones and the Six


4873 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


myllena 15/10/2021

"intocável, ela nunca vai se dobrar"
Uma das minhas frases favoritas desse livro! Taylor Jenkins sabe como conduzir uma leitura que te prende e você não consegue se soltar mais. Ri, fiquei com raiva e contestei muitos personagens. Falando em personagens, uma das minha preferidas é a Karen... Nossa eu realmente entendi o lado dela, e ela nunca esteve errada. Muitas pessoas não gostam da Daisy, mas eu simplesmente amei ela, talvez ela seja a pessoa mais real ali... Ninguém é perfeito o tempo todo, é necessário deixar o orgulho de lado e assumir a pessoa de merda que realmente é (fala da própria Daisy, risos). Enfim, foi uma das minha melhores leituras de 2021, fiquei muito triste pois eu queria ouvir a todo custo o som dos six mesmo sendo uma banda fictícia. ?
Leiam Daisy Jones & The six!
comentários(0)comente



Mariannachio_ 15/10/2021

Decepcionada?
Infelizmente um livro que não atendeu minhas expectativas? Eu estava louca para fazer essa leitura, mas desde o começo eu sabia que algo não me faria gostar do livro, e realmente não gostei.

Não sei se foi pela narrativa (que por sinal não me acostumei), se foi pelos personagens (não me apaguei a nenhum) ou se foi pela história em si. Mas infelizmente não gostei?

Ainda estou ansiosa para assistir a adaptação, mas pelo elenco e pelas músicas do livro. Mas se fosse pela história eu não iria atrás.

Decepcionada ?
comentários(0)comente



Gabbi 15/10/2021

Emocionante, cativante e realista
Daisy Jones & The Six foi uma leitura que me impactou bastante. Existem muitas verdades duras e cruéis sobre o amor nesse livro, e uma dessas verdades é bastante pessoal para mim. Foi uma leitura que me prendeu desde o primeiro momento, (Taylor Jenkins Reid não brinca em serviço) a magia criada nesse livro é surreal, são poucos escritores que são capazes de criar um universo tão bem estruturado e te fazer entrar de cabeça nele. Bravo, Reid!
comentários(0)comente



Malu Ramires 15/10/2021

Que final é esse? pqp
Queria que fosse lindo e mágico como todo o livro, mas só é deprimente
Mas no final das contas adorei a história e a escrita da Taylor
comentários(0)comente



giu 15/10/2021

Tik tok n decepciona (dessa vez)
Quando se pensa sobre os anos 70 é bem provável q uma das primeiras coisas q vai vir na sua cabeça vai ser rock. Ou talvez, drogas. Ou bebibdas e mto sexo. Daisy Jones & The Six foi uma banda dessa época, então se pode imaginar que eles estavam envolvidos em mtas dessas coisas.
A banda começou com Billy e Graham Dunne, irmãos que amavam música. Eles, junto com Warren ( bateirista ), Karen ( tecladista), Pete (baixista) e Chuck ( guitarrista ), formaram o The Six. Daisy Jones era filha de pais famosos, que nunca foram mto presentes em sua vida. Com 14 anos, Daisy, ja frenquentava baladas, usava drogas, bebia e se envolvia com caras mais velhos. Ela tinha uma beleza indescritivel e um talento nunca visto. Sempre foi ambiciosa e desejava ser conhecida por sua música, ela queria poder ajudar as pessoas fazendo oq gostava. Em certo momento, as carreiras de Daisy e da banda se cruzam, oq se torna o primeiro passo de um período de grande sucesso. Juntos eles formam a banda mundialmente conhecida: Daisy Jones & The Six.
A história da banda poderia ser uma história de amor daqueles de cinema, de festas grandiosas e músicas incríveis. Por um lado é, mas também é uma história de luta, de superação, de sofrimento e aprendizagem. É a representação de que pessoas famosas precisam aparentar estarem bem, mas na vdd nós nunca sabemos o tamanho do problema por qual eles estão passando.
Eu amei a forma como ele é escrito, como uma entrevista. A história é forte e te transporta totalmente para dentro dela. Os personagens são mto bem construidos e mto reais. Suas dores são reais, seus sofrimentos, suas conquistas, suas dúvidas e medos. Ainda não consigo me conformar que o livro não é sobre a história real de uma banda e ,sim, uma ficção!
comentários(0)comente



Chrisna 15/10/2021

Incrível
Leitura rápida, personagens bem escritos, história envolvente.
No começo estranhei devido o formato da escrita, mas já por volta de 25% já conseguia até imaginar a voz de cada um deles na minha cabeça.
Simplesmente incrível.
Amei
Elly 15/10/2021minha estante
esse livro é simplesmente perfeito, me prendeu demais




Leiturasdabia 15/10/2021

Eu nem sei o que dizer sobre esse livro, apenas que você vai se emocionar, vai surtar, os personagens são tão bem escritos, a história ter sido escrita em forma de entrevista melhorou tudo, e no final, você vai desejar que a banda realmente tivesse existido.
Taylor Jenkins tem essa magia de me fazer dar 5 estrelas pros livros dela.
comentários(0)comente



Eduarda 15/10/2021

essa leitura foi uma verdadeira montanha russa: comecei com as expectativas lá em cima por ter amado evelyn hugo e malibu renasce e me frustrei logo no início porque não conseguia me conectar com a história nem com os personagens - o que me fez diminuir meia estrela na nota -, daí num determinado momento (quando os six e a daisy se encontram) a leitura engatou de uma forma que me deixou até assustada, quando vi tinha devorado 100 páginas numa só sentada com os olhos cheios de lágrimaskkkjjj amei a construção, os personagens, as intrigas, poder acompanhar o processo de composição das músicas, amei o final... basicamente, amei tudo!

e me recuso a acreditar que daisy jones & the six não existiram na vida real e que não posso abrir o spotify agora e ouvir o álbum deles.
Anna 15/10/2021minha estante
aí dudu fiquei desse jeito com o final, não acredito que eles não foram reais




Livia 15/10/2021

uau
Pra começo de conversa, Taylor Jenkins Reid pode escrever um texto sobre a coisa mais chata do mundo que vai ficar sensacional, que mulher e que escrita meus amigos.
Agora sobre o livro, posso dizer que é um livro incrível e que te faz ter vontade de montar uma banda nos anos 70 ou namorar um músico pra ter músicas sobre você. Mas senti falta de algumas coisas, como uma profundidade nas personagens. Entendo o porquê de não ter isso no livro, já que é focado na banda mesmo, porém senti falta.
As personagens femininas desse livro são sensacionais, principalmente a Karen e a Camila.
É inevitável não comparar Daisy Jones and The Six com Os Setes Maridos de Evelyn Hugo, acho que a principal diferença no impacto desses livros é como eles chegam até nós, em Daisy Jones senti uma conexão com as conexões do próprio livro, entre Daisy e Billy (mesmo sendo uns merdinhas às vezes) ou Camila e Karen, enfim diferente de Os Setes Maridos de Evelyn Hugo que me fez ter vontade de saber mais sobre a própria Evelyn, conversar com ela e aprender com ela.
Esse livro me fez surtar e chorar igual uma maluca e tá tudo bem, os melhores são desse jeitinho ;)
comentários(0)comente



bini 15/10/2021

eu não ia colocar 5 estrelas pq me frustrei no final, mas esse livro foi tão intenso e bom de ler que quando eu terminei eu me senti perdida no espaço, fiquei triste o resto do dia, eu amo como os personagens desse livro são humanos e a escrita é muito gostosa de ler. Com certeza uma das melhores leituras do ano.
comentários(0)comente



Ana Carolina 15/10/2021

História X Estoria
Adoro indicação de livro. Super empolgo qdo vejo uma indicação bapho na capa (sim, sou dessas?). Foi assim que escolhi "Daisy Jones & The Six: uma história de amor e música", de Taylor Jenkins Reid. Achei que não precisava ler sinopse nenhuma pq o nome do livro fala por si só. O livro é uma especie de biografia, que conta a história da cantora DAisy Jones e o disco lendário que ela fez com a banda THe Six, no final dos anos 70.Logo que comecei fiquei curiosíssima pra saber mais sobre a banda, ouvir algumas músicas que são mencionadas no livro. Para minha consternação, após ler mais de um terço do livro, descobri que ninguém existe. Nem Daisy. Nem a banda. Nem as músicas. Tudo ficção. Mas, oi? Como assim ficção? E como que a gente faz com aquelas várias músicas lindas do album? Pq eu nunca ouvi, mas sei que são lindas. Não tem como ler esse livro e não ficar desesperada pra ouvir Daisy Jones cantar com BIlly Dunne. Li que a Amazon vai adaptar o livro para série. Torcendo para ser verdade. Ps: o livro traz todas as letras das músicas narrada no livro...achei a cereja do bolo para realmente parecer uma história real.
comentários(0)comente



Iza Santos 15/10/2021

Cada vez mais envolvida nas leituras da Taylor Jenkins Reid...
Daisy e Billy nos deixam envolvidos e doidos para saber o que vai acontecer...
Vale muito a leitura.
comentários(0)comente



Gabriela 15/10/2021

Um livro documentário e tanto
Nunca li um livro de ficção que me desse tanta vontade de que fosse real. A história impressiona desde o início, com a escrita no estilo de documentário, mas são as músicas e descrições de vídeos, shows, fotos e outras coisas que deixam esse universo tão detalhado e perfeito. E impossível ler e não ter vontade de ouvir as músicas ali descritas
Nicio/Galbes 15/10/2021minha estante
Meu deus sim!!! Dá muita vontade de ouvir as músicas e sentir o que eles sentiam quando cantava, sentir a emoção do livro




eversincerafa 15/10/2021

Amor e música na mesma medida
Quando comecei a ler Daisy Jones, ao mesmo tempo que tinha altas expectativas (por ter acabado de terminar Evelyn Hugo e esperar muito da Taylor Jenkins Reid novamente), também li sabendo que foi um livro muito criticado pela grande maioria e um "declínio" da autora de um livro para outro.

Mas o que digo é que adorei o livro, e, na minha opinião, está a altura esperada da autora!

A questão aqui é que, muita gente pode ter visto muitos problemas (inúmeros fatores a serem problematizados - e com razão), mas sinceramente, nenhum comportamento foge ao esperado da época. Este livro não é nada mais, nada menos que um retrato de algo recorrente que acontecia na época de 70 - 90, principalmente dentro da indústria musical como estamos todos cansados de saber, e drogas, bebidas, traições e afins não passavam de coisas "normais". É óbvio que hoje temos outra mentalidade, e por isso lemos com olhos diferentes (assim como devemos ler), mas considerando a época em que se passou e o rumo em que as coisas tomaram, fiquei satisfeita com o livro.

A Daisy Jones pode, sim, ser uma narcisista, arrogante, egoísta e egocêntrica, como muitos julgaram, mas sinceramente, o Billy também não passa muito longe de ser. E porque ambos tomaram decisões diferentes em suas vidas, um protagonista não deve ser mais menosprezado do que outro.

Em relação ao enredo e desenvolvimento, Reid mais uma vez entrega uma escrita perfeita, e eu senti como se estivesse realmente lendo a biografia de uma banda que realmente existiu de verdade. Nunca falha em trazer histórias fictícias como se fossem tão reais quanto você e eu.

Mais uma obra que me deixou apaixonada pela autora - e o leve, não tão leve, plot twist do final que me deixou amarrada em tudo, posso com certeza dizer que só não foi um livro 5 estrelas porque alguns personagens são mesquinhos demais para eu aguentar. Mas fora isso, zero defeitos.

You go, Taylor!
comentários(0)comente



ana 14/10/2021

não esperava que esse livro fosse me prender TANTO.
achei muito diferente a forma como ele foi escrito, e eu adorei isso. nunca tinha lido nada do tipo antes e isso só me fez ler ainda mais rápido e gostar tanto do livro.
consegui me conectar com cada personagem ali e sentir as emoções de cada um. sinceramente não sei como a taylor consegue descrever os personagens de forma TÃO real. ela consegue mostrar de uma forma tão natural que ninguém ali é perfeito. eles acertam, erram (e muito) e aprendem com os próprios erros. são humanos.
esse é um daqueles livros que da uma mistura de sentimentos e é isso que me prende tanto em uma leitura.
comentários(0)comente



4873 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR