Teoria do romance I

Teoria do romance I Mikhail Bakhtin


Compartilhe


Teoria do romance I


A estilística




Peça-chave na teoria de Bakhtin, a Teoria do romance foi desenvolvida nos anos 1930, mas só foi publicada, e de forma parcial, no ano da morte do autor, em 1975, no volume Questões de literatura e estética. Apenas em 2012 o texto integral veio à luz, na Rússia, no conjunto de suas obras completas. É a partir dessa nova edição crítica que se publica agora no Brasil o primeiro dos três tomos da Teoria do romance, com tradução de Paulo Bezerra, além de um glossário que discute e esclarece os conceitos bakhtinianos.

Este volume tem como tema O discurso no romance, e traz as reflexões de Bakhtin sobre a especificidade desse gênero literário; nele, o autor questiona a estilística tradicional e desenvolve o conceito de heterodiscurso, destacando as múltiplas vozes que ressoam na prosa romanesca. Ao considerar a linguagem como um fenômeno vivo e plural, o teórico russo revolucionou nossa forma de ler e interpretar o romance.

Ensaios

Edições (1)

ver mais
Teoria do romance I

Similares

(28) ver mais
Teoria do Romance
Aspectos do Romance
Questões de literatura e de estética
O Freudismo

Resenhas para Teoria do romance I (1)

ver mais
Alguns excertos
on 30/6/16


Página 37 “A consciência e a concepção de que as formas atuais da propaganda moral – o romance – não são formas de criação poética, mas composições puramente retóricas” → negavam qualquer valor estilístico ao romance, tratavam-no como pura propaganda moral. Página 38 Toda prosa literária e romance tem estreito parentesco genético com as formas retóricas. O discurso do romance tem sua originalidade qualitativa e é irredutível ao discurso da retórica. O romance é um gênero lit... leia mais

Estatísticas

Desejam31
Trocam1
Avaliações 4.4 / 23
5
ranking 65
65%
4
ranking 22
22%
3
ranking 9
9%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

50%

50%

Emerson
cadastrou em:
13/05/2015 00:32:51
Jenifer
editou em:
26/07/2019 17:04:11