O último homem do mundo

O último homem do mundo Tais Cortez




Resenhas - O último homem do mundo


153 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11


jeeeh.carool 13/05/2015

Resenha @love_books2
Amanda é filha da famosa atriz Patrícia Oliveira, e por não "suportar" as atitudes da mãe dedica seus dias em tornar a vida dela um pouco difícil, com seu visual totalmente rebelde.
Patrícia decide colocar a filha na escola Educação de Elite para tentar "consertar" seu comportamento. No entanto já nos primeiros momentos na escola Amanda já se envolve em uma briga com Mariana, uma jovem um tanto mimada que se acha melhor que os outros por ser filha do diretor Alexandre.
Com o passar dos dias e todas as suas tentativas de ser expulsa da escola vão indo por água a baixo, Amanda começa uma amizade forte e verdadeira com alguns alunos, até suas companheiras de quarto resolvem ajuda-la nesses planos.
Aos poucos Maíra e Paulina vão ganhando um lugarzinho no coração de Amanda.
E como dizem que onde tem ódio tem amor, as brigas de Amanda e Ricardo, aos poucos vai se transformando em uma paixão um tanto turbulenta.
Depois de descobrir o romance de Patrícia com o Lucas Miliano, pai do Ricardo, os dois decidem fingir que estão namorando para separar os pais.
A partir dai começa um romance um tanto diferente e apaixonante entre esses dois.

site: http://iglovebooks2.wix.com/instalovebooks2#!O-Último-Homem-Do-Mundo-Tais-Cortez/cll2/i9mvjiwv16
Tais Cortez 19/05/2015minha estante
Oiii, Jeeh!
Muito obrigada pela resenha!
Fico mto feliz q tenha gostado tanto e q meus 2 bbs tenham conseguido agradá-la!
Bjsss
e sucesso ao blog!




Priscila 11/05/2015

O Ultimo homem do Mundo
Resenha:
Livro: O Ultimo Homem do Mundo
Autora: Tais Cortez
Editora: Ler
Edição: 2014
Paginas: 223

"– Não se preocupe. Ele é o ultimo homem do mundo que eu quero por perto..."
Com uma escrita primorosa Tais Cortez nos leva ao mundo de jovens adolescentes, seus dramas, frustrações, duvidas e amores, todos os personagens são incríveis. Amanda a protagonista desta história perdeu o pai ainda bebê e teve uma infância com muitas dificuldades sua mãe trabalhava dura pra nada faltar e com sorte conseguiu seguir sua tão sonhada carreira de atriz e ser muito bem sucedida, e com isso deixando de dar atenção e carinho a Amanda que se tornou uma menina revoltada e causava confusão em todas as escolas que entrava até ser expulsa. O que não duraria muito sua mãe a colocou contra sua vontade em um colégio interno à Escola Educação de Elite uma das mais conceituadas pela alta sociedade. Mas ela faria de tudo para ser expulsa dali custe o que custasse, logo em seu primeiro dia de aula trombou literalmente com Ricardo o garoto mais cobiçado do colégio além de mulherengo, mesmo assim a atração deles foi instantânea tanto quanto o ódio que sentiam um pelo outro. O enredo gira em sua maior parte dentro da escola entre encontros e desencontros, " tapas e beijos", amizades verdadeiras, se uniram por uma causa maior, criarão um projeto para arrecadar fundos para melhoria de uma comunidade carente o com isso tendo que passar mais tempo juntos.
Tais nos traz com esta comedia romantica temas comuns a nossa realidade de forma simples e muito bem detalhada nos faz pensar e se emocionar a cada capítulo, pois de uma forma positiva nos identificamos com seus personagens, impossível não se apaixonar por esta leitura e ficar torcendo por Amanda e Ricardo. Afinal ele conseguirão se entender? Suas angustias e frustrações serão resolvidas?


Saiba o desfecho desta história em O Ultimo Homem do Mundo da escritora Tais Cortes

Contato: [email protected]

https://m.facebook.com/taiscortezferreira

https://www.facebook.com/livrooultimohomemdomundo/timeline


site: www.leitura-cia.blogspot.com.br
Tais Cortez 12/05/2015minha estante
Priiiiiii
UAUUUUUUUUU..o q dizer?? Não sabia q tinha lido OS DOIS! rss
Ler essa resenha dupla foi uma maravilhosa surpresa!
Obrigada!!!
Fico extremamente feliz em saber q meus dois bbs, mesmo sendo tão diferentes, conseguiram conquistá-la!
Adorei seus comentários sobre a minha escrita!
Q venha agora o terceiro hehe acredito q vai amarrrrrrr!
Bjsssssss
e sucesso ao blog!




Jéssica R. 04/05/2015

Amanda, adolescente e rebelde não aceita que sua mãe Patrícia, uma famosa e ocupada atriz, a “abandone” em um colégio interno. Não que tivesse muita escolha, Amanda foi expulsa de vários colégios por causa de seu comportamento desobediente, e sua mãe acredita que no Educação de Elite uma renomada escola de São Paulo onde só estudam os filhos de famosos e importantes empresários, Amanda terá a educação que precisa.

As coisas não saem como esperado e Amanda fica furiosa com sua mãe e todos do colégio, depois de arrumar mil maneiras de ser expulsa ela começa a desistir quando percebe que não é tão horrível como imaginava. O último homem do mundo retrata um ambiente juvenil, com jovens indecisos, confusos e até mesmo problemáticos, que no curso do livro vão se descobrindo. Ricardo (Aaaahhh Ricardo!! #suspiros ♥), um garoto que a princípio não gosta nadinha de Amanda e ela muito menos dele, o que os dois não sabiam é que o ódio e o amor andam de mãos dadas.

No começo percebi uma semelhança com a novela mexicana, Rebelde, mas depois a história ganhou seus próprios contornos. A autora nacional Taís Cortez trouxe uma história leve, divertida e um romance de arrancar suspiros. O que mais gostei é que o romance evolui aos poucos, nada acontece de forma surreal, os personagens vão se conhecendo e se permitindo conhecer um ao outro. Mesmo sendo tão jovens possuem problemas em suas vidas que fazem com que usem máscaras para esconder o que sentem, neste ritmo vamos crescendo com Amanda e Ricardo que aprendem que nada e nem ninguém é exatamente o que parece, e por isso não devemos julgar antes de conhecer.

A escrita da Taís é muito boa e acolhedora, não dá vontade de parar de ler, tanto que li tudo em uma noite. A história não tem enrolações e apesar de ser um romance não é meloso e muito menos cansativo, segue um ritmo acelerado com vários acontecimentos até o final. Taís Cortez me conquistou com seu romance e claro com o fofo lindo do Ricardo.

site: http://www.coracaoleitor.com.br/2015/05/resenha-o-ultimo-homem-do-mundo.html
Tais Cortez 06/05/2015minha estante
Oiii, Jéssica
Obrigada pela linda resenha! Adorei :)
Fico feliz q tenha gostado e...uau..vc leu mega rápido! rss
Amei os comentários com relação a minha escrita, o ritmo da história e, claro, sobre o Ricardo rsss
Bjsss
e sucesso ao blog!




Naty 03/05/2015

Amanda é a protagonista dessa história; alguns poderiam taxá-la como chata e mimada. A primeira opção eu até concordo em certos momentos; mas, mimada, não. Quando ela e sua mãe eram pobres, embora passassem necessidades, a vida da jovem era considerada feliz; tinha o carinho e atenção da mãe a todo o momento. No entanto, quando sua mãe se torna famosa, tudo passa a mudar. Não existe mais o contato físico; poucas são as vezes que elas se encontram dentro de casa e conversa é algo que passa longe do lar de Amanda.

A frustração da garota começa a ter sentido e, quando se está vazio de um lado, a pessoa busca inúmeras formas de chamar a atenção. É isso que Amanda começa a fazer: age com rebeldia para mostrar à mãe que ela não tem o poder de mandar na filha. Essa é uma dura realidade em nossos dias; poucos são os pais que dão a devida atenção aos seus filhos. Não existe mais ensinamento, carinho, brincadeiras e até mesmo lazer. Os passeios, quando existem, acontecem de modo forçado: todos usando o celular para mandar mensagem aos que estão longe. Quem está distante, muitas vezes, está mais próximo do que aqueles que estão ao nosso lado.

“- Eu já tive alunos como você – ela contou, fitando-me como se eu fosse uma terrorista. – Impossíveis! Alunos que não respeitam ordens ou autoridades” (p.28).

As ações da protagonista nada mais são do que fruto de um despreparo de sua mãe. Ela passa a ser expulsa de diversos colégios, até que sua mãe decide matriculá-la no “Educação de Elite”, considerado o colégio interno mais renomado do país. No entanto, Amanda não quer isso para ela e então tentará de tudo para ser expulsa novamente. Mas existe um diferencial no ensino desse colégio que a jovem ainda não se deu conta e, por mais que ela faça infinitas coisas, suas ações são sempre fracassadas com uma baita lição.

A obra é recheada de tramas e envolve o leitor. Aos que estão acostumados com as minhas resenhas, sabem muito bem que não sou a maior fã de romances. Prefiro assistir ao filme do Pelé a ter que me sujeitar a ler um livro mel com açúcar. No entanto, essa exceção é sempre quebrada e acabo lendo um ou outro. Posso dizer que essa exceção não me decepcionou, pelo contrário. A autora soube construir uma história que não possuía apenas o passional, ela desenvolve grandes lições por trás disso: fidelidade, companheirismo, solidariedade, amor fraterno, atenção. O que a autora nos passa é maior do que eu seria capaz de descrever.

“Dançar, por mais que tivesse sido algo imposto a mim por mamãe, deixava-me feliz e me fazia entrar e uma realidade na qual eu não tinha preocupações ou problemas” (p.38).

Ricardo é um estereotipado garoto popular e mulherengo do colégio. Amanda passa a odiá-lo ferozmente por tamanhas intrigas, porém, isso não impede que um sentimento surja no meio do percurso e faça olhá-lo com outros olhos. Nesse ponto, o leitor poderia considerar meio clichê e acredito que é. Porém, os elementos trabalhados pela Cortez dão um diferencial na história. Afinal, muitas coisas podem ser consideradas clichês, hoje em dia; é necessário saber criar e inovar dentro de um tema tão batido.

O livro é gostoso de ler e divertido; li em apenas um dia. A narrativa é veloz e a história é contada de maneira engraçada, emocionante e cativante. A capa não é o estilo que me atrai, visto que sou mais adepta a trabalhos mais criativos para chamar a atenção. A revisão não foi perfeita, achei alguns erros, mas foram poucos. Mesmo os que não gostam de romance, certamente, irão se surpreender com a leitura.

“- Não ligo para o que as pessoas pensam. Ligo para o que as pessoas que eu gosto pensam” (p.125).
Lana Wesley 02/02/2017minha estante
Esse livro deve ser muito bom, pois conheço muito bem sua opinião em relação a livros de romance, e todos elogios me deixou bastante entusiasmada com essa leitura. Vejo que a premissa e bem clichê, a menina que faz de tudo para chamar a atenção da mãe que não da miníma para filha, e acaba sendo levada pro colégio interno, no entanto a autora acaba fazendo com que acha uma revira volta, e ai que as coisas deixam de ser convenientes e começou a me surpreender. Claro, que quero esse livro, e pretendo adquiri-lo.


Marta 02/02/2017minha estante
Nunca ouvir falar do livro. Mas goste da resenha!! Espero ter oportunidade de ler!!
Beijoss




Lary 02/05/2015

Blog | Literatura: Um Mundo Para Poucos - Laryssa
"O Último Homem do Mundo" nos trará a história de Amanda, uma adolescente dita problemática, com uma mãe mundialmente famosa, que em seu costume de ignorá-la, após sua terceira expulsão, a matricula no "Educação de Elite", o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Com raiva, sua prioridade se torna mais uma expulsão, que infelizmente (no momento) é fracassada e logo se vê envolvida com o ambiente e negativamente com Ricardo, o estereotipado (estou amando essa palavra) garoto popular, que com o tempo, descobriremos junto de Amanda, não ser tão típico assim.

Falando analiticamente do livro, eu não poderia deixar de mencionar "Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo", ao contar-lhes sobre a escrita simples e a narrativa envolvente da Tais, pois ambas mostraram que seus elementos (incluindo a narrativa e primeira pessoa) já são marcas da autora. Em "O Último Homem do Mundo", ela manteve a simplicidade e intensidade do jogo de palavras, que combinadas à fluidez do enredo, trouxeram a perfeita abordagem do amadurecimento juvenil referente ao amor, tanto próprio, quanto por outro ser. Quanto às descrições, foram pouco detalhadas para locais, mais extensivas para pensamentos e emoções, refletindo a personalidade de nossa protagonista e trazendo uma sensação intimista para o leitor.

Seus personagens, assim como no primeiro livro, foram marcantes e singulares, porém seus passados não me pareceram tão bem explorados a nível de comunicação, de interferência não superficial no presente da história. Em compensação, o enredo terminou bem amarrado, e apesar de se ater a questões morais apenas em relação ao "universo" de "O Último Homem do Mundo", ao adentrarmos na "bolha" criada pela narrativa da autora, somos acometidos por ondas sentimentais de todos os tipos, variando de acordo com a situação. Inclusive, esse é um dos fatos que me fazem apaixonada por tudo o que a Tais escreve, pois é uma das escritoras que conseguem arrancar de mim reações emocionais.


No fim, o que me faz indicar essa história a todos aqueles apaixonados por romances, é o conjunto de tudo o que falei e mais o que não posso contar por ser spoiler. Essa pequena parte da vida de Amanda, sua transição de ideais e construção de caráter, foram fascinantes e garanto que não há como alguém não encontrar um pouco de si ou pelo menos simpatizar com as dúvidas e confusões que os dramas familiares e os amores adolescentes nos trazem.

site: http://literaturaummundoparapoucos.blogspot.com.br/2015/04/resenha-o-ultimo-homem-do-mundo-de-tais.html
Tais Cortez 03/05/2015minha estante
Oii, Ly
Adorei sua resenha! Obrigada :)
Fico muito feliz q tenha lido e gostado dos meus dois bbs.
Achei sua análise sobre minha escrita e o enredo super interessantes!
Agora q venha o terceiro hehe
Bjssss
e sucesso ao blog!




Karol 30/04/2015

Resenha do blog Hey Karol
Amanda é filha da famosíssima atriz Patrícia Oliveira, contudo sua vida não é exatamente perfeita. Desde que sua mãe alcançou o sucesso, nunca mais parou em casa e a relação delas é quase inexistente, até porque seu tempo livre é gasto com namoros que não duram; Amanda também sente que nunca pode fazer suas próprias, já que Patrícia sequer a escuta, e sempre que tentam conversar, acabam numa discussão. Isso fez com que ela se tornasse uma pessoa rebelde e com que fosse expulsa de colégios duas vezes nos últimos dois anos. E é em uma dessas discussões que o livro tem início.
Educação de Elite é o melhor colégio interno do país, e apenas os filhos das famílias mais ricas do país conseguem entrar. Mesmo com o seu horrível histórico de comportamento, Amanda é aceita. O problema é que ela não queria, não foi uma decisão sua. Chegando a escola e indo até a sala do diretor Alexandre enquanto a atriz tira foto com alunos e dá autógrafos, a garota esbarra em Ricardo, o menino mais lindo - e popular - do colégio, fazendo os dois caírem no chão. Ao invés de ser educado, ele e sua namorada (nojenta), Mariana, a encaram como se ela não devesse estar lá e começam as provocações. Ao ouvir Mariana falando mal de sua mãe, vai para cima dela, literalmente. Dessa forma, são levadas para a diretoria. Mariana afirma que não havia motivo algum para a garota ter feito aquilo, e Amanda confirma, todavia essa confirmação se prova falsa devido a duas garotas que viram o ocorrido: Maíra e Paulina. Sem delongas, o castigo dado foi nada mais do que passarem o fim de semana no colégio.
Ao chegar em seu quarto, a rebelde com tinta removível no cabelo descobre que dividirá o dormitório Maíra e Paulina. Apesar de elas terem apenas tentado ajudar, a garota é super grossa com elas, já que arruinaram seu plano. O tal plano e Amanda é ser expulsa a qualquer custo, e não vai medir esforços para que consiga isso. Não acordar no horário, ir para a sala de aula de pijama, beijar, empurrar alunos na piscina... Após várias tentativas falhas, mesmo relutando, começa a se adaptar ao colégio, a conviver com pessoas e até se tornou amiga de Maíra e Paulina. No meio de tudo isso, há as provocações com Mariana e Ricardo, que terminam numa tragédia para os dois.
Como se já não bastasse sua mãe nunca cumprir suas promessas, o primeiro namorado de Amanda a traiu, o que causou a falta de confiança dela nas pessoas; talvez por isso ela odeie mentira e traição. Andando pelos corredores na madrugada, ouve beijos, e, ao se aproximar, percebe que é Ricardo com outra garota, não sua namorada. Determinada a filmar a cena e mostrar para os alunos em frente ao casal, ela sai outra noite em torno da mesma hora, só que ao invés de encontrar Ricardo, encontra Mariana com outro garoto e faz o que planejara fazer, partindo, assim, o coração do pobre garoto popular, que foi humilhado em frente a todos. Ela não queria fazer com que terminassem, apenas queria se vingar de tudo o que eles faziam, e foi perfeito; aliás, eles terminaram com o namoro deles já com a traição. Se gostassem mesmo um do outro, não trairiam.
Após um tempo de calmaria em relação a isso, Alexandre chama Amanda para uma conversa, e é lá que tudo faz sentido para ela e desiste de se prejudicar por causa de sua mãe. Querendo respirar um pouco de ar puro mesmo que em São Paulo ela não vá conseguir essa proeza, ela sai, só que não conhecia muito a região, que é perigosa, e ao ser abordada por um mendigo e não saber o que fazer, é salva por um grupo de jovens. Acompanha esse grupo até um local e vê o projeto que eles fazem, o qual ajuda moradores de rua e crianças carentes, contudo tal projeto está sem fundos financeiros, e só um milagre para fazer com que ele continue existindo. Disposta a ajudar, Amanda fala com Paulina e Maíra, que comentam sobre o baile que há na escola antes das férias, então surge a brilhante ideia de, com esse baile, arrecadar uma boa quantia para doar à Comunidade Amor em Cristo. Para isso ela precisa da ajuda dos representantes e do diretor, ou seja, ela terá que falar com Ricardo. Nesse envolvimento com o baile, os dois passam mais tempo juntos e vai surgindo uma relação, uma amizade, um... ah, tudo! Porém nada é tão simples como eu gostaria que fosse.
Durante as primeiras páginas de O Último Homem do Mundo, preciso dizer que eu julguei muito o livro. Não conseguia largar um segundo, mas julguei. Pensei que a história fosse completa e absolutamente parecida com Rebeldes (México), porque, convenhamos, há suas semelhanças. Porém, contudo, todavia foi surpreendente, uma leitura fantástica. Não gostei do jeito grosseiro de Amanda, mesmo me divertindo um bocado com ela, e nem do metido do Ricardo, até eles mostrarem quem realmente são por baixo de toda aquela armadura e fazerem uma história linda, com belos ensinamentos e cenas de causar histeria de tão apaixonantes/fofas. E, claro, a história não é apenas um romance. Ver e entender o que a protagonista passa por causa da mãe e perceber que a mãe não entende é triste; sei que talvez não pelo menos motivo, porém muitos filhos passam pela mesma coisa no dia a dia. E muito mais, há muito chão pela frente. Ah, achei bem interessante a rotina no Educação de Elite. As personagens são o que devem ser, e o único fato negativo foi que não há uma característica na fala de cada uma.
A capa é muito bonita - eu adorei o uso das cores, apesar de não ser fã de rosa e roxo -, a diagramação está legal e a letra tem um tamanho bom. Só achei pouco o espaço entre o texto e a borda da folha, de resto está okay. Encontrei poucos erros, nada muito grave. A Editora Ler fez um ótimo trabalho, não a conhecia. A escrita da Tais é leve e flui muito bem, tanto que li O Último Homem do Mundo em dois dias - não queria que tivesse terminado tão rápido, fiquei com uma ressaca que só Deus. Irritei-me só com os diálogos, que são do tipo "Oi - falei." "Oi. - Ele respondeu." em muitas partes; se mudar isso, fica ótimo! O livro é narrado em primeira pessoa e suas 224 páginas são divididas em vinte e oito capítulos. E tudo isso para falar que eu gostei muito do livro. Recomendo!

site: http://www.heykarol.com/2015/04/livro-o-ultimo-homem-do-mundo.html
Tais Cortez 06/05/2015minha estante
Oiii, Karol
Primeiramente, obrigada pela maravilhosa resenha!
Gostei mtoooo :)
Acho mtoooo legal quando a blogueira opina bastante sobre o que achou dos personagens, enredo, escrita, etc...e vc fez mtooo isso rsss ou seja, amei, pq é bem interessante ver o seu livro pelos olhos do leitor!
Fico feliz q tenha gostado!
Bjsss
e sucesso ao blog!


Jessica 07/05/2015minha estante
Amei a resenha, Karol




mirelajulia.pimentelarrais 27/04/2015

"O último homem do mundo - Tais Cortez - LER Editora"
A maioria das vezes eu só faço um resumo, mas dessa vez resolvi falar o que achei do livro...
Eu me apaixonei pela história nas primeiras páginas, é uma história que te prende, que te faz querer sabe tudo o que vai acontecer... É romântica e linda... Ela mostra que as pessoas podem sim mudar para conquistar alguém, e que se você realmente ama alguém, sempre vai entender essa pessoa...
Eu super indico esse livro... *-*

Resumo do livro:
Amanda é uma adolescente complicada, vive brigando com sua mãe, que é uma atriz muito conhecida e que não dá muita atenção para a filha... Para contrariar a mãe, Amanda faz de tudo pra ser expulsa de todos os colégios em que é matriculada, até que sua mãe a matricula no melhor colégio da cidade, e as coisas começam a mudar... No começo ela tenta ser expulsa, mas ela começa a perceber que lá não é tão ruim quanto parece... Ela conhece duas garotas, e elas se tornam amigas e também conhece um garoto, o Ricardo, no começo eles vivem brigando, mais depois ela percebe que ele não é tão ruim quanto parece... Começa a acontecer várias coisas e ela acaba se aproximando mais e mais do dele...
O que será que vai acontecer com Amanda? O que o destino está preparando para ela?

site: http://blogminhapequenabiblioteca.blogspot.com.br/2015/04/o-ultimo-homem-do-mundo-tais-cortez-ler.html
Tais Cortez 27/04/2015minha estante
Oiii, Mirela!
Obrigada pela linda resenha :)
Adorei ver o quanto gostou da história!
E vc realmente captou algumas das grandes mensagens do livro! rs
Bjsss
e sucesso ao blog!




Mary Pires 24/04/2015

O ultimo Homem do mundo
O último homem do mundo, romance da autora Tais Cortez foi publicado pela Ler Editora em 2014, o principal cenário do livro é uma escola para filhos de ricos do Rio de Janeiro, é uma história curta com 224 paginas, narrado pela protagonista Amanda, uma adolescente rebelde que acaba de entrar para a escola de Elite a contra gosto.
Amanda é filha de Patrícia Oliveira uma atriz muito famosa, no entanto ela não se dá muito bem com a mãe e faz de tudo para contrariá-la. Odeia a mãe pelo fato dela não ter nenhum tempo para lhe dar carinho e o tempo que Patrícia tem ela se dedica a seus namorados, que passam por sua vida, também pelo fato da mãe tê-la matriculado naquela escola de riquinhos esnobes contra a sua vontade.
Ela apronta muitas loucuras para ser expulsa da Escola de Elite, mas suas traquinagens acabam não dando certo, lá ela conhece Ricardo é ódio a primeira vista de ambas as partes, ele é tudo que ela menospreza em um garoto, riquinho mimado, pegador, canalha mulherengo e ainda por cima esnobe. Os dois brigam feito gato e rato, sempre aprontando para "ferrar" um com o outro.
Entretanto com a convivência com os outros alunos da escola, Amanda acaba cultivando amizades e descobrindo que Ricardo não é tão cretino quanto parece, que esse comportamento dele é pura fachada, assim como a rebeldia dela e seu estilo também são pura fachada para chamar a atenção dos pais e para disfarçar seus sentimentos reais, nisso eles são bem parecidos.
Entretanto aos poucos Amanda vai se dar conta que Ricardo é um garoto carinhoso e que gosta de ajudar ao próximo, é líder da classe e da aulas de reforço para os outros alunos que tinham dificuldade em matemática.
Passadas as primeiras impressões eles vão se entendendo, se apaixonando, se decepcionando, se apaixonando novamente e aprendendo um com o outro, vão levando a vida como adolescentes comuns, valorizando a amizade e as boas ações.
Em fim um romance jovem e que proporciona diversão, entretenimento ao passo que também traz reflexão e lição de vida.Recomendo este livro para aqueles que gostam de romance jovem, que aprecia uma leitura leve, agradável e romântica.
Veja a continuação da resenha no blog:

site: http://leiturasdamary.blogspot.com.br/2015/04/resenha-o-ultimo-homem-do-mundo-tais.html
Tais Cortez 27/04/2015minha estante
Oiii, Mary
Adorei a resenha! Mto obrigada :)
Q bom q ficou presa à leitura do começo ao fim!
E amei q vc tb tenha sentido q, além de entretenimento, a história tb passa lições de vida, pq essa era a minha intenção!
Bjsss
e sucesso ao blog!




Tifany 13/04/2015

Leitura extremamente agradável. Comédia romântica encantadora!
O livro conta a história de Amanda, uma adolescente de 16 anos, rebelde, que vive para contrariar sua mãe, Patricia Oliveira, de todas as formas possíveis, inclusive sendo expulsa de vários colégios. Patricia é uma atriz muito famosa, que vive entre trabalho e seus casos amorosos, o que deixa Amanda muito irritada, daí a mania que atormentar a mãe.
Patricia deseja a melhor educação para filha e, na esperança de que dessa vez Amanda não seja expulsa, matricula a filha no Colégio Educação de Elite, uma excelente escola.
Não preciso nem dizer que Amanda é completamente contra estudar em um colégio interno e fará de tudo para ser expulsa novamente, não é? Talvez ela até tivesse essa oportunidade se o diretor não fosse conhecido de sua mãe (e também já fora alertado sobre a personalidade da garota) e também a inspetora se esforçando tanto para fazer com que Amanda entre na linha.
Amanda cria diversos planos mirabolantes que, como disse, sempre dão errado e, com o passar do tempo, a garota começa a se envolver com as atividades do colégio e encontra em Maíra e Paulina as amigas que sempre desejou. Claro que os inimigos também surgem.
Ricardo é O Popular do colégio. Muito rico e extremamente mulherengo, Ricardo é namorado de Mariana. Que juntos, em minha opinião, formam um lindo casal detestável.
Claro que, em um colégio interno, é impossível não topar com pessoas indesejáveis.
Ricardo será o tormento de Amanda dentro do colégio e um dos motivos para que ela queira tanto sair do colégio.
Certa noite, extremamente cansada de tudo, Amanda foge do colégio e acaba se deparando com um projeto muito interessante que a faz repensar sua vida. Ela acaba tendo que se aproximar de Ricardo... O relacionamento dos dois vive naquela linha tênue entre amor e ódio. Mas será possível esse ódio se transformar em amor?

Amei esse livro! A leitura do livro é extremamente agradável, é aquele tipo de comédia romântica que te encanta. o livro é narrado em primeira pessoa e a narrativa da autora é muito fluida.
Sabem aquele livro que, quando você começa, não consegue parar até chegar ao final? "O Último Homem do Mundo" é esse tipo de livro. Li em poucas horas e, acabei ficando triste por que acabei. Queria mais! kkk
Temas como brigas, traições, rebeldia, injustiças, problemas com bebidas são abordados nesse livro de forma muito leve.
Amanda é uma personagem forte e decidida. Em alguns momentos, senti pena de Patricia, é possível perceber que ela ama a filha, mas é como se não conseguisse se expressar...
Ricardo tem uma personalidade forte que, desde a separação dos pais vem se entregando à bebida. Com certeza sua diversão é atormentar Amanda.
Durante a leitura, foi inevitável não lembrar de Roberta e Diego da novela Rebelde (sim, eu assisti e amava), ao vermos Ricardo e Amanda. Alguns aspectos me lembraram também um filme que eu amo, chamado "Garota Mimada". Que fique claro que ''lembrar'' não quer dizer que seja igual, ok? Essas semelhanças me fizeram amar ainda mais a história.
Gostei muito da capa do livro. A revisão está muito boa, a diagramação com letras de bom tamanho.
Recomendo a todos! O livro é muito bom!

site: http://osamantesdaleitura.blogspot.com.br/2015/04/o-ultimo-homem-do-mundo-tais-cortez.html
Tais Cortez 17/04/2015minha estante
Oiii, Tifany
Adoreiiiiiiiii sua resenha! Muito obrigada :)
Fico mtooo feliz em ver o quanto gostou!
Roberta e Diego era o meu casal preferido e com ctz serviram de inspiração para o romance de amor e ódio entre a Amanda e o Ricardo.
Bjsssss
e sucesso ao blog!




Rafa 12/04/2015

Arrastando as Alpargatas
Amanda, depois de várias expulsões, troca de colégio novamente e lá conhece o último homem do mundo com quem ela ficaria. Nas primeiras páginas do livro, eu tive que concordar com a protagonista, e até duvidei da capacidade dele me conquistar posteriormente no livro - mas acabou conquistando.

Ambos são meio revoltados com a vida, por razões semelhantes. Enquanto ela se sente rejeitada pela mãe e busca atenção sendo expulsa de colégios, ele se dá mal com ambos os pais e busca consolo em pessoas erradas ou de maneiras não tão corretas.

O livro trata do romance dos dois, porém, é permeado por vários outros assuntos. Como o colégio de elite, vida de celebridades, já que ambos os protagonistas tem pais famosos/importantes, tem amizades legais e gente chata e tem uma parte, que é o que une os dois protagonistas, de um projeto não-governamental de ajuda aos necessitados do bairro.

Eu fiquei um tanto receosa quando a autora inseriu esse tal projeto, pois ele é organizado por uma entidade religiosa. E eu não gosto de livros religiosos, PORÉM, ela soube dosar os valores católicos (que, convenhamos, mesmo que vc seja ateu, amor e respeito são universais) com o romance, sem pesar, nem doutrinar ninguém. Fica bem claro na leitura que, embora a organização seja religiosa, esse não é o foco do livro.

Se eu tivesse que reclamar, diria que o livro é tão curtinho. Devorei numa tarde e fez falta depois. Mesmo duvidando que o mocinho fosse me conquistar no final, ele deu a volta por cima e gostei bastante do romance entre os dois.

Como já disse, esse é o segundo livro que leio da autora e cada vez gosto mais. É literatura nacional de qualidade, seja em fantasia, seja em romance. Esse é um livro super gostoso para se ler quando precisar de um toque de amor na vida.


site: http://www.arrastandoasalpargatas.com
Tais Cortez 27/04/2015minha estante
Oiii, Rafaaa
Obrigada pela resenha!!!
Adorei saber q o Ricardo conseguiu dar a volta por cima hahaha e o romance a conquistou!
Coloquei o projeto religioso porque é algo que eu conheço e amo, e quis passar isso para a história.
Acho q todo mundo deveria participar de um projeto social, independente de ser cristão, ateu, muçulmano, judeu, etc...
Bjaooo





Carol 08/04/2015


O último homem do mundo conta a história de Amanda, uma jovem de dezesseis anos, forte, problemática e independente, filha de uma atriz famosa, que nunca tem tempo para a filha, isso incomoda profundamente Amanda, transparecendo em seu comportamento, sendo expulsa de todos os colégios até ser obrigada por sua mãe, a estudar no Educação de Elite, colégio de prestígio no qual os filhos da elite nacional estudam.

Decidida a ser expulsa de mais este colégio, logo no primeiro dia de aula Amanda já tem uma chance de arrumar confusão, e as tentativas continuam, agora, principalmente juntando seus inimigos, principalmente Ricardo, este que irrita a garota, e logo de início surge uma apatia mútua entre ambos.

Aos poucos, através de armações, amizades, brigas. É descoberto um amor entre os jovens, algo que faria o cara riquinho mais galinha da escola, deixar sua antiga vida. E a garota problema, mudar seus planos de ser expulsa da escola e irritar sua mãe.

"Eu não queria ser mais uma em sua lista, não queria ter que dividi-lo com outras garotas e não queria me envolver com alguém em quem eu não confiava por saber que se tratava de um mulherengo infiel e mentiroso (...). Ricardo era o último homem do mundo que a minha consciência escolheria."

Esse livro trás elementos importantes, contados de forma leve e envolvente. As dificuldades de se relacionar, a mágoa carregada por algum ente familiar, a forma como você foi criado e como isso define sua atitudes, mostra também como o amor pode te levar a ser uma pessoa melhor.

O livro é bem escrito e transcorre em um romance jovial mas também, pode ser lido por qualquer idade, por expor elementos importantes para a vida, para pessoas em qualquer fase da vida.

O último homem do mundo me fez sentir várias emoções junto com os personagens do livro, raiva, alegria, gratidão, afeto, rebeldia, orgulho, é um livro de muitas emoções.

"– Minha cabeça diz que ele é o último homem com quem eu quero me envolver – admiti.
– E o seu coração? – perguntou Paulina.
– Diz que é tarde demais..."

Foi uma ótima leitura, assim como o livro Golfinhos e tubarões veja resenha no blog da mesma autora: Taís Cortez. E como no livro anterior, ela surpreendeu, com uma boa escrita, e uma leitura cativante, apesar dos livros serem de mundos diferentes, trazem aquela história que você gosta de ler.

site: http://umagarotaleitora.blogspot.com.br/
Tais Cortez 09/04/2015minha estante
Oiii, Ana
Uau, adoreiii a resenha!
Primeiramente, obrigada por seu interesse em ler e resenhar não apenas um, mas meus DOIS bbs :)
E fico extremamente feliz q ambos a tenham conquistado e agradado.
Achei ótimo perceber as emoções q OUHM despertou em vc durante a leitura!
Q venha o próximo hehe
Bjssss
e sucesso ao blog!




Arca Literária 06/04/2015

Amanda, adolescente e rebelde não aceita que sua mãe Patrícia, uma famosa e ocupada atriz, a “abandone” em um colégio interno. Não que tivesse muita escolha, Amanda foi expulsa de vários colégios por causa de seu comportamento desobediente, e sua mãe acredita que no Educação de Elite uma renomada escola de São Paulo onde só estudam os filhos de famosos e importantes empresários, Amanda terá a educação que precisa.
Leia mais no link: http://www.arcaliteraria.com.br/o-ultimo-homem-do-mundo-tais-cortez/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/o-ultimo-homem-do-mundo-tais-cortez/
Tais Cortez 06/04/2015minha estante
Oláa,
Adorei a resenha!
Obrigada :)
Fico feliz q tenha gostado da minha escrita e q o romance a tenha conquistado :)
Bjssss




Fernanda 04/04/2015

“O amor é um risco e, se você não está disposta a se arriscar, então não é digna desse amor.”
O último homem do mundo, de Tais Cortez, me impressionou desde as primeiras páginas! O livro se mostrou muito mais do que um simples romance teen, e a leitura foi tão agradável que me vi presa até as últimas páginas, desejando mais e mais. Tive acesso ao livro através de um book tour organizado pela autora, e fico feliz em dizer que fiquei super satisfeita e indico de verdade ele pra vocês!

O livro conta a história de Amanda, narrado através de seu próprio ponto de vista, assim que ela é matriculada contra sua vontade no Educação de Elite, o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Amanda é filha de uma atriz famosa e se tornou uma garota rebelde e problemática, pois não aceita o comportamento da mãe, que trabalha demais e dedica todo o seu pouco tempo livre para namorar ao invés de dar atenção a ela.

Depois de ter sido expulsa dos três últimos colégios, Amanda já tem experiência o suficiente para tentar se livrar de mais um. Ela se empenha em conseguir mais uma expulsão, mas seus planos e esforços parecem em vão graças a um diretor paciente, uma inspetora linha dura e suas novas colegas de quarto. É lá que Amanda também conhece Ricardo, o garoto mais popular e mulherengo do colégio, que desde o primeiro dia dificulta a vida dela, junto de sua namorada Mariana. Por traz de todo ódio deles existe claramente uma forte atração, mas que só começa realmente a aflorar quando eles precisam unir forçar para realizar um projeto que beneficiará pessoas que realmente precisam, e Ricardo mostra um lado que Amanda ainda não conhecia.

Estou encantada com essa história! A autora escreve tão bem que não consegui largar o livro, a história te envolve e te deixa ansiosa para acompanhar e descobrir que confusões a protagonista e suas amigas vão aprontar. Foi uma aventura! Me encantei pelos personagens e por tudo o que o livro passa. Diversas vezes consegui me identificar com a Amanda, e fiquei admirada com a força adquirida por ela desde tão nova. Ela é uma ótima protagonista, daquelas que te fazem acompanhar a história com gosto, sem chatices e enrolação.

O que mais me surpreendeu foi o livro ter dado mais do que um simples romance. Ele cita bastante laços familiares, e a autora mostrou o quanto a ausência de alguns pais podem afetar os filhos. E quanto os laços de amizade podem acrescentar na vida de alguém. Os dramas adolescentes vividos por Amanda não são nada surreais, é de fácil identificação e tornam a leitura mais prazerosa porque em algum momento vai haver uma identificação, e o leitor é capaz de se solidarizar e torcer pra que tudo fique bem com a protagonista.

Sou uma romântica de carteirinha, então claro que o romance turbulento que o livro traz seria uma das coisas que eu mais ia gostar. Gostei muito da autora ter dado tempo ao tempo, de ter desenvolvido a história com calma, construindo tudo aos poucos. Foi super gostoso acompanhar a transformação tanto de Ricardo quanto de Amanda. O crescimento pessoal de cada um, o amadurecimento, é algo nítido no decorrer do livro, e só contribuiu pra que tornasse o romance mais bonito, de você torcer loucamente pelo casal. Os dois juntos poderiam ser a receita perfeita pra um desastre, mas aos poucos percebemos que foram feitos um para o outro, e o mais divertido ainda é ver eles percebendo que por traz de tantas brigas existia algo mais ali.

O livro é capaz de não só te divertir e entreter, mas também de te emocionar com os problemas familiares de Amanda e Ricardo. No meio de brigas, traições, aventuras e confusões, nos divertimos com essa história e junto de Amanda aprendemos que, às vezes, o último homem do mundo de sua consciência pode ser justamente aquele que seu coração decide escolher.

site: http://viciosemtres.blogspot.com.br/
Tais Cortez 05/04/2015minha estante
Ferrrr
Vc está encantada com a história e eu estou com a sua resenha!!!
AMEIiiii....
Adorei todos seus comentários sobre a minha escrita, personagens e sua identificação com a Amanda!
Tb fiquei feliz por ter gostado da história tb abordar a questão familiar e a importância de boas amizades.
Obrigada pela maravilhosaaaaa resenha!
Bjssss e sucesso ao blog!




Monika 30/03/2015

O Último Homem do Mundo – Tais Cortez
Dizem que não somos nós quem escolhemos os livros e sim eles que nos escolhem, sendo assim, só tenho a agradecer por ter sido escolhida por este livro.

Estou participando do Booktour O Último Homem do Mundo da autora Tais Cortez e todas as noites antes de dormir, invadia o mundo de Amanda e Ricardo no Colégio Educação de Elite. E quantas aventuras vivemos juntos, até que um belo dia tudo acabou e eu entrei em uma ressaca literária por conta disso.

O livro é tão bom que cheguei a comparar a escrita de Tais Cortez com da Colleen Hoover, sério, ela é boa mesmo! A história de O Último Homem do Mundo é perfeita, a construção dos personagens fantástica e a trama envolvente, você não tem vontade de parar de ler.

Falemos um pouco mais sobre O Último Homem do Mundo. Amanda é uma menina marrenta, filha de uma atriz famosa e tão dedicada à sua profissão que quase não tem tempo para a filha.

Se curando de uma desilusão amorosa, sem amigos e disposta a tudo para ser expulsa de mais um colégio, ela conhece Ricardo, o garoto mais popular do colégio, e mais bonito e mais galinha também.

A convivência entre os dois não é das melhores, mas com o tempo as coisas começam a mudar. Eles se metem em tanta confusão que fica impossível não se divertir junto com eles.

Entre brigas, mentiras, traições, amigos e inimigos, entramos em um mundo onde nos apaixonamos por um romance turbulento, nos emocionamos com o relacionamento familiar de Amanda e Ricardo, nos encantamos com os gestos de generosidade deles e saímos desse mundo maravilhados e ao mesmo tempo, tristes por tudo ter acabado.

Adorei a leitura, adorei ter participado do Booktour e adorei ter conhecido a autora Tais Cortez, uma pessoa ímpar. Recomendo muito essa leitura, tenho certeza de que não haverá arrependimentos.

Ainda triste por ter terminado a leitura, o que me resta é aguardar a chegada do próximo livro da Tais Cortez, Golfinhos e Tubarões e assim me entregar aos encantos de mais um livro apaixonante!

Ah! Em breve farei um sorteio do Livro O Último Homem do Mundo autografado pela autora, juntamente com marcadores e mimos. Aguardem.

Kisses da Mony!


site: http://monykisses.com.br/
Tais Cortez 31/03/2015minha estante
Oiiii, Monika
Uauuuuu...q resenha mais perfeita!
Amei mtoooooooo rs
e me sinto honrada com tantos elogios!
Fico mto feliz q tenha se envolvido tanto e q tenha gostado assim da minha escrita.
Muito obrigada pelo carinho q tem por mim e meu livro.
Espero q Golfinhos e Tubarões tb conquiste meu lugar especial no seu coração!!!
Bjsssss
e sucesso ao blog!




153 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11