As Areias do Tempo

As Areias do Tempo Sidney Sheldon




Resenhas - As Areias do Tempo


62 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5


I. Cristhini 14/07/2021

É uma leitura envolvente, bem padrão do Sheldon, você começa e não quer parar mais, teria dado 4 estrelas se não fosse pelas diversas cenas que foram difíceis de engolir, mesmo sendo de várias décadas atrás é muito difícil ler tantas cenas de estupro tão ilustrativas, além de outras cenas envolvendo crianças, não recomendo para todos, quem possuí gatilho com abuso sexual, pedofilia pode ser uma leitura bem difícil
comentários(0)comente



Thais 10/06/2021

Achei o livro interessante porque nos trás um pouco da história espanhola e basca. De resto, achei meio sem graça. Alguns personagens tem uma história legal no começo, mas achei o desenvolvimento deles fraco; esperava mais.
comentários(0)comente



Carlinha 01/06/2021

Bom!
Gosto do Sidney Sheldon. Foi um dos autores que me fez gostar de ler...
Esse livro não tem muito hype, mas é belíssimo!
É um romance com uma das mais sangrentas guerras civis da História como plano de fundo. Tudo se passa na época da guerra entre republicanos e nacionalistas bascos e catalães para se tornarem independentes.
A leitura é muito fluida, o autor vai apresentando os personagem de forma maestral.
Só achei que algumas coisas acontecem fácil demais, rápido demais e convenientemente demais. Mas é bem o estilo do Sidney e não atrapalha de maneira nenhuma a experiência.
comentários(0)comente



Lara 04/04/2021

Sidney Sheldon sempre, SEMPRE, surpreende.
"As vidas de todos os grandes homens lembram
Que podemos tornar nossas vidas sublimes,
E, ao partirmos, deixa para trás
Pegadas nas Areias do Tempo." (Henry Wadsworth Longfellow)

O critério que utilizei para dar 4 estrelas, foi simplesmente a comparação com os outros livros do autor, sou uma fã de carteirinha.
Esse livro foi diferente, e no prenúncio é dito "Esta é uma obra de ficção, mas..." deixando claro que é uma representação de uma das mais sangrentas guerras civis da História, junto a inquisição espanhola e tudo o mais, a guerra entre republicanos e nacionalistas bascos e catalães para se tornarem independentes perpassa toda a obra.
Eu senti que os personagens foram muito mais trabalhados neste do que em outros livros, e nessa apresentação perdeu-se um pouco de tempo e enredo, mas como sempre uma obra muito bem pesquisada e escrita, com enigma, suspense, e desfechos surpreendentes. Eu já li tanto o Sheldon e ainda sou totalmente incapaz de prever os rumos que as histórias vão tomando, entretanto a trama ganha corpo e ação a partir da página 200.
comentários(0)comente



Luana Café e Poesia 31/03/2021

Surpreendente
Os livros do Sheldon são sempre surpreendentes , creio que o motivo seja não ser tão clichê! Mas mantendo um certo nível do que o leitor espera. Senti raiva, ansiedade e torci para que cada um encontrasse Oi que procurava ... Deu certo :)
comentários(0)comente



Letícia Caetano 14/02/2021

É durante a Pós-Guerra Civil Espanhola, onde os confrontos entre o governo ditador e o povo revolucionário (os bascos) ocorrem regularmente.
Tem-se "três pontos de vista" o desenrolar da história. Ela se classifica por acompanhar Jaime Miró, lider dos bascos, fugitivo do governo e principalmente que luta pelo direito de seu povo; do outro lado vê-se o Coronel Ramon Acoca, um homem com forte sede de sangue, que persegue sem Miró sem se preocupar com as consequências; em contra partida a toda essa perseguição estão as Freiras Megan, Graciela, Lucia e Tereza, que durante uma das falhas buscas de Acoca por Miró, tem o convento que invadido e destruído.
Elas fogem para escapar do coronel e a consequência disso é terem que aprender em sociedade novamente. Já que seu convento era bem rígido e elas basicamente não tinham contato com o mundo exterior.
comentários(0)comente



Josi 28/12/2020

Novelão no melhor estilo rocambolesco
Novelão maravilhoso, trama inusitada mas bem amarrada, não à toa Sidney Sheldon vendeu milhares de cópias ao redor do mundo. Aqui acompanhamos a fuga de algumas freiras (e uma impostora) pelo interior da Espanha em meio da guerra entre o estado autoritário e o grupo separatista ETA. Engraçada, envolvente, uma história que não vai te deixar largar o livro. Uma pena que a adaptação pro cinema tenha ficado tão ruim, pois a história tem premissas maravilhosas. Vale a leitura!
comentários(0)comente



Dani Sousa - @eulieulerei 14/09/2020

Terroristas bascos, um coronel vingativo e um convento. O que estas três coisas tem a ver?
Gente seguindo aqui com umas resenhas que estão atrasadas, temos em Areias de Tempo história sobre os bascos que tem uma lingua própria e exclusiva, que não se liga nem se parece com nenhuma outra conhecida, seja atual ou morta, o que intriga tendo como plano de fundo a guerra na Espanha.
.
O livro conta o confronto entre o terrorista basco Jaime Miró, que liberta da cadeia dois companheiros condenados à morte, e seu perseguidor, o coronel Ramon Acoca, que invade o esconderijo dos fugitivos, um convento na região rural de Àvila. Miró tem o destino entrelaçado a quatro freiras, arrancadas da paz e da clausura para a agitada Madri, onde descobrem seus medos e revivem memórias do passado e conhecem a paixão e o amor.
.
O livro foge do padrão Sidney Sheldon de a heroína x dinheiro x poder que está sempre presente, aborda um pouco sobre a cultura dos conventos da ordem mais duras que se conhece as freiras que são isoladas do mundo exterior e fazem voto de silêncio, contextualiza as reivindicações do ETA - Euskadi Ta Askatasuna - grupo terrorista que quer a separação do povo Basco do resto da Espanha.
.
Tem ação, suspense e alguns romances e um final totalmente inesperado, ou talvez obvio e muitas reviravoltas que já é básico do autor.
comentários(0)comente



Leticia.Martins 08/09/2020

O primeiro a gente nunca esquece
Esse foi o primeiro livro de Sidney Sheldon que li, e depois dos primeiros capítulos logo descobri que não conseguiria parar de ler (nem para dormir). Temos personagens femininas incríveis, fortes, com histórias de vida muito chocantes que ficam presas na sua cabeça.. temos a exposição da verdadeira natureza humana (não existe bom e mau, preto e branco, certo e errado; as pessoas são mais complexas que isso, não existe uma visão binária dos personagens) o drama e as aventuras vivenciadas por todos, os romances, te prendem do início ao fim e criam a vontade de conhecer outras obras do autor.
comentários(0)comente



Valéria 03/09/2020

Amo Sidney Sheldon
Amo o autor e sua escrita perfeita e de fácil entendimento. A história é intrigante, mas já li melhores do autor. Não deixa de ser muito bom.
comentários(0)comente



Dadá 28/08/2020

Miró+freiras x Acoca
O livro se passa em uma Espanha pós-guerra civil onde bascos e apoiadores de Franco se enfrentam. De um lado temos o maior terrorista do ETA Jaime Miró e do outro o sanguinário e vingativo Coronel Acoca. No meio disso tudo os soldados de Acoca invadem um convento a procura de Miró e quatro freiras fogem desse ataque cruel. Quis o destino que freiras e bascos se encontrem e juntos começam uma fuga pelo país.
O livro é interessante ao apresentar essa realidade que pouco conhecemos fora do continente europeu. Mas não foi dos meus preferidos de Sheldon. Achei muita informação para chegar no clímax da história que acabou não empolgando tanto apesar de ter um final interessante.
comentários(0)comente



Lua 29/04/2020

Um pouco chato...
Não sei se gostei muito deste livro. Achei que não houve uma boa ligação entre a história dos personagens e o desenvolvimento delas no decorrer da história. Demorei mais do que o meu normal pra terminar.
comentários(0)comente



Livia 03/04/2020

Muito bom
Sidney Sheldon apresenta um livro facilmente "devorável" em dois dias. É incrível como seu modo de escrita, seu enredo, seus personagens te prendem e encantam. Além de ser uma leitura fácil, ainda te traz um extra: a história dos bascos, um povo do norte da Espanha. É um livro rico em detalhes e conhecimento.
comentários(0)comente



Luciane Glicia 01/04/2020

Bascos e feiras
A história passa no período da Pós-Guerra Civil Espanhola, onde existem os confrontos entre o governo ditador e o povo basco que lutam pelos os direitos de seu idioma, cultura, feriados, etc. Com isso, temos o Jaime Miró, que é o líder e herói dos bascos por lutar pelos direitos e liberdade do povo, mas também é fugitivo do governo. Do outro lado temos como principal personagem o conorel Ramon Acoca, que tem como missão prender o Líder Miró e os rebeldes que o apoiam, além de nutrir ódio particular envolvido pelo povo basco.

Nesta trama, entre estes dois personagens, surge o envolvimento de quatro feiras, que escapam do convento invadido pelo Acoca, no meio da fuga elas se encontram com o líder Miró e seus homens, que ao saberem do motivo escapa, se propõe ajudá-las para despistar o coronel. Nessa perspectiva, inicia-se a história dos personagens envolvidos, o autor retorna ao passado de cada um como meio de levar o leitor a compreender os motivos e ideais que levaram cada um a seguir o caminho escolhido, seja ele por parte dos guerrilheiros Bascos, ou das freiras em fuga do convento. Conforme a narrativa movimenta-se, é exposto questões como: o fanatismo religioso e suas consequências, tais como o ódio incitado por pessoas que se sentiram lesadas de alguma maneira pela igreja católica, e algo tão comum de ser discutido nos dias de hoje, como o bulling.

O final do livro tem todo o mistério que Sidney Sheldon sabe fazer, nos deixa preso e curioso de como irá se encerrar, tornando-se surpreendente.
comentários(0)comente



Emily 14/10/2019

As pegadas nas areias do tempo.
De forma bastante simples o autor te leva a diversas vidas e suas diferentes perspectivas. Lendo, despertou em mim a lembrança de como o tempo é volátil e também como as pequenas decisões da vida podem ser deverasmente impactantes. Deu-me um sentimento de nostalgia profundo exatamente por isso, lembrar como há bilhões de vidas nesse planeta e como cada uma guarda sua subjetividade por eras e mais eras, deixando suas eternas pegadas nas areias do tempo.
E além de todo romance, suspense e aventura, o livro traz como pano de fundo a questão política da guerra civil na Espanha, um combate sangrento e doloroso para os dois lados da moeda. Uma frase muito emblemática proferida por um dos personagens no livro – talvez possa ser considerado o personagem principal? Não sei, mas foi meu favorito, Jaime Miró: “A diferença entre um patriota e um rebelde depende de quem está no poder no momento”. Portanto, mesmo não concordando completamente com seus atos terroristas, acredito que o personagem não estava em sua totalidade errado, como dito no próprio livro, ele percebeu que uma única pessoa podia fazer completa diferença lutando por suas causas – a independência do país Basco, uma luta contra a tirania. Situações extremas exigem medidas extremas. “Essa é uma obra de ficção. E, no entanto...”.

“As vidas de todos os grandes homens lembram que podemos tornar nossas vidas sublimes, e, ao partirmos, deixar para trás pegadas nas Areias do Tempo”.
-Henry Woodsworth Longfellow
Enfim, enquanto se está lendo as páginas se vão muito rápido, pois o jeito do Sheldon escrever é incrivelmente leve e gostoso. Fui ler esse livro sem nenhuma pretensão e o mesmo acabou me surpreendendo infinitamente. Muito bom!
comentários(0)comente



62 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5