O Cheiro do Ralo

O Cheiro do Ralo Lourenço Mutarelli


Compartilhe


O Cheiro do Ralo





Neste livro, o protagonista, proprietário de uma loja de quinquilharias, transforma o comércio em um sistema sádico para afligir seus clientes, tão desesperados quanto ele próprio. Obcecado pelo cheiro do ralo que vem dos fundos da loja e pela bunda da garçonete do bar onde almoça todos os dias, o narrador (um sósia do 'moço que faz o comercial do Bombril') naufraga aos poucos em seus delírios. Entre a bunda e o ralo, não lhe resta saída que não seja ir para o buraco.

Edições (4)

ver mais
O Cheiro do Ralo
O Cheiro do Ralo
O Cheiro do Ralo
O Cheiro do Ralo

Similares

(16) ver mais
Os Ratos
Anardeus
Eu Receberia As Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios
Barba Ensopada de Sangue

Resenhas para O Cheiro do Ralo (30)

ver mais
on 22/7/09


Leitura com ritmo, curta e incisiva. De métrica simples, rápida, porém, de uma profundidade colossal. Profundidade só possível na ausência. E, é exatamente disso que o livro trata: do oco, do vazio. É angustia do não ser, é o pragmatismo vão do dia-a-dia. Cru, como uma conta de energia elétrica a vencer. ... leia mais

Vídeos O Cheiro do Ralo (1)

ver mais
Crítica: O Cheiro do Ralo, de Lourenço Mutarelli

Crítica: O Cheiro do Ralo, de Lourenço Mutare


Estatísticas

Desejam362
Trocam3

Beatriz
cadastrou em:
08/07/2011 21:19:04