A Seleção

A Seleção Kiera Cass




Resenhas - A Seleção


4255 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Beatriz 18/04/2021

Ela é uma princesa, da pra se notar ?
Tem livro que eu gosto de ler apenas pela curiosidade de conhecer a obra, livros que tiveram um impacto na sociedade ou são tudo como clássicos.
Essa leitura foi com o intuito curioso mesmo, eu não li não achando q ia amar 5 estrelas, mas pra conhecer.

É um livro de romance com elementos distópicos voltado para o público juvenil. Não tem como você ler esperar algo que o livro não se propõe a entregar.
Gostei da América, não gostei dos dois boys. Entendi as motivações dela, e por vezes ficava irritada com a forma dela de ver a vida. Mas logo me lembrava de quem ela era, uma menina, uma criança no começo da vida criada numa família amorosa que ainda não se descobriu nem firmou sua própria personalidade. Então eu a compreendia.

Achei a escrita muito fluida e foi bem rapido de ler. Não gosto de séries, e aqui eu vejo que dividir a história em 3 foi uma jogada econômica e também pra dar um respiro a leitores novos pra não entregar um calhamaço pra jovem ler e se assustar. Mas acredito que daria sim pra fechar em 1 ou 2 livros só essa história.

Eu queria ter visto mais coisas sobre a seleção, sobre América se adaptando, sobre como ela pensava, sobre como ela raciocina pra chegar de um ponto a) onde ela não quer de jeito nenhum ir pra seleção a b) ela vai pra seleção. Talvez terem mais cenas dela sozinha ou ela descrevendo a experiência seria muito interessante de ler.
Mas como parte do roteiro tinha que ter um triângulo amoroso ali. O que sempre me irritou também. Mas fazer o que.

Sobre a relação dela com os meninos, é muito difícil julgar qualquer coisa pois adolescente faz mais burrada que qualquer coisa e quase nunca sabe direito o que tá fazendo. Mas se de alguma forma ela soubesse que estava se apaixonado pelo príncipe em ações e isso fosse trabalhado em ela não querendo que seus sentimentos sejam barrados por normais sociais e políticas seria interessante de ler. Um tipo de ?eu te amo príncipe, mas não aguento viver competindo sua atenção nessa situação horrorosa de você cortejar outras enquanto eu vejo. Dói e machuca.? Ia ser bacana né? Eles se amando de verdade e não querendo serem soterrados pela exigência da monarquia.

O plano de fundo político é mínimo, mas não é sobre isso a história.
É um enredo que trabalha o tradicionalismo, a castidade, aqueles princípios cristãos, é uma leve ruptura para algo novo, com algumas poucas discussões.

Obviamente a seleção é machista e tudo o mais e pelo amor de deus é uma monarquia. Mas enfim. Foi uma experiência bem interessante e fico satisfeita de ter lido, e não lerei o resto da série.
laura_sp 18/04/2021minha estante
Gostei do seu ponto de vista.


max 18/04/2021minha estante
nossa, amei essa resenha


Uali 18/04/2021minha estante
Kkkkk amei o "e não lerei o resto da série" kkkkk tipo NÃO ENCHE/PONTO FINAL!


laura_sp 18/04/2021minha estante
Dava pra fechar em 2 livros, sinceramente. A Elite foi totalmente desnecessário, só teve 1 cena que foi interessante é nada mais.




Luh 22/07/2012

Uma ótima leitura!
Resenha retirada do site Fome de Livros
http://blog.fomedelivros.com.br/2012/05/resenha-da-luh-selection.html

Em primeiro lugar eu gostaria de avisar que algumas pessoas estão comparando esse livro com "The Hunger Games" ou outros livros distópicos, mas um não tem absolutamente nada a ver com o outro. Se você está procurando um livro cheio de ação pode fechar a página porque The Selection é, do início ao fim, um romance clichê (que me lembra muito Cinderella), mas eu gostei tanto do livro que o 'devorei' em menos de 24 horas.

The Selection é escrito em primeira pessoa, do ponto de vista de America Singer (e sim, ela é uma cantora). O livro se passa no futuro, em um novo país chamado Iléa, que fica onde costumavam ser os Estados Unidos. A sociedade de Iléa é dividida em níveis que vão de 1 a 8, sendo 1 a família real e 8 os "mendigos" e desde o início o livro é um pouco chocante, pois America é pobre e vive em uma realidade onde as pessoas passam fome diariamente e alguns até morrem de exaustão. Ela é apaixonada por um jovem chama Aspen, que é ainda mais pobre que ela, e America passa um bom tempo fazendo planos para o futuro dos dois, com direito a casamento e filhos. Infelizmente, tudo muda quando America é escolhida para A Seleção, uma competição onde 35 jovens tentam ganhar o coração do príncipe (e, de quebra, conseguir uma coroa e muito dinheiro).

America desde o início não quer de jeito nenhum participar da tal Seleção, mas quando ela é a garota escolhida em seu distrito sua única opção é ir ao enorme castelo onde o príncipe aguarda suas candidatas. Não vou contar mais da história porque não quero dar spoilers, mas adorei cada página do livro. Eu ria, ficava triste e queria certas vezes bater em um ou dois personagens por sua teimosia. America me conquistou desde a primeira página, sabendo balancear a dose certa de coragem, sarcasmo e, é claro, garotos bonitos.

É um livro leve, com personagens simples (com exceção das confusões amorosas da protagonista) e uma trama sem grandes emoções, mas é impossível não gostar da história. Cada um dos personagens principais tem uma personalidade tão cativante que eu acabei torcendo por todos e não sabia mais se ficava triste por um ou feliz pelo outro.

Só consegui encontrar dois pontos negativos no livro e não dei muita importância à eles. O primeiro é o romance entre America e Aspen. Apesar de ter sido mencionado algumas vezes no livro que eles estavam juntos há mais de dois anos, são poucas as páginas que descrevem o relacionamento deles e isso não tornou o romance com Aspen muito apelativo para mim. A única outra observação negativa que tenho é que, por ser parte de uma trilogia, The Selection é apenas o início da história e o livro termina um tanto abruptamente, nos deixando ansiosos por muito mais.
Natty 04/08/2012minha estante
quero ler "A Seleção" mas essa coisa de futuro próximo, competição, me lembrou um pouco jogos vorazes, mais como vc disse q ele foca mais no romance, as comparações acabam aqui!!!!! Ótima resenha!!! =)


Luh 20/09/2012minha estante
Ana, será uma trilogia. O segundo livro, A Elite, está programado para abril de 2013 nos EUA.


Ayla Tereza Cruz 07/04/2013minha estante
O terceiro livro já está em pré venda no Submarino.


scila 10/04/2013minha estante
Eu concordo com cada palavra! É exatamente isso. Para ser sincera, comprei o livro porque achei a capa muito bonita (risos). É o romance bem clichê, mas por algum motivo inexplicável eu me apeguei de um jeito que tô contando os dias para o segundo, A Elite! Recomendo demais e alerto: vicia!


Anna Martinelli 25/05/2013minha estante
Li esse livro em uma só noite! Devo ter ficado umas 7 horas lendo direto!!!! A história é incrível


Jojô 12/07/2013minha estante
Li o livro em uma tarde!Tem uma história realmente boa e a autora conseguiu me envolver bastante fazendo com que eu me sentisse bastante como America,em alguns momentos torcendo por Aspen,triste quando ela foi escolhida,confusa sem saber se ficava do lado de Aspen ou do príncipe,e fui me apaixonando aos poucos por Maxon!Livro totalmente envolvente!


Bebela 21/08/2013minha estante
Também amei esse livro. Mas discordo de alguns pontos de vista seu. A história entre America e Aspen é contada o suficientes para que saibamos o quanto eles se amavam. O livro acaba abruptamente, mas essa é a intenção de uma saga. Terminar ''abruptamente'' para que nós, os fans, fiquemos desesperados pela continuação... Beijinhos!


Camila 14/10/2013minha estante
Ia fazer uma resenha, mas nem preciso. Você disse praticamente tudo sobre o que penso do livro! A única coisa que acrescentaria é que me irrita um pouco a personagem ser linda e não saber disso, não ter autoconfiança... me lembra um pouco a Bella Swan, do Crepúsculo, e a Anastácia Steele, do Cinquenta Tons. Mas realmente, é uma leitura que prende, com uma narrativa agradável.


Let 16/01/2014minha estante
Pedi o livro de presente,começei a ler mas não me interessei muito,no dia seguinte,resolvi sentar e ler,terminei o livro algumas horas,amei muito esse livro.Tb não gosto muito do relacionamento da America e do Aspen


Barbara Julia 27/08/2014minha estante
Para mim, esse livro não passa de Clichê. " A menina pobre , que o príncipe se apaixona". Sinceramente esperava mais. Ao contrário de alguns eu gostei de Aspen, achei que ele deu um "tom" menos clichê do que o livro já é. Não sei com que vontade lerei "A Elite" levando em consideração que o livro é totalmente previsível. Acho que até "A Cinderela" seria mais agradável.


Ana Claudia Car 14/01/2015minha estante
Parei no primeiro livro, não da!!!


Leila Stefany 26/03/2015minha estante
queria ler, mais não curto triangulo amoroso


Thay (@apilhadathay) 30/06/2015minha estante
Comecei hoje e estou curtindo muito!


Duda 24/03/2016minha estante
Caramba, eu não gostei nada dessa série. Achei muito impossível, uma distopia forçada e sem sentido. Claro, amei o romance entre America e Maxon, mas é tão clichê que até dá raiva, porque eu podia ler só o primeiro livro e ter ideia de como termina.


Sthella.Ramos 31/08/2016minha estante
Ola, eu acho que deveria der spoiler! Pq eu queria saber mas sobre o livro...


Lucelane 07/09/2016minha estante
Comecei a ler Jogos Vorazes hoje. Como li mês passado A Seleção juro que lembrei um pouco agora no início da leitura. Porém, sei que são diferentes, mas dá pra ver umas semelhanças no contexto.


Adriany.Lucena 22/09/2016minha estante
realmente o livro é incrível, !!!


Rita 11/01/2017minha estante
Achei sua visão do livro bem superficial. A historia se passa numa sociedade estratificada e sexista ( como as falas de Aspen e a atitude de America deixam claro), onde a maior parte da população passa fome e os herdeiros da familia real nao passam de peças num tabuleiro, sendo os principes parte de show pra tentar elevar o moral da população e as princesas, objetos que sao trocados entre reinos para garantir alianças. A historia do país foi passada oralmente e nao escrita, permitindo a modificação do passado, o que me lembra muito 1984, com a diferença de a historia era escrita e reescrita varias vezes, apenas para fins de controle. O toque de recolher e a proibição aos relacionamentos são uma ótima forma de controle social e manutenção das castas e a desaprovação do rei quanto a melhorar a educação são formas de manutenção do abismo social. A característica que o assemelha a Jogos vorazes é justamente o showzinho e restrições aos direitos individuais que são impostas por um governo despota.


Nair.Paula 15/11/2017minha estante
gentee eu tenho em pdf todos se alguem quizer me manda um email que eu envio leio quase todo dia pois amooooo nairpaula2009@live.com


Mah corazza 13/12/2018minha estante
um livro maravilhoso que te prende do inicio ao fim


Beca 22/02/2020minha estante
Nao tem como ler por esse aplicativo ?


Ste 31/03/2020minha estante
Como faz para ler


Tania.Lins 22/04/2020minha estante
Não entendi gente! Se não dá para ler por aqui pra que serve esse App ?


Silva Costa 27/04/2020minha estante
Era para ser uma resenha sua e não de um site/blog...


Rayca 25/05/2020minha estante
Se alguém tiver PDF me envia porfavor!!!!


Maria.Clara 30/05/2020minha estante
Precisa pagar pra ler?pensei q fosse gratuito


Layanne.Cardoso 06/08/2020minha estante
Achei bem previsível,clichê até,mas tem alguns acontecimentos que nos envolve de uma maneira muito legal!???


Danielle.Paiva 11/11/2020minha estante
Não consegui gostar desse livro.. A seleção me decepcionou


Bills 14/11/2020minha estante
Como faz pra ler? Não consigo


AnnyMin 18/11/2020minha estante
Bills o App não é para leitura - pelo que eu entendi - ele é somente para postar resenhas e ver outras resenhas de outras pessoas.


ThaAssa.Dias 23/11/2020minha estante
Como eu leio?


AnnyMin 23/11/2020minha estante
ThaAssa.Dias você vai na lupinha e coloca o título do livro, então vão aparecer as resenhas!


AkiraKishimoto 04/12/2020minha estante
Alguém pode me ajudar?


AkiraKishimoto 04/12/2020minha estante
Não sei como faço para ler o livro


@_books_mi 05/12/2020minha estante
Um livro perfeito, recomendo muito??


Drik@ 09/12/2020minha estante
Tem no Google no aplicativo Lelivros Love


Drik@ 09/12/2020minha estante
Eu já li e amei


Ju 01/02/2021minha estante
O melhor livro que eu já li perfeito


thai. 02/03/2021minha estante
uma ótima leitura pra começar


deia. 03/03/2021minha estante
gostei.


Isa 18/03/2021minha estante
Meu livro favorito!! Mas eu fiquei louca com essa indecisão da America


Luzimary.Pires 30/03/2021minha estante
Como que faço pra lê? Tem que pagar?




Readhim 21/10/2020

A Seleção
Início - 2
Desenrolar - 2
Personagens - 2
Escrita - 2
Conclusão - 2

Notas finais: a autora apresenta um regime opressor, mas não consegui ver nenhuma opressão. Faltou foco nas outras candidatas, no rei e na rainha e explicar um pouco mais sobre os rebeldes. Escrita SIMPLES demais, sem aprofundamento nas sensações da personagem. Fora todas as problematizações do papel da mulher nessa história, mesmo que eu não tenha dado o devido foco para isso, levando em conta o ano de lançamento do livro. Por fim, não sei se vou dar continuidade.
GeekGui 22/10/2020minha estante
Hmm :)..


oLola 28/10/2020minha estante
engraçado é que no ano em que li, eu amei, mas desde lá mudei tanto que não sei se suportaria uma releitura sem apontar os mesmos pontos que você


Readhim 28/10/2020minha estante
Pois é, acho que mais por conta da memória afetiva. Talvez ele não sobrevivesse a uma releitura nos dias de hoje.




Victor Almeida 21/03/2014

O AMOR VERDADEIRO É O MAIS INCOVENIENTE
Eu, realmente, não sei como começar essa resenha. A Seleção foi um livro que me causou diversos sentimentos conflitantes bons e ruins. A história conta a trajetória de America, uma garota humilde de uma casta social baixa, que deixa sua casa, sua família e seu relacionamento secreto com um rapaz de casta inferior para competir com outras 35 garotas pelo coração do príncipe. A primeira coisa a saber sobre o livro é que ele foi erroneamente apresentado por muitas pessoas como uma ficção distópica — pode até ser, mas pelo menos não inteiramente.

Muitas pessoas — e quando eu digo muitas, são muitas MESMO — afirmam que o livro em si é uma combinação de Jogos Vorazes com o programa de TV The Bachelor (um reality show que gira em torno de um rapaz solteiro que se encontra e convive com um grupo de 25-30 mulheres, também solteiras, viúvas ou divorciadas, para escolher uma delas como sua esposa ao final do programa). Apesar de achar a comparação um pouco grotesta demais, vou deixar claro: na minha opinião, A Seleção realmente nos traz uma sensação de Jogos vorazes no sentido das transformações de personagens humildes em beldades prontas para a televisão, entrevistas e coberturas transmitidas por toda a nação do continente, um personagem carismático famoso responsável por realizar as entrevistas (que mais de uma vez me pareceu muito similar ao Caesar), elementos do mundo distópico criado, entre outros. Quanto ao programa The Bachelor, vemos a competição amorosa, namoros, saídas, e eliminação de concorrentes até que reste apenas uma. Entretanto, esse livro é mais do que uma simples combinação desses dois elementos.

Consigo ver a protagonista America como uma personagem fácil de se gostar, uma vez que sua proximidade com o público a faz ser lembrada como uma pequena princesa, apesar de sua casta. A forma como ela trata todas as pessoas à sua volta e até suas empregadas no castelo, me fez admirá-la. Ela é uma boa candidata para a realeza, considerando sua confiança. Existem muitas coisas boas a serem ditas sobre o livro que me fizeram virar as páginas de madrugada. Porém, America é uma drama queen nata, e isso me fez entrar em conflito. A caracterização estelar do Principe Maxon o tornou o único personagem que eu realmente gostei do começo ao fim. Mesmo que não estivesse gostando de America na primeira metade do livro, o fato de se tornarem grandes amigos me fez gostar um pouco mais dela. Quando os dois personagens se encontram, sua amizade é sincera e o diálogo fluente.

A divisão da sociedade em castas é muito importante para o estabelecimentos das regras do mundo distópico, e tem efeito no ritmo e ações dos personagens. Apesar do livro se passar no futuro, é lido como um romance histórico. As pessoas são desencorajadas a se casar com outras pessoas fora de sua casta, e cada uma possui uma atividade predominante designada à sua classe. Esses fatores tornaram o mundo bem mais interessante.

Mas, então, qual é o problema? Acredito que a autora se perde no que diz respeito à caracterização dos personagens e às cenas de ação. America, apesar de espirituosa e honesta (na maioria das vezes) se tornou descontroladamente errática e um pouco boba quando se tratava de diálogos internos. Chegando ao final do livro, suas atitudes e pensamentos mimados simplesmente passaram de condizer com sua realidade. Quanto às cenas de ação, elas são quase inexistentes (principal fato do meu questionamento sobre o livro ser considerado distópico) e, na minha opinião, não adicionaram muito à trama. O que realmente me deixou frustrado é a falta de uma explicação mais aprofundada sobre as razões de muitas coisas inseridas no mundo. Eu entendo que é apenas o primeiro livro, mas os buracos criados pela autora trazem insatisfação para os leitores novos à trilogia, e tudo parece apenas posicionado ali para enfeitar o cenário.

Essa parece ser uma resenha extremamente negativa, mas não me entendam mal. Não detestei o livro, pelo contrário, achei a leitura muito divertida e fui incapaz de fechar o livro tão cedo. A escrita é fácil e engajante, e a história principal corre em uma velocidade confortável permitindo ao leitor entrar e visualizar cada detalhe desde os belos vestidos à decoração magnífica do palácio. Acredito que Kiera Cass estava tão interessada no que estava escrevendo e confiante em sua escrita que acabou por criar uma voz única. Ponto para a autora por tudo isso. Entretanto, foi algo muito simples pra alguém que foi ao livro esperando mais conflitos, drama, complexidade e devidas explicações. Sim, algumas respostas foram dadas, mas não o suficiente para investir completamente na história de America. Espero que os pequenos defeitos aqui e ali possam ser melhor discutidos e desenvolvidos no segundo volume da trilogia.

site: http://olhosderessaca.com.br/a-selecao-kiera-cass/
Gabi.Fernandes 12/04/2020minha estante
Quero ver qunando você chegar em A Escolha, eu me senti mais em um livro de ação, quase esqueci do romance.


Nathanael.Cardoso 21/01/2021minha estante
Marquei sua resenha como lida no skoob




Duda 20/01/2021

Fui supreendida, uma ótima distopia, sem os clichês de livros sobre princesas e reinados!
comentários(0)comente



Millena.Prado 02/02/2021

A Seleção
?Nunca senti nada que fosse tão especial quanto aquele beijo. Gostaria que fosse algo que eu pudesse pegar com uma rede ou colocar em um livro. Gostaria que fosse algo que eu pudesse guardar e, ao mesmo tempo, contar para todo mundo: é isso, é assim que você se sente quando se apaixona.?

Após a quarta guerra mundial, os EUA se tornou Estados Unidos Da China e em seguida Illéa, uma monarquia opressiva com divisões sociais em castas (sendo a mais baixa e inferior: 8 e a realeza: 1). Nesse cenário, 35 garotas são sorteadas para participar da Seleção, uma competição que tem como prêmio a coroa e o coração do príncipe Maxon Schreave.
América Singer queria apenas uma simples vida como Seis com o amor da sua vida: Aspen Leger, mas tudo vira de ponta cabeça quando seu nome é um dos 35 sorteados.
O país inteiro vibrava de emoção pela Seleção, (quase) todas as selecionadas ansiavam pela coroa, enquanto América aproveitava a vida de luxos e mordomias pelo tempo que tinha.
Com as primeiras impressões pelo príncipe e grandes reviravoltas em seu coração, essa experiência no palácio vai ser muito mais do que América poderia sonhar.

Esse livro te faz viajar completamente, te inclui na história e te prende a ela!

Se você acredita ser apenas uma história de princesas, um simples conto de fadas, será surpreendido pela política e desigualdades sociais abordados durante a narrativa de uma maneira totalmente natural e arrasadora.
comentários(0)comente



Amanda Azevedo 05/09/2012

A Seleção - Kiera Cass

O que conhecemos hoje como Estados Unidos não existe mais. Após a Terceira Guerra Mundial o que existe agora em seu lugar é Illéa, um país onde a sociedade é dividida em castas — Essas castas vão da Um a Oito, e a ideia é: quanto maior o número da sua casta menos dinheiro você tem. A casta Um é composta por membros da realeza e a Seleção é um processo — ou melhor, um evento — onde uma garota é escolhida para se tornar a nova princesa — e consequentemente a nova rainha — de Illéa.

35 garotas entre 16 e 20 anos são Selecionadas para uma “temporada” no palácio, elas vão conviver diariamente com a família real e ao final apenas uma será escolhida para se casar com o príncipe Maxon. A Seleção não tem um tempo exato de duração, ela pode durar 1 mês, 1 ano, 10 anos... O príncipe tem todo o tempo do mundo para se decidir. E não existem regras específicas para as eliminações, o príncipe não precisa eliminar 1 candidata em determinado período de tempo, ele pode eliminar 1 por vez, 5 por vez... Quando ele quiser. A grande questão é: que ele encontre a moça perfeita — dentre as 35, claro — e case-se com ela.

America Singer — nossa protagonista — está entre as 35 Selecionadas, o que a surpreende, afinal, ao contrário da grande maioria das outras garotas ela não está realmente empolgada nem empenhada em conquistar o príncipe Maxon, pois, ela já tem um grande amor — Aspen. E os dois planejam casar-se em um futuro, talvez, próximo, mas as coisas não são tão simples assim.

America é da casta Cinco e Aspen da Seis não é impossível que eles fiquem juntos, mas existe uma burocracia — e certo preconceito — quando uma mulher se casa com um homem de uma casta inferior a dela, mas isso não os preocupa e eles parecem dispostos a passar pelo que for necessário para ficarem juntos. Até que Aspen começa a temer o futuro que poderá dar para America, afinal, as pessoas da casta Seis passam frequentemente por dificuldades, chegam até mesmo a passar fome.

Em razão disso Aspen pede a America que não descarte a possibilidade de participar da Seleção, pois, todas as candidatas recebem certa quantia em dinheiro da família real e Aspen não quer se sentir culpado, pensando que America poderia ter participado e conseguido dinheiro para ajudar sua família, mas não o fez por já estar apaixonada por ele. Sendo assim, America decide tentar e ao ser Selecionada ela parte rumo ao palácio com outras 34 garotas. E ela vai convicta de que não nutriria nenhum afeto pelo príncipe Maxon, mas ao conhecê-lo as coisas não correm exatamente do jeito que ela imaginava.

Dando uma pesquisada por aí percebi que algumas pessoas têm feito comparações deste livro com a trilogia Jogos Vorazes. Há quem discorde e afirme que ambos são totalmente opostos, mas eu confesso que vi algumas semelhanças entre eles. Vou citá-las abaixo:

1) Reality Show: assim como em Jogos Vorazes onde todos de Panem acompanham o que acontece na arena, a Seleção também é televisionada para os moradores de Illéa. No entanto, no livro de Kiera Cass as câmeras não estão posicionadas no palácio em todos os lugares, apenas alguns momentos são transmitidos para a população através de equipes de filmagens que estão no palácio e não “câmeras escondidas”.

2) Castas X Distritos: em Jogos Vorazes temos 13 distritos; em A Seleção temos 8 castas. Então, você me pergunta: o que eles têm em comum? Cada casta — assim como cada distrito — é responsável por desempenhar um papel específico na sociedade. Por exemplo: America é da Cinco e essa casta é composta por artistas — A America é musicista, ela se apresenta cantando e tocando. As pessoas da Quatro geralmente trabalham em lojas, fábricas ou fazendas. Em Jogos Vorazes também tínhamos essa divisão de tarefas. O distrito da Katniss — 12 — era encarregado da mineração, o distrito 11 agricultura, etc.

3) O Evento: Tanto os “Jogos” como a “Seleção” são vistos pelos moradores como um grande evento. Antes de ir para a arena os tributos fazem uma espécie de desfile fato que também acontece quando as Selecionadas estão indo para o palácio.

Alguns podem irritar-se com essas semelhanças, outros podem nem perceber, outros podem achar que os livros não se assemelham em nada... Enfim, “n” opções. Eu, mesmo achando que existem, sim, pontos semelhantes nas histórias consegui apreciar a leitura de “A Seleção”. A leitura é fácil, flui de maneira tranquila e os personagens — em sua grande maioria — são cativantes. Mas acho válido ressaltar que ação não é o forte do livro nem mesmo as intrigas são um fator muito presente. Afinal, convenhamos, são 35 garotas em uma mesma casa — ok, um palácio — disputando um único homem, (ou uma coroa...) eu esperava mais cenas de atrito entre as candidatas. Diria que “A Seleção” é uma distopia glamourizada.
Carol 17/12/2012minha estante
e normalmente nessas histórias tem sempre uma personagem irritante que todo mundo quer ver fora o quanto antes.


Gi 25/01/2013minha estante
Quando vi a sinopse do livro, não quis nem ouvir falar dele! Acabei ganhando de presente e tive de ler. Só tenho uma opinião: Jogos Vorazes para menininhas de 9 anos que assistem Barbie e o Castelo de Diamantes.


Mol 24/02/2013minha estante
Jogos Vorazes, Divergente, A Seleção... Oi?
Mas gostei dos dois primeiros, então pq não tentar esse também? he


Alice 21/10/2013minha estante
Também nao gostei muito do livro, achei muito bobinho x:
E por ja ter lindo Jogos Vorazes antes, comecei a achar semelhanças na competiçao(tirando a matança e tal), mas ainda assim, prefiro JV.

E você resenha muito bem, parabéns!


Manuela 03/12/2013minha estante
Resumo, é um livro bobo, mas fácil e gostoso de ler... Acho que até em relação à leitura há tempo para tudo. Em momentos de adversidade, não faz mal uma leitura que não agregue... Já está na minha estante para possibilidade de leitura... :)

Ps.: Gostei muito da forma como você escreve.
Ps2.: Acabei de ler a trilogia de jogos Vorazes. Ou seja, vou deixar passar o tempo, antes de me arriscar nessa.




Giih 17/03/2021

A seleção
Bom eu já li esse livro a 2 meses atrás só que me esqueci completamente de fazer uma resenha para me lembrar dele.
Então lá vamos lá, esse livro é incrível. Ele me guiou para escreveu uma redação uma vez, me deixou tão inspirada e olha que a redação era um conto de terror Kaká.
Mas enfim eu amei esse livro com todas as minhas forças e a cada dia que passa eu me apaixono mais e desejo um Maxon na minha vida (porém com Menas burocracia Kakak). Enfim super recomendo para quem quer iniciar na leitura ou sair de uma ressaca literária.
Ribeiro 17/03/2021minha estante
tão bom?




spoiler visualizar
juli 12/04/2021minha estante
aspen é um mala meu deus do céu, porque esse cara virou um guarda af ?




Juh Saint 17/09/2020

Amei ?? Que perfeição m
Começo dizendo que a Kiera Cass escreve muuuuuitooo !! Sou apaixonada pela saga inteira e digo pra vocês que o primeiroo livro é excelent ee uma ótima introdução para a estória.
É difícil pra alguns escritores começarem com os dois pés e a Kiera conseguiu. Você fica preso logo nessa estória de competição pq ao menos eu achei absurdo, isso faz vc pegar a antipatia que a própria protagonista tem, ela vai mais pela mãe do que por ela mesma.
Felizmente isso não deixa ela uma sonsa e consegue ser uma protagonista bem interessante. Ela é cheia de personalidade, tem seus defeitos e qualidades, assim como todos outros personagens. Algumas decisões de alguns personagens irritam sim mas faz parte pq vc para pra pensar e faz sentido com a maturidade e adrenalina dos momentos.
Maxon também é maravilhoso oq quebra um pouco as expectativas suas pq ele inicialmente parecia um babaca e ai vc vai ve e ele combina mto com... enfim nem posso falar mt pra não entregar a estória.
Pode ser clichê pra alguns mas se vc pensa em pegar algum livro desse gênero vai nesse aqui que é o melhor, ou devo dizer que a saga é a melhor
Os próximos livros podem não gostar tanto mas eu acho que vale a pena, pq é fácil devorar, a escrita flui bem e os personagens são interessantes pra vc torcer ou odiar
só se prepara pra passar um pouco de raiva com algumas burrices kaoskpasskpao
Honey 19/09/2020minha estante
Ansiosa para ler


Juh Saint 19/09/2020minha estante
vc vai gostar
assim espero kpaoskpa




Ste 27/03/2021

Incrível!
A história do primeiro livro foi completamente a abertura de algo muito maior ( e incrível) que vai mergulhar por outras páginas.
O livro é muito compacto.
Boa fonte e espaço entre o papel,além de marca páginas.
Recomendo demais!
Mica me Indica 27/03/2021minha estante
Esse é um amorzinho ?


Ste 27/03/2021minha estante
Sim! ??


Verônica 27/03/2021minha estante
amoo ?


Ste 27/03/2021minha estante
????




jade 21/03/2021

Gostei
Não li, devorei. Rs. Apesar de não ser o tipo de livro que costumo ler, gostei bastante.
Jullyana 21/03/2021minha estante
Leia a série inteira, é perfeita ??


jade 21/03/2021minha estante
Já li os 3 primeiros livros.. Rumo aos outros. RS




Mylla 06/04/2021

A Seleção
Esse livro se superou de todos os que eu já li, ele é simplesmente perfeito, comecei e terminei ele no mesmo dia. América não se decide, mas temos que entender o lado dela, ela sempre muito atenciosa com as criadas e seria uma princesa incrível na minha opinião.
tempo.dos.livros 06/04/2021minha estante
Continue com a série. Sério é perfeita. Aguarde "A Escolha". É muito impactante kkkkkkkkk


gab 06/04/2021minha estante
se tu já amou o 1, o terceiro vai te surpreender, serio




Julia Laurindo 29/03/2021

Devorei esse livro que achei perfeito do inicio ao fim. Só elogios a se fazer.
carol 29/03/2021minha estante
perfeito


Prote.Luiza 29/03/2021minha estante
Obra de arte




ana 17/03/2021

Amei
Comecei a ler esse livro com poucas expectativas, pois vi muitas pessoas dizendo que é um livro legal quando você é pré adolescente mas que depois que cresce perde a graça. Porém eu discordo totalmente!
Eu achei a história super interessante, eu amei os personagens, até mesmo os vilões. Amei os casais, as festas, as comidas e os vestidos. Simplesmente amei esse universo e amei que a protagonista não é uma chata!

Estou ansiosa para ir para o próximo livro!
Giovanna.Avellar 17/03/2021minha estante
aaaa tô doida p ler ?


Tata 17/03/2021minha estante
É incrível e você se apaixona a cada pagina


isabella 17/03/2021minha estante
sou apaixonada pela seleção


Carol 18/03/2021minha estante
Esse livro e perfeito mas vc vai gostar ainda mais no decorrer dos outros livros tenho certeza




4255 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |