O Livro das Princesas

O Livro das Princesas Meg Cabot...




Resenhas - O Livro das Princesas


214 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ana Paula 12/11/2013

Quero um livro só da Princesa Pop
Amei tanto Princesa Pop que gostaria que o livro tivesse sido inteiro só pra DJ Cinderela! Quero o Fredy Prince! Paula Pimenta, faz uma continuação?
Andréia 17/10/2013minha estante
Eu também!!! :) Bem que Paula poderia nos dar esse presente né?


Flávia 19/11/2013minha estante
Bem o que pensei! Na minha opinião, Princesa Pop foi, de longe, o melhor conto. Seria incrível se a Paula fizesse um livro - mesmo que fosse pequeno, comparado aos já lançados dela - com uma história só da Cintia e do Fredy...


Laurinha 29/12/2013minha estante
Também amei o conta da Paula Pimenta! Acho exatamente a mesma coisa. Princesa Pop superou as expectativas!!! Amei, ela deveria fazer uma vontinuação! :)


Ana 13/03/2014minha estante
A Paula disse que vai escrever o livro Princesa Pop completo!!!!!


Dede 09/04/2014minha estante
Acabo de ir a um evento da Galera Record,onde a Paula Pimenta nos disse que seria uma serie de 4 a 5 livros,cada um com uma princesa diferente :D O primeiro seria:Cinderela o segundo:A bela adormecida(historia preferida dela :D ) Os outros três volumes ela não tem certeza ainda qual seria o clássico :( :D Nesse evento ela nos presenteou com um exemplar de um de seus livros(O livro das princesas)autografado e fotos com todos os livreiros presentes:D Ela é muito educada,simpática e atenciosa :D Um amor de pessoa e uma escritora fabulosa S2!!!


Bah 18/04/2014minha estante
A Paula anunciou que e história seria maior,mas ela teve que cortar algumas partes por causa do limite de páginas;agora ela vai fazer uma nova coleção só com releituras dos contos de fada,e vai lançar a historia completa da Princesa Pop


Roriane 23/05/2014minha estante
Também quero! Amei o conto!


Rafa Mello 24/11/2014minha estante
Oi Ana! ^^ Acabei de ler "A Princesa Pop" e vim correndo "vomitar arco-íris", pois ele é muito fofooo!! *-* Espero que seja verdade o que as meninas estão falando aí em baixo sobre a Paula lançar a história completa! *-*


Kely Cássia 04/12/2014minha estante
Pensei a mesma coisa.


Kikilucc 03/11/2017minha estante
Me enganei com o título, não é adequado para minha idade.




Ju 01/09/2013

Cinco Estrelas pra Princesa Pop
Gostaria que tivesse um jeito de dar estrelas separadas pra cada conto do livro, porque o único que eu realmente gostei, aliás eu amei, foi o da Paula Pimenta. Merecia um livro inteiro só pra ele, fiquei até triste quando acabou tão rápido porque estou acostumada com os livros maiores que ela tem. Os outros eu achei mais ou menos. O da Meg Cabot achei a coisa das cicatrizes meio parecido com o filme A Fera. No da Lauren Kate não vi nada de moderno. O da Patrícia eu achei a personagem infantil e meio forçada, não me convenceu. Mas eu recomendo muito o livro pelo conto da Paula Pimenta, bem que ela podia ter escrito todas as histórias.
comentários(0)comente



Fernanda 12/08/2013

Resenha: O Livro das Princesas
Resenha: Eu sou eternamente fã da Meg Cabot, da Paula Pimenta, da Lauren Kate e da Patrícia Barboza. Agora, imaginem essas mesmas autoras em uma só obra com histórias de contos de fada totalmente reformulados para uma possível realidade. Imaginou? O caso é que é impossível não se encantar com cada narração e sonhar com os próprios personagens. Na história de “A Modelo e o Monstro”, Meg Cabot apresenta em uma narração leve e descontraída, a personagem Belle Morris, uma modelo famosa que está de férias em um cruzeiro, e diante de um transtorno, se vê diante de um “sombrio misterioso” que atende pelo nome de Adam e que a salvou de uma situação perigosa. Acredito que esse conto poderia ser mais explorado diante das próprias complexidades abordadas, e exatamente por isso passou a impressão de cenas corridas.

“Então, ao me recostar de novo nos travesseiros, com a escuridão clemente se fechando sobre mim e encurtando meu campo de visão, não me importava mais quem ele era. Isso não me preocupava em nada. Em vez disso, enquanto afundava na inconsciência, só o que me perguntava era o que seria dele – homem ou monstro?

Quanto a história intitulada como “Princesa Pop”, Paula Pimenta expõe os pensamentos e dramas peculiares de Cintia, uma garota que passou por alguns transtornos familiares com a família: não fala mais com o pai, não se dá bem com a madrasta e sua mãe se encontra sempre em viagens distantes. Em uma festa ao qual ela se vê praticamente obrigada a comparecer, conhece Frederico, mais conhecido como Freddy Prince. No episódio, ela não imaginava que Frederico, o menino carismático que ela conversou, seria o mesmo garoto famoso que cantava em uma banda. Esse enredo se mistura em um doses de fantasia com realidade, causando certa euforia no leitor, como por exemplo citações dinâmicas, referentes a bailes, príncipes, meias-irmãs, bruxas e sapatinhos de cristais, misturados com mensagens em forma de tweets ou na página do facebook. Seria algum tipo de mitificação de um verdadeiro conto de fadas dos dias atuais? De qualquer forma, é uma digna fábula completa de emoções intensas e cheias de devaneios. Como era de se esperar, a autora não deixou nem um pouco a desejar.

“As vezes uma pessoa especial pode estar bem na nossa frente e não conseguimos enxergar pelo fato de ela estar escondida atrás de um disfarce, fingindo ser quem não é...” Pg.113

Em “Eclipse do Unicórnio” escrito por Lauren Kate, somos direcionados a uma trama empolgante e criativa. A autora acrescentou magia na trama, ocasionando cenas intrigantes e contagiosas. Imagine uma moça ser enfeitiçada por nada mais, nada menos que um unicórnio. Pois é isso mesmo que acontece, de uma forma irreverente e ao mesmo tempo conflitante. Por outro lado, acredito que por não representar a realidade proposta na obra, esta história foi a que menos chamou a atenção.

“A mística do universo a tentará.
Ela cobiçara um animal que não lhe
pertence.
Lançará a mão a seu chifre.
Ele a perfurará e...
E ela cairá no mais profundo sono.” Pg.223

Do Alto da Torre, de Patricia Barboza, foi baseado na princesa Rapunzel, uma das minhas favoritas e com certeza, esta história merece destaque justamente pelo conjunto de anseios passados ao leitor. Este enredo representou uma cumplicidade maior com a protagonista, que no caso se chama Camila, e vive algo bem característico e apaixonante.

“Ele sorriu. E, em um gesto brusco, puxou a minha cadeira mais para perto da dele, já que não tinha condições de se mexer muito. A vontade que tive foi de rir, mas me contive. Sabe aquela vontade de rir, por puro nervosismo? Eu não esperava que ele fosse puxar a minha cadeira daquele jeito. A gente estava praticamente grudado e, como em um passe de mágica, toda aquela gente em volta de nós desapareceu.” Pg.286-287

Apesar de uns contos serem, na minha opinião, mais expressivos que os outros, acredito que essa junção de autoras representou bem o trabalho inicial proposto. Assim como devo dizer que as autoras nacionais estão de parabéns por apresentar as histórias mais emocionantes do livro. Com certeza, é uma leitura leve e acima de tudo, envolvente. Indispensável para as fãs do trabalho dessas quatro autoras.

site: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2013/08/resenha-o-livro-das-princesas.html
comentários(0)comente



PorEssasPáginas 10/07/2013

Logo quando a Galera Record anunciou O Livro das Princesas, eu simplesmente sabia que ele estaria na minha estante logo após o seu lançamento. Como todos vocês já perceberam, eu amo livros com esse tema e uma das minhas escritoras favoritas faria parte dele: Meg Cabot! E logo quando abrimos o livro temos uma grande surpresa: uma mensagem da princesa Mia Thermopolis!

O Livro das Princesas foi uma iniciativa muito interessante da Galera Record. Eles uniram duas autoras americanas, escrevendo contos exclusivos para os brasileiros, com duas escritoras nacionais. A premissa do livro é bem simples: as quatro autoras deveriam escolher uma princesa e escrever um conto trazendo a história para mais perto do mundo real. Apesar da mensagem dos contos de fada serem válidas até hoje, as situações não fazem parte do nosso coitidiano. E foi isso o que tornou O Livro das Princesas muito especial! Nessa releitura, as princesas usam twitter, facebook e gostam de artistas pops, como por exemplo a Katy Perry!Ele nos mostra que qualquer pessoa pode sim ter atitudes de uma princesa, mesmo não tendo o título…


O conto que eu mais gostei foi o da Paula Pimenta, autora das séries “Fazendo o meu filme” e “Minha vida fora de série”. Eu nunca gostei muito da Cinderela. Motivo? O príncipe nem se deu ao trabalho de ir testar os sapatinhos para encontrar a princesa! Mas Paula com o seu conto “Princesa Pop” conseguiu fazer uma Cinderela tão atual (ela é DJ!) e com um “príncipe” tão fofo que eu fico sorrindo todas as vezes que eu me lembro do conto. Ela conseguiu adaptar muito bem todos os principais pontos da história: a madrasta (que realmente é muito má), as meia-irmãs, a fada madrinha… E o sapato de cristal? Eu estou aqui me segurando para não contar mais! Só vou dizer que eu quase chorei no final. Esse foi um dos melhores contos que eu já li até hoje… Eu nunca tinha lido livros da Paula, mas com certeza agora irei procurar suas outras obras.
Outro conto que merece um destaque muito especial foi o da Patrícia Barboza, autora da série “As Mais”. Em primeiro lugar, ela escolheu uma princesa muito difícil: a Rapunzel. Eu adoro a Rapunzel por causa do desenho da Disney (e eu tenho até a boneca!) mas convenhamos: se formos analisar o conto original, ele é muito difícil de ser adaptado para os dias atuais. Mas Patrícia conseguiu superar todos esses obstáculos e inserir fatos do conto de fadas de uma forma muito criativa. Mas o principal da sua Rapunzel moderna foi que Patrícia conseguiu escrever um conto que mostra o que realmente significa ser uma princesa.

Meg Cabot, autora de O Diário da Princesa e diversos outros livros, escolheu um dos contos favoritos de muitas pessoas: A Bela e a Fera. A ideia central do conto foi muito interessante principalmente pela explicação que ela dá para a Fera. Mas perto dos outros contos, eu senti falta de outras partes da história também terem sido adaptadas. E a forma com que o romance foi desenvolvida foi muito rápida. Isso é normal em contos de fada (apesar de que no da Bela e a Fera não foi assim) mas eu acredito que ela poderia ter usado outros recursos na história. A Meg escreve livros ótimos mas eu realmente acho que contos não são o seu forte (já li vários e nenhum me chamou muita atenção).

É difícil escrever a minha opinião sobre o conto da Lauren Kate, “O Eclipse do Unicórnio”. Ela escolheu um dos meus contos favoritos de quando eu era criança: A Bela Adormecida. Ela usou uma linguagem mais poética, ele se passa em Paris… Mas mesmo assim, ele não me cativou. Talvez porque ele tenha sido o que mais se afastou da nossa realidade e por isso ele não conseguiu me prender tanto quanto os outros.

A capa do livro é muito bonita e antes de cada conto tem uma ilustração. Eu não sei se é problema da primeira edição (e nem sei se isso aconteceucom todos os livros), mas no meu exemplar o desenho está meio claro, como se a tinta estivesse acabando. Espero que nos outros isso melhore!

Eu sempre tive o pensamento de que seria muito difícil dar cinco estrelas para um livro de contos, porque é muito difícil gostar de todos eles. Mesmo isso não acontecendo, eu tive que dar o número máximo de estrelas por causa do conto da Paula Pimenta. Não consigo dar menos. Eu tentei!


site: http://poressaspaginas.com/resenha-o-livro-das-princesas
laasmile 15/07/2013minha estante
Leia sim os livros da Paula


Mônica 01/08/2013minha estante
Eu estou lendo esse livro e acabei o conto da Meg e fiquei meio decepcionada, também achei que ela desenvolveu muito rápido e sem grandes explicações, ela deveria ter continuado um pouquinho mais, mas me animei de novo com a sua resenha. hahahaha


Bia 03/10/2013minha estante
O que eu mais gostei também foi o da Paula, eu comecei a ler mesmo mais por ela! Sou apaixonada e te recomendo a ler as séries dela, são ótimas!


Lorena 24/12/2013minha estante
A Paula é uma diva! Ela se tornou minha autora preferida *-* Leia os livros dela que vai amar com certeza.




sweetbookss 19/03/2021

? ????? ??? ?????????.
Eu acabei lendo apenas a história da Paula Pimenta já que ainda não consegui comprar os livros dela, e eu amei, como era curta eu acabei no mesmo dia. Não é tão diferente do filme, que inclusive eu amo!!
comentários(0)comente



Belle 19/08/2013

Há algum tempo atrás, eu fui ao encontro que a editora Galera Record organizou para os blogueiros! Lá, eles mostraram algumas capas dos lançamentos desse ano, falando um pouco sobre cada livro, e um dos que eu mais fiquei ansiosa pelo lançamento foi O Livro das Princesas. Confesso que, inicialmente, a minha empolgação era exclusivamente pela Meg Cabot ser uma das autoras e a capa linda...

Mas, quer saber o que me fez amar mesmo o livro meses antes da publicação? O fato de que a Galera teve a brilhante ideia de mesclar duas autoras brasileiras com duas famosíssimas autoras norte-americanas e fazer algo especialmente para as fãs brasileiras (pelo menos, que eu saiba, ainda é exclusivo). Foi realmente uma sacada de mestre deles... Entretanto, eu confesso que nunca li nada das brasileiras em questão. Eu conheço o trabalho da Paula Pimenta, já ouvi falar bastante das séries Fazendo meu Filme e Minha vida Fora de Série, mas, sempre adiei a leitura por medo de que fosse muito infanto-juvenil... Quanto à Patrícia Barboza, bem, eu não a conhecia antes desse livro e no evento de lançamento é que fiquei sabendo um pouco mais sobre os livros dela, a série As Mais.

Este livro reúne quatro ótimas autoras e suas releituras contemporâneas dos contos de fadas de A Bela e a Fera, Cinderela, A Bela Adormecida e Rapunzel. Pois bem, os elementos básicos estão todos ali, como a linda menina e o “monstro”, a madrasta má e o sapatinho perdido, uma maldição de mil anos de sonhos para uma linda princesa e, claro, a longa cabeleira de uma menina presa na Torre. Eu não vou falar muito sobre os contos em si, porque, eles são bem curtinhos e não há muito o que dizer sem revelar detalhes importantes...

Vou me prender às autoras mesmo. E vou começar dizendo que Meg Cabot me decepcionou. Claro, eu continuo amando-a de paixão, mas, não sei se foi porque A Bela e a Fera é minha história preferida e minhas expectativas para o conto dela eram as mais altas possíveis... Só sei que eu esperava mais. A história é boa, mas, nem de longe chega perto do que eu achava que seria algo dela. Entretanto, ela ganha pontos pela personagem ser minha xará, né, Belle Morris?! *_*

Da Lauren Kate eu já não esperava grandes coisas, porque, quem leu minha resenha de Fallen sabe que ela não está em alta conta comigo, mas, me surpreendi gostando bastante do conto dela... Ainda mais porque ela não conseguiu se segurar e deu um jeito de encaixar anjos na história, o que acabou ficando realmente muito bonito: anjos, fadas e unicórnios juntos... Quem diria, não é? Pena que o final do conto não conseguiu se manter no mesmo nível do resto da história. Terminou de forma abrupta e sem graça.

Já com a Patrícia Barboza eu não sabia o que esperar... Quando a encontrei na tarde de autógrafos, acabei me apaixonando pela simpatia dela. Realmente uma fofa! E a história dela também é bem fofinha, mas, dos quatro contos, foi a que eu considerei mais “infantil”. Até mesmo o tom da narrativa foi diferente. A Camila, nossa princesa, também é ligeiramente mais nova do que as outras e ela me irritou um pouquinho sendo tão fã da Katy Perry, mas, tudo bem.

Agora sim, o troféu de Melhor Conto do Livro vai, sem sombra de dúvidas, para Princesa Pop, da Paula Pimenta! O que foi, obviamente, uma mega surpresa para mim, que achava, antes de começar a leitura, que nada, nem ninguém poderia superar a Meg. Mas, a Paula estava ali para me provar o contrário, com sua Princesa ultra descolada e sua história fofa, divertida e muito romântica. Gente, eu sou louca pelos “bad boys”, sempre, mas, dessa vez, o príncipe me ganhou com tudo! E eu estou louca para começar a ler os outros livros assinados pela Paula, tipo, agora!


site: http://www.itcultura.com.br/2013/07/o-livro-das-princesas-galera-record
Drika 03/08/2013minha estante
A Paula Pimenta escreve super bem e vale super a pena ler todos os livros dela. ;)


Ana 04/08/2013minha estante
Concordei com tudo que você escreveu!


Belle 06/08/2013minha estante
Obrigada por comentarem meninas!
Drika, já estou buscando pelos livros dela! ;)




Lu 30/07/2020

O Livro das Princesas
O livro é composto por quatro contos, cada um feito por uma autora diferente.

Contém a releitura dos contos:
- A Bela e a Fera
- Cinderela
- A Bela Adormecida
- Rapunzel

Os contos foram transformados de forma a não conter tanta magia quanto nos contos originais, com exceção de ?Eclipse do Unicórnio? que trouxe criaturas místicas e outros detalhes à história.

Particularmente, os contos que mais gostei foram ?A Modelo e o Monstro? e ?Do Alto da Torre?.

Único ponto que me incomodou no livro foi o conto da ?Princesa Pop? ser igual ao romance do ?Cinderela Pop? escrito também pela autora. Acabei pulando o conto depois de algumas páginas por já ter lido a história antes.

site: https://www.youtube.com/watch?v=28DyhzZNbPg&ab_channel=LuanaCalixto
comentários(0)comente



Julia.Rahy 26/09/2020

Infância
Um livro gostosinho de ler, li quando tinha uns dez anos. Recomendo pra galera dessa idade e presentiar alguma criança, certeza que ela irá adorar. ;)
comentários(0)comente



Beatriz 10/09/2013

Normalmente costumo resenhar cada história, mas acredito que aqui não será necessário. Até porque prefiro que vocês tirem as próprias conclusões e não percam a surpresa quando forem ler...
De cara temos Meg Cabot. A primeira história dela - e a que eu mais esperava - acabou não sendo tão legal assim. Sou completamente apaixonada pela "Bela e a Fera" e afins (e com afins eu me refiro a "O Fantasma da Ópera" e "Ero & Psique") e esperei muito por esse conto, especialmente por ser muito fã de Meg Cabot. Mas - não sei se por ter sido obrigada a escrever pouco ou mesmo por preguiça, quem sabe até por pura falta de imaginação - foi uma tremenda decepção. Quero dizer, eu esperava mais! Esperava mais "coisas", mais dificuldades e a história foi super simples. Não foi ruim. Mas poderia ter sido bem melhor.
Daí veio Paula Pimenta. E acabou se tornando a melhor história do livro sem sombra de dúvida! Adoro a história da Cinderela e o jeito como ela transformou tudo para os dias atuais foi simplesmente magnífico! Me deixou ansiosa, emocionada e apaixonadíssima pelos personagens! Foi realmente maravilhoso. A leitura que mais aproveitei.
Lauren Kate não é conhecida minha, mas adorei sua escrita. E gostei da mistura que ela fez (diferente das outras, ela não usou apenas do mundo atual, mas um pouco do mundo mágico também). Espero me lembrar de colocar "Fallen" na minha lista de próximos livros a ler.
Patrícia Barboza também não me era familiar. Escreve bem, mas não me atraiu tanto quanto as outras. Gostei do jeito como ela abordou a história na vida real, mas achei que poderia ter sido um pouco mais calma e detalhista em alguns momentos.
No geral, o livro é maravilhoso! Recomendo muito. Especialmente a todas as românticas incorrigíveis como eu. De verdade.
comentários(0)comente



Bia 29/03/2021

um amor por livros de romance
não adianta! sempre que leio/falo sobre livros de romance minha empolgação vai lá em cima igual aqueles brinquedos de parque que a gente bate com o martelo, sabe? é disso que eu gosto e nao sinto vergonha em mostrar isso ou dizer que EU COMPREI livros de faixa etaria 12 anos. esse livro ja estava ha tempos na minha lista, desde que lançou na verdade. mas eu estava bem ranzinza a comprar, não nego. não por achar ele ruim, afinal, quem em sã conciencia acharia um livro com MEG CABOT e PAULA PIMENTA ruim? ok, quem nao gosta. mas como eu gosto, eu ja sabia que ia amar. e foi entao que a amazon fez aquelas promos delicinha e eu comprei. li em menos de um dia, acho que umas 2 horas. eu ja tinha lido a princesa pop, então nao li de novo, mas antes de guardá-lo na estante, prometo que vou ler again! então, amei 3x o livro. sao 4 historias individuais no livro. as 3 sao releituras de conto de fadas. a primeira foi escrita por niguem mais ninguem menos que meg cabot, e tem por titulo "a modelo e o monstro". nessa trama, meg fala de uma modelo famosa que esta de ferias com sua familia e é ça que ela conhece seu "monstro". a historia lembra a bela e a fera e o final é muito lindinho. depois vem a princesa pop de paula pimenta que é uma releitura de a cinderela. aqui, temos uma dj que vive com a tia, o pai mora com a madrasta e as 2 filhas dela. cintia dorela vai tocar na festa de 15 anos da meia irma e encontra seu principe encantado e este é o climax da historia. ja a 3a historia é escrita por Lauren Kate e faz analogia a A bela adormecia. aqui, temos principes, magias, unicornios e um monte de coisa que nos faz amar a historia. e por ultimo, nos encontramos com patricia barboza, que criou Do alto da torre, falando sobre a Camila, que é uma menina que mora com a tia e deixou os cabelos crescerem por causa de uma promessa. camila adora cantar e faz isso as escondidas. um dia ela decide se mostrar para o mundo e só lendo esse livro pra voce saber como acaba tudo isso.

o que eu achei mais legal de tudo é a participação das autoras americanas, meg e lauren. uiuiui, nosso brasil ta chique mesmo, ein? procurei os outros livros para comprar mas acredito que paula pimenta foi a unica que desandou a carroagem, digo, o livro. e nao so fez o proprio livro como tambem fez mais outras duas releituras: a princesa das aguas e a princesa adormecida.
Bia 29/03/2021minha estante
consciencia*




Isabella Guerra 02/09/2013

Resenha O Livro das Princesas
Bom, esse livro é composto de quatro contos cada um de uma autora diferente e nele elas recontam as histórias das princesas da Disney como se fossem nos dias de hoje.
Meu interesse em ler esse livro surgiu quando eu soube que a Paula Pimenta seria uma dessas quatro autoras, já que sou apaixonada com ela e seus livros!
Confesso que me decepcionei um pouco com os contos da Mag Cabot e da Lauren Kate, e um pouco com a Patrícia Barboza por algumas passagens que para mim não fizeram nenhum sentido. Para mim o melhor foi o da Paula Pimenta sem dúvida alguma!
Mas no geral os contos foram bem fáceis e rápidos de ler. E eu nem preciso comentar dessa capa divina né?
Dou 3 estrelinha, pois eu esperava um pouco mais do livro em si e principalmente da Mag Cabot que escreveu um conto meio sem nexo.
comentários(0)comente



Clarice 31/05/2020

O livro das princesas
O livro é dividido em 4 histórias diferentes. Baseadas em princesas como, Bela e a Fera, Cinderela, Bela adormecida e Rapunzel. As minhas preferidas foram a da bela e a fera e a da Rapunzel. O Livro reconta a história mudando-a,deixando mais moderna.
comentários(0)comente



Tamires Frazão 01/05/2020

Ouuunt
Taaao bonitinho!

Super recomendo para adolescentes de verdade...!
comentários(0)comente



Flávia 23/11/2013

Resenha - O Livro das Princesas
Você com certeza conhece a história da Bela Adormecida. Obviamente sabe do sapatinho perdido da Cinderela. Já ouviu a famosa frase do "Jogue seus cabelos, Rapunzel!" E sabe do amor entre uma linda Princesa e um horrível Monstro. Mas talvez nunca tenha ouvido nenhuma dessas histórias na atualidade.

Admito que tive grande dificuldade em classificar esse livro. Juntar quatro autoras tão criticadas - seja positiva ou negativamente - para reproduzir Contos de Fadas com versões atuais foi uma grande jogada de marketing. Quando fiquei sabendo da existência do livro, não tive dúvidas de que queria lê-lo. Criei muitas expectativas, e quase todas foram atendidas.

A Meg Cabot escreveu um ótimo conto. A única coisa que me incomodou um pouco foi o fato dos personagens não serem tão bem descritos. Não tive grande empatia por nenhum deles, apesar do casal principal ter tido um final fofo.

A Paula Pimenta foi incrível! Cintia Dorella, também conhecida como DJ Cinderela ou Princesa Pop, é nossa protagonista. Me encantei por ela, por sua história de vida e personalidade. A garota não acredita que possa existir essa história de "amor verdadeiro", mas muda de ideia quando consegue senti-lo. Fredy Prince? Um verdadeiro Príncipe! Nesse conto, temos direito até a "Bruxa Má" do século XXI. Simplesmente perfeito!

Já a história da Lauren Kate foi a mais fraquinha. Não posso dizer que foi ruim ou que só fez me entediar, mas acho que poderia ter sido bem melhor. Tudo aconteceu muito rápido, não foi tão bem narrado e, ainda por cima, Percy passa metade da história se lamentando pelo término do namoro. Foi necessário um unicórnio com pelagem branca levá-lo até uma linda garota adormecida para que ele desse fim ao lenga-lenga inicial. Daí em diante tudo melhorou um pouco e a narração ficou mais legal.

A história criada pela Patricia Barboza mereceu uma ótima classificação. Achei o casal principal muito fofo. A forma como eles descobriram o que sentiam um pelo outro, as revelações da Camila, o final que os dois tiveram... Muito lindo! Adorei!

No geral, o livro é realmente divertido e romântico. Por causa das grandes mudanças de uma história para a outra - tanto na escrita como nos acontecimentos - avaliei com 4 estrelas. Supriu minhas expectativas e se tornou um dos meus livros favoritos, mas tem alguns aspectos que poderiam melhorar. Espero que a Galera Record lance mais obras parecidas.

comentários(0)comente



Rafa 14/10/2020

O livro é dividido em quatro contos, para mim o último é o melhor!
Esse é o tipo de livro para ler antes de dormir e ficar sonhando com as mais mágicas possibilidades!
Amei
comentários(0)comente



214 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |