O imenso azul entre nós

O imenso azul entre nós Ayesha Harruna Attah




Resenhas - O imenso azul entre nós


34 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Gabi 22/07/2021

Queria mais!!!
Sabe aquele livro que poderia tranquilamente ter mais umas 100 páginas com um melhor desenvolvimento da história? Pois é... esse é um deles.

Existe um limbo entre o excesso e a falta. Aqui faltou!

Uma história que pode parecer "mais uma", mas que se diferencia (e digo aqui a surpresa positiva que tive) por abordar o tema do Candomblé.

Acredito que a autora poderia ter se aprofundado melhor nas histórias de ambas as gêmeas e as culturas em que elas viveram. Nesse livro ficou tudo muito superficial, infelizmente.
comentários(0)comente



Brenda 22/01/2022

Esse leitura é riquíssima em cultura, e cheia de conhecimento sobre outras crenças e religiões. A história em si é muito chamativa, o amadurecimento das gêmeas é muito prazeroso de acompanhar e embora tenha gostado bastante, não leria mais de uma vez. Seja por sentir falta de uma conexão mais intensa com os personagens ou até mesmo de esperar que tivesse se aprofundado em certos detalhes...
comentários(0)comente



Marcelão 21/11/2021

Destino ou fé?
Uma história singela que traz reflexões sobre mudanças e superações na vida. Além disso um grande aprendizado sobre outras culturas na semana da consciência negra.
comentários(0)comente



mari 13/12/2021

O IMENSO AZUL ENTRE NÓS
nunca tinha lido uma obra como essa, que trata de escravidão, racismo, religiões africanas e invasão dos britânicos à áfrica, e admito que era meio ignorante sobre o assunto. confesso que demorei muito para acabar, muito porque o livro tem capítulos gigantes, se tornando meio pesado de ler, e muito porque pesquisava várias palavras, comidas, tradições e etc. foi uma experiência incrível, é um livro realmente muito bom!!
comentários(0)comente



Gramatura Alta 11/08/2021

http://gramaturaalta.com.br/2021/08/11/o-imenso-azul-entre-nos/
As gêmeas Hassana e Husseina são separadas após um ataque brutal à sua aldeia, em 1892. A partir desse traumático evento, ambas são escravizadas e seguem caminhos separados, que as levam a diferentes cidades, países e até continentes. Enquanto Hassana fica na Costa do Ouro africana, Husseina cruza o oceano até a Bahia, onde é iniciada no Candomblé. Com o passar do tempo, as irmãs crescem e levam vidas completamente diferentes em muitos aspectos, mas com algo em comum: o sentimento de que há algo faltando. Apesar da distância, elas continuam ligadas uma à outra por meio de seus sonhos. Mas será que o destino as reunirá novamente?


Hassana e Husseina são gêmeas, sequestradas, escravizadas e vendidas, as meninas precisam passar por diversas provações. Enquanto Hassana só pensa na irmã, Husseina, que muda de nome para Vitória, só pensa em quanto saiu da sombra da mesma e não tem desejo de reencontrá-la. Na verdade, ela tem até medo de se sentir aquela criança reprimida novamente.

Hassana cresce muito durante a leitura, ela deixa de ser criança ainda cedo por conta de sua escravatura, então ela foge, e tem que lutar sozinha para conseguir chegar onde quer, nisso a garota é simplesmente corajosa, ela amadurece sem pensar duas vezes, e começa a lutar por suas causas encontrando apoio na família que ela escolhe para si.

Já Husseina encontra o chamado para o Candomblé, onde sua mãe de criação a inicia e ensina tudo a garota. É interessante ver essa parte da crença, porque Husseina se encontra de uma forma tão bonita, e não perde a crença em momento algum.

As garotas não são escravizadas por muito tempo, mas mesmo assim, você consegue sentir o aperto que é ser privada de sua vida, sua criação, sua família, sua casa. Hassana é muito coração, ela sente demais, ama demais, e vive demais. Já Husseina é mais razão, ela quer as coisas do jeito dela, e só vai contra isso por um pedido de Yaya, a mulher que a criou.

Mas como nem tudo são flores, preciso apontar alguns pontos na história que me incomodaram. A insistência de todos acharem que as meninas deveriam se encontrar por serem gêmeas, serem metades de um todo, eu acho que isso é uma coisa muito forte, ninguém é metade de ninguém, e elas eram tão diferentes no final, como eram no começo. Entendo que a autora quis colocar como por serem gêmeas, elas eram predestinadas a se reunirem, mas acredito que deveria ter sido pelo amor uma pela outra, e não por essa obrigação.

Os capítulos também são imensos, é uma coisa que me incomoda bastante, mas consegui pegar um ritmo legal até. A reunião das meninas parece até de forma mágica quando acontece, e não é no sentido mágico da Disney, acho que a autora poderia ter se esforçado um pouquinho e criado outra forma de reunir elas.

Então, é isso. O IMENSO AZUL ENTRE NÓS é uma leitura simples, não é algo que você vai guardar no seu coração para sempre, mas uma história que te mostra um laço fraternal bonito, e que às vezes é preciso abrir mão de algo por amor.

Resenha escrita pela Amanda para o blog.

site: http://gramaturaalta.com.br/2021/08/11/o-imenso-azul-entre-nos/
comentários(0)comente



Juliano.Ramos 10/11/2021

Livro com um ótimo início, depois ele entra em queda livre e a história riquíssima cai num lenga lenga extremamente monótono, chegamos no final torcendo que acabe logo... nota 2.
comentários(0)comente



Jaque @blogmalucadoslivros 12/08/2021

O imenso azul entre nós
O imenso azul entre nós é um livro curtinho, com menos de 300 páginas. Mas, não se engane: essa com certeza foi um dos livros mais profundos e intensos que eu já li.

A PREMISSA:
Hassana e Husseina são irmãs gêmeas que foram separadas de forma trágica. Após um ataque brutal à aldeia em que viviam, as irmãs foram levadas e escravizadas. Como se já não bastasse toda a dor que já viviam pela escravidão, as irmãs foram separadas. Hassana permaneceu na África mas Husseina foi levada para Bahia, deixando as irmãs sem notícias uma da outra.

Mas as irmãs possuí um laço tão forte que nem a distância pode separar e apesar de tudo, elas sabem que nunca se esqueceram uma da outra aonde quer quer estejam.

O QUE EU ACHEI:
O imenso azul entre nós foi uma leitura mais intensa do que eu imaginava que seria. É uma dessas leituras impactantes, emocionantes e que devem ser lidas aos poucos, pois cada página tem uma carga emocional e cultural gigantesca.

Por isso foi uma leitura que demorei para finalizar e que me deixou com o coração apertado praticamente a leitura inteira, mas assim como Hassana, também me deixou cheia de esperança de que essas irmãs um dia conseguissem se reencontrar.

Embora a separação e a falta da irmã gêmea tenha sido doloroso, é nítido ver o amadurecimento das duas, os caminhos que percorreram, as mudanças que sofreram e o sonho que nunca deixaram para trás. Personagens que se tornaram mais fortes do que se imagina.

"O imenso azul entre nós" não é uma leitura para qualquer momento, mas é uma leitura necessária que aborda questões como escravidão e preconceito religioso.

site: https://www.instagram.com/p/CSIXETGLTaL/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sayuri 10/07/2021

O poder das gêmeas
Gostei muito de ter lido esse livro pela possibilidade de imersão no período escravagista e o tráfego Brasil-África. Muito bonito ver questões como família, laços afetivos, religiosidade se condensam e se fortalecem pela jornada do reencontro entre as duas irmãs.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bassi 01/12/2021

Ainda impactada com a história dessas irmãs.....
Adorei a leitura e essas protagonistas maravilhosas. O livro se divide em capítulos, que alternam entre as trajetória das irmãs gêmeas Husseina e Hassana que foram forçadas a se separar.
A trajetória delas não é fácil, mas é conduzida pela autora de uma forma que não achei pesada. Além das irmãs, existe também outros personagens incríveis e extremamente resilientes.
É rico em cultura africana e ainda traz uma protagonista e personagens do Candomblé, o que pra mim foi uma das coisas mais sensacionais do livro, porque cosegui conhecer mais da religião e assim respeitá-la mais.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Arlete.Rossetto 30/05/2021

Hassana e Husseina
Nesse emocionante livro vamos acompanhar a história de 2 irmãs gêmeas Hassana e Husseina, que foram separadas após um ataque brutal em sua aldeia, com essa separação passaram a se comunicar através de sonhos enquanto cresciam distante uma da outra.
comentários(0)comente



Silas Jr 04/07/2021

Emocionante
Livro.que educa e faz chorar! A narrativa é boa e achei que faltou desenvolver a ideia central do livro.
comentários(0)comente



34 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR