Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

A Viajante do Tempo

Outlander - Livro 01

Diana Gabaldon
Resenhas
Recentes
71 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15


Rose 11/09/2014

Claire Randall é enfermeira do exército britânico e casada com o professor universitário Frank Randall. Depois de passarem 4 anos separados por conta da Segunda Guerra Mundial, eles resolveram viajar em férias, uma espécie de lua de mel atrasada, e escolheram a zona montanhosa da Escócia conhecida como Terras Altas.

Além do local não ter sido tão atingido ao longo da guerra, tem também o fato de Frank, um apaixonado por genealogia, está reconstruindo sua árvore genealógica e neste local ter vivido um antepassado dele.

Claire gostava de botânica, e enquanto seu marido procurava informações para sua pesquisa, ela se entretinha com as variedades de plantas.

Foi por conta de uma trepadeira de flores azuis que ela e Frank acabaram vendo um ritual no "Círculo das Pedra". Curiosa, voltou lá sozinha depois e acabou encontrando um "portal" que a transportou para as Terras Altas de 1743!

Isso mesmo, Claire foi parar quase 200 anos no passado, em um mundo totalmente diferente do que ela conhecia. Em uma Escócia bem mais violenta e dominada por clãs guerreiros.

Desnorteada e sem saber direito o que, ou como aconteceu, Claire acaba sendo salva pelos Mackenzie e vai parar no Castelo de Loth, um clã governado por Colum e Dougal. Por ser inglesa, eles estavam quase em guerra com os ingleses, ela foi vista com muita desconfiança. No entanto, devido as suas habilidades como enfermeira, acabou sendo encarregada de cuidar dos doentes e feridos.

Isso faz Claire se aproximar ainda mais do belo escocês Jamie, que acreditem, tinha o dom de viver se machucando...

A história de Jamie é muito triste. Ele é sobrinho dos Mackenzie e perdeu a mãe ainda pequeno. Sua mãe, que era irmã dos Mackenzie, casou-se com seu pai e ele foram morar em Lallybroch. Ele e Jenny, sua irmã, ajudavam o pai a cuidar das terras da família.

Tudo ia bem, até que soldados ingleses foram ao local liderados por Jack Randall (sim amigos, o antepassado que Frank estava estudando). Esta visita deixou marcas profundas em Jamie. Marcas que ele carregaria para vida toda, sem falar da culpa e impotência...

Depois deste episódio, Jamie ficou com a cabeça a prêmio. Vivia fugindo e escondido no castelo de seus tios. Mesmo assim, ele ainda tinha esperanças de provar sua inocência.

Os destinos de Claire e Jamie aos poucos e rapidamente foram se cruzando, assim como o de Jack Randall, qua apesar da semelhança física com Frank, era moralmente seu contrário.

Jack era frio e cruel. Abusava de seu poder e gostava de fazer os outros sofrerem. Asqueroso mesmo, do tipo que é preferível manter distância...

Claire estava em perigo, e para salvar-se, teria que se casar com Jamie. Em uma tentativa de retorno, cai nas mãos de Jack no Fort William. Ela estava em grande perigo...

Mas e seu marido Jack? O que estaria acontecendo 200 anos no futuro? O que estes acontecimentos do passado mudariam no futuro que Claire vivia e conhecia? Ela não tem muitas alternativas, para voltar para casa, antes de tudo tem que estar viva...

O problema é que cada dia que passa ao lado de Jamie, é um pedaço de seu coração que fica preso no passado. Ela sabe que está apaixonada por ele e não consegue evitar...

Para voltar para o futuro, Claire precisa de Jamie. Mas na hora H, se ela realmente puder voltar, será que terá forças suficientes de deixar este escocês? O que mudaria na história se ela ficasse de vez em 1743?

Ela tinha muitas dúvidas e medos. Seu coração estava totalmente dividido. Para piorar a situação, ambos estavam em uma situação muito delicada, podendo morrer a qualquer momento. Seria tão fácil apenas voltar e esquecer tudo...

Mas Claire é uma lutadora de sangue quente. Uma mulher que nasceu para ser livre e que não entregará os pontos tão facilmente.

Gente, o livro é incrível! Achei o começo meio chato, mas logo me envolvi com o enredo e me vi devorando as 800 páginas. Sim, 800! Apesar de ter gostado muito do livro, como disse, achei o início chato. Também achei que Claire aceitou calmamente a passagem do tempo, eu no lugar dela teria "surtado". Também achei que ela levou "na boa" a consumação de seu novo casamento. Tudo bem que o noivo em questão era Jamie, e acreditem, acho que qualquer uma levaria na boa... Mas ela amava mesmo o marido, queria voltar, então achei esta "luta interna" um pouco simples demais, não sei explicar direito, foi um sentimento que tive enquanto lia.

A autora conta tudo muito bem. Descreve suas cenas e conseguimos visualizá-las mentalmente por todo o livro. Na minha opinião, algumas partes poderiam ser puladas, mas isso também pode ter sido ansiedade minha para ler tudo mais rápido. Fato é, que mesmo com estes "poréns", o livro é ótimo!

Claire pe dura na queda. Valente, não desiste diante das dificuldades e nem fica chorando pelos cantos. Em uma época totalmente diferente da sua, a coragem dela é fundamental.

Jamie é valente e corajoso. Um ogro e um doce de brigadeiro. Inteligente e honesto, está disposto a dar sua vida por aqueles que ama. Ele abre mão de tudo para ver Claire bem e feliz.

Muitos fatos abertos para o próximo volume. Muita coisa aconteceu e ainda vai acontecer. Só posso dizer mais duas coisas:

1. Leiam!

2. Que o volume 2 não demore!



site: http://fabricadosconvites.blogspot.com
Line 17/09/2014minha estante
AMiga, eu já te disse que amooo essa série?? não??pois adoro Outlander e desejo demais tê-la na minha estante..adorei sua resenha, ficou perfeita pois você retratou bem a hitória..parabéns...




@APassional 07/09/2014

A Viajante do Tempo * Resenha por: Rosem Ferr * Arquivo Passional
Paixão, ousadia e coragem em uma trama arrebatadora...

Sob o arquétipo do Guerreiro escocês, eroticamente selvagem, rebelde, entretanto de lealdade mortal, Gabaldon nos insere de forma magistral em um neo romantismo épico mesclado de paganismo, folclore e fatos históricos que abrange oito livros até o momento, este é o primeiro da saga.

Por meio de sua protagonista/heroína Claire Randall, somos guiados de uma Escócia pós II Guerra Mundial, praticamente intocada, aos resquícios de um ritual pagão que a lança através de um lendário portal à Escócia do século XVIII, em plena crise diante da possível revolta jacobita.

A narração em 1ª pessoa sob o ponto de vista de Claire, é fluída apesar das inúmeras descrições de lugares, pessoas, hábitos, comidas e principalmente ervas medicinais, já que ela [uma enfermeira] irá descobrir-se como uma curadora ou quase bruxa, mas principalmente como mulher nesta nova realidade a qual por inúmeros motivos terá que, a princípio, adaptar-se.

Entrementes, no decorrer dos capítulos a narração é amplificada por diálogos irônicos e passionais, graças a tempestuosa personalidade escocesa, mas sobretudo frente a teimosia da protagonista inglesa [desbocada, atrevida e ferina] deixando evidente que Claire está bem longe do esteriótipo submisso da mulher escocesa:

Maldito, vá para o inferno! - berrei batendo com a mão no chão, frustrada. Fez-se outro momento de silêncio escandalizado e, em seguida, enquanto eu tateava no escuro procurando as pontas soltas da atadura, ouviram-se novos comentários a respeito da minha linguagem nada feminina. [pag.80]

Clãs, disputas por terras e poder, conspirações, intrigas, bruxaria, traições, fugas espetaculares, companheirismo, lealdade, confrontos mortais e um herói como nunca existiu:

Jamie Fraser [que provoca milhares de suspiros...]

O Protagonista Jamie é TUDO, reúne qualidades e defeitos na dose certa para torná-lo quase palpável, mas creio que é seu romantismo e coragem que fisgam as leitoras [sua dedicação a Claire é impressionante, suas escolhas heroicas, seu sacrifício em nome do amor], sem falar que é belo, viril e selvagem com seus estonteantes olhos azuis, imaginem agora ele empunhando com habilidade uma espada de um metro de altura é para poucos hein? Hahaha!

O antagonista, que persegue Jamie e depois Claire, é Black Jack Randall, ou seja, um ancestral do marido de Claire [sim ela tem um marido do outro lado do portal, um professor, que aparentemente é um Lord], no entanto Black Jack é violento, inescrupuloso, vingativo, cruel, preparem-se para ficar muiiiito revolts com ele, e odiá-lo perpetuamente... Rrrrrrrrrrr [usando nossos punhais].

Com jornadas dentro de jornadas, diversos personagens, inúmeras situações típicas da época, sonhos premonitórios, superstições, corpetes e saiotes, punhais e gigantescas espadas, muiiiiiiiiiiiito sexo Hehehehehe... vamos fazer a travessia das lendárias Terras Altas, vagando por trilhas na floresta e acampamentos ao luar e num piscar de olhos, estamos dedilhando uma fantasia medieval com uma Dama a ser Salva ou seria o Cavaleiro, ou seria uma troca, ou será a possibilidade de nós leitores redescobrirmos o que é o amor?

Em minha opinião Diana Gabaldon é uma das grandes damas da ficção histórica, sua trama é magnífica. Pois, se nos quedamos tontos ao devorar 800 páginas em poucos dias, é apenas para logo em seguida recobramos os sentidos para clamar à SdE Brasil:

Precisamos muiiiiito...do Livro dois!!!

SENSACIONAL como tudo que é: BANG!
By Rosem Ferr.:.

Resenha publicada no Blog Arquivo Passional em 07/09/2014.


site: http://www.arquivopassional.com/2014/09/resenha-outlander-viajante-do-tempo.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Nay 14/09/2014minha estante
Como assim?Quase não tem diálogos?Poucos,do tipo quase nada? rsrs




Miguel 30/08/2014

ótimo livro!
É interessante notar a quantidade de sentimentos diferentes que você pode experimentar durante a leitura deste livro: Há momentos de tristeza profunda, momentos que você teme saber o que vai ocorrer (embora a curiosidade seja maior), momentos brutais de dor e desespero com cenas de batalhas e momentos de amor com grande tensão sexual. Suas emoções são testadas o tempo todo neste livro, o que dá aquela sensação de realidade durante a leitura.

O livro é muito bem escrito, bem editado e traduzido, o texto flui de forma tranquila e com bons momentos cômicos, principalmente quando Claire cita referências de 1945. O enredo é cheio de ação e tensão, com traições e romance, personagens cativantes e um ótimo desenvolvimento de história. Recomendado!

site: http://ovicio.com.br/resenha-outlander-a-viajante-do-tempo/
comentários(0)comente



Francielle 28/08/2014

Você já se imaginou em outra época? Não apenas vivendo com outras pessoas, mas vivendo outros costumes, sob vigilância e total desconfiança, você esta sozinha e não pode contar para ninguém de onde veio, não porque seria acusada de estar em estado de loucura, mas porque onde você está dizer o que tem a dizer pode ser levado como ato de bruxaria e você pode parar em uma fogueira.
Claire pode ter embarcado na maior aventura de sua vida apenas encostando em uma pedra, colocando não apenas sua vida em risco, mas também seu coração. Frank ficou para trás, na verdade ainda nem nasceu, como agir? Fugir? Ficar? Como prosseguir diante disto, todas as escolhas podem acarretar problemas para o futuro. Mas como pensar em um futuro tão distante , tendo Jamie tão perto, protetor, meigo e forte.
Somente o tempo pode dizer como agir, será que ela tem este tempo?

Uma das séries que eu mais amo, VA, IAN estão entre elas, então pensem no peso. É um romance histórico, confesso que já tive um preconceito com isso, mas é apaixonante e você vai ficar preso do começo ao fim.


"— Receio que minha mulher acabou pegando algumas, hã, expressões mais pitorescas dos ianques e de outros - Frank sugeriu com um sorriso nervoso. " (Frank)

"- Meta-se com sua vida - falei entre dentes, o suor escorrendo por trás de minhas orelhas - e São Paulo também. - Limpei a testa com a manga do meu vestido. - Vire-o para a esquerda. E se você - dirigindo-me a meu paciente - mover um músculo sequer enquanto eu estiver amarrando essa atadura, vou esganá-lo.
- Ah, está bem - respondeu docemente." (Jamie)

comentários(0)comente



71 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15



Publicidade


logo skoob beta
"Entro para pesquisar o livro que vai ocupar o lugar na minha mesinha de cabeceira"

Rede Bom Dia