Absoluto

Absoluto M.S. Fayes




Resenhas - Absoluto


46 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Ingrid 23/05/2014

O veredito? Sucesso Absoluto!
O livro promete (e cumpre) ser diferente dos demais livros com temas de advogados que temos lido atualmente.

Em primeiro lugar, o grande Gabe Szaloki é húngaro! Sim, vocês leram certo: húngaro! Em um mundo literário no qual estamos acostumados a suspirar por americanos, britânicos, italianos, etc., surgir um húngaro ultra sexy é realmente diferente. Perguntem-me se vocês se apaixonarão por ele e eu lhes responderei com um sonoro SIMMMM!!!

Em segundo lugar, a linguagem do livro. Um dia, perguntei à autora o porquê de a linguagem ser tão diferente do “normal” e ela me respondeu que ela tem uma grande influência da Nora Roberts (olha aí, Noralovers!!!). É muito bom! Me apaixonei pelo estilo: narrador onisciente, que alterna entre os pensamentos dele e os dela.

Além disso, há detalhes no texto escritos em húngaro e eu só posso dizer: UAU! É muito sexy! Édes…

*Para ler o restante da resenha e conferir o book trailer, clique!

site: http://blogeverythingbutthebooks.com/2014/05/22/resenha-absoluto-da-m-s-fayes/
De 07/08/2014minha estante
Ai meu Ds! Acho que já me apaixonei por ele!


Ingrid 07/08/2014minha estante
Eu com certeza! Looooouca pelo livro 02. Tu já tem? Ele tá na promoção no site da editora.




Robson 15/10/2014

Absoluto, de M.S. Fayes é aquele livro que tem tudo para ser um arraso, mas a autora encontra algumas dificuldades no decorrer de sua narrativa.
Antes de começar, de fato, esta resenha, quero deixar claro que eu gostei bastante da leitura e que ela foi extremamente proveitosa. Foram poucas as coisas que atrapalharam no desenvolvimento da trama criada por Fayes (que, por sinal, é muito boa).

Quero começar logo destacando um dos maiores pontos positivos da Martinha: Sua narrativa é excelente.

A mulher sabe muito bem como prender um leitor ao seu texto (eu não consegui soltar até ter lido a última página). Ela narra toda a trajetória de Kate em terceira pessoa acho que poderia ter sido em primeira pessoa, mas tudo bem , dando uma visão bem ampla de seu cotidiano e situações vividas.

O único ponto, em termos narrativos, que não me agradou muito, foram os diálogos extremamente formais e artificiais. Eu entendo que, quando as situações se desenrolam nos escritórios e na corte, o texto demanda um diálogo mais sério, mas o real problema é que o livro foi inteiro assim. Mas, antes que me apedrejem, quero só dizer que vejo isso como um problema técnico, não como um problema extremamente grave que atrapalhe seriamente o andar da leitura.

Outro ponto extremamente positivo de Absoluto: A leitura é mega rápida.

A autora não perde tempo tentando enrolar o leitor. Ela narra sua trama de forma rápida, descontraída e objetiva. Atualmente estou buscando livros assim, rápidos e com a leitura gostosa e Absoluto veio na hora certa.

M.S. Fayes cria personagens interessantes, apesar de Gabe ser o típico estereótipo de homem lindo e controlador. Sim, eu gostei bastante do Gabe, mas ele realmente precisava ser o melhor em tudo que faz, o mais bonito e o controlador? A história pede isso, mas também possibilitaria a exploração da mente do personagem. Sobre Kate eu só tenho a comentar que ela me irritou muito em alguns pontos e acabou por se dar mal por culpa de algumas de suas ações impensadas (sim, ela é dessas que cai de cabeça nas coisas sem pensar antes). E Peter? Eu quero esmurrar a cara dele, posso?

Apesar de Absoluto ter um arco clichê (Love at first sight que todo mundo percebe, menos a anta da Kate hahaha), a autora consegue usá-lo a seu favor para encantar o leitor. Nesta parte eu esperava uma exploração melhor na ação dentro dos tribunais (HELLO, Kate é Advogada e Gabe também!) e é claro, gostaria de ter lido cenas quentes mais bem desenvolvidas (elas começam e pum, você nem percebe e elas já acabaram!), além de não serem muito bem visíveis em minha mente. Isso acabou por me deixar confuso, até agora não sei se o que eu li foi um NA, um adulto (a sinopse me sugere BDSM) ou simplesmente um romance contemporâneo (o que me parece mais crível).

Rótulos a parte, Absoluto foi, com certeza, um dos livros que mais me causou conflitos, porque ao mesmo tempo em que eu adorei a leitura, eu também não gostei de vários aspectos. Isso ainda piora com o final (previsível, mas legal) em que M.S. Fayes chegou. Ela conseguiu me deixar extremamente ansioso para descobrir seus planos para o casal e para alguns outros personagens.

Como vocês bem sabem, Absoluto foi o livro de estreia da editora Charme e eu posso dizer que foi uma estreia de sucesso. A editora fez um ótimo trabalho na diagramação e na revisão, poucos erros foram encontrados. Além disso, o acabamento está muito bom, não é daqueles livros que ao final da leitura ficam destruídos (caso de várias editoras grandes mercado a fora).

Eu indico, sim, a leitura de Absoluto, apesar das falhas. A história envolve facilmente os fãs de um bom romance e conquista nas situações vividas pelos personagens.

P.S: O restante da trilogia não vai sair pela editora (senta e chora :/).

site: http://www.perdidoempalavras.com/resenha-absoluto-trilogia-da-lei-1-m-s-fayes/
Martinha 02/12/2014minha estante
Meu Deus, Sr. Perdido em Palavras...vc detestou a pobre Kate...tadinha...hahahaha...

Obrigada pelos toques. Receber críticas e saber utilizá-las p aprimorar a escrita é uma característica que todo escritor tem que ter. Odeio críticas negativas, mas quem gosta? Mas qdo recebo toques sutis eu adoro.

De toda forma. A descrição dele é bem pelo que vc definiu: Romance Contemporâneo. Embora a capa sugira um hot, não é. Embora a sinopse sugira um bdsm ( sério??? hahahah) tb não é.

Mas fico feliz que vc tenha curtido minha fluidez!

Um bjuuu

M.S. Fayes


brunaveras 05/01/2015minha estante
Sabe me dizer quando sairá o próximo livro dessa serie?




Taty Assis 17/08/2014

Perfeito e Viciante <3
Absoluto foi o primeiro livro que li da autora M. S. Fayes, e espero em breve poder ler outros, porque a escrita da autora é totalmente viciante.
Se tem uma palavra que define esse livro é, Perfeição! O livro é muito instigante, com um linguajar mais trabalhado, o que fez com que eu tivesse que voltar algumas vezes na leitura, e por incrível que pareça isso não me incomodou em nada, na verdade achei o máximo, pois mostra o quanto a literatura nacional pode ser inovadora. Mas bem, vamos falar do que interessa, vamos falar de Gabe e Kate.


Kate é de uma família de renomados advogados, mas resolveu mudar de cidade para poder fazer seu próprio nome, gosta de ser independente, é um exemplo de aluna e está finalizando seu curso de direito.
Em uma grande oportunidade cedida para os alunos da sua turma, é que ela o vê pela primeira vez, o famoso, imponente, poderoso Gabe Szaloki em ação em uma audiência.

"Definitivamente, ele era um homem digno de ser olhado. Admirado e exaltado. Não somente era majestoso atuando em sua área profissional, como era o exemplar masculino mais lindo que Kate já pusera os olhos."



Bem, tenho que confessar que o Gabe é o húngaro mais lindo que eu já coloquei meus olhinhos o-O, se bem que ele é o único que conheço :D E gente o Gabe é coisa mais linda de meu Deus! Impossível não se apaixonar por ele... mas bem voltando ao livro... Além de húngaro, lindo, perfeito, com as esmeraldas mais lindas que já vi/li, ele é um advogado de sucesso, um manipulador nato, além de ser absolutamente imponente e autoritário (OMG!). Ele é simplesmente um deus grego! E bem, ele não tem relacionamentos duradouros (Novidade) e saí com as mulheres mais lindas, e sempre está com uma mulher diferente, mas isso está prestes a mudar, pois ele conhece Kate, a gatinha que despertou interesses que há tempos ele não sentia por ninguém. E o mais interessante que inicialmente ele acha que ela é mais uma aluna medíocre e não acredita nos elogios que o professor faz à ela, mas isso mudo a partir do momento que Kate o enfrenta, e mostra todo o seu potencial.


"... Quando o deixou para trás, de queixo erguido e com passos altivos e resolutos, veio o louco pensamento de que queria tê-la pra si.
Quando a viu na companhia de Montgomery, chegou a pensar que fosse uma possível pedinte, tal qual o professor. No entanto, o comportamento dela o surpreendeu. Poucas pessoas deixavam as deferências que tinham por ele de lado e o encaravam diretamente como ela fez..."

Foi um primeiro encontro e tanto, vocês não concordam? E o mais legal, mais amor, mais tudo é que mais encontros aconteceram... Acaso ou destino? Eu não sei, só sei que eles viviam se esbarrando por aí, e cada vez ficava mais difícil de resistir a forte atração que eles sentem um pelo outro. E é em um desses encontros inesperados que acontecem o primeiro beijo - deixa eu falar para vocês, o beijo é simplesmente UAU! Fiquei com calor! Acham que estou exagerando? Ta aí a prova, que não estou de exagero!

"Seus lábios eram exigentes e vorazes. Ele varria sua boca com a língua, adentrando na cavidade suave da boca de Kate. Os dentes mordiscavam o lábio inferior enquanto as mãos faziam magia no corpo de Kate. Ela sentia os dedos firmes posicionando sua cabeça de modo que o ângulo ficasse mais íntimo para o beijo. A outra mão percorria as curvas do seu corpo."

OMG, OMG! Eu não disse? Falem que vocês não sentiram um pouquinho de calor aí? Gabe é totalmente quente!

Bem, a partir daí Gabe e Kate embarcam em um relacionamento caloroso, onde podemos conhecer o lado família do Gabe e algumas das suas tradições húngaras. Kate está absolutamente apaixonada pelo Absoluto Gabe (tbm estou apaixonada por ele), mas um idiota, mimado, egoísta, está mais que convicto que vai colocar um fim nesse relacionamento, e ele será capaz de tudo por causa da sua possessão pela Kate. E é aí que meu mundo parou, abalou... pois eu sofri, juro que sofri nas últimas páginas, por mais que eu tinha aquele sentimento que tudo iria acabar bem, fiquei emocionada (ultimamente ando chorando praticamente em todos os livros que leio), porque eu queria tanto que os dois dessem certos juntos, porque eles são tão lindos juntos, mas enfim, eu amei, me emocionei e surtei com o Absoluto.

Absoluto é completamente viciante! O livro é tão bom, que dentro de horas consegui concluir a leitura. O livro é uma delícia total.
Os personagens são bem construídos, fáceis de se apegar, de se apaixonar e de querer eles pra gente :D

Leia mais no Blog:http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/2014/08/resenha-absoluto.html
Martinha 02/12/2014minha estante
Hahaha...obrigada pela resenha, Szív!

Fico feliz que o Gabe tenha te deixado viciada ...no bom sentido!

Eu tb tinha uns calores quando ia criar as cenas dele...acredite...

Bjuuu

M.S. Fayes


Taty Assis 03/02/2015minha estante
Martinha, como não ficar viciada e louca com o Gabe? Impossível!!! rsrs

Eu amei o livro, e já estou surtando com o livro 2 ;)

Beijinhos!




Clã 08/07/2014

Clã dos Livros - Absoluto
Oh. Libido, tu tens um novo nome. Szaloki.
Kate Campbell é uma inteligente estudante de direito, com um futuro promissor. Saiu de sua cidade para construir sua carreira longe da proteção dos pais. Sua família é importante e conhecida no meio jurídico e por isso ela percebeu a necessidade de se distanciar um pouco, a fim de sentir-se dona de suas conquistas.

Em Boston, quase se formando, vai assistir a uma audiência importante e é lá que conhece o famoso e arrogante Gabe Szaloki . Ela não esperava sentir-se tão afetada pela beleza dele, mas vamos combinar, o homem é um pedaço de mal caminho, ou bom caminho, depende da interpretação rsrsrs =)

"Ele era insuportável. Devia ter o gênio mais explosivo que alguém humanamente constituído possuiria. Mas era inegável a beleza máscula que ele apresentava. Gabe Szaloki era o legítimo macho alfa (...)"

Gabe é um advogado poderoso e muito perspicaz. Quando entra no tribunal é para vencer, porém comete um erro ao julgar a bela morena Kate. Após conhece-la pensou que era apenas mais uma estudante medíocre que corria atrás do professor, mas ao ser confrontado por ela, que sem pestanejar o criticou de maneira inteligente, teve uma grata surpresa. Esta futura advogada, poderia lhe render um embate interessante, no tribunal e na cama.

"(...), há tempos que alguém não me fazia duvidar de um caso. Naquele dia, suas palavras me pegaram de surpresa (...)"

Os dois se encontram ocasionalmente e Gabe já está decidido a tê-la para si, e o húngaro não é homem de desistir ou esperar demais.

Kate sente-se muito atraída por ele, mas apesar da forte atração, pensa que ele é muito atrevido e dono de si, porém quem poderia resistir as investidas de um homem como aquele por muito tempo.

"- Você realmente se acha muito seguro de si, não é mesmo?
- Só por que sempre vou em busca do que eu quero, gatinha? - ele perguntou zombeteiramente."

Quando percebeu a resistência dela, Gabe mudou de tática e passou a conquista-la pouco a pouco. Eu disse que ele era inteligente, não disse? ;)

"- Você me assusta - disse Kate alarmada - e me assusto comigo mesma ao perceber a maneira como me comporto em sua presença.
(...)
- Entendo você e também me sinto assim - disse Gabe, dando-lhe um abraço carinhoso. - Vamos com calma, está bem? "

Os dois acabam se envolvendo, claro, e o ar se incendeia, porém alguns obstáculos se interpõem entre eles ao longo da história e talvez o casal não consiga ficar junto por muito tempo.

O embate dos dois no tribunal é imperdível e a conclusão da cena, quando ele a puxa para uma sala vazia, ainda melhor.


"Kate nem sequer teve tempo de gritar assustada. Antes mesmo de tentar sequer entender o que acontecia, ela se viu pressionada na porta fechada da sala de audiência escura e deserta."

O livro é uma delícia, desses que a gente não quer largar em nenhum momento do dia, ou da noite! ;)
Os protagonistas são ótimos e bem construídos, assim como os outros personagens que enriquecem a história e nos fazem desejar que o próximo livro seja lançado logo. Destaque para a família húngara de Gabe, que é engraçada, barulhenta e cheia de amor.

A história é narrada em terceira pessoa, o que permiti compreender melhor os personagens e seus pensamentos.

No cardápio, humor, diálogos inteligentes, debates acalorados nos tribunais, romance, vingança, pegadas húngaras irresistíveis e uma mal entendido difícil de explicar.

Ok, o livro é quente, mas habilidosamente a autora criou cenas com grande sensualidade e poucas descrições, tornando a história muito mais romântica do que erótica. Adorei.
Mas com Kate, ele simplesmente achava que não poderia ter o suficiente. Ele queria mais. Ele queria tudo.
Apesar de ser uma trilogia, os livros contam histórias independentes, por isso para quem sofre esperando as continuações, pode comprar sem medo.

O próximo livro vai contar a história de Fay, amiga de Kate e Alexander, o promotor tudo de bom que aparece no livro 1.

Amei e recomendo!
Esperando ansiosamente o próximo lançamento da trilogia!


site: http://cladoslivros.blogspot.com.br/2014/06/resenha-absoluto-livro-1-da-trilogia-da.html
comentários(0)comente



Bruna Britti 01/06/2014

***

Absoluto, da autora M. S. Fayes, é um dos primeiros lançamentos da editora Charme (mais informações sobre a editora você encontra clicando aqui). O livro cumpre um segmento mais florzinha do gênero romântico, permeando uma relação gradativa entre uma estudante de direito e um dos principais advogados do ramo. Bem escrito, a narrativa é simples e ágil, recheado de clichês ao estilo de um romance de banca. Um homem poderoso e sedutor e uma estudante que o repele num primeiro momento, mas que aos poucos se envolve nesta relação fofa e singela.

Gabe está em uma audiência, e Kate junto à outros alunos , está como ouvinte da sessão. Quando são apresentados, a arrogância de Gabe faz com que Kate não tenha uma primeira impressão muito agradável dele embora o jeito atraente tenha mexido com ela. Kate não esperava que fosse encontrá-lo em diversas ocasiões, e que Gabe começaria um jogo de sedução lento e sensual. Os dois não resistem por muito tempo e se entregam a paixão, porém influências externas como o ciúmes doentio de um terceiro personagem, por exemplo, e o fato de que os dois eram adversário em um caso , faz com que o relacionamento perfeito fique balançado. Kate tomará uma difícil decisão que mudaria sua relação com Gabe, mas quando está prestes a tomar sua decisão, um mal entendido os separa. Será que haveria volta?

Absoluto foi uma história que, para mim, pecou pela demora. Em quase cem páginas, os encontros entre Kate e Gabe eram bem causais e não duravam muito. Os diálogos quase sempre tinham conotação sensual, e não havia outro tipo de interação entre eles que não fosse a da atração física. Acabei ficando desmotivada, pois esperava que quase na metade do livro os personagens teriam, ao menos, travado diálogos mais profundos e diversos além de breves flertes e alfinetadas. Em vários momentos me senti indiferente e descrente desta relação.

Mas, na segunda metade do livro, a história engata em um romance fofo principalmente quando Kate é apresentada a família de Gabe. A partir daí comecei a curtir mais a leitura e me deixei levar pela história de amor entre os dois. Gabe é um personagem atraente cujo diferencial trouxe um toque sexy à história. É implacável nos tribunais, mas fora das salas de audiência se transforma em um homem doce e apaixonado. Já Kate é uma estudante batalhadora e inteligente, porém achei que ela foi ingênua demais nas últimas páginas e se rendeu muito fácil a situação em que se encontrava. Para alguém tão apaixonada, ela poderia ter lutado e confiado mais em Gabe.

O romance entre os dois é mais contido cenas de amor estão presentes mas nada muito explícito. M. S. Fayes aposta no sensual e na relação cotidiana, o que deixou a história com uma característica mais doce e íntima. Gostei do desfecho, principalmente pelo final trazer algum agito à história. Absoluto é um romance leve e gostoso, que, bem escrito, cativa pela leitura rápida e despretensiosa. Por ser um dos primeiros trabalhos que a editora oferece ainda que o li no formato ebook , devo dizer que adorei a qualidade do material. O texto está impecável e a diagramação é bem feita. Que venham os próximos lançamentos! ;)

site: http://supremeromance.blogspot.com.br/2014/06/absoluto-m-s-fayes.html
comentários(0)comente



ELB 13/06/2014

Every Little Book
Eu nunca tinha lido um livro com o tema ‘advogados', e também nunca tinha lido um livro com um húngaro gostoso como protagonista, Absoluto tem os dois!

Kate é uma estudante de direito, prestes a concluir o seu curso, com grandes honras. Apesar de sua família já ter um nome na área, ela escolhe mudar de cidade e criar sua própria história. Isso me fez respeitar a nossa protagonista ainda mais.
Ela leva uma vida agitada, tem muitas responsabilidades, e é brilhante no que faz, claro que recebe o destaque merecido por isso. Todos os seus professores a elogiam, e antes mesmo de concluir o curso já passou no exame da ordem, e já tem emprego oferecido. Como uma das melhores, ela é convidada por um dos seus professores a ir assistir uma audiência onde o Gabe é o advogado da defesa…

(...) Leia mais no blog!

Resenha feita pela Lala, postada no ELB!

site: http://www.everylittlebook.com.br/2014/06/3-resenha-absoluto.html
comentários(0)comente



Fernanda 09/11/2014

"Eles se encaixavam de maneira irremediável. Côncavo e conexo. Como duas peças de um intricado quebra-cabeças."
Absoluto, primeiro livro da Editora Charme que chegou nas livrarias, me surpreendeu das mais diversas formas! Esse é o primeiro livro da Trilogia da Lei, da autora nacional M.S. Fayer, que narra o romance entre um dos mais temidos advogados do estado, Dr. Gabe Szaloki, e da brilhante Kate Campbell, uma jovem prestes a se formar com honras em Direito.

Justamente por ser uma aluna aplicada e muito inteligente, Kate teve a oportunidade de fazer parte de um seleto grupo de alunos formandos que foram convidados a estar presente em uma audiência em que o famoso advogado Gabe Szaloki estaria atuando. Ele era o ícone de jovens estudantes e até mesmo de profissionais já conceituados. Era imbatível nos tribunais, temido pelos seus adversários e um espetáculo de homem! E foi nessa audiência que ocorreu a primeira troca de olhares entre eles. Ela sentiu arrepios, aquele homem lindo emanava uma energia, era impossível não sentir sua presença. Poucos teriam coragem de contrariar ele, por isso, Gabe se viu completamente fascinado por aquela mulher extremamente atraente e visivelmente inteligente e focada em sua carreira, quando ela apontou um possível erro em seu julgamento, que o fez se questionar.

Após aceitar uma proposta de emprego de uma grande firma de advocacia, Kate se viu imersa no mundo do Direito civil antes mesmo de estar com seu diploma em mãos. Tal fato proporcionou a ela muitos outros encontros com Gabe, e era perceptível a atração entre eles. Saíam faíscas a cada troca de palavras, mas Kate sentia-se completamente irritada com a prepotência e arrogância de Gabe, ele a provocava como ninguém. Na verdade, ambos nunca haviam se sentido tão afetados dessa forma por outras pessoas antes de se conhecerem.

Gabe queria Kate a qualquer custo e lutou com todas as suas armas para fazer ela se render, e depois de muito relutar a corresponder essa paixão, após se enfrentarem em um duelo de palavras em um caso jurídico que só fez crescer a chama existente entre eles, Kate abandonou suas inseguranças e aos poucos entregou o seu coração. Mas quando tudo parecia finalmente perfeito, conflitos, armações, e um mal intendido os afasta, mas a verdade vem à tona, e quando isso acontece, o verdadeiro amor precisa de uma segunda chance.

O livro é narrado em terceira pessoa, e apesar da autora ter usado palavras mais complicados durante a narrativa, ainda assim é de fácil leitura e flui bem. É um livro nacional, mas ele é ambientado no exterior. E uma das coisas que mais me impressionaram foram em como a autora conseguiu passar confiança e veracidade na história em relação a área jurídica. Os termos usados e os diálogos convenceram muito bem, ela deu atenção a esses detalhes e fez a leitura ser bem mais interessante. O livro tem diversos pontos positivos, principalmente o fato da protagonista ser admirável, mulher moderna e inteligente. Gostei também que, mesmo sendo um casal quentíssimo e obviamente super atraídos um pelo outro, a autora inseriu um relacionamento que foi sendo trabalhado aos poucos e não aquela coisa exagerada e forçada.

O Gabe é um personagem que encanta, é com certeza um macho alfa, mas foi bem trabalhado. A autora não transformou ele no clichê homem possessivo e controlador que a sinopse insinua, o personagem tem uma certa perfeição exagerada sim, mas se mostrou um homem admirável, de família e ainda vem com um bônus, é de família Húngara, e somos apresentados um pouco à sua cultura e tradições. Por trás de um terno caro e do advogado bem sucedido, encontramos um personagem por quem foi impossível não se derreter um pouco.

Em relação aos pontos negativos do livro eu me incomodei com poucas coisas. A primeira foi que no início da leitura eu fiquei um pouco confusa com a escrita da autora, foram somente nos primeiros capítulos, talvez por eu não ter lido nada dela antes, mas depois acostumei. Quanto a edição da Editora Charme não tenho reclamações, está impecável! A única coisa que me incomodou um pouco é que a sinopse entrega demais a história, o livro já possui uma certa previsibilidade em relação ao romance, e foi um dos fatores que me fizeram não dar as 5 estrelas, somente 4. Então quando a sinopse entrega demais, rouba um pouquinho as surpresas, aquela sensação de o que será que vai acontecer com eles no próximo capítulo?, já que até certo ponto já temos a noção do que vai acontecer com o casal. A curiosidade maior permanece mais em saber como especificamente será o desfecho da história deles. Mas claro, isso não deixa menos gostoso acompanhar cada cena que compartilham.

E para concluir, é óbvio que eu indico esse livro a todos! É uma leitura muito gostosa, li o livro em dois dias e me diverti demais! E não se deixem enganar, não julguem pela capa com um cara gostoso e uma sinopse com ar sensual, o livro é um romance adulto sim, mas está longe de ser superficial e algo inteiramente sexual. Quem curte o bom e velho romance vai se apaixonar!


site: http://viciosemtres.blogspot.com.br/2014/11/resenha-absoluto-trilogia-da-lei-livro.html
Martinha 02/12/2014minha estante
Ahhh, que lindo...adorei sua resenha!!!
Anotado: "Não entregar a história na sinopse..." :)

Fico muito feliz em poder ler as resenhas de vcs, viu?
E críticas sempre são bem vindas quando são construtivas, para que possamos melhorar.

Bjuuu

M.S. Fayes




Bruna 20/06/2014

Absoluto é o primeiro livro da Trilogia Na Lei, da autora nacional M.S. Fayes, publicado pela Editora Charme. O livro é um new adult, ambientalizado em Boston, e nos traz um pouco do mundo do direito e das leis.

De um lado temos Kate, uma jovem recém-formada em direito, inteligente e dedicada, e vista como um verdadeiro prodígio por seus professores. Do outro está Gabe Szaloki, um advogado de sucesso e prestígio, que causa admiração, respeito e temor em seus adversários. Às vésperas de se formar, Kate assiste uma audiência de Gabe como advogado de defesa, e suas observações sobre uma falha no caso (que Gabe ganhou, por sinal) lhe rendem a atenção de Gabe e também uma proposta de estágio em um grande escritório de advocacia, concorrente do de Szaloki.

No início a interação entre os personagens é pouca e superficial. Eles se encontram em alguns eventos, Gabe sempre se mostra interessado, e Kate o evita. Demora um pouco para o relacionamento nascer e desenvolver. Até gostei disso, pois foi uma coisa gradual, e não aqueles já tão comuns relacionamentos instantâneos, mas depois achei o relacionamento acelerado. Eles formam um casal legal, é quando estão juntos que vamos conhecendo um pouco a real personalidade de Gabe, que é um húngaro super família e divertido. Há algumas cenas sensuais, porém nada explicito ou descritivo.

No decorre da trama, não gostei de algumas das atitudes da Kate. Para uma jovem tão inteligente, um prodígio da área jurídica, ela teve algumas atitudes pra lá de ingênuas e incoerentes, e ao final do livro, se deixou envolver em uma situação meio complicada, que não precisava ser tão complicada, caso ela tivesse agido de outra forma. Esse drama no final não me convenceu muito, tanto a forma como ocorreu, quanto a forma como foi resolvido.

Kate mora com duas amigas, Fay e Lana, e são todas bem diferentes uma das outras, mas ao mesmo tempo, se complementam. Kate é determinada, sensata e pé no chão; Fay é um furacão, explosiva e baladeira; enquanto Lana é sensível e romântica, e está presa em um relacionamento nada saudável, do qual não consegue se desvencilhar. O foco de Absoluto é Kate, e, pelo que entendi, os outros livros da trilogia serão sobre suas amigas. Se for assim mesmo, fico aguardando pelo livro da Fay, pois adorei a sua personalidade explosiva.

Absoluto é escrito em terceira pessoa, mostrando pontos de vista tanto da Kate, quanto Gabe, e isso me agradou bastante, pois nos permitir ver mais e saber mais sobre a história e personagens. A narração de Fayes é uma delícia, cheia de pitadas de humor e algumas piadinhas irônicas, e tudo isso contribui para a leitura fluir. Eu li o livro no formato digital, então tenho como falar muito da diagramação, mas no que percebi, está muito bem feita. Há o desenho fofo do logo da editora no final de cada páginas, as linhas e parágrafos estão bem espaçados, e o modelo da capa é tudo de lindo! Aiai :).

O livro é um New Adult leve, sem grandes dramas ou conflitos. A leitura é rápida e tranquila, e passa sem percebemos. Recomendo, principalmente para os amantes de romances.

site: http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2014/06/resenha-absoluto-ms-fayes.html
comentários(0)comente



"Ana Paula" 03/06/2014

"Eles se encaixavam de maneira irremediável. Côncavo e conexo. Como duas peças de um intricado quebra-cabeças."

Só por este quote, vcs já devem imaginar o quão intenso é este livro neh? rsrsrsrsrrs
Bem, não é um intenso ruim, afinal o livro é hot, não erótico, e pra falar a verdade, não poderia ser melhor!

A sinopse já diz muito sobre o livro, em Absoluto, vamos conhecer Kate, uma universitária que esta prestes a se formar e ver sua vida como advogada deslanchar. Do outro lado, temos Gabe, um advogado bem sucedido, dono de incríveis olhos verdes e uma aparência maravilhosa. Até ai, vcs podem pensar "clichê demais", mas não gente! A autora soube inovar no que tinha tudo para ser clichê, mas não foi!

O romance entre os dois é regado a muita briga e tesão. Kate é uma personagem forte e mesmo se sentindo atraída por Gabe, não dá o braço a torcer. De temperamento forte, segura de si e muito amiga, Kate só me deixou brava no quesito Peter, uma mulher tão segura de si, não deveria ter deixado se intimidar por ele.
Gabe é o típico homem que sabe que é bonito e abusa disso. A cada dia aparece com uma mulher diferente e muito bonita, mas é fisgado pela ousadia de Kate, e acaba desejando-a mais do que pretendia.

"E era espetacular como homem. De uma aura imponente e poderosa. Alto, forte e com um olhar implacável que poderia fazer fraquejar até mesmo o mais duro dos jurados. Os advogados que ficavam no peso contrário ao dele na balança, sempre mostravam sinais de estresse ao final de um caso. Gabe Szaloki tinha um domínio absurdo sobre o conhecimento das leis e era um manipulador nato."

Até ai, tudo segue como nos livros hots que costumamos ler, mas a ideia da autora de somar a tudo isso a profissão "direito", deixa tudo mais gostoso de ler. Confesso que sempre tive muita vontade de cursar direito, e foi um dos motivos por eu querer tanto ler este livro. A autora aborda o tema com maestria, falando sobre audiências, leis e ética no trabalho. Gostei muito do modo que ela abordou o tema durante a história, não deixando brecha para ficarmos cansados com a narrativa.

Falando em narrativa, em Absoluto, temos uma narrativa em terceira pessoa, o que foi maravilhoso, pois sabemos dos sentimentos dos personagens principais e dos personagens secundários. Todos os personagens são maravilhosos e muito bem construídos. Adorei a construção da família de Gabe, húngaros, que valorizam suas raízes e têm um amor profundo entre si (espero que os próximos livros tragam mais sobre eles). Kate, filha de advogados, saiu de sua cidade natal para se manter longe da influência dos pais e trilhar seu próprio caminho. Também tenho que ressaltar a amizade de Kate com Fay, adorei essa personagem, muito parecida comigo em muitos sentidos (digo, gênio forte vio gente! rsrsrsr).
A história toda se passa em Boston, não que tenha sido ruim, mas adoraria ver esse húngaro perdido de amores por uma brasileira! rsrsrsrsrrs
A linguagem utilizada tbm não deixa a desejar, a autora abusa de palavras profundas sem serem baixas e que dão um charme a mais para o livro.

"Kate se identificava com questões que envolvessem direitos constitucionais, bem como demonstrava um apreço especial pela área empresarial. Lana, apesar de não ter escolhido sua área de atuação, não deixava dúvidas sobre qual ramo seguiria, se não acabasse desistindo de vez do curso. Muito ligada às pessoas e suas relações, fatalmente seguiria a área do direito de família. Já Fay, sempre deixou claro sua paixão pelo mundo dos crimes e amava a ideia de arrebentar a cara dos acusados numa audiência criminal, segundo as palavras dela."

Enfim, a edição esta linda demais, a editora caprichou na capa que é linda, apesar de eu ter lido em ebook, ouso dizer que a revisão também não deixa a desejar. Espero que o livro físico seja tão bonito quanto!
A editora Charme chegou para ficar e esta arrancando suspiros das leitoras com suas capas provocativas e com enredos muito interessantes. Só tenho a agradecer a oportunidade de ler Absoluto, um livro lindo, que vai fazer vc rir, ficar indignada e claro, com os olhos marejados de lágrimas! Se recomendo? Claro!!!!

"Gabe a beijou novamente e Kate poderia jurar que viu estrelas e fogos de artifício compartilhando o mesmo espetáculo. O som da música retumbando, das conversas aleatórias e do cheiro de Gabe era um episódio surreal de algum filme romântico. Ou erótico."

site: www.livrosdeelite.blogspot.com
comentários(0)comente



Thaisa 13/06/2014

Absoluto é um apelido perfeito para Gabe...
Quando tomei conhecimento de que uma nova editora estava chegando ao mercado brasileiro e que a linha de livros que ela lançaria seriam livros hot (e livros para mulheres), fiquei animada. Livros eróticos fazem parte de um dos estilos literários que adoro. Então conheci a Editora Charme e seu primeiro lançamento, o livro Absoluto – primeiro da Trilogia da Lei - e ao me deparar com a capa, sabia que precisava lê-lo.
A editora me concedeu o livro no formato e-book para ler e fazer a resenha pra vocês, mas com essa capa maravilhosa eu precisava ter um em minha estante e comprei o meu! Por falar em capa, a diagramação do livro está super fofa e a editora caprichou nos detalhes. A capa parece uma fotografia e esses olhos penetrantes do modelo é de tirar o fôlego; o papel é amarelo (amo!) e cada capítulo inicia com uma letra diferenciada. Um trabalho lindo e está perfeito em minha estante. Sem falar que veio autografado pela autora. Yay!

site: http://minhacontracapa.com.br/2014/06/resenha-absoluto-de-m-s-fayes/
comentários(0)comente



Dreeh Leal @blogmaisquelivros 22/10/2014

Absoluto - Trilogia da Lei - Livro 01 - M.S. Fayer
Kate é uma aluna aplicada e dedicada ao que faz, não é atoa que está concluindo a faculdade com mérito. Quando o juiz da corte local convida um grupo de formandos da sua universidade para assistir ao fantástico advogado Gabe Szaloki em ação, ela obviamente está entre os selecionados. A primeira troca de olhares acontece com o julgamento ainda em curso. Mesmo a distancia, o olhar que ele lhe lança faz com que um calafrio percorra sua espinha.

Sim, ela atraiu sua atenção pela excepcional beleza que ela nem imagina que tem, mas o que a torna inesquecível é sua inteligência e audácia. Afinal de contas, quantas pessoas quem dirá formandos teriam a coragem de apontar uma possível falha no seu julgamento? Após esse dia, eles se esbarram diversas vezes e em todas, ela reafirma ambas as características. Porém, essa mistura de beleza e inteligência também chama a atenção de outros rapazes, como Peter.

Antes mesmo de colar grau, Kate recebe uma proposta de emprego de uma das grandes empresas de advocacia do mercado. Essa oportunidade é excepcional, pois por não ser mais uma mera estagiaria, ela deixará de apenas escrever relatórios e colocará em pratica aquilo que aprendeu durante o curso. Tentando equilibrar sua vida profissional e pessoal, Kate passa por muitos momentos delicados até que consiga seu final feliz.

O livro é narrado em terceira pessoa, não permitindo que o leitor tenha duvidas sobre o que os personagens estão pensando no momento. Achei isso importante para o envolvimento do leitor. Um capítulo sempre leva o leitor ao seguinte, fazendo assim com que leitura te prenda do inicio ao fim. Tive um pequeno problema com a escrita da autora no inicio do livro. A estrutura de algumas frases me deixou confusa, isso aconteceu nos primeiros capítulos, até que eu me acostumasse.

Eu devorei o livro em um dia, isso é prova suficiente do quão bom ele é. Mesmo assim tenho uma ressalva. Em alguns poucos momentos a autora optou por utilizar palavras mais rebuscadas e sinceramente até agora eu não sei o significado de algumas. E não, isso não tem nada a ver com a parte jurídica, sobre a qual a autora falou com maestria. Se fosse no contexto de um julgamento ou algo do tipo eu super apoiaria, mas mão foi esse o caso e por isso me incomodou, pois não achei que contribui para a trama.

Agora vamos aos personagens. Kate é uma mocinha que merece destaque! Nos livro mais calientes é muito comum encontrarmos maravilhosos protagonistas, mas com uma mocinha sem graça e/ou irritante. Kate é exatamente o oposto. Ela é inteligente, decidida e não tem medo de correr atrás do que quer. Em alguns momentos eu me irritei bastante com ela, por algumas atitudes que não condiziam com o que a personagem era, mas suas atitudes foram compreensíveis. Ela estava agindo sobre pressão, tentando resolver as coisas como qualquer mulher de atitude tentaria e querendo proteger a todos. Da para entender alguns deslizes né?

Kate mora com duas amigas e entre elas a que recebeu o maior destaque foi a Fay. Ela é uma versão da Kate mais explosiva e menos preocupada com a vida. Ouvi dizer que o segundo livro terá outra protagonista, então acredito que será sobre ela.

Gabe é uma atração a parte. Pela sinopse nós podemos pensar que ele é um maníaco, mas não é bem por ai. Apesar de seu interesse, ele não persegue a personagem com a obsessão de tê-la. Achei isso muito bacana, pois foge totalmente do que estamos acostumados. O clima entre eles acontece em banho Maria até o ponto de ebulição. Fayer, parabéns por ter saído da mesmice e apresentado aos seus leitores uma história onde os personagens tiveram tempo de se entregar... Há, eu mencionei que ele é Húngaro? Sim, nada do deus americano... Essa pequena diferença trouxe elementos que só agregaram ao romance como apelidos carinhos nos no idioma dele. #socute

Essa resenha está se tornando maior do que eu esperava, mas antes de finalizar tenho que parabenizar a editora pelo trabalho de capa e diagramação. Para quem não sabe, esse é o primeiro livro que a Editora Charme está colocando nas livrarias e vou dizer, nem parece. As folhas são amareladas, com letras em bom tamanho e boas margens. A capa ficou bem brilhante, digna de qualquer editora grande do mercado. Fiquei bem feliz com o material que recebi e sei que vocês também ficaram quando tiverem seus exemplares nas mãos.

site: http://www.maisquelivros.com/2014/06/resenha-absoluto-ms-fayer.html
Martinha 02/12/2014minha estante
Obrigada pelas palavras!
Adoro ler as resenhas de vcs.

Eu tenho mania de rebuscar as palavras, mas é sem querer querendo...hihihih...

O segundo livro é sobre a Fay sim, e o terceiro sobre a Lana. Fecho o Trio com cada livro tendo início, meio e fim. :)

Bjuuu

M.S. Fayes




Jubadaue 30/12/2014

Absoluto? Absoluto!
Vou ser o máximo de sincera para vocês em relação a esse livro.
Eu estava bem louca para compra-lo, e óbvio, a capa ajudou a tocar o terror no meu desejo de lê-lo. Então, tenho que adimitir que as minhas expectativas estavam acima do teto.
Já li outros livros com o tema advogado, e todos foram bem divertidos ou tensos e sinistros, mas todos muito bons, mostrando sempre um lado mais leve da profissão no enredo da história. Só que em Absoluto isso foi massante ao extremo, mas apenas no início do livro, onde há a introdução a história. Para ser mais exata, nas primeiras 85 páginas, porque a partir daí, o livro realmente mostrou a que veio e se transformou realmente em um romance, porque até então, me parecida que eu estava lendo sobre colegas de trabalho, como a série de tv The Office. Me pareceu que a autora escreveu essa primeira parte em um momento diferente da segunda. Isso foi um pouquinho decepcionante pra mim, por único motivo, justo quanto a história estava pegando fogo de maravilhosa ela acaba...foram pouquinhas páginas! Poxa! kkkk
Teve momentos, no início do livro, que eu pensei em desistir de ler, e cheguei a pular alguns pensamentos e dialogos da Kate com seus colegas e amigas. Esse foi o principal motivo por eu ter ficado um pouquinho incomodada com a leitura. Outro foi que, a narrativa é boa, mas a forma em que ela se apresenta em alguns momentos chegou a me deixar meio confusa. Teve horas em que era em terceira pessoa e em outras em primeira, e as vezes não anunciava de quem era a fala ou pensamento, tive de ler duas vezes para ter certeza.
Achei que Lana ficou fora de contexto na história, e nem precisava existir nesse livro. Talvez ela tenha alguma utilidade no futuro, já que sua história foi deixada no ar. Também não teve mensão a gravidez dela depois, mas, tudo bem...mistério é bom! kkkk..
Uma que eu amei horrores foi a Fay, ADOREI!!! A Fay é tudo de bom, em todos os sentidos, e não vejo a hora de ler um livro dela! Se toda melhor amiga fosse assim nos livros, seria perfeito! Já senti que vai ter muuuuito mais história dela por aí!!
A Kate me passou uma imagem meio fria. Sabe aquela hora em que a família Adams é apresentada aos telespectadores e aparece a Vandinha com aquela cara de maldade e os cabelos escorridos em volta do rosto? Sério, teve vezes que eu vi a Kate exatamente dessa forma. Meio mórbida. Mas foi só isso que me incomodou nela. Ela sofreu, tem cicatrizes...é compreensível que ela vá demorar para se deixar levar por um sentimento novo. Ela é uma personagem independente, não deixa ninguém ditar a vida dela ou tentar dizer o que ela deve fazer. Achei ela uma personagem forte e que se sacrifica por quem ama.
Já Gabe eu achei uma graça! E o fato de sua decendencia estrangeira ter trago coisas muuuuuito maneiras para o livro me deixou encantada! Amei a familia dele!
O relacionamento dos dois foi fofo. Nada muito "Jesus! Gabe rasgou minha calcinha com o pensamento", mas foi muito bom! A química entre eles foi excelente!
No contexto geral, a partir da página 85 - devo ressaltar - o livro deu uma guinada maravilhosa e não há como não se apaixonar pela história! Depois de um tempinho você se acostuma a narrativa e entra no embalo do amor de Gabe e Kate! Em um dia o livro foi embora e me deixou com saudades. A autora merece os devidos aplausos, porque criou o ambiente perfeito! O mesmo que encontrei na série Cretino Irresistível, Rosemary Beach e por aí vai.
Já a Editora está cada vez melhor!! As capas tem estado impecáveis, e os títulos, vou te contar...QUERO TODOOOOOOS!!!!!!
Super recomendo, não desista da leitura, ela pode te surpreender!!
Martinha 06/01/2015minha estante
Ju...adorei sua resenha...a Kate com cara de Vandinha Adams quase me mata de rir...estou com medo de olhar pra ela agora e imaginá-la com os cabelos escorridos e um olhar apático...hahahah...
Mas foi ótimo. As impressões gerais do livro sempre nos trazem coisas boas pra poder melhorar.
O "polvo" pediu...reclamou porque o romance demorou a engatar...tá bom...esquentei os tamborins e realmente dessa vez vcs não poderão reclamar quando o livro da Fay sair...
O que será em breve...espero...
E juntamente com vc, também confesso que a Fay é minha personagem favorita, tanto que o livro dela é o que considero mais intenso.
Heheheh...
O início jurídico do Absoluto é mais por culpa do The Good Wife, mas vc chegou perto do lance do The Office.
Eu quis diferir um pouco dos romances ultra rápidos que quando menos esperamos, ops...já foi. Mas posso afirmar que a calcinha da Fay rasga e sai voando nas primeiras páginas...hahahahaah...
Embooooora...devo avisar...não espere um livro hooooot mega blaster como os da atualidade, okay? Nesse quesito eu sou bem mais comedida que outras autoras. Prefiro abordar um romance pelo lado mais singelo e lírico do que gráfico e escancarado.

Mas espero que goste, de qualquer maneira. O livro da Lana é o 3. E acho que é o mais fofo. Então...só me resta esperar se vcs vão amar ou odiar!

Bjuuu e obrigada pela atenção em resenhar! This is great!


Jubadaue 21/01/2015minha estante
Martinha!! Comecei a ver The Good Wife a alguns dias e realmente é a cara da Kate! Tem uma hora em que a Alicia deu uma olhada para o marido que foi Kate purinha!! kkkk
Adoreeeeeeeeei saber que em breve vou poder ler sobre a Fay! Sou fã dela e não vejo a hora de me esbaldar com uma leitura bem gostosa dela! kkkk..
Obrigado pelo carinho em ler a minha resenha e comentar! Estou ansiosa pela continuação!!
Um Bjoooo




Eugenia.Pimenta 15/01/2019

Trilogia Da Lei- M.S Fayes- 3 historias independente de 3 amigos. Amazon- 2017
1° volume da trilogia- conta a história de Kate e do advogado Gabe. Muito boa a história deles.????????
comentários(0)comente



Bruna 13/10/2015

Absolutamente viciante!
Eu li esse livro com minha expectativa nas alturas!! Ouvi tanta gente falando bem dele, essa capa por si só também já arrasa, então estava esperando uma coisa espetacular kkk e posso dizer sinceramente que não me decepcionei em momento algum! Desde o início a história te prende tanto que quando eu assustei já estava faltando poucos capítulos pra acabar e eu entrei em desespero, querendo que fosse maior! Fiquei sabendo do segundo livro, que conta a história de uma das melhores amigas da Kate, então me animei mais.
O jeito decidido da Kate, de não se deixar abalar pelo "absoluto" Gabe, mesmo sentindo uma enorme atração por ele é um dos diferenciais do livro! As discussões dos dois são hilárias. Enfim, eu super amei o livro e recomendo!!
comentários(0)comente



Jéssica 16/11/2015

Absoluto(M. S. Fayes)
Kate é uma estudante de direito que esta no seu ultimo ano da faculdade, sendo muito dedicada ela acaba recebendo uma proposta de um conceituado escritório de advocacia e assim que se forma vai trabalhar com eles e mesmo com muita pressão aos poucos ela vai conquistado seu espaço.

Gabe é um jovem advogado já muito bem conceituado que tem fama de nunca perder um caso, tem uma personalidade forte e é considerado irresistível por todas as mulheres que o vê.

Quando os dois se encontram no tribunal, enquanto Kate observava um caso de Gabe, a atração que os dois sentem pelo outro é mutua, mesmo Kate negando, e os dois logo acabam tem uma pequena discussão. Depois deste encontro os dois acabam se vendo cada vez mais vezes e até atuando em casos opostos e com tanta proximidade vai ser impossível Kate continuar negar o que a presença dele a causa.

A narrativa do livro é em terceira pessoa e possibilita que possamos acompanhar os sentimentos de ambos os protagonista e assim descobrindo o que cada um vê no outro. A escrita da autora é bem leve de uma forma que o livro pode ser lido em apenas um dia sem que o leitor fique cansado.

Mesmo o livro sendo bem clichê alguns detalhes fazem uma bela diferença entre os outros livros do gênero, como as partes nos tribunas, os casos jurídicos e sem duvida a pequena fração da cultura húngara que conhecemos através da família de Gabe.

As cenas de sexo são descritas de uma forma sensível e leve sem serem exagerada e nem pegam grande parte da historia como acontece com alguns romances, assim que não curte muito não fica incomodada.

Os personagens tanto os protagonista com as amigas de Kate e a família de Gabe são bem carismáticos e conseguem despertar nossa empatia. Porem eu achei o final um pouquinho previsível, mas acho isso na maioria dos romances do gênero então não é um grande problema.

Enfim, recomendo esse livro para todos que adoram romances com toques mais quentes e livros nacionais.

site: http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/2015/09/Resenha155.html
comentários(0)comente



46 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4