Pai Contra Mãe

Pai Contra Mãe Machado de Assis


Compartilhe


Pai Contra Mãe (Só um conto)





O conto Pai contra Mãe é uma narrativa em terceira pessoa, que ocorre no Rio de Janeiro nos tempos do Império. Becos estreitos, sujeira, miséria fazem contraponto com a riqueza e a ostentação dos donos de escravos. Cândido Neves é um caçador de escravos fugitivos, profissão que lhe rende o sustento. Cândido casa-se com Clara e ambos sonham em ter um filho. Clara engravida, porém os escravos fugidios começam a escassear e Cândido fica séria dificuldade financeira; desesperado e sem saber o que fazer para sustentar o filho, o pai chega ao extremo de ter que optar por colocar o bebê na Roda dos Enjeitados, para a criança não morrer de fome. Cândido cogita mil saídas para ficar com o filho, não encontrando nenhuma, sai de casa com o filho nos braços para depositá-lo na Roda. No caminho vê uma escrava fugitiva, e entregando o menino para um senhor, sai em perseguição da negra. Pegando-a, ela lhe suplica liberdade e diz que está grávida e não quer ter um filho escravo. Nesse momento miséria e escravidão entram em luta. Cândido vence, e entrega a escrava ao seu dono. Vítima da violência implacável de seu senhor a escrava negra aborta a criança que esperava. Cândido recebe pela caça o dinheiro de que precisa para poder ficar com o filho e sustentá-lo. O conto termina com a frase de Cândido que tenta justificar sua tirania: Nem todas as crianças vingam... O autor mostra a miséria humana, através dos dramas paralelos de um pai contra mãe, lutando por duas vidas, onde o indivíduo é capaz de aplacar sua consciência, mesmo tendo cometido o maior dos crimes, justificando a troca de uma vida pela outra.

Contos / Literatura Brasileira

Edições (4)

ver mais
Pai contra Mãe
Pai contra Mãe
Pai Contra Mãe
Pai Contra Mãe (Relíquias da Casa Velha)

Similares

(2) ver mais
O Alienista
Contos Fluminenses

Resenhas para Pai Contra Mãe (271)

ver mais
Conto dramático sobre pobreza, escravidão. Humano tratado como mercadoria.

Este conto de Machado de Assis é maravilhoso e devia ser lido por todos. Faz parte da Coleção "Um só Conto", da Artes e Oficios mas também pode ser encontrado no livro Relíquias da Casa Velha. A data de sua primeira publicação é 1906, e é um conto realista. Machado de Assis é filho de Portuguesa e de um Mulato pobre. Neto de escravos alforriados. O conto, escrito apenas 21 anos após o fim da escravidão no Brasil, conta do tempo como se todos já tivessem se esquecido... Como se fosse al... leia mais

Estatísticas

Desejam19
Trocam3
Avaliações 4.0 / 431
5
ranking 38
38%
4
ranking 32
32%
3
ranking 22
22%
2
ranking 6
6%
1
ranking 2
2%

26%

74%

Justi
cadastrou em:
13/06/2010 12:57:26
Pri Paiva
editou em:
04/04/2018 11:37:19
Pri Paiva
aprovou em:
04/04/2018 11:55:52