A Vida Intelectual

A Vida Intelectual A.-D. Sertillanges




Resenhas - A Vida Intelectual


106 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Freignan 26/05/2014

A Vida Intelectual, seu Espírito, suas Condições, seus Métodos
( A.- D Sertillanges)
Durante todo o decurso da história, temos personagens que se destacaram nas suas áreas de atuação, sejam nas artes,na política e etc. Nesse caso se tornaram destaques devido a intelectualidade no qual foram iniciados
Diego 27/12/2014minha estante
O livro é maravilhoso. Sem dúvida o melhor livro que eu já li. É um guia para descobrir se você tem ou não vocação para dedicar sua vida aos estudos e se tiver, como segui-la. Dá dicas preciosas que podem e devem ser aplicadas: sono, alimentação, oração, estudos, obras a ler são uns dos muitos exemplos. Esclarece onde surgem as nossas melhores idéias e como aproveitar ao máximo os nossos momentos de plenitude. O livro descreve com as palavras exatas sentimentos universais que todos sentimos e que não conseguimos expressar. É uma leitura maravilhosa, deliciosa e especial. Recomendo para todas as pessoas que me perguntam o que ler. Leiam com a alma. Vale muito a pena.




Elis 31/07/2020

Nada demais.
Leitura por vezes cansativa. Poucas novidades ou passagens que nos cause insights. Não leria novamente. Prefácio fraquíssimo, com palavreado chulo num livro que promete a intelectualidade.
Um intelectual não pode se manifestar de forma chula? Num livro? De um padre... Num prefácio?
Falo apenas sob meus gostos e padrões: Não me causou boa impressão.
Vanessa 22/12/2020minha estante
"Não causou uma boa impressão" então você não leu o livro todo?




Matheus.Araujo 27/06/2020

A Instrução do Conhecimento
Infelizmente, a vida intelectual brasileira está tão inexistente que há uma sombra sob a atividade intelectual: é vista praticamente como nicho universitário e não como um verdadeiro fim em si mesma, já que buscar a Verdade é buscar a Deus e, consequentemente, o preenchimento do espírito. Pe. Sertillanges mostra, numa retórica absolutamente inspiradora, a vida intelectual não como ocupação social, profissional ou muito menos um passatempo (que deveria ser seguida sem disciplina), mas como um estilo de vida, um verdadeiro corpo de virtudes que devem moldar sua personalidade. Aconselha sobre leitura, local de estudo, notas, memória, entre tantos outros. Livro de cabeceira, deve ser indispensável como ponto de partida de qualquer vida de estudos.
Douglas 30/09/2020minha estante
Ótima resenha




Beatriz.Nascimento 08/02/2021

O intelectual busca a intelectualidade
Nesse livro encontramos sábios concelhos para o corpo, a alma e o espírito. Trás as boas maneiras de viver de épocas passadas, mas também nos faz enxergar pontos positivos a serem considerados na atual geração. O padre Sertillanges alcança um maravilhoso equilíbrio em nosso modo de vida, ainda que com dificuldades.

Cita grandes pensadores, filósofos e cientistas como Aristóteles, São Tomás de Aquino, P. Grantry, Pascal entre outros. Hora concordando com seus pensamentos, hora refutando suas hipóteses, sobretudo, ensinando.

De fato o livro é direcionado para aqueles que querem se dedicar aos estudos, e se tornar um Intelectual. Mas a riqueza em conselhos nos ensina como ser, não apenas um intelectual, mas sábios e, aproveitar o máximo a vida.
Leia pouco, absorva somente o necessário e o faça na ordem certa...

Se expressa ao jovem, ao velho, ao marido e a esposa; ao vagabundo e também ao trabalhador. Ao escritor e ao leitor, para cumprirem seus deveres com verdade e humildade. Ainda que busquemos diariamente encontrar o caminho certo, sempre haverá aquele pequenina linha inconstante que pode causar um grande entortamento na alma, no corpo e no espírito.

Fala sobre o equilíbrio das três vocações que temos: ser homens (seres), cristãos e intelectuais. As quais precisam ser, constantemente, julgadas confirmadas, em períodos de reflexão. Também a responsabilidade do trabalho, sem preguiça! Colocou a mão no arado, não a pode tirar, a perseverança é dracma da coroa de paciência!

Um algo que levarei, além de todos os ensinamentos, é a importância da solidão. Ele escreve, "a solidão lhe permite um contato consigo mesmo". Refleti sobre a solitude e pude tirar grande proveito dos momentos de solidão, e mudar minha opinião negativa sobre eles.

Esse livro é uma riqueza e seu tamanho físico subestima em tamanho, grau e qualidade, o seu conteúdo. A experiência vale muito a pena!

Como diz Sertillanges "... O intelectual deve ter uma alma intelectual".
Que esse livro venha ajudar todo aquele que com humildade, quer melhorar a cada dia
Lima 08/02/2021minha estante
Incrível, terei que reler.




Penna 26/06/2020

Divisor de águas
Difícil expressar o quanto essa leitura me enriqueceu. A partir de hoje, terei uma nova visão nas leituras, nas contemplações, nas orações, no trabalho, enfim, Deus seja louvado!
Edson 26/06/2020minha estante
Esse livro é uma graça na vida de muitas pessoas. Integração de fé e razão na vida intelectual orientada para a busca da Verdade.




Fooks 19/06/2020

Um chamado à intelectualidade!
O livro do A.D.Sertilanges esclarece inúmeras dúvidas acerca de tudo que gira em torno da vocação intelectual.Desde conselhos mais práticos como ler livros,memorizar idéias e tomar notas a aconselhamento espiritual,o padre criou uma grandiosíssima obra,de caráter relativamente simples,que deveria ser o ponto de partida de todos que se dispõem a uma vida pautada em uma permanente jornada pelo conhecimento.Na sociedade em que vivemos,a cultura do intelecto está,sem dúvidas,em estado de letargia,a um ponto tão grave,que a infecção se espalha até atingir os meios acadêmicos,locais onde o saber deveria se fazer presente em seu mais alto esplendor.Esse livro é o banho que precisamos,para limpar as impurezas que sujam a nossa vida intelectual.
Vivi 27/06/2020minha estante
Eita muito bom




Valério 08/02/2019

Valioso roteiro
Sertillanges apresenta diversos conselhos para aqueles que querem uma vida dedicada ao estudo e aperfeiçoamento, ainda que tenham outras obrigações em seu dia a dia (considera que basta dedicarmos duas horas por dia ao nosso aprimoramento pessoal).
Além de filosofar sobre a importância do saber, traz dicas práticas para ser bem sucedido como estudioso, tais como saber separar as principais obras, ter o tempo de lazer, o cuidado com as distrações.
Obra apoiada em São Tomás de Aquino.
Vários trechos dignos de nota mostram um livro bem escrito e ideias bem desenvolvidas. Fica um deles:
"O intelectual não é filho de si mesmo; ele é filho da ideia, da Verdade eterna, do Verbo criador e animador imanente a sua criação"

O livro tem base Cristã, mas pode ser lido mesmo por ateus, bastando para isso desconsiderarem trechos que remetem diretamente à religião.
Davi.Rezende 21/02/2019minha estante
Será que é melhor ler esse primeiro ou O Trabalho Intelectual - Jean Guitton?




Jeff's 19/04/2020

Para quem quer ser um intelectual
Muito longe de ser um livro técnico que só diga o que fazer, Sertillanges é como um pai que, nos educando, ensina-nos a sermos pessoas.
Nos mostra não só técnicas mas virtudes a serem desenvolvidas e nos ensina a fortalecer nosso espírito para atingir essas virtudes.
Além de tudo isso, Sertillanges dá dicas de técnicas de estudo, anotações, arquivamento, hábitos e etc.
Sarah 19/04/2020minha estante
Te mandei meu contato,aguardo retorno :)




Gustavo Lima 28/08/2015

Fraco, entediante e frustrante.
Não gostei. A proposta do livro é boa, mas achei este um livro fraco, entediante e frustrante. Fraco, devido seu conteúdo ser formado por preceitos extremamente simples que, em grande parte, não constituem nenhuma novidade. Entediante, pelo uso excessivo de metáforas cansativas e desnecessárias para explicar tais preceitos. Frustrante, porque esperava mais de um livro que faz parte da Coleção Educação Clássica da editora É Realizações, bem mais. O primeiro livro que eu li dessa coleção foi o “Como ler livros” do Mortimer Adler. Esse, sim, foi um livro que me deixou maravilhado! Mas este do Sertillanges... No entanto, isso não significa que não se possa aprender algo com ele. Se você é alguém que esteja começando agora sua vida intelectual, talvez ele sirva pra você, só que para mim não serviu muito. Nele não há nada de excepcional. Não o recomendo. O “Como ler livros” do Adler é mil vezes melhor!
comentários(0)comente



Gomes 09/05/2021

Ótimo livro. Com certeza faz um bom papel para aqueles que planejam tomar uma "vida intelectual", assim como para aqueles que querem apenas saber como conciliar uma vida de paz.
comentários(0)comente



Douglas Mesquita 08/10/2016

O guia para uma vida dedicada aos estudos
Este livro merece ser lido infinitas vezes, encaixa-se naquela categoria de livros inesgotáveis, sempre que abro este livro para uma breve releitura, encontro alguma coisa nova que passou despercebida em leituras prévias.
Um livro que nos mostra a transcendente beleza e espiritualidade que paira sobre o espírito daquele que dedica a sua vida para a eterna busca pelo Verdadeiro.
comentários(0)comente



Rodrigo 23/10/2016

Quando falamos em um intelectual nos vem a mente a idéia de alguém que estuda e se dedica por um momento e com uma finalidade. É desconstruindo essa idéia errônea que o Padre A. –D. Sertillanges inicia seu livro que começou a ser escrito em 1920. Intelectual é aquele que mesmo que ainda comprometido com ocupações profissionais reservam o seu precioso tempo ao estudo e pretendem fazer do trabalho intelectual a sua vida e como recompensa o profundo desenvolvimento de espírito. Essa vida exige penetração, continuidade, empenho e disciplina. Diante de nossa cultura brasileira onde somos ensinados a estudar para se formar tão somente com um fim profissional não é de se admirar quão poucos intelectuais há em nosso meio. Muitos desses trabalham mas não sabem quem são e nem para onde querem ir. E quantos não desperdiçam seus tempos em coisas fúteis e banais?

É diante desse quadro estarrecedor que se encontra o homem, que o autor desse livro nos convida a entender, iniciar, cultivar e manter uma vida intelectual. Suas dicas são valiosas como o cuidado do corpo, o ambiente, as especialidades, o fervor e a concentração. Também nos concede valiosas orientações sobre o preparo da vida intelectual como a leitura: o que ler, as espécies de leitura e a escolha dos autores; a organização da memória: o que é preciso memorizar, a ordem e como memorizar; as anotações: como anotar, classificação das anotações e como se utilizar delas; escrever: a arte de escrever, a verdade, a individualidade e a simplicidade.

Os não-iniciados em filosofia poderão ter algumas dificuldades na linguagem e em alguns termos e pressupostos filosóficos que o autor usa, pois o mesmo parte de um pressuposto filosófico de Tomás de Aquino. Mais se lido com atenção e devidas ressalvas essa obra nos concede tesouros preciosos para nossa vida intelectual.

Mais do que nunca nossa sociedade precisa de pessoas de que entendam que a vida intelectual não está restrita somente a algumas pessoas. A vida intelectual é um estilo de vida. Para isso é necessário sair do comodismo, ter coragem, determinação e perseverança. A ininteligência é inimiga do saber e isso é uma afronta a Deus que é a fonte de toda sabedoria e ao homem criado a Sua imagem e semelhança. Mude seus hábitos, cultive uma vida intelectual para a Glória de Deus.
comentários(0)comente



Natalie 18/06/2017

Em 1920, o padre Sertillanges escreveu A Vida Intelectual, uma pequena obra-prima que propunha ser um destrinchamento dos Dezesseis Preceitos de São Tomás, mas que ganhou corpo prático para a preparação, o durante e o momento posterior ao estudo. O objetivo da obra é mostrar ao pretenso intelectual métodos eficazes para a aprendizagem e despertar a maior virtude: a estudiosidade, aliada da temperança. O ato de estudar não deve ser vão, disperso. Por isso, conhecer-nos, saber quais são nossos propósitos, é uma das melhores formas de adquirir essa qualidade.


O intelectual é um consagrado, possui uma vocação. Estudar é cooperar pelo Bem e tudo deve elevar para Deus, pois tudo Dele procede. A leitura desordenada é tara, como outra qualquer. Dessa forma, após definir o objeto, devemos cuidar do corpo, já que é a partir dele que é feita a passagem da ignorância para a ciência. O autor chama a atenção à observação, silêncio, absorção e repulsa a maus comportamentos, características básicas do estudioso.


A prudência exerce grande papel nessa tarefa, pois é escusado abrir mão da vida em sociedade para viver em teoria, correndo o risco de cair em mera abstração. O conhecimento deve ter aplicação na vida prática. A disciplina é a chave para o bom desempenho. O ideal é manter a concentração durante algumas horas e depois levar o resultado aos outros, sem ambição ou soberba. Levar conhecimento é levar Deus. Há quatro espécies de leitura: de fundo, de ocasião, de estímulo ou de edificação e de repouso. Cada uma tem uma exigência e um objetivo. Cabe a nós distingui-la e fazer uso da interligação de conteúdos. Seria o que hoje chamamos de interdisciplinariedade. Um conhecimento isolado é vazio.


O autor fala que é primordial filtrar os livros e nos livros. Apesar de, à primeira vista, parecerem coisas iguais, não são. Filtrar os livros significa diferenciar as fontes de formação das fontes de informação. Aquelas são a base de quem somos. Estas, os fatos que podem ser descartados e devem ser selecionados. Já filtrar nos livros é filtrar a leitura stricto sensu, requer experiência e orientação, o que nos leva ao problema de se tomar uma vida intelectual sem o devido norte. Para isto, o padre aconselha que estejamos reunidos sempre que possível com pessoas com objetivo em comum.


A Vida Intelectual vai além de observações para os estudos. São métodos completamente perenes e fundamentais para o desenvolvimento do humano enquanto ser dotado de inteligência.
comentários(0)comente



Luiz.Flavio 03/07/2018

Ser intelectual.
Sertillanges organiza neste guia os meios necessários de se tornar um intelectual com técnicas e hábitos que visam a introspecção e, ao mesmo tempo, contato com a verdade eterna e imutável . A ciência e a filosofia são coroadas com a teologia. Fortes influências de Santo Tomás de Aquino.
comentários(0)comente



Victor.Geyson 25/11/2018

Inspeiadod
Um livro que eu diria ser inspirador, embora seja pequeno admito que tive uma certa dificuldade de leoiral, mas isso não se deve a seu conteúdo, talvez a forma. O livro uma obra excelente para iniciar as pessoas no maravilhoso, mas inocuo, caminho do conhecimento.
comentários(0)comente



106 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |