Preces e Mentiras

Preces e Mentiras Sherri Wood Emmons




Resenhas - Preces e Mentiras


55 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4


Poesia na Alma 13/02/2013

Preces e mentiras
Um livro nostálgico, lento e que traz muitas reflexões acerca de nossas ações na infância. Também pensei nas atitudes de nossos pais, quando somos crianças não os entendemos, mas na verdade, por mais que eles errem, desejam o nosso melhor. Claro que existem exceções! Bom, eu passei o livro todo especulando sobre o que aconteceria, pois a lentidão do livro dá essa expectativa, mas nada de anormal aconteceu nas páginas desta obra, contudo, internamente, ainda estou reflexiva.

Preces e mentiras, Editora Novo Conceito, de Sherri Wood Emmons, 362 páginas; nos leva uma história enterrada no passado, mas viva no presente. Não tem como fugir do que somos ou esconder um segredo de família pela eternidade, um dia as mazelas e dores que a família carrega, se não cuidadas, explodem, como uma panela de pressão!

Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão, Bethany e sua família vão de Indianapolis para West Virginia’s Coal River Valley. Para a mãe de Bethany, essas viagens até lá a lembram de sua infância pobre e composta por minas de carvão, um lugar do qual ela desejou escapar. Mas seus amados familiares e a amizade de Bethany e Reana Mae continuavam trazendo lembranças. Mas conforme Bethany cresce, ela percebe que a vida nessa comunidade pequena e unida não é tão simples quanto pensava... que as cabanas na beira do rio, que guardam muito da história de sua família, também geram fofocas escandalosas... e aqueles mais próximos a ela guardam segredos inimagináveis. No meio das florestas densas e da beleza silenciosa do vale, esses segredos estão finalmente sendo revelados, com uma força suficientemente devastadora para acabar com vidas, fé, e a conexão que Bethany pensou que duraria para sempre.

Bethy vive numa bela casa e com uma família aparentemente feliz. Só aparentemente, pois essa família é assolada por várias histórias de tristeza, sofrimento, violência, mortes e traições. Mas isso não impede que Bethy seja uma menina meiga, doce e educada, apesar de atormentada pelo demônio da irmã, Tracy.

Reana vive com os pais numa cabana simples, com uma mãe vulgar e que não a ama. O pai vive na estrada e parece não se importar muito com a filha... ao contrário da mãe, que possuía uma beleza estonteante, ela nasceu feia e mirrada. O que a tornava motivo de piadas e de desconforto para coitada. Ela também sofre com as maldades de Tracy, na verdade ninguém escapa de Tracy...

A mãe de Reana, como é de se esperar, se insinua para o irmão do marido, um garoto de 16 anos, mas ele a rejeita. Ela está grávida, perde a criança e culpa o rapaz. Quando o marido descobre resolve abandona-la, mas o irmão continua morando na casa com Reana e a mãe, o que no inicio parece ser um cuidado de primo, logo se torna em puro assédio. Quando Reana completa 11 anos o primo a seduz... a mãe não fica nem um pouco feliz e a espanca.

A coitada vai para o hospital e a mãe de Bethy resolve leva-la para morar com eles. Mas se antes Tracy já a humilhava, imagina morando sobre o mesmo teto? Pois é, anos de sofrimento e humilhações vão gerar consequências drásticas para essas três garotas. O fato é tudo o que acontece com elas é fruto de muitas mentiras e feridas não cuidadas no passado.

Acho que já falei demais, no entanto devo considerar que o livro me encantou. Além de uma forte e simples história, nos deparamos com algo mais intenso, a nossa memória celular, e um forte contexto histórico de preconceitos, inocências, violências etc.

Então fica a super dica de leitura para todos!

http://lilianpoesiablogs.blogspot.com.br/
Anna 15/06/2018minha estante
Uma estrela só?




Jaqueline 17/06/2013

Preces e Mentiras é a primeira obra de ficção da Sherri Wood Emmons, e eu me vi presa em sua narrativa.

Sherri neste livro conta a história de Bethany e Reana, primas que se conhecem e a partir de então se veem longe da solidão. Pois Bethany é a filha mais nova de quatro irmãs, e já Reana é a filha única de Jolene, e esta não gosta nadinha da filha, pois preferia ter tido um filho ao invés dela.

A mãe de Bethany, Helen, não gostava de retornar ao vale onde passou parte de sua infância, pois lhe trazia lembranças ruins, mas seus familiares continuavam lá, e tinha também a amizade de Bethany e Reana, então era quase que impossível sair de vez do vale.

Conforme Bethany vai crescendo ela vê que a vida no vale não é tão simples quanto parece, nas cabanas perto do rio que guardam muito da história de sua família, também gera muitas fofocas escandalosas, e as pessoas mais próximas guardam segredos inimagináveis.

De início a gente acha que o problema maior do livro será com a Tracy, a irmã malvada de Bethany, mas aos poucos você vai chegar a se perguntar; será mesmo que a vilã nessa história é a Tracy?

Preces e mentiras é um romance cativante, e ao mesmo tempo assombroso, pois os eventos que acontecem muitas vezes são tão chocantes que você tem que parar pra respirar um pouco, ou segue vorazmente pra tentar entender o porquê daquele acontecimento.

Gostei muito desse livro, pois a autora consegue prender o leitor sem muito esforço, e eu me vi sem querer ir dormir a noite, querendo saber como aquilo ia se resolver. Sentir muita raiva da Reana, mais até do que da Tracy, mas depois a gente para e vê que ela é o reflexo da criação que teve, então não devemos culpa-la por seus atos. Não queria que a Reana se transformasse daquele jeito, com 11 anos já se comportando como adulta, mas a vida tem dessas coisas mesmo, infelizmente.
comentários(0)comente



Ju 24/07/2013

Um turbilhão de emoções
Confesso que escrevi e apaguei várias vezes as seguintes frases: "O livro conta a história de Reanna Mae...", "O livro conta a história de Bethany...", "O livro conta a história de uma família..."

Acredito que o real objetivo do livro não é ser uma simples narrativa sobre uma, duas ou um grupo de pessoas.
Sherri Wood faz uma análise psicológica - mesmo que essa não seja sua intenção - de cada personagem, para explicar os mais distintos relacionamentos - entre irmãos, amigos, pais e filhos... - e a forma como pessoas de diferentes personalidades podem se comportar diante deles. "Preces e Mentiras" mostra a unicidade de cada relacionamento e de cada ser, a forma como o meio e as pessoas com quem nos relacionamos exercem influência em nosso amadurecimento.
A história em si, abrange muitos anos e é contada sob o ponto de vista de Bethany, uma criança de 7 anos no começo do livro e mãe de uma garotinha de alguns meses nas últimas páginas.

Uma história que envolve o leitor do começo ao fim com fatos que nos deixam emocionados, felizes ou intrigados. Mesmo a história sendo simples e aparentemente longa, o livro não é monótono e faz com que vários personagens nos envolvam com suas particularidades. Confesso que fiquei muito surpresa com desfecho final e bastante emocionada, apesar de ter achado a explicação que a autora - na voz da mãe de Bethany - deu, ter sido simplesmente desnecessária.

Vale muito a pena a leitura!
comentários(0)comente



Kymhy 08/03/2018

Preces e Mentiras - Sherri Wood Emmons
O verão, a época mais marcante na vida de uma criança: dias intermináveis, quentes e cheios de aventuras. Mas para Beatriz e Reana Mae será muito mais do que coisas boas...

site: https://gatoletrado.com.br/site/resenha-preces-e-mentiras-sherri-wood-emmons/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Má Contato 17/01/2013

Resenha: Preces e Mentiras (www.indicacoes-livros.blogspot.com)
Bethany é uma garota de 7 anos, a mais nova entre suas 3 irmãs. Entre elas, está Tracy, a irmã "má". Espere aí, porque má? Tracy parece desejar o mal de todos e estar sempre no comando da situação, pois, quando isso não acontece, ela tem um ataque de nervos. Todos aprenderam a lidar com Tracy, o que não quer dizer que isso seja normal.
-
Aos sete anos, Beth conhece sua prima, um ano mais nova, Reana Mae, e se tornam melhores amigas. O único problema é a distância. Reana mora no "interior", onde Bethany passa suas férias, pois é o refúgio da família.
A mãe de Reana, Jolene, é uma bêbada e "puta". Usa roupas curtas e mostra seu corpo em troca dos olhares fugazes dos homens ao seu redor. Bethany não quer que Reana seja assim, e tenta desviar a atenção da menina para outras coisas, como as brincadeiras infantis. O pai de Reana quase nunca está em casa, não sendo, para ela, uma figura importante.
Nesse vai e vem de emoções, alguns anos se passam e as meninas ficam um tempo sem se encontrarem e, quando isso finalmente acontece, Beth se vê surpresa com as mudanças de Reana. Mais alta, mais bonita, mais corpulenta. E, o pior, mais adulta. Bethany se vê como uma criança perto da prima, e se sente trocada pelo tio de Reana, Caleb, agora com 18 anos. Reana parece estranhamente obcecada por Caleb... "ele sabe de tudo", "ele é inteligente", "ele me ensinou"... Bethany não aguenta mais... É quando percebe que essa obcessão não é natural, tem algo acontecendo ali...

E AÍ?
MEU DEUS! Fiquei surpresa com o conteúdo o livro. Não é tão falado e eu NÃO ENTENDI O POR QUÊ! O livro todo te prende e, quando você acha que sabe de tudo, se impressiona. E, como se fosse pra me agradar ainda mais, o final é MAIS surpreendente ainda!
Por favor, leiam =) É, sem dúvida, um romance sobre eventos inesperados.
comentários(0)comente



Vivendo a Vida 14/09/2016

Uma história surpreendente
Acredito que, lendo esse livro, o leitor nunca poderá imaginar o que vem a seguir. Além disso, a história vai acontecendo de acordo com o que você vai lendo ou descobrindo. Surpreendente.
comentários(0)comente



Caroline 04/07/2013

Esse livro é muito bom, e simples de ler , muito bem feito. Pra falar serio comprei o livro pela capa porque a menina parece comigo, bem, depois que li nem tanto, porque altamente sofredora. Mas a autora descreve todos fatos na pele da Britany o que foi fantástico porque escondeu perfeitamente os segredos dele e para com ela, a pessoa sente tudo na pele dela, cara muito emocionante, é muito espontâneo, quando me via ja tava em altas gargalhadas, depois me acabando em lagrimas. Perfeito, amei esse livro, e super indico.
comentários(0)comente



Aninha 27/06/2014

Preces e Mentiras
É o livro muito bom e eu recomendo para aqueles que sabem ter paciência e lidar com alguns assuntos muito detalhados.O livro compõem de todos os nossos "medos" da adolescência porém a protagonista não teme e de inocente criança vira uma garota vulgar.Fiquei muito agarrada a historia pois em toda pagina se descobria algo interessante e triste.Preces e Mentiras nem de longe é um livro para crianças/adolescentes, eu comprei-o achando q se tratava de duas garotinhas que apenas tinham segredos não tinha ideia que se transformaria numa historia muito mais real, impressionante e triste.Porém a historia também mostra que o amor de nossos amigos podem nos salvar e que a família é extremamente importante.
comentários(0)comente



Carol 30/01/2013

Resenha feita para o blog "Este Ja Li" - estejali.com
Uma comunidade em que todos se conhecem e se gostam, mas onde há também muitos segredos escondidos.


O Vale de Coal River é o lugar preferido de Bethany. Todo verão sua família viaja para lá, e é lá que mora Reana, sua prima e melhor amiga. O Vale é uma típica cidade do inteior onde todos se conhecem e a maioria são parentes em algum grau. Bethany e Raena passam a maior parte do verão brincando a beira do lago com as outras crianças do vale enquanto Tracy, irmã de Bethany, as atormenta o quanto pode. Os pais de Raena, Bobby Lee e Jolene, nunca foram vistos com bons olhos ali, pois tinham um comportamento fora dos padrões da pequena comunidade conservadora. Além dos beijos calorosos em público e da roupa curta que Jolene usava, eles nunca davam a Raena a atenção e carinho que ela merecia, o que fazia a menina se apegar ainda mais a Bethany e seus pais.

"Mas, daquele dia em diante, Raena e eu ficamos ligadas de uma maneira única. A história dela e a minha se trançaram juntas de tal forma que, às vezes, eu me sentia como se tivesse assistindo a tudo de fora, como se ela é que estivesse vivendo a minha vida. Às vezes, eu a odiava por isso. Mas, na maior parte do tempo, eu a amava."

Um dia, Caleb, irmão de Bobby Lee, vai morar no Vale na casa de Raena. E a partir de então tudo começa a mudar. Os moradores do Vale nunca gostaram de Caleb, Jolene muito menos. Ela sempre fora contra a presença do cunhado ali, e por isso começa a brigar frequentemente com Bobby Lee. Ele por sua vez, afirmava que o irmão ficaria ali o tempo que fosse necessário. Raena era a única que gostava de Caleb, e defendia o tio sempre. Bethany não entendia porque sua prima era tão apegada ao tio. Conforme os anos se passaram, Raena o defendia cada vez mais, e se afastava da prima, se tornando quase uma desconhecida para Bethany. Porém, aos poucos Bethany vai descobrindo que o lugar que ela tanto amava não era tão perfeito. Ela descobre que por trás da história do Vale e de seus moradores há segredos guardados há anos, e percebe que as pessoas ali não são exatamente o que parecem ser.

"A garotinha tímida que eu tinha amado e com a qual tinha compartilhado tantos segredos teria ido embora antes que eu voltasse para o Vale Coal River. No lugar dela estaria uma mocinha bonita com segredos que ela não dividiu comigo - nem com ninguém - por um bom tempo."

O livro todo é narrado por Bethany. No começo, há uma apresentação do Vale e seus personagens, contando brevemente a história de cada um, o que deixa os primeiros capítulos um pouco cansativos. São muitos personagens e todo mundo é parente de todo mundo, deixando tudo um pouco confuso no começo. Mas com o desenrolar da história conseguimos entender melhor quem é quem.

Tenho que confessar que esse não é um livro fácil de ler. A história toda tem temáticas fortes, principalmente a respeito da família, dos segredos e das escolhas que as pessoas fazem e como isso pode refletir nas gerações futuras. A trama é bem elaborada, e conforme a história vai se passando e vamos conhecendo os segredos de cada personagem, entendemos melhor o porque fulano é assim, ou porque ciclano age de tal maneira. Nenhuma relação familiar é perfeita. Todos tem seus segredos, e fazem escolhas visando o bem das pessoas que se amam. Cabe a cada um saber aceitar as escolhas feitas anteriormente e aprender a perdoar aqueles que nos amam.
comentários(0)comente



Camila 07/02/2017

Drama na medida certa!
"Preces e Mentiras" tem uma capa forte e um enredo pesado em sua essência, fluído em narrativa. Acho que a autora conseguiu falar sobre uma temática difícil de uma forma muito convincente através da visão de uma pré-adolescente. O livro poderia ter sido monótono, mas os acontecimentos se desdobram a medida que algo inesperado acontece, e me surpreendi por duas vezes com os eventos na vida de Bethany e sua família. O que me incomodou um pouco foi o final e as explicações. Penso que faltou um pouco mais de ousadia e apropriação das razões que culminaram em comportamentos expressos pelas personagens, mas como a própria autora disse, não quis aprofundar-se em uma temática que não poderia mergulhar sem propriedade. A proposta aqui era outra. Senti no final também um pouco de dificuldade de entender a presença de algumas personagens e sua relação, com nomes que se assemelham e papéis também semelhantes, fiquei um pouco confusa, mas não que prejudique a leitura. Preces e Mentiras. Aqui, lembramos que toda família tem suas histórias, sejam elas conhecidas ou não, sejam elas alegres ou tristes, omitidas ou reveladas, preces, razões, mentiras, medo, força, fé, desistência, negação e amor. Em algum momento da leitura, me vi refletindo sobre o que lia e sei que esse livro me acrescentou positivamente na medida que estar na pele das personagens é um exercício fácil de por em prática. Indico!
comentários(0)comente



Endry 03/05/2013

Confesso que quando recebi este livro de parceria, fiquei meio receosa quanto à leitura. Lembro que alguns dias depois, vi um comentário de uma amiga, que também é blogueira, no facebook, elogiando este livro. Ela (desculpe, mas não lembro quem foi) fez uma observação sobre o receio dela ao ler o livro, coisa que também sentia e acabei ficando curiosa com a história.

Sherri escreve muito bem, é uma leitura fluída, às vezes leve e em outras bem intensa. Eu gostei muito da narrativa e da forma como a Sherri narra os fatos, pensamentos e constrói os personagens principais e secundários. Ela revela o tanto importante para compreendermos os personagens e a situação, porém nada que entregue as revelações que inciam aos poucos do meio para o final do livro.

Preciso dizer que me vi muito na Bethany, em seu jeito por vezes ingênuo, mas sempre pronta para ajudar. Quando cresce, Bethany continua tentando ajudar a prima Reana Mae, que tem, desde sempre, uma vida difícil. Porém, no crescimento de ambas, muitos percalços aparecem pelo caminho. Tenho que dizer que adorei o fato de elas trocarem cartas por um tempo e conhecer um pouco da visão da Reana Mae, mesmo que superficial. O foco da história é justamente após este período, quando ocorre um distanciamento pela presença de outro personagem bem intrigante e que dá um certo mistério também à história. Os pais de Reana são negligentes, sua mãe só pensa em sexo e roupas curtas e seu pai em andar de moto por aí. É tocante a dedicação da mãe da Bethany com a Reana e sua mãe, apesar de toda visão religiosa e ética dela. As outras irmãs de Bethany, que são três, tem posturas diversas, porém todas com uma postura de exclusão. As duas irmãs mais velha (Bethany é a caçula) são indiferentes, pois estão numa fase de pensar em namoricos e aparência. Já sua irmã do meio é terrivelmente cruel. Daquelas que fazem maldade mesmo. Bethany sempre tentou protegê-la, porém sem muito sucesso. O livro é repleto de momentos angustiantes do meio para o final e ficamos muito curiosos com o que vai acontecer no final e que explicação a autora dá. Ela se saiu muito bem!

A diagramação, como sempre, da Novo Conceito é muito boa. Os inícios de capítulos são simples, porém suas folhas amareladas com margem, fonte e espaçamentos ideais me ganham! Os capítulos até que são grandes, porém são instigantes e fluem muito bem. Eu li o livro em uma noite nas férias, em menos de 4 horas. O que é ótimo, considerando as 360 páginas.
comentários(0)comente



Paloma Rizzon @wingardiumlivros 21/04/2019

Preces e Mentiras - Sherri Wood Emmons / @wingardiumlivros
Bethany e sua família sempre passam o verão em West Virginia, e lá Bethany conhece sua prima Reana Mae. Elas começam uma amizade desajeitada, mas que foi a melhor coisa que poderia ter acontecido para elas na época. Quando Bethany e sua família não estão em West Virginia, ela e Reana se comunicam através de cartas, contando tudo o que acontece nas suas vidas.

O tempo vai passando e as coisas vão ficando cada vez mais complicadas, Reana Mae começa a diminuir a frequência das cartas, e Bethany começa a se perguntar o porquê. Enquanto a vidinha de Bethany continua a mesma, Reana é obrigada a crescer, suas responsabilidades vão aumentando e sua personalidade alterando cada vez mais. Reana começa a apresentar comportamentos parecidos com os da sua mãe, que não tinha uma reputação muito boa na cidade. Bethany começa a se preocupar com sua prima, que está cada vez mais estranha e distante.

Esta estória é narrada pela personagem principal, Bethany. Ela conta a vida dessas duas famílias, abrange quatro décadas e mostra a capacidade de perdoar das pessoas e o amor ao próximo que elas possuem.

Eu não tinha visto ninguém falar sobre este livro, por isso eu o li sem expectativa alguma, e me surpreendi. Os personagens são bem construídos, a estória foi muito bem pensada, e apesar de a capa ser bem simples, ela passa muito bem o drama dessa estória.

Lendo este livro eu senti alegria, tristeza, raiva, piedade, agonia e foram inúmeras as vezes que eu fiquei simplesmente sem palavras. Eu conseguia sentir a dor dos personagens, como se eu fizesse parte da estória, e isso me deixou frustada várias vezes, e apesar de ser contado por uma criança/adolescente, os segredos revelados são inimagináveis. Alguns segredos são bem pesados, e outros até polêmicos.

site: https://wingardiumlivros.blogspot.com/
comentários(0)comente



Caique 15/01/2013

Resenha Preces e Mentiras | Blog EPL
''Uma análise tocante de todos os tipos de amor: entre amigos, entre irmãs e entre todos de uma família''
- T. Greenwood, autora de Um Mundo Brilhante


Preces e Mentiras de Sherri Woods Emmons | Novo Conceito 2012 | Ficção / Drama | 368 Páginas | ISBN: 9788581630458 | Skoob


Preces e Mentiras é o romance de estreia da autora Sherri Wood Emmons e desde seu lançamento fez muito sucesso e recebeu muitas críticas positivas de diversos autores e pessoas influentes ao redor do mundo. A Editora Novo Conceito trouxe essa história para o Brasil no final do ano passado e desde então tem agradado muitos leitores que adoraram a obra.
Nesse livro conhecemos Bethany quando tinha apenas 7 anos de idade, é ela que narra em primeira pessoa de maneira simples, comovente e pessoal tudo o que acontece em sua vida e de sua família. Família seria um tema que define a história criada por Emmons que aconteceu na década de 60, época um pouco distante, mas o leitor pode entender e compreender tudo que é descrito.
Em todo verão Bethany, seus pais e suas irmãs vão para o West Virginia, um vilarejo um pouco distante habitado apenas pela família por parte de pai da garotinha. Lá Bethany conhece sua prima Raena Mae, a menina da capa do livro, e as duas começam uma amizade, criando um vínculo muito forte e sincero, como se elas fossem realmente irmãs.
Todos os moradores do vilarejo eram muito apegados a religião, a igreja era o ponto de encontro deles e isso também se refletia bem na convivência entre família, já que a crença influenciava muito da maneira de vida daquelas pessoas. Logo, qualquer coisa que alguém fazia que não era certo de acordo com a ''igreja'' era muito comentado pelos moradores.
Raena Mae, por exemplo, tinha uma mãe considerada como puta por usar roupas curtas e atrair os homens, ela tem um caso com Bobby Lee, pai da garota que quase nunca está em casa e, segundo alguns personagens, tem um caso com outra mulher fora de West Virginia. Raena era uma menina sozinha, a mãe não gostava muito dela e o pai era ausente, tinha como melhor amiga sua prima e ficava muito feliz quando a via no verão.
Contudo, a medida que o tempo vai passando a narradora passa a conversar cada vez menos com sua prima que parece estar amadurecendo muito rápido, mesmo que essa tenha 1 ano a menos na idade. Quando ela não estava em Virginia conversava com Raena através de cartas, mas elas estavam chegando com cade vez menos frequência. A medida que isso vai acontecendo, o leitor vai acompanhando essas mudanças junto com os personagens.
Quando Bethany estava com 12 anos ela vai ao vilarejo, como de costume, mas daquela vez foi diferente, ela juntamente com mais dois primos descobriram duros segredos da Raena Mae, coisas que eram difíceis de acreditar a aceitar. No início eles não contam para ninguém, mas quando tudo vem a tona muda a vida de muitas pessoas.
Todos pareciam estar com problemas, Bethany já não estava acreditando mais em suas rezas, pois Deus não estava correspondendo, Raena estava com todos esses problemas e a sua tia, mãe de sua prima, não parava de beber. Além disso, a sua irmã, Tracy que parecia um anjo estava agindo cada vez mais pior, parecia que estava com demônio no corpo, trazendo cada vez mais problemas para a família e mais a diante para todas as pessoas que a titulavam como louca.
A narrativa é um pouco pesada, mas não é difícil de ser digerida. O leitor se apega muito fácil com a história, lendo muitas páginas de uma só vez para descobrir a razão de tudo e os próximos acontecimentos. Preces e Mentiras pode ser comparada a uma novela, além disso tem personagens bem construídos e tudo é revelado de forma inteligente, o melhor é que a autora não enrola ao escrever, é clara e objetiva mas sem deixar de descrever o que é preciso.
Não faltou muita nesse livro, é difícil acreditar que seja o primeiro escrito por Sherri. Os pontos negativos foram que ela esqueceu de falar o destino de alguns personagens, como a mãe e tio de Raena e que no começo ela começa a falar muitos nomes e detalhar um pouco a família, mas logo o leitor se acostuma e devora o livro.
No mais indico esse livro para todos que procuram um bom drama que não seja entediante e te prenda por longas horas até que se chegue ao final, e que te faça a refletir um pouco e analisar os tipos de amor e, uma simples família que pode ser parecida com a sua, ou de seus pais. Enfim, é uma história muito próxima da nossa realidade.

“A Bíblia diz que os pecados dos pais são carregados pelos filhos até a décima sétima geração. Mas eu acredito que são as filhas que suportam o peso dos pecados da maioria das famílias...”


Avaliação
Capa: 5 | Diagramação: 5 | Narração: 5 | Enredo: 4 | Custo/Benefício: 4 | Nota geral: 4

Resenha publicada no blog: http://www.entrepaginasdelivros.com/2013/01/preces-e-mentiras-sherri-emmons-resenha.html#more
comentários(0)comente



Pandora 17/12/2012

Preces e mentiras não é um livro de difícil leitura, narrado em primeira pessoa em uma linguagem simples e coloquial é daqueles tipos que vc ler praticamente de uma vez. Mesmo eu que tenho tido muito dificuldade de ler nos últimos dias devorei o livro em dois dias apenas, pois a coisa mais fácil do mundo foi me envolver história de uma grande família de uma cidade do interior contada por um de seus membros mais jovens a Bethany.

Bethany é a quarta filha de um casal de pais evangélicos que cresceram em um vale em West Virginia, protótipo de uma cidade do interior cuja população quase toda parece ser ligada por laços de parentesco e o ponto de encontro de toda comunidade é uma igrejinha local, a Igreja Batista Cristo Rei. Laços sangue e fé parecem ser a liga que unem os habitantes da pequena comunidade que habita aquele vale. A família de Bethany não mora no vale, mas uma vez por ano, nas férias de verão eles vão para lá irrevogavelmente e é a época do ano que a narradora do livro mais gosta.

No entanto, a parte o fato da Bethany pertencer a uma família grande, com três irmãs, ela se sente meio por fora, não tem muitos pontos em comum com suas irmãs mais velhas e para completar vivem em constante conflito com uma delas, a Tracy, uma criança problemática que tem uma aparência de anjo e usualmente se comporta como um pequeno demônio.

A grande amiga da Bethany é a sua prima Reane Mae, e é em torno dos dramas, conflitos e mistérios que cercam a vida dessa menina complicada e sofrida que gira a narrativa construída pela Sherri Wood Emmons em “Preces e Mentiras”.

Preciso admitir que mais difícil que ler preces e mentiras esta sendo escrever sobre o livro. Bethany é um personagem com o qual me identifiquei de muitas formas, como ela, também cresci no seio de uma família evangélica na qual a fé é um dilema constante e aos sete anos eu achava todos perfeitos, moralizados, corretos, idôneos, felizes e perfeitos.

Mas, os anos passam, a gente cresce e à medida que cresce vai descobrindo que as preces escondem mentiras e aquele mundo no qual ou as pessoas são boas ou são más não existe, a vida é feita de nuances e, como costuma dizer minha mãe, todas as pessoas possuem uma história. A questão é que nem todas as histórias são bonitas, algumas escondem violência, injurias, caos, medo e terrores que parecem ter saído das páginas policiais do jornal ou coisa pior.

Pode ser muito duro descobrir o que existe por trás de todos aqueles rostos sorridentes cantando em uníssono “Aleluia ao bom Deus...” e a Bethany vai descobrindo isso ao longo da história, assim como eu descobrir ao longo de meu amadurecimento através de vários tipos diferentes de experiências nada fáceis. A gente descobre pouco a pouco que a vida é mais complexa do que parece, o mundo não é preto e branco, ele tem nuances, diversos tons multicoloridos e enquanto as mentiras são reveladas nós podemos descobrir que as pessoas são muito mais do que pensamos que seria possível ser e aprender a compreender o motivo de cada uma delas.

A Sherri começa seu livro dizendo: “A Bíblia diz que os pecados dos pais são carregados pelos filhos até a décima sétima geração. Mas eu acredito que são as filhas que suportam o peso dos pecados da maioria das famílias...”. Bem, realmente muitas vezes os filhos podem vim a pagar pelos erros dos pais, mas a Bíblia ensina que para cada pecado existe a possibilidade do perdão, não há mentira que cedo ou tarde não seja revelada e até mesmo as mulheres, sobre as quais muitas vezes o peso dos crimes alheios mais pesa, podem de repente virar a mesa de suas vidas e serem felizes.

Publicada originalmente em http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2012/12/resenha-do-livro-preces-e-mentiras-de.html
comentários(0)comente



55 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4