Os detetives selvagens

Os detetives selvagens Roberto Bolaño


Compartilhe


Os detetives selvagens





Os personagens principais deste livro são os amigos Ulises Lima e Arturo Belano, dois poetas que decidem investigar o que teria acontecido com Cesárea Tinajero, uma misteriosa e desaparecida poeta da vanguarda mexicana. Mas embora a história gire em torno destes dois "detetives selvagens", o verdadeiro detetive do romance é o leitor.

Os protagonistas de Os detetives selvagens são Arturo Belano e Ulises Lima, dois poetas "marginais", mas em poucos trechos do livro são eles que conduzem a ação. O leitor sabe deles quase sempre através do olhar de outros personagens, numa investigação típica de romance policial. Por sua vez, Belano e Lima também estão numa busca detetivesca, atrás dos rastros de uma misteriosa poeta vanguardista que desapareceu no deserto de Sonora, no norte do México.

Na primeira parte, escrita em forma de diário, acompanhamos as andanças dos dois e seu grupo de poetas adeptos do "realismo visceral" em muitas conversas de bar, discussões intelectuais, encontros e desencontros sexuais, puxadas de fumo, num clima típico dos jovens daquela década. A segunda parte é composta por dezenas de "depoimentos" que reconstituem a trajetória de Arturo Belano e Ulises Lima durante os vinte anos que sucedem o diário. Cabe ao leitor-detetive fazer esta reconstituição, a partir dos fiapos que vai colhendo dos "depoentes", alguns dos quais contam longas histórias (sempre muito interessantes) que pouco ou nada têm a ver diretamente com os dois enigmáticos protagonistas. Bolaño exercita aqui sua capacidade de dar a palavra a múltiplas e diferentes vozes e de fazer paródias hilariantes. A terceira parte retoma o diário, relata a busca pela poeta Cesárea Tinajero e explica, de certa forma, as duas décadas de errância dos protagonistas.

Na verdade, com muito humor, ironia corrosiva e algum desespero, Bolaño faz o balanço de uma geração intelectual que era demasiado jovem quando havia projetos de transformação radical da América Latina e do mundo e que, ao chegar à idade de participar, descobriu que só restavam escombros e cadáveres.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance policial

Edições (3)

ver mais
Os Detetives Selvagens
The Savage Detectives
Os detetives selvagens

Similares

(29) ver mais
O jogo da amarelinha
2666
Inútil poesia
Noturno do Chile

Resenhas para Os detetives selvagens (51)

ver mais
Uma literatura latino-americana em fuga de si, em busca de si
on 17/4/23


A narrativa policial de Roberto Bolaño (que não é o Chaves!) é dividida em três partes: na primeira e na última acompanhamos o diário pessoal do jovem universitário Garcia Madero, um recém-agregado ao Real-Visceralismo, movimento literário marginal fundado por Ulises Lima e Arturo Belano; na segunda, as leitoras são convidadas a se tornarem elas as detetives do romance, visto que somos surpreendidas por diversos depoimentos sobre Lima e Belano, sendo grande parte deles fornecidos por p... leia mais

Vídeos Os detetives selvagens (6)

ver mais
UNBOXING FESTA DO LIVRO DA USP COMPANHIA DAS LETRAS | Ana Carolina Wagner

UNBOXING FESTA DO LIVRO DA USP COMPANHIA DAS

Os Detetives Selvagens, de Roberto Bolaño | Diário de Leitura

Os Detetives Selvagens, de Roberto Bolaño | D

Os Detetives Selvagens (Roberto Bolan?o) | Tatiana Feltrin

Os Detetives Selvagens (Roberto Bolan?o) | Ta


Estatísticas

Desejam509
Trocam1
Avaliações 4.5 / 616
5
ranking 68
68%
4
ranking 21
21%
3
ranking 8
8%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

44%

56%

Pedro
cadastrou em:
29/01/2009 10:56:00
Jessica
editou em:
05/10/2021 00:18:57

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR