A Coroa Escarlate

A Coroa Escarlate Cinda Williams Chima




Resenhas - A Coroa Escarlate


31 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3


Dani 16/10/2016

Vale a pena a leitura
Achei essa série muito divertida. É uma fantasia mais adolescente e o comportamento dos personagens é bem compatível com suas idades,embora estes amadureçam rápido devido ao universo em que vivem.
O mundo criado pela Cinda é maravilhoso e cresceu cada vez mais ao avançar da série.
Esse último volume da saga mantém os elementos que já conhecemos dos outros livros, com muita ação, romance, intrigas políticas. Ainda teve alguns elementos previsíveis e alguns momentos que me fez gritar "isso é estúpido!".
No final, achei que ficou um pouco corrido, pulando algumas cenas que deveriam ter sido mais detalhadas. Queria saber um pouco mais., maiores descrições sobre a situação do mundo e dos personagens após os eventos do livro.
Mas no geral, achei que a leitura valeu muito a pena. É uma série que merece ser mais lida e comentada.
comentários(0)comente



Lauraa Machado 18/06/2018

Mais do que excelente
Não existem palavras para explicar o quanto eu amei esse livro. Cinco estrelas não são suficientes. Eu adorei todos os livros da série, cheguei até a julgá-los um pouco mais do que o normal, a exigir mais do que costumo exigir, só porque o nível deles estava tão alto, mas tenho que admitir que esse último é de longe o melhor. Se ele existisse sozinho, já seria excelente. Se todos os outros três fossem péssimos, a série já valeria a pena por ele. Isso é que eu chamo de obra prima.

Antes de mais nada, vou ter que perguntar de novo. Por que essa saga Sete Reinos não é mais famosa e não virou ainda uma série de televisão? Por que as pessoas idolatram e divulgam tanto livros como os das Crônicas do Amor e Ódio e não prestam atenção a uma série maravilhosa como Sete Reinos, que tem todos os melhores elementos da outra, mas que é muito melhor escrita em todos os sentidos? Será que o mundo realmente gosta de livro ruim e despreza os bons?

Eu até entenderia se essa série fosse mais difícil de ler, se fosse mais adulta, mas ela é do mesmo gênero e estilo que as Crônicas do Amor e Ódio, só bem melhor. Ela tem todos os apelos necessários e interessantes do gênero, tem amor proibido, tem casamentos de realeza (e princesa que quer mais do que isso), tem guerras, tem magia, tem uma cultura muito bem criada pela autora, tem aventura e cenas de ação, tem romance trabalhado com cuidado e protagonistas incrivelmente humanos e que se desenvolvem pela série de um jeito formidável. Essa série tem tudo, além de ser viciante e maravilhosa.

Eu ia ler só o primeiro livro. Cada um tem pelo menos 500 páginas e esse último, o maior deles, tem 600. Tinham até me falado que o primeiro era o mais sem graça, então tinha decidido só ler ele mesmo e depois ir ler algo mais leve, deixando o resto da série para mais tarde. Juro que ia só ler o primeiro, minhas expectativas estavam tão baixas. Mas acabei amando ele, então me convenci a ler o segundo. Caí de amores mais uma vez, então resolvi arriscar ler o terceiro. Andei sofrendo tanto com livros nesse gênero ultimamente, achando-os todos bem arrastados e, quando não eram, ainda tinham algo que me incomodava. Só por isso, eu quase nunca andava conseguindo ler dois livros de alta fantasia seguidos. O terceiro livro dessa série não foi meu favorito, mas eu ainda o amei o suficiente para não conseguir imaginar ler outro antes desse.

E esse quarto e último é o melhor de todos. Eu realmente não tenho palavras para descrever o quanto fiquei impressionada com o enredo, com os conflitos políticos e românticos, com o desenvolvimento dos personagens e todas as ramificações da história que a autora criou. Esses livros são simplesmente inteligentes demais, o que é bem raro em literatura YA, infelizmente. Sabe aquele tipo de livro que dá vontade de se levantar várias vezes no meio dele e bater palmas? Então. Minha vontade agora, honestamente, é de começar ele de novo logo que eu terminar essa resenha. Não sei o que vou conseguir ler depois dele - tenho medo de desanimar de todos os livros daqui para a frente por causa dessa série.

É raro ver uma história e principalmente personagens com tanto potencial como nessa série. É mais raro ainda ver todo esse potencial sendo utilizado de uma forma tão inteligente e interessante. Essa série é única e recomendo para todo mundo que gosta de alta fantasia ou histórias com protagonistas bem construídos, de personalidade forte e inteligentes. Não consigo escolher meu favorito entre Han e Raisa. Só sei que não vou demorar para ler a outra série da autora nesse mesmo universo e exijo que eles façam uma aparição, nem que pequena ou só por menção!

E, caso não tenha ficado claro, todo mundo deveria ler essa série!
Andréa Araújo 18/06/2018minha estante
Só para deixar claro, estou surtando com essas resenhas. Quero muito ler essa série!


DESATIVADO 18/06/2018minha estante
acho que o marketing q a editora faz dessa serie é que prejudica, pois as pessoas só leem pela indicação mesmo. E já estou mega animada para ler


K. 18/06/2018minha estante
Eu meio que deixei de lado o primeiro mas lendo as suas resenhas da saga, deu vontade de voltar a ler. Vou dar mais uma chance!


Lauraa Machado 18/06/2018minha estante
Dê! A maioria das pessoas dizem que o primeiro é o mais parado, mas eu gostei bastante dele também! Só que esse último é o melhor de longe! Haha


K. 18/06/2018minha estante
Eu li os quatro primeiros capítulos só. Dai não me empolgou muito e eu acabei deixando de lado e pegando outro.
Vou terminar o atual e voltar pra ele. :3


Lauraa Machado 19/06/2018minha estante
A primeira metade de O Rei Demônio é mesmo um pouco lenta, porque a autora ainda está construindo a história. Mas o final vale muito a pena!




Dessa 21/01/2018

Este é o último livro da Série Os Sete Reinos que fechou redondinho todas as questões levantadas neste e nos livros anteriores. Alguns personagens torci para que acabassem bem mal, outros, que conhecessem a felicidade plena! Incrível como ela se colocou no lugar de todos os personagens e os fez desenvolver e crescer na história. Este último ainda teve mais intrigas e mentiras que os anteriores, com uma boa dose de ação. Amei a parte dos Lobos Gris, e fiquei pensando em Alger ali, onde ele estava, pra sempre. O final foi lindo!
Mesmo que a autora tenha fechado todas as questões, vimos que se ela quiser, tem muito pano para a manga , dá pra fazer muita historia dali, conhecer novos lugares, rever nossos queridos personagens em outras aventuras. E a guerra ainda não acabou! Quem sabe não teremos mais ai dos Sete Reinos? Não custa ter esperanças né? rs
comentários(0)comente



Stefânia 03/11/2018

Q final!!!
Mtas revelações, reviravoltas, traições e um final surpreendente, seguindo a profecia ditada pelas rainhas Lobo Gris. Sensacional!!!
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 31/12/2018

Originalmente postada em http://www.oquetemnanossaestante.com.br/
A Coroa Escarlate é o livro que fecha a série Os Sete Reinos. Apesar de alguns detalhes, foi uma ótima conclusão.

Raisa ana’Marianna se tornou uma das minhas personagens favoritas de fantasia jovem-adulto. Quem viu a princesa mimada e birrenta do primeiro livro que só queria saber de beijar garotos nunca iria imaginar que ela viria se tornar uma rainha sensata e justa. O maior objetivo de Raisa é unir todos os povos que vivem em seu reino e ela sabe que não é uma tarefa fácil. Anos e anos de preconceitos e hostilidade os separam, mas aos poucos ela vai conseguindo contornar a situação. Ela aprendeu que a política na corte nada mais é que um jogo de ceder para ganhar futuramente. Não querendo repetir os mesmos erros de sua falecida mãe, ela era resiliente e decidida em suas atitudes, mesmo sabendo que poderia não ser de agrado a outras pessoas.

Han Alister também foi um personagem de bastante evolução. De rei da rua, aos poucos e contra a vontade de muita gente, ele se tornou um mago bastante poderoso e influente na corte da rainha. Por ter a inimizade de praticamente todo mundo da corte, Han não tem medo de fazer mais alguns inimigos, se isso significar que Raisa continue viva e venha a fazer um grande reinado futuramente.

Assim como no livro anterior, temos o foco da política e as dificuldades que Raisa tem em confiar nas pessoas que, em tese, deveriam ajudá-la a governar. Com a ajuda de Amon e Han, Raisa começa a se rodear de pessoas de confiança, que acreditam nela e estão sempre prontos a ajudá-la. Junto a isso, há o mistério dos assassinatos de magos. Claramente Han Alister é acusado e todas as provas se voltam a ele, mas quando o verdadeiro assassino é revelado, eu fiquei de queixo caído porque nunca iria desconfiar dessa pessoa.

O romance entre Raisa e Han está bastante interligado com a política do reino de Fells. Ambos vivem uma espécie de amor proibido e sabem que não podem ficar juntos por causa de uma lei antiga que proíbe. É difícil resistir à tentação de correr um pros braços do outro, mas tanto Han quanto Raisa não deixam seus sentimentos influenciarem em suas decisões.

Apesar de ter gostado muito do desfecho, tenho algumas considerações. A história tem muitos personagens secundários, fazendo com que alguns não sejam trabalhados de forma devida. O maior exemplo é Dançarino de Fogo, amigo de Han. Ele é um personagem que tinha bastante potencial a ser explorado, mas que infelizmente estava mais para participações especiais. Outro exemplo é Gavan Bayar. O lorde vinha infernizando a vida de todo mundo desde o primeiro livro e eu queria um destino mais terrível para ele.

Outra consideração é em relação ao tamanho do livro. Chegou um momento que eu tive a impressão da autora estar esticando demais certos assuntos. Se ele tivesse umas cem páginas a menos ainda assim a autora conseguiria fechar todos os pontos da história.

A série Os Sete Reinos foi uma grande surpresa de 2018. Apesar do começo ruim, Cinda desenvolveu e explorou o potencial de sua história. Se você está procurando uma fantasia que envolva política e magia, essa é uma ótima indicação.

site: https://www.oquetemnanossaestante.com.br/2018/12/a-coroa-escarlate-resenha-literaria.html
comentários(0)comente



Cinthya 15/11/2019

Final de uma linda história
É o último livro de uma serie que me fez ver lados já aguardados.
É um livro sobre superação de uma menina e um menino, que aos poucos vão se tornando uma história maravilhosa.
Esperava um pouco mais da história, principalmente da evolução da Raisa, pois, o Han evoluiu muito em minha opinião.
Gostei do final.
A história se desenvolve de uma maneira imprevisível.
A jornada acaba com um final adequado para a história e pelo desenvolvimento.
Se você espera uma grande reviravolta na história, um amor incrível, políticas intrigantes e aquele final épico; talvez para mim não tenha rolado.
comentários(0)comente



Camila 08/11/2016

INCRÍVEL
vídeo em breve em www.youtube.com/camilaferr12

Esse foi sem dúvidas o melhor último livro em termo de evolução que eu li m muuuuito tempo. A história tomou uma proporção épica, surpreendente, madura. Fechou com chave de ouro e deixou aquela sensação de "é por livros assim que eu sou uma leitora". Muito obrigada Cinda Williams Chima por ter me proporcionado essa experiência ??
comentários(0)comente



Denise 25/04/2020

Finalização perfeita de uma fantasia queridinha. Não deixou nenhuma ponta solta. Realmente muito bom
comentários(0)comente



Jean 05/06/2020

De tirar o fôlego
O final perfeito para uma série perfeita. Desde o começo só evoluiu, dramas bem feitos, personagens para amar e para odiar e cada livro impecável.
comentários(0)comente



Deia 02/08/2017

A coroa escarlate
Ótimo! !!!!!!!! Leitura gostosa, personagens interessantes, tudo muito bom é só começar e ser transportada para os sete reinos !
comentários(0)comente



josy 07/09/2016

MARAVILHOSO
O modo como a autora desenvolve os personagens do primeiro ao último livro é incrível, o Han, a Raisa, a Cat... todos amadurecem de uma forma maravilhosa. O final foi de certa forma surpreendente e não deixou pontas soltas. Não me decepcionei nem um pouco.
comentários(0)comente



Davidson 08/04/2016

Desfecho emocionante mas
Na série a autora soube trabalhar bem com a velocidade dos acontecimentos e a forma com que eles se desenvolveram, adorei todos os 4 livros dos Sete Reinos, o que deixou claro para mim e que ainda existe muito terreno para ser explorado, muitos lugares para se visitar e muitas historias a serem contadas , a unica coisa que a autora pecou neste ultimo livro da série foi em acelerar muito os acontecimentos, não sei se foi por questões editoriais , para que a historia tivesse um limite de páginas, mas alguns acontecimentos que mereciam um desenvolvimento maior, foram encaixadas de forma a quase não ter nenhuma importância, de tudo a autora conseguiu me convencer a virar uma madrugada lendo e essa tarefa não e para qualquer um, admito que a série me conquistou de verdade , e me doí o coração em saber , que pelo menos por enquanto as historias dos sete reinos chegaram ao fim, novamente me sinto como uma criança desamparada, com uma dor profunda no peito, com medo de começar uma nova historia de me apaixonar e e sentir mais uma vez este sentimento de perda! Meus sinceros parabéns a autoria pelo excelente trabalho e por me fazer sentir a alegria e a tristeza de uma grande aventura.
comentários(0)comente



AndyinhA 06/07/2017

Trecho de resenha do MON PETIT POISON

Para quem acompanhou todos os pormenores e momentos de tensão, sabe que comecei nem acreditando na série, achei o personagem principal, mega ultra chato, mas curti a história e fiz uma forcinha e hoje termino a série com uma ótima sensação. De que fiz certo ao continuar com a série.

A série começou meio boba e até aquém do que ela pretendia ser, simples e um tanto sem graça, mas aos poucos e livro a livro, as informações e até mesmo a história foi evoluindo, criando corpo, entrando mais personagens, ideias loucas e mais ‘sustância’ e o final foi bem intenso.

Não quero falar muito dos detalhes da história, porque seria injusto contar como as coisas terminam, afinal é o livro quatro (final de série) e teria muito spoiler. E até mesmo pelo nome dos títulos, podemos entender um pouco da evolução. Dois personagens principais – uma princesa e um rapaz ‘qualquer’ que deveriam estar separados, mas por conta do destino/informações falsas repassadas durante quase 1000 anos, não sabem de nada do seu povo.

A menina um dia será rainha e precisa aprender a jogar o jogo da realeza, leia-se, entender como funciona a burocracia para governar e ter pessoas em quem ela confia é fundamental, mesmo que estas pessoas sejam um pouco diferentes do que o reino está acostumado. Já o rapaz quer melhorar de vida, mas é difícil mudar quem você é ou de onde veio, as pessoas sempre te jogam isso na cara, mesmo quando você está longe da vida que levava.

Para saber mais, acesse:

site: http://www.monpetitpoison.com/2016/04/poison-books-coroa-escarlate-cinda.html
comentários(0)comente



Diegu 07/06/2017

Impecável
Cinda W.C é com certeza minha favorita. A saga "Os sete reinos" foi precisa, sem rodeios e sempre com acontecimentos importantes e envolventes.
Rafa Ferrante 07/06/2017minha estante
Ouvi falar que é muito boa, quantos livros são?


Diegu 08/06/2017minha estante
São quatro livros. Super indico todos.




Whebson 24/03/2017

Quatro livros maravilhosos
Ler esse último livro da saga me trouxe um misto de alegria, e tristeza ao mesmo tempo. Alegria por ter tido o prazer de me ingressar nessa saga maravilhosa, e passado bons momentos de aventuras e diversão. A tristeza existe, pela saudade que cada personagem está me causando pelo termino deste último livro da saga. Valeu muito apena ler cada um desses livros e tudo que neles estavam escritos.
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3