Por Isso a Gente Acabou

Por Isso a Gente Acabou Lemony Snicket




Resenhas - Por isso a gente acabou


165 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Pietra 26/09/2019

uma merda
Esse livro foi amor a primeira vista,o título original,a capa e as ilustrações ganharam meu coração,mas ao começar a ler, uma decepção,confesso que faltou umas 100 páginas para acabar,mas não consegui,odeio abandonar livro praticamente me obrigou a terminar mas esse era realmente ruim.
A história não me prendeu,a narradora vulgo min usa expressões (ela fala sobre um feeling o livro todo e eu nunca entendi direito) e referências que eu não consegui entender e tudo foi ficando extremamente chato.
Talvez eu seja muito burra para ler este livro e pegar as referências, talvez se você gostar de algo mas poético,com entrelinhas e muita enrolação,você possa gostar,abandonei faltando menos de 100 páginas e definitivamente não recomendo.
UMA DECEPÇÃO.
comentários(0)comente



Julia Dalazen 09/09/2019

Esse livro é aqueles que a gente vai lendo achando que é só mais uma historinha boba e sem sentido. Porém, você vai começar odiando o fato do término e quando chegar ao último capítulo vai glorificar o fim, é querer agredir o personagem. Vale muito a pena.
comentários(0)comente



Nai 01/07/2019

O livro me agradou em vários aspectos.
Por isso a gente acabou foi um livro muito recomendado por alguns leitores que acompanho. Quando comprei, estava realmente com muita vontade de ler. Fui com muito entusiasmo para conhecer a história, acabei me decepcionando um pouco, e vou agora contar o porque, dizendo assim os pós e os contras dessa história de Daniel Hendler.
O livro começa com uma narrativa simples e que na minha singela opinião da um engajamento bom para a história, dando a impressão de que será uma leitura rápida e objetiva. Porem, no decorrer do livro achei que a leitura foi ficando cada vez mais evasiva, sem nexo, com uma interpretação bem complicada e de difícil desenvolvimento. O livro ganhou três estrelas por que ele realmente conseguiu me roubar um pouco de atenção, as vezes ele cita alguns indícios de que o relacionamento de Min e Ed está se tornando um tanto quanto abusivo, oque nos leva a refletir um pouco a história. Só consegui gostar um pouco do livro e o considera-lo bom, pelo final, que mostra realmente o real motivo do termino do casal, e é quando verdadeiramente consegui entender e interpretar a história. Apesar dessas oscilações no desenrolar da história também consegui dar três estrelas pelo fato de ter absorvido aprendizados realmente importantes, apesar de serem ensinamentos meios óbvios, pelo menos para mim. Recomendaria este livro principalmente para adolescentes que estão começando na vida amorosa e para aqueles que estão passando por um fim de relacionamento, talvez seja reconfortante e seja uma boa maneira de superação e força.
comentários(0)comente



Gabi | @paraoslivrosqueamei 14/06/2019

Uma decepção
Fiquei decepcionada demais com esse livro, gostei da proposta mas acredito que ela foi muito mal executada.

Vamos lá. Min é a garota retraída da escola, a diferentona que curte fimes antigos e é apaixonada por café, o velho clichê. Min começa a namorar Ed, o popular jogador de basquete bonitão que não costuma ficar com garotas como ela e faz questão de lembrar isso a todo instante. Same old clichê.

O namoro começa rápido e avassalador, as diferenças entre eles começam a não fazer tanta diferença, e tá tudo indo bem, mas já sabemos que eles terminaram e é essa a pauta do livro, nos mostrar através de cartas que Min esvreve para Ed todos os motivos do pq que eles acabaram.

Achei interessante, mas a forma que o autor escolheu pra fazer isso não me agradou. A escrita do livro se baseia em cartas, mas também tem momentos em que a Min fala no presente, e fica tudo muito confuso.

Outra coisa que me incomodou DEMAIS foram as coisas ditas sem nexo algum na leitura. Mil e um fatos sem nenhuma relevância são jogados na cara do leitor e tipo: pra quê???

Enfim, Min não superou o término e encontrou dessa forma uma maneira de deixar ir, e tudo bem, cada um faz isso à sua maneira, e o Ed é um imbecil.

Apesar de tudo li bem rápido, curti algumas partes e a proposta. O final foi bom.
comentários(0)comente



zoni 08/06/2019

O fim de uma relação amorosa traz angústia, tristeza e raiva, esse livro faz o mesmo.
É previsível.

Nessa história nós temos aquela personagem genérica que ama café, filmes antigos, idealiza as relações perfeitas e todo aquele lenga lenga que pode gerar um ótimo clichê, mas não é o caso aqui. O livro se inicia com Min colocando todos os pertences do seu ex namorado numa caixa e preparando-se para devolver tudo, e então a gente pensa, é pode começar a ficar legal, não fica. É um blá blá blá sem tamanho, ela começa a contar as histórias por trás de cada item que está devolvendo, e isso é meio cansativo, principalmente porque cada item/história é uma razão para ela terminar os capítulos dizendo: foi por isso que a gente acabou.

A narrativa é alternada entre as lembranças do passado e o presente, que é quando a menina está prestes a entregar os pertences e a carta que está escrevendo para o babaca do ex, e livros assim são meio confusos, quando não são feitos da forma certa. Haviam momentos que eu nem sabia se era presente ou passado, a escrita é confusa, meio desconexa...

Ed, o ex namorado é tão escroto, e esse deveria ter sido a razão para eles terem acabado, mas Min é tão estúpida que nem me espanta ter passado tudo que passou.

Eu gostei do livro, mas também não gostei, e isso não faz sentido. Gostei porque é um romance que aborda uma perspectiva bem diferente da maioria dos outros, e isso o torna interessante em primeiro instante, mas odiei porque um livro com esse tema deveria ser mais profundo, só que a verdade é que os personagens não causam empatia alguma.

Foi um passatempo, mas com certeza não farei essa leitura novamente.

site: www.instagram.com/nomeiodatravessia
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Gabi | @paraoslivrosqueamei 14/06/2019minha estante
Então, li há pouco tempo e partilho das mesmas coisas que vc comentou sobre o livro kkk Na festa do Halloween eles brigaram pq na conversa da Min com o amigo do Ed ele deixa escapar que o Ed fala tudo sobre ela para ele, inclusive o "tudo com exceção de", que pelo que eu entendi ela falou pra ele que sexualmente falando já tinha feito tudo com exceção de: sexo. Eu tbm viajei muito em algumas partes entediantes, espero ter entendido isso pq tbm voei com essa frase kkkk


ametista 16/06/2019minha estante
valeu por explicar kkkkkk




ametista 08/05/2019

Entediante
A narrativa tem muitos diálogos o que supostamente deveria me prender mais facilmente a história, mas não foi o que aconteceu, os diálogos são estilo pingue-pongue onde um personagem pergunta algo e a resposta é exatamente uma repetição daquilo o que eu odeio, muitas vezes perdia a atenção na leitura e viajava, achei previsível e até clichê, não consegui me apegar a nenhum personagem porém o final salvou o livro de ter 0 estrelas.
comentários(0)comente

Gabi | @paraoslivrosqueamei 14/06/2019minha estante
Então, li há pouco tempo e partilho das mesmas coisas que vc comentou sobre o livro kkk Na festa do Halloween eles brigaram pq na conversa da Min com o amigo do Ed ele deixa escapar que o Ed fala tudo sobre ela para ele, inclusive o "tudo com exceção de", que pelo que eu entendi ela falou pra ele que sexualmente falando já tinha feito tudo com exceção de: sexo. Eu tbm viajei muito em algumas partes entediantes, espero ter entendido isso pq tbm voei com essa frase kkkk


ametista 16/06/2019minha estante
valeu por explicar kkkkkk




Rodrigues 22/03/2019

Encontre minha opinião sobre esse livro bem aqui https://www.instagram.com/p/BX5m4ITDFux/
comentários(0)comente



mari 20/02/2019

Um dos piores livros que já li em toda minha vida
Faz um tempo que havia ouvido falar nesse livro e desde então tenho ele em ebook. Depois de muitos anos decidi finalmente me obrigar a ler o livro que anos atras fazia certo sucesso, muita gente falada dele e de como era bom.
Infelizmente eu detestei a história desde o primeiro paragrafo, a escrita é muito cansativa e me lembra os livros chatos com escrita complicada que precisamos ler quando estamos estudando algum curso profissionalizante. Mas pelo menos nos livros de estudo geralmente a coisas novas e interessantes, isso não aparece em "Por isso que a gente acabou".
Nada extraordinário acontece no decorrer livro, apenas a personagem principal escrevendo varias cartas para seu ex insuportável sobre idiotices alegando que elas foram motivos para o fim do namoro. Claramente ela nunca superou o fim do namoro que estava obvio que não daria certo.
Sinceramente, acho que o escritor podia ter aproveitado a ideia melhor, o livro é bem curtinho e nem assim me fez lê-lo rápido. Senti vontade de abandonar ele e fingir que nunca conheci.

site: https://quandoanoitecai.wordpress.com/
Fran Ferreira 26/02/2019minha estante
Nossa, bem isso, levei dias pra ler, achei muita coisa pra um final muito corrido.




Rafafinhas 05/02/2019

O tipo de dor viceral que te faz pensar nela durante semanas
Posso dizer, com 100% de certeza, que nenhum outro livro me destruiu de forma tão forte quanto esse.

Daniel Handler acabou comigo.

Durante essa leitura, eu senti que era eu ali, terminando um namoro e sendo usada por Ed.

Daniel colocou tanta emoção nesse livro, tantas descrições, que cada vez que Min contava sua história eu me sentia cada vez mais mal.

Frases como "Você sabe que eu quero ser diretora, mas você nunca viu de verdade os filmes da minha cabeça" e "Eu te dei o meu espírito e você venceu" partiram meu coração de formas que eu nunca poderei dizer.

Min foi tão negligenciada, tão enganada e tão usada que eu me afundei em tristeza cada vez mais toda vez que ela se quebrava e se moldava pelos caprichos de um cocapitão de basquete de merda (Sim Ed! Seu MERDA).

Ver Min querer coisas extraordinárias e ter que lidar com coisas que ela sequer gostava me fez muito mal. Ela deu tudo de si, toda a sua mente e seu corpo para alguém que não mereceu nem 1% da genialidade dessa futura estudante de cinema.

Esse livro me tocou de um jeito que não sei se outro conseguirá. Daniel tem uma escrita fenomenal e não vou conseguir tirar as palavras de Min tão cedo da minha cabeça.

Quase no final do livro, Min chega a se questionar e se desvalorizar em um parágrafo horrível de triste.

Mas ela vai superar.

Eu espero que todas as pessoas que estão passando por momentos como esse consigam superá-los.

Que todos os Eds do mundo se arrependam do que fizeram para Mins que - metaforicamente ou não - escreveram seus corações e devolveram todas as mágoas guardadas em suas caixas.
comentários(0)comente



Lanna 25/01/2019

Minerva, mais conhecida como Min, é uma garota que ama café e filmes antigos, tanto é que pretende se tornar uma diretora futuramente. Sua vida passa por uma reviravolta quando ela começa a namorar o cocapitão do time de basquete, Ed Slaterton. Esse relacionamento é mostrado para nós através da narrativa da Min, que descreve alguns dos seus momentos mais importantes para ela, mas o motivo dessa narrativa não é tão especial assim: o término desse relacionamento. Isso mesmo, Min nos traz pedaços da sua relação justamente pelo término desse namoro. Após o fim do namoro, Min resolve entregar ao seu ex namorado uma caixa contendo objetos que de alguma forma a faz lembrar de momentos vividos por eles, e juntamente a esses objetos ela envia uma carta descrevendo esses momentos. Algumas dessas ocasiões descritas por ela seguem certa ordem cronológica, enquanto outros são momentos "soltos". Ao longo da história é descrita também a relação entre Min e seu melhor amigo, Al, que assim como Min, compartilha das suas duas maiores paixões: filmes antigos e café. Apesar de essa relação não ser realmente o foco do livro, eu sinceramente amei esses dois. A narrativa da história é alternada entre as lembranças da Min e o presente, quando ela está prestes a entregar a carta ao ex. Uma das coisas que me fez desgostar um pouco dessa leitura foi justamente isso, muitas vezes essa alternância era repentina e acabava me confundindo um pouco. Confusão foi uma das sensações que mais me perseguiu durante esse livro, principalmente em relação a escrita do autor. Muitas vezes ele utilizava frases muito extensas em sua narrativa e isso acabava me atrapalhando um pouco na hora de ler esses trechos. Nos mais, considero essa leitura como mediana, não desgostei completamente do livro, mas com certeza é uma daquelas leituras que eu não faria novamente.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Babi 20/07/2018

. "Tudo mal revelado, a coisa toda, jogada numa caixa antes de a gente ter chance de saber o que tinha conseguido, e foi por isso que a gente acabou".
(Por isso a gente acabou- Daniel Handler). .
. Daniel Handler é o verdadeiro nome de Lemony Sticket , a mente atrás dos desfortunios dos irmãos em "Desventuras em serie " ,adaptada tanto para o cinema quanto para a Netflix.
Não posso falar nada do lado Lemoney do autor porque nunca li nada dele e inclusive fiquei sabendo dessa informação enquanto lia esse livro .
E mesmo assim , ficar comparando um autor com o seu pseudônimo é um pouco bobagem,porque se fosse ter o mesmo estilo então é melhor ter apenas um nome.

SOBRE O LIVRO :

O livro é contado através de uma carta que Min (apelido de Minerva) envia junto com objetos aleatórios que reuniu durante seu namoro de um mês e pouco com Ed em uma caixa.
Min é uma amante da sétima arte e Ed um jogador de basquete, o universo e roda de amigos dos dois são completamente diferentes .
É o famoso clichê com a diferença que a gente já sabe que não deu certo.

MINHA OPINIÃO : POSITIVOS:
É um romance que aborda uma perspectiva bem diferente da maioria dos outros e isso o torna bem interessante.
Teve algumas cenas bem bacanas entre Ed e Min que me fizeram sorrir enquanto eu lia como no primeiro encontro dos dois onde eles perseguiram uma mulher que supostamente era a estrela de um filme antigo que os dois assistiram.

PONTOS NEGATIVOS:

Bem , como eu já disse acima a Min é uma amante do cinema .Então ela cita diversos filmes durante todo o livro ,porém nenhum deles são verdadeiros .

Gostei da ideia do autor quando comecei a leitura que explicou em uma entrevista que escolheu fazer isso porque ninguém tem uma opinião unânime sobre um filme.
Porém a uma certa altura começa a enjoar ,porque ela fica narrando fatos do filme e normalmente são tão desinteressantes , chega a uma certa altura que a gente enjoa.

Isso sem falar que a maior parte do tempo os personagens não causam empatia alguma .E a Min me pareceu meio egoísta.
comentários(0)comente



Rafá 14/07/2018

....
Teve partes que sei uma "boiada", as vezes a Min me irritava, mas achava ela mto inteligente!
O Ed, típico garanhão.. mas não sei, faltou o lado dele, fiquei pensando, será que ele leu tudo oq ela mandou? Oq aconteceu?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Michelli Prado 13/07/2018minha estante
Li este livro a algum tempo e detestei =(


Ana 13/07/2018minha estante
Foi beeeem decepcionante. Acho que tinha alguns pontos bem interessantes a se trabalhar, mas não aconteceu né?!


Michelli Prado 14/07/2018minha estante
O que o livro tem de bonito pelas imagens e tal, mas tive muita vontade de abandonar, mas acabei terminando de ler e não entendi o sentido do livro.


Ana 15/07/2018minha estante
Também senti isso. O tema "término de relacionamentos" dava pra trabalhar tanta coisa. Mas acabou que o autor não trabalhou nada em específico e ficou meio sem sentido.




165 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |