A Pianista

A Pianista Machado de Assis


Compartilhe


A Pianista





Tinha vinte e dois anos e era professora de piano. Era alta, formosa, morena e modesta.
Fascinava e impunha respeito; mas através do recato que ela sabia manter sem cair na afetação ridícula de muitas mulheres, via-se que era uma alma ardente e apaixonada, capaz de atirar-se ao mar, como Safo ou de enterrar-se com o seu amante, como Cleópatra.
Ensinava piano. Era esse o único recurso que tinha para sustentar-se e a sua mãe, pobre velha a quem os anos e a fadiga de uma vida trabalhosa não permitiam já tomar parte nos labores de sua filha.
Malvina (era o nome da pianista) era estimada onde quer que fosse exercer a sua profissão. A distinção de suas maneiras, a delicadeza de sua linguagem, a beleza rara e fascinante, e mais do que isso, a boa fama de mulher honesta acima de toda a insinuação, tinha-lhe granjeado a estima de todas as famílias.

Literatura Brasileira

Edições (2)

ver mais
A Pianista
A Pianista

Similares

(12) ver mais
Cinco Mulheres
A Herança
História de uma lágrima
O sonho mais doce

Resenhas para A Pianista (13)

ver mais
on 7/1/17


Um conto tão lindo e fofo. Machado retrata bem a época, as diferenças das classes sociais e o preconceito. ... leia mais

Estatísticas

Desejam9
Trocam1
Avaliações 3.8 / 255
5
ranking 29
29%
4
ranking 35
35%
3
ranking 29
29%
2
ranking 7
7%
1
ranking 1
1%

31%

69%

LAPLACE
cadastrou em:
23/01/2015 11:48:27
Abimael.Costa
editou em:
18/02/2018 17:21:32