A Viagem de Liz

A Viagem de Liz Gabrielle Rossa




Resenhas - A Viagem de Liz


91 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Juuh 22/03/2021

Sobre A Viagem de Liz...
Neste livro nós vamos acompanhar Liz, uma advogada com um gênio forte, e que ao longo dos anos foi sentindo o peso do trabalho e das responsabilidades da vida adulta, sem contar que muitas vezes se sentia insatisfeita com o rumo que sua vida tomou, principalmente porque sentia que as pessoas a sua volta levavam uma vida perfeita, exibindo suas conquistas o tempo todo nas redes sociais e aproveitando à vida ao máximo.

Mas tudo isso muda quando Liz recebe uma proposta da ?Organização? de fazer uma viagem no tempo e tirar umas férias da sua vida monótona.

Liz é levada ao passado, mais precisamente para a década de 80 , na cidade de Seattle, nos Estados Unidos, onde a tecnologia a que é tão acostumada ainda não era tão influente, e para a época lendária do Rock.

Esse livro me deixou nostálgica e querendo ter a mesma oportunidade que a Liz teve, primeiramente porque sou apaixonada pelos anos 80/90, e isso combinado com minha paixão pelo Rock, não poderia ter um resultado diferente.

Eu amei a forma como a autora retratou o quanto estamos presos a tecnologia, aos telefones e a estar ligados 24 horas por dias nas nossas redes sociais, ela conseguiu mostrar como aquela época era diferente se comparado a como as coisas são hoje, segue um trecho que demonstra isso perfeitamente...

?Observou as pessoas nas mesas. Não havia ninguém com notebook na mesa navegando na internet ou trabalhando, como era costumeiro encontrar nos starbucks de 2017. As mesas estavam repletas de pessoas que conversavam, sem a interferência de celulares. Elas efetivamente falavam umas com as outras, sem pausas para checar mensagens ou redes sociais.?

Mais um ponto positivo é que consegui me sentir próxima dos personagens, vivenciando diversos momentos com a Liz, a escrita da autora é muito gostosa e fluida, e quando você menos espera, o livro já chegou ao fim.

Terminei de ler com o coração apertado, e querendo avidamente a continuação e ao mesmo tempo maravilhada com a história..
comentários(0)comente



Fernanda 28/06/2021

A viagem de Liz: Uma canção para Liz - Gabrielle Rossa, Filos Editora
Resenha disponível no blog:

http://modoliterario.blogspot.com/2021/06/resenha-viagem-de-liz-uma-cancao-para.html

site: http://modoliterario.blogspot.com/2021/06/resenha-viagem-de-liz-uma-cancao-para.html
comentários(0)comente



Ilinha 27/04/2021

LEIAM, POR FAVOR!
A viagem de Liz – Gabrielle Rossa

Liz é uma advogada paulista, que tem uma vida monótona e muito solitária. Ela gosta do seu trabalho e da sua vida, mas tem a sensação de que falta algo.

Na noite do seu aniversário de 37 anos, Liz está em sua cama assistindo TV, sem sono, prestes a tomar um remédio controlado para dormir. Desde sempre Liz tem insônia, e acredita que essa noite vai ser mais uma daquelas noites sem dormir.
Entretanto, o que acontece a seguir, é que o vulto de um homem está na porta do seu quarto. Mas como alguém entrou em seu apartamento, se ela fechou todas as janelas?

Quando criança, ela via um vulto perto da sua janela, e quando fechava os olhos e abria novamente, para ver se aquilo era real ou não, o vulto simplesmente desaparecia. Mas esta noite tem algo diferente, e quando Liz fecha os olhos, o vulto continua ali e se aproxima aos poucos. O vulto, na verdade, é de um homem de casaco, que faz parte de uma "organização”, e lhe faz uma proposta inusitada de viagem no tempo.

Quando Liz entra em seu quarto, vê o livreto que o homem de casaco deixou, na noite anterior. Quando ela vê que aquilo é real, aceita a proposta de viagem. O inexplicável acontece e Liz é transportada de São Paulo, do ano de 2017, para Seattle, em dezembro de 1988.

Em suas andanças pela cidade, Liz conhece dois músicos que serão famosos no futuro, que são Erik, o vocalista da banda Madfever e Dex, o vocalista da banda Craftstone. Todos dois se encantam de primeira pela brasileira, e ela por sua vez se vê em um triangulo amoroso.

"A viagem de Liz", foi uma leitura que me surpreendeu demais. Quando comecei a leitura do livro, não estava com tantas expectativas e fui totalmente surpreendida por uma premissa totalmente diferente de tudo que já li e simplesmente me apaixonei perdidamente.

A autora tem uma narrativa e escrita perfeita, que cativa o leitor desde a primeira página, e não tem como não ficar totalmente envolvido. A cada página que se passa, o leitor fica curioso querendo saber o que irá acontecer, e quando finalmente chega ao final, você fica sem chão, querendo a continuação.

Os personagens principais e secundários são simplesmente maravilhosos. Preciso dar um destaque a Liz. A nossa mocinha foi uma personagem perfeita, e que me cativou nas primeiras páginas. Liz passa nessa "viagem" por vários aprendizados, reflexões e principalmente auto conhecimento. Amei os assuntos e reflexões que a autora trouxe nessa história.

A viagem de Liz é um livro perfeito, e que eu indico para todos os amantes que gostam de histórias de viagem no tempo, triângulo amoroso e várias descobertas sobre si mesma.


site: https://www.instagram.com/oclubedameianoite/
comentários(0)comente



Karen | @encontradanoslivros 14/04/2021

Encantador e viciante
Ao receber um convite no mínimo curioso e bizarro, Liz se vê aceitando uma viagem no tempo com a grande proposta de serem "as férias da sua vida". Em uma noite ela está em 2017 no estado de São Paulo, na manhã seguinte acorda em 1988 em Seattle, nos Estados Unidos. Liz está no passado agora, no local que é berço de suas bandas favoritas, sem conhecer nada, nem ninguém. Entre shows, festas e os pontos turísticos encantadores de Seattle, nossa protagonista vai se aventurar no fim dos anos 80 do melhor jeito e conhecer as melhores companhias possíveis.

Vamos lá: esse livro me impressionou MUITO. A personagem principal é fácil de se identificar com. Liz é divertida, leve e, assim como muitos em algum momento, estava insatisfeita com o rumo que a vida havia tomado. Ler sobre essa viagem dela e ver como aos poucos ela se tornava uma mulher radiante e corajosa foi encantador. Os personagens masculinos não deixam a desejar, temos o Erik e o Dex, dois vocalistas que curiosamente se odeiam e que não medem esforços para tentarem algo com Liz. Sim, um breve triângulo amoroso, e só pra deixar claro: time Erik.

A escrita da Gabrielle é muito boa e fácil de ser compreendida e lida, a fluidez com que o livro te envolve e faz viajar para os anos 80 é incrível, várias vezes me peguei pesquisando fotos da antiga Seattle para me sentir ainda mais parte desse livro. (Além de ter ficado obcecada pelas músicas que dão nome aos capítulos, eu amo uma playlist). Não costumo ser a mais feliz em ler capítulos grandes, mas esses eu li sem esforço, apenas motivada por vontade.

Engoli ele em menos de 1 semana (perdão colegas de Leitura Coletiva, eu tentei) e já quero absurdamente ler a continuação, afinal tenho muitas dúvidas que precisam ser respondidas. Enfim, 5 estrelinhas.

PS: Resenha também no instagram @encontradanoslivros
comentários(0)comente



Valdene.Rosa 25/03/2021

Difícil de desgrudar
Liz recebe um proposta irrecusável, com uma vida pacata e um pouco tediante ela é convidada a viajar, mas não para qualquer viajem, mas sim um viagem através do tempo, onde ela não sabe para onde ela vai nem o ano que ela parará.

Ela aceita e acaba parando no final dos anos 80, em Seattle, e tudo o que ela tem que fazer é seguir um itinerário e aproveitar a viagem.

Ela conhece várias pessoas nessa cidade, inclusive alguns ídolos da música que ela tanto curtia em seu próprio ano. Dex um deus do rock fica quase imediatamente obcecado por ela, ele com seu jeito solto e atirado a conquista cada vez mais. Do outro lado tem Erick, um aspirante roqueiro que está lutando nesse mundo da música, e também quando conhece Liz ele fica completamente apaixonado por ela, com seu jeito doce e tímido. Com dois rapazes disputando sua atenção Liz fica bem balançada em quem ela teve escolher.


É um livro envolvente cheio de reviravoltas, e é um romance, o que eu amo! Tem muita música e referências de Seattle, o que nos transporta para lá e direto nos anos 80 com muitas roupas coloridas.

Liz é uma personagem que nos traz paz, eu lia as páginas e queria ser amiga dela, e ficava brava com cada burrada ou coisas precipitadas que ela fazia, mas mesmo assim eu me apaixonei por ela

E o que falar dos rapazes, Erick e Dex são dois oposto da mesma moeda, mas confesso que apaixonei por um deles logo de cara e entendo o porquê da indecisão da Liz em relação aos dois!

Enfim, se você procura um livro leve e divertido essa é uma boa pedida, mas atenção: Não vai conseguir desgrudar do livro até  terminá-lo.
comentários(0)comente



Lud 14/03/2021

tô morrendo de amores
Liz é uma advogada que ama rock, crianças e tudo que envolva os anos 80 e 90. Acontece que há tempos ela vem se sentindo insatisfeita com o rumo que sua vida tomou, e essa frustração acaba fazendo com que viva de forma apática e no modo automático. Mas, tudo tende a mudar quando ao receber a visita de um homem misterioso, lhe surge a oportunidade de tirar férias em outra época.

Com a esperança de viver novas aventuras e fugir de sua rotina, ela aceita a proposta e quando menos espera, é transportada de São Paulo no ano de 2017, para Seattle em 1998.

Durante sua estadia na cidade norte americana, Liz irá conhecer inúmeras pessoas - dentre elas, os integrantes da banda Madfever e seu ídolo Dex Nolan da Craftstone -, vivenciar momentos inesquecíveis e finalmente dar uma nova chance ao amor.

Essa foi uma leitura que me fez sentir 1001 coisas diferentes do início ao fim e sério, foi uma experiência única e muito gostosa embarcar nessa viagem do tempo junto com a personagem principal. Agora, NECESSITO da continuação desse livro!!!
?
Eu me apaixonei por cada detalhe que a Gabrielle inseriu na história, em especial os shows em que bandas de rock tocavam. Apesar de gostar nunca fui muito ligada a esse gênero musical, e poder ler e me apaixonar por metaleiros e afins juntamente com a playlist do livro acabou fazendo com que eu começasse a ouvir com mais atenção e cá estou, viciada em bandas que antes nem sabia da existência!?
?
O único ponto que me incomodou nessa leitura e me fez tirar um pouco da nota final, foi a indecisão da Liz entre dois rapazes. Apesar de inicialmente entender um pouco o lado dela, com o passar da história comecei a me irritar com os joguinhos que fazia.?
?
Mas fora isso tudo foi incrível e quando pesei as cenas que me incomodaram com as sensações que o livro me proporcionou, o último acabou prevalecendo e por isso recomendo muitooo essa leitura!
comentários(0)comente



Lívia 03/06/2021

5 estrelas e favoritado!
Fazia algum tempo que não lia um livro nacional tão empolgante e envolvente como esse. A Viagem de Liz é um livro que supera todas as expectativas, nós nos apaixonamos pela história de Liz e todas as suas aventuras. Creio que todos nós gostaríamos de voltar ao tempo para ter aventuras em algum tempo específico ou algum contato com algum artista que amamos, e foi isso que aconteceu com Liz. Amei todos os embates entre Liz/Erik/Dex e Pamela, ansiei por mais páginas assim que acabou - inclusive não vejo a hora de ler o segundo - e já estou sofrendo por ter acabado. Indico a todos que querem ter uma experiência tão próxima a algum personagem como se nós fôssemos ele/ela mesmo, se preparem para se apaixonar, sofrer e sorrir com a história de Liz.
comentários(0)comente



Emilyn moretwopages 02/07/2021

Apaixonante!!!
Após anos vivendo uma vida planejada a comodidade financeira e emocional, Liz recebe uma proposta inusitada, por meio de um caderno marrom deixado na calada da noite em seu quarto, apesar das dúvidas a respeito da proposta, Liz aceita esta aventura de viajar no tempo e vivenciar os momentos mais incríveis dos anos 80. Em meio a sua viagem, a protagonista depara com dois personagens que farão sua vida virar de ponta cabeça, um rockeiro apaixonante e o seu maior ídolo da sua adolescência.

O livro possui uma narrativa intensa e fluida, repleta de cenários incríveis e cheio de cores, levando o leitor a uma emocionante viagem para a ascensão de grandes nomes musicais no meio do rock.

Os personagens da trama são cativantes, todos com suas peculiaridades formam um grupo de amigos inusitados que ajudam a protagonizar grandes aventuras, confissões e dramas que Liz se dispôs a enfrentar ao aceitar a viagem.

A história é repleta de muita música e shows de rock, além de um triângulo amoroso que balança o coração do leitor, vez que Liz está em uma batalha travada entre o seu maior ídolo e um misterioso cantor de olhos verdes.

A experiência de viajar com Liz foi única, me apaixonei pela trama e fiquei louca com o final, aliás @gabriellerossa você quer nos matar do coração? Estou super ansiosa para descobrir o desfecho desta história, então já já tem resenha do segundo livro também por aqui também!
comentários(0)comente



Thalita | @desabafoliterarioo 30/05/2021

VIAJAR NO TEMPO PODE OU NÃO MUDAR O FUTURO DA SUA VIDA?

Uma Organização que trabalha com viagens no tempo diz que não, porém para tudo der certo terá que seguir com algumas programações feitas por eles. A Organização promete uma experiência única e memorável, mas o destino da viagem são eles que escolhem. Duvidoso? Talvez.

Liz é advogada, tem uma vida tranquila, e é amante de música. Liz recebe um convite dessa organização para tirar uma pequena férias da sua vida cotidiana. No início teve receio de aceitar, quem não teria? Mas Liz viu que não tinha nada a perder, e aceitou embarcar nessa aventura.

“Se tudo correr da forma como planejamos, a experiência irá impactar sua vida de forma irremediável, fazendo com que você passe a encarar suas experiências passadas e futuras de forma diferente” – A Organização

Liz acaba indo para Seattle no ano de 1988. O auge dessa época são as músicas de rock, fitas K7 e vinis. Ela se sentiu feliz em poder conhecer um pouquinho desse mundo, e em estar rodeada das coisas que ama. Entre passeios e shows, Liz conheceu alguns lugares lindos e pessoas legais. Liz acreditava que seria uma simples viagem, porém grandes surpresas estão por vim. Vem ler o livro, e descobrir junto com a Liz o que a organização resevou para ela.

Foi tão bom embarcar nessa aventura com a Liz. Conseguir sentir através da leitura a sensação de como seria se eu vivesse nessa época. Não foi só a Liz que teve nostalgia quando foi parar em 1988, eu também. Me fez lembrar da minha infância que cresci ouvindo U2 e Ganzer House.

A leitura foi gostosa e prazerosa. Me conectei rápido com a estória, e sentir através das palavras as emoções vividas por Liz. Deu uma vontade enorme de entrar no livro para poder fazer Liz enxergar o que estava bem na sua frente kkkk indecisa era o seu sobrenome. E aquele final?! Não poderia ter acabado assim dona Gabrielle, logo que eu estava apegada aos dois. Ansiosa para o próximo livro
comentários(0)comente



Kari 20/08/2021

Recebi o convite para ler esse nacional e aceitei, foi uma grata surpresa, e ótimo poder compartilhar com vocês a minha opinião.

O enredo nos apresenta Liz, uma advogada que leva uma vida pacata e comum.. Em uma noite um homem estranho aparece em seu quarto exatamente em seu aniversário de trinta e sete anos e essa visita vem com uma proposta inusitada para viajar no tempo. Para onde? Ela não sabe! A única coisa que ela precisa fazer é escolher.

A partir daí vamos acompanhar Liz em sua jornada misteriosa para Seatle, 1988, um período incrível, com várias bandas de Rock em ascensão e um período diferente dos tempos atuais dela, sem essa tecnologia, internet e compromissos profissionais e a rotina. Ela ganha entradas para shows e eventos, cartão com crédito ilimitado, estadia em hotel.. Seria as férias dos sonhos? E o que Liz tem que fazer? Curtir! Aproveitar a oportunidade única e em sua primeira noite nesse cenário, ela conhece Erick e Nolan, ambos vocalistas de bandas, cada um com seu charme e Liz se vê completamente perdida entre o encanto de ambos.. E a realidade também se torna cada vez mais nítida, que em algum momento, essas "férias" vai chegar ao fim e ela terá que retornar a sua vida sem graça. O que será que vai acontecer? Leiam!

A viagem de Liz trás um enredo atraente, com personagens palpáveis e errôneos, tal como na vida real, só que com um toque de magia. Quem não gostaria de ter uma oportunidade como a de Liz? Temos um triângulo amoroso e a autora consegue nos fazer sentir amor e raiva em diversos mentos com relação aos personagens, que foram muito bem construídos e delineados. A ambientação do enredo também ficou impecável, e conseguimos submergir completamente na história. Além disso, temos uma playlist no Spotify para acompanhar a leitura e isso foi incrível, pois nos dá sensação de pertencimento, como se estivessemos dentro da história, podemos sentir o clima que a autora cria fé maneira profunda.

A escrita de Gabrielle Rossa é fluída e cativante e ela consegue nos fazer flutuar por sentimentos diversos, o que é algo sensacional. E todo esse universo para mim foi único e especial, com várias referências musicais que amo. Simplesmente apaixonada por esse enredo e louca por ler os próximos volumes e saber o que vem a seguir.

Recomendo! Uma leitura nacional de qualidade para se encantar e apreciar!

site: @alempaginas www.alemdaspaginas.com.br
comentários(0)comente



Agnes 30/04/2021

A viagem de Liz
Imagina do nada receber uma proposta de poder voltar no tempo em uma viagem totalmente planejada, sem gastar um real e ainda por cima sem saber para onde vai. É exatamente o que acontece com Liz.

Em uma noite como outra qualquer, Liz recebe um visitante misterioso no seu quarto, logo após comemorar seu 37° aniversário e notar que sua vida não é tão agitada como achou que seria na juventude. Ele conta a ela sobre a Organização, uma organização secreta que dá a algumas pessoas a oportunidade de visitar passado ou futuro.

Existem regras, é claro, como não contar a ninguém sobre a Organização entre tantas outras. Liz topa a brincadeira e aguarda ansiosamente saber para quando e para onde vai viajar, se surpreendendo quando acorda em Seattle nós anos 80.

Para uma amante de hard rock, não podia ser um lugar melhor! Logo de cara Liz nota que a Organização lhe deixou vários convites para bandas que ela ama, um valor considerável de dinheiro, cartão de crédito, roupas da época e um hotel totalmente pago. Liz não sabe quando sua viagem acaba, só sabe que se decidir ir embora, basta apertar um dispositivo de segurança.

Decidida a aproveita a viagem da melhor forma possível, ela anda pela cidade de dia e se arrisca a noite em algumas festas, conhecendo Dez Nolan e Erik, ambos vocalistas de bandas que ela conhece ou já viu alguma vez na vida. É aí que o triângulo amoroso começa.

De cara eu já odiei o Dex! O típico vocalista que pega todas e que sabe do poder que exerce sobre as mulheres, fiquei o tempo todo com a sensação de que quando ele conseguisse levar a Luz para cama, pararia de corteja-la. Já o Erik me conquistou, mesmo sendo um pouco lerdinho.

Há também o misterioso Aidan, um garotinho que desenha e fala coisas para Liz que diz respeito a sua viagem e a Organização, como se ele soubesse de algo que, certamente, uma criança não deveria saber, me fazendo criar MUITAS teorias!

A Liz foi uma personagem que me fez ficar bastante irritada também. As atividades dela em relação ao Erik e ao Dex não são nenhum pouco coerente com a mulher que se diz ser, principalmente quando ela fica derretida pelo Dex e se acha no direito de não gostar quando o Erik a pressiona para escolher um dos dois, mas isso é a minha opinião de leitura que torceu muito para que ela e o Erik se resolvessem logo.

Ainda que muitos pontos tenham ficado em aberto, a autora soube terminar o livro com o mistério que dará o gancho para o livro dois.

A viagem de Liz foi o livro lido do projeto Lendo Autores Nacionais de abril. O livro está disponível na Amazon e o físico pode ser adquirido diretamente com a autora @gabriellerossa.
comentários(0)comente



Grasi - @paginalida 04/06/2021

Uma viagem incrível!
No seu aniversário de 37 anos, Liz recebe uma visita inusitada. Uma organização misteriosa a contata com uma proposta: viajar no tempo para o passado para viver uma experiência única.

Mesmo receosa, ela aceita e é transportada direto para a Seattle dos anos 80, na era de ouro do rock e pop. Nessa viagem ela tem a oportunidade de viver uma grande aventura recheada de música e paixão.

A Viagem de Liz foi um livro que me conquistou desde o início pela escrita. A autora caprichou na ambientação e pensou em cada detalhe para deixar o leitor imerso. Achei tudo bem realista e senti que estava em Seattle, acompanhando de pertinho. Gostei muito da forma como a viagem no tempo foi trabalhada e da construção dos personagens.

Minha única ressalva é em relação ao triângulo amoroso, que para mim se alongou demais. A indecisão da Liz foi interessante até certo ponto, mas depois ficou um pouco incoerente com a imagem dela. Fiquei feliz quando tudo se resolveu.

No geral foi uma leitura muito envolvente, fluída e com gostinho de quero mais. Estou ansiosa pela continuação!

Fiz a resenha completa no meu Instagram. Para conferir - @paginalida
comentários(0)comente



Chellesbook 26/04/2021

A Viagem de Liz
Efeito Borboleta, De repente 30, De volta para o Futuro... Se você já assistiu algum desse filmes, sabe que todos se tratam de uma viagem no tempo. Agora pegue uma pitada de cada um e você terá um belo nacional. Confira a resenha ??

Liz tem 37 anos, paulista, advogada e bem solitária.

Uma certa noite ao tentar dormir, acredita que vê um vulto em seu quarto, decide então fechar os olhos, como fazia quando era criança. Ao contrário do que acontecia na infância, ele continua no mesmo lugar. Ao abri-los uma segunda vez, constata que se trata de um homem de casaco. Tal criatura se aproxima mais e lhe faz uma proposta, proposta essa que está em um livreto e ao final dele tem um formulário que se preenchido por completo, implica no seu consentimento.

No outro dia, Liz acorda, prepara automaticamente seu café da manhã e se senta para assistir as notícias. Mas algo está faltando/errado. Ao procurar por todo apartamento, finalmente chega ao seu quarto e descobre imediatamente o que é. O livro. Os acontecimentos da noite passada voltam como uma avalanche.

Mesmo intrigada, decide trabalhar e depois lidar com o inevitável. Quando chega do trabalho e encara as páginas, descobre se tratar de uma milenar empresa chamada Organização, que promove viagens no tempo, com diversas regras e loucuras. Sem perceber, Liz começa a preencher o formulário... E quando menos espera, está em outro país, em uma época diferente e com várias aventuras a esperando!

Opinião: Amei a história e os personagens. Os cenários são maravilhosos gente e quem gosta de rock vai amar esse livro. Tem até playlist no Spotify!

Corre pra ler esse livro maravilhoso! ?

Resenha completa, em breve , no meu Instagram Literário @chelles_book
comentários(0)comente



Camaleoa 18/04/2021

INCRÍVEL!
Esse é com certeza um dos melhores livros que li até agora e olha que tenho uma lista meio grande. Um livro que aborda viagem no tempo talvez seja comum pra quem consome fantasia ou ficção, mas eu não sou essa pessoa. E esse livro com certeza me pegou de jeito. Liz é incrível, charmosa, autêntica. O triângulo amoroso entre Dex, Erik e Liz é viciante. Você torce pra que aconteça um trisal porque fica difícil decidir qual dos dois escolher. Alguns podem julgar Liz por sua incerteza. Mas eu não vejo dessa forma... Ela fez uma viagem para explorar, viver novas aventuras, conhecer um ídolo e ter ele comendo na sua mão não é exatamente algo que dê pra ignorar do nada. Abordar a era grunge e os antigos costumes que pessoas que como eu, não conheceram a época, é incrível!

O final me pegou de surpresa e a minha confirmação é que tem continuação para me ajudar a absorver melhor tudo que esse livro me proporcionou. É um livro curto, mas ao meu ver completamente preenchido. Gabrielle Rossa é minha nova autora favorita!
comentários(0)comente



raposoreads 18/04/2021

Simplesmente sem palavras para descrever a emoção que foi ler este nacional, INCRÍVEL. Rossa escreveu personagens cativantes e envolventes, com características marcantes e realistas. Quando dei por mim estava dentro da história, realmente viajando com Liz, nossa protagonista. O triângulo amoroso é trabalhado muito bem, conseguimos sentir as angústias do personagens, nossos corações se envolvem na história se acelerando e desacelerando conforme os dos personagens. A Gabrielle Rossa, meus parabéns, você ganhou uma fã que está ansiosíssima pela continuação e que deseja profundamente viver na década de 80.
comentários(0)comente



91 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR