O conde de Monte Cristo

O conde de Monte Cristo Alexandre Dumas




Resenhas - O Conde de Monte Cristo


1382 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Luciana 22/02/2024

É preciso ter querido morrer, para saber como é bom viver.
Finalmente terminei essa história com algumas reviravoltas. Claramente ele poderia ser escrito em 400 páginas? Sim. Porém são tanto detalhes que talvez se perderiam na história.
Amei o final dos personagens, monte Cristo tem um coração bom, e fez bem aos que mereciam.
Estou feliz por ter acabado.
comentários(0)comente



Mary 21/02/2024

Meu primeiro calhamaço e o mérito não é só da minha persistência. O livro tem um ritmo bom e capítulos não tão longos que facilitam a empreitada.
Assisti o filme algumas vezes e me surpreendi com os desfechos bem diferentes da adaptação além da riqueza das tramas secundárias que eu desconhecia.
É verdade que as vezes senti que a quantidade de personagens e o quanto nos aprofundávamos neles tornava alguns capítulos maçantes, mas conferir mais camadas ao Conde do que a já batida vingança valeu a pena.

Ps: ler esse livro em 2024 é dar aquela viradinha de olhos vendo as personagens femininas descritas como ?murchas? aos 39 anos e o conde em sua melhor fase aos 40.
comentários(0)comente



Lucas1429 21/02/2024

Estupendo
Vou poupar os spoilers porque varios amigos estão lendo também...

O que eu posso relatar é que são mais de 1000 páginas que voam aos olhos. É um livro incrível e cheio de tudo.

Tem vingança, amor, heroismo, discórdia, raiva, alegria, birra, ranço, reviravolta. Um folhetim completo e de primeira qualidade escrito por Dumas.

A história, como muitos sabem, se centra na história de Edmond Dantes, um pacato e feliz marujo marselhês que, por sua felicidade nata, será alvo da inveja. A partir daí, se cria uma história magnífica e que prende do início ao final.

Vale não só a pena, como a galinha inteira. Cada página. Cada palavra. Discussões filosóficas, cenas de ação e mistério. Tudo tem um porquê. Tudo tem sua razão.

Exceto Franz... achei que faltou um pouco na história dele.

O final de Fernando e Danglars também acredito que poderia ter sido mais incisivo... porém não sou eu quem escreveu. Só quem apreciou.

Livro para a vida e, apesar do tamanho assustador, é acessível para qualquer leitor. Leitura simples e CATIVANTE.

Nota mil, um favorito para a vida.
Núbia Cortinhas 21/02/2024minha estante
Adorei a resenha! ??????


Max 21/02/2024minha estante
Depois dessa resenha, Lucas, talvez tome coragem pra ler!?


Lucas1429 22/02/2024minha estante
Leia, Max!!! E bora, Núbia, esperando você!!




Giovanna 20/02/2024

Esperar e ter esperanças
A saga sobre torcer que a vingança se concretize, pessoas morram e sofram, cochilos no meio de capítulos chatos, gente sofrendo, gente sendo esperançosa, dramas e mais dramas, team Mercedes, resgate de um Dantés que só vemos no começos do livro.

Provavelmente vou sentir falta dessa leitura coletiva, quase dois meses lendo
comentários(0)comente



ANA - @aspaceforbooks 20/02/2024

Uma jornada ler esse livro
Nem sempre empolgante, mas várias vezes interessante, algumas vezes cansativo, outras sem entender porque tava focando em outras pessoas, horas esperando a parte da vingança chegar, depois torcendo para uma personagem não ter sido afetada por ela, depois torcendo para um casal ficar junto, mesmo sabendo que ia ser difícil, páginas e páginas descrevendo um monte de coisa que nem me lembro mais, só que fiquei "precisava? e querendo entender como chegamos ali"

muito drama, traições, disfarces, bandidos, mortes, veneno, uns julgamentos, uns personagens mudando de nome e eu "quem é esse mesmo?" depois usando só sobrenome, gente sendo chamado de vampiro, abade isso e aquilo, muitos francos gastos, uns para o bem e outros nem tanto

enfim, obrigada pela aventura Dantès, foi bom te acompanhar, mesmo quando deu sono ?
20/02/2024minha estante
Melhor resenha ?


ANA - @aspaceforbooks 20/02/2024minha estante
eu gostei que saiu bem do nada kkkk


21/02/2024minha estante
Ficou ótima! Bem natural. Acho que conseguiu passar bem o que sentiu lendo




Guilherme.Fontenel 20/02/2024

O que fazer quando de uma hora para outra sua vida muda de uma hora pra outra? acusado de um crime que não cometeu, é isso que acontece com Edmond Dantès, e ao longo do livro você irá vê que esse misterioso e complexo personagem irá fazer em sua busca por justiça para com aqueles que o acusaram.
comentários(0)comente



Leonardo1344 19/02/2024

Nenhuma página é desnecessária
É um livro sobre muitos temas: gratidão, vingança, felicidade, remorso. Todos capazes de gerar emoções grandes no leitor.
Vale dizer que nenhuma página é em vão, não só porque as histórias secundárias são muito interessantes, mas porque se elas ocorrem sempre o Conde as aproveita para levar para a história principal, se já não era plano dele antes.
comentários(0)comente



Eriii_Souza 12/02/2024

Melhor vingança
Li este quando estava no ensino médio, e foi onde conheci o que mais tarde chamaria de plot twist. Nesta história você vai conhecer o sabor da dor, traição e todo o drama da vida do protagonista. Nele você conhece a força da vingança e a esperança de dias melhores.
comentários(0)comente



Flávia 06/02/2024

Livro extremamente grande
Achei uma leitura bem amarrada. Não tenho problemas com livros grandes, mas esse tornou-se cansativo devido às excessivas caracterizações. A história em si é um clássico, mas ao ser lida, tornou-se fatigante. No mais, fiquei bem confusas com tantos personagens e senti falta de um maior dinamismo.
comentários(0)comente



Roberta180 06/02/2024

Acabou...
Agora, lidar c a ressaca literária desse livro belérrimo, magnífico, esplêndido! Uma coisiiiiiinha no final não gostei. Mas são 1500 páginas de aventura e emoção. Vale a pena demaaaaaaiiiissss! Amei!
comentários(0)comente



Dida 06/02/2024

Apesar do final me desagradar um pouco, especialmente no que diz respeito à um dos que o conde se vinga (a vingança em si não é spoiler, é o enredo base do livro), esse livro, é absurdamente sensacional. Uma gama gigante de personagens, que sempre tem alguma relação entre si, que o autor consegue elaborar de uma forma extremamente incrível, sem deixar nenhum fio solto. Estou impressionada com a incrível habilidade com que ele liga tudo de forma tão bem feita. A leitura é extremamente fluida, tanto que mesmo sendo um livro de mais de 1300 páginas, você mal sente, pelo contrário, a vontade que dá é ler ele numa tacada só, pois o autor consegue criar desfechos e ganchos tão absurdos que você fica sedenta pra ler o de cada personagem. Enfim, não é a toa é um classico mundial.
comentários(0)comente



Marciela 04/02/2024

O desfecho
O romance termina de forma certa, não concluindo a vida dos personagens com o bordão e foram felizes para sempre.
Levando nos a pensar como terminou alguns personagens.
comentários(0)comente



Leya 01/02/2024

Tinha que ser Dumas
Uma gangorra entre o espanto e o fascínio me resume durante essa leitura. Dumas como sempre me conquistando mesmo envolto em uma pitada de prolixidade característica da época escreveu um gigante fluido.
Ana140 01/02/2024minha estante
Precisando finalizar esse grandão


Leya 05/02/2024minha estante
Perfeito princesa. Recomendo muito




Ingrid 01/02/2024

Para quem procura um livro com conspirações, traições e vingança esse é o livro! O que explica o motivo de existirem vários filmes baseados na obra! Vamos conhecer a história do marinheiro Edmond Dantès, que será preso. Ele se diz injustiçado, inocente e vítima de um complô de Villefort, Danglars e Fernand Mondego. Na prisão, Dantès conhecerá o Abade Farina, e seu novo amigo será o personagem principal e mais importante para Dantès; ensinando-lhe todos os conhecimentos necessários para que o marinheiro possa realizar seu plano de vingança contra os supostos responsáveis por seu infortúnio. Após 14 anos, numa fuga extraordinária, o sonho se torna possível e vamos conhecer o Conde de Monte Cristo, que não medirá esforços e escrúpulos para colocar os planos de vingança de Dantès em andamento. As perguntas que ficam é: será que Dantès é relamente inocente? E o Conde conseguirá sua vingança? O interessante do livro é descobrir que ele foi escrito por Dumas com a colaboração de August Marquet, concluída em 1844 d publicado em formato de folhetim em 1846. Além disso, no decorrer da leitura é possível pensar em questões sociais, que ainda permanecem na atualidade, e no sistema judiciário (será que ainda é tão falho como vai se mostrar no livro?). E, sobretudo, pensar se a vingança é a melhor forma que existe para que a justiça seja feita, se ela traz paz ou se acaba sendo um meio que punirá os culpados e as vítimas. Eu só conhecia os filmes, e adorei ler o livro que me proporcionou me aprofundar na história e fazer vários questionamentos, e a edição box da editora Zahar é linda, inclusive com ilustrações.

comentários(0)comente



1382 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR