Amor Sem Limites

Amor Sem Limites Abbi Glines




Resenhas - Amor Sem Limites


124 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9


Joice (Jojo) 19/09/2016

Mais fraco até agora
"Amor sem limites", quarto livro da saga Rosemary Beach e o terceiro focado na história de Rush e Blaire, é também o mais fraco dos que li até o momento. Não que o livro seja ruim, apenas não é tão bom quanto os anteriores.

Antes de dar continuidade a esta explanação, devo deixar claro que meu relacionamento com a série de Abbi Glines deve ser o mesmo que algumas pessoas têm com uma série de TV ou mesmo com uma novela. Alguns desses programas são repletos de clichês e não apresentam nada de original, mas conseguem algo importantíssimo: entreter. Então, quando leio um desses livros, posso afirmar que me divirto bastante com os barracos que Nan apronta, ou com as cenas quentes dos protagonistas.

"Amor sem limites", contudo, deixou um pouco a desejar. Abbi Glines sempre soube dosar suas cenas de sexo, mas achei que ela exagerou na medida aqui, talvez até para dar enchimento a uma trama fraca, que acaba sendo sustentada também por outros personagens, como Della e Woods, mas principalmente Grant e Harlow. Acredito que a trama essencial de "Amor sem limites" poderia ter sido inserida em "Tentação sem limites" sem qualquer prejuízo.

Contudo, não vou mentir: me diverti, e a perspectiva da Nan armar mais barracos apenas me atrai.
comentários(0)comente



Nathy 13/09/2016

Amor Sem Limites – Abbi Glines – #Resenha
Estava com muito receio em fazer a leitura desse livro. Ainda mais porque tinha acabado de ler o livro do Woods e me apaixonado pela história. Então não estava muito no ritmo para voltar a historia de Rush e Blaire. Queria dizer que morri de amores que a história somente melhorou. Mas, senti que a autora queria dar um encerramento aos dois e não sabia o que colocar. Porque pareceu muito uma repetição do segundo livro. Rush tentando fazer de tudo para manter a Blaire feliz, acontece um problema e ela foge. Se fosse para ter um drama que fosse algo que ainda não tinha acontecido e não algo que ficou fixado na história deles. Passei raiva assim como nos dois primeiros livros, mas continuo gostando demais do Rush.

Quando tudo parecia bem na vida do casal mais problemas estão a vista. Blaire e Rush estão fazendo planos para o seu futuro e a chegada do seu bebê. Mas, a inesperada visita do pai de Rush coloca em seus planos em espera. Mais uma vez a família dele precisa de ajuda e ele é a única pessoa capaz de colocar as coisas nos devidos lugares. Mesmo não querendo escolher Rush se vê novamente em uma situação em que deve colocar Blaire em primeiro lugar ou os sérios problemas da sua família. Tudo parece acontecer de uma única vez, mas uma coisa é certa, Rush vai fazer tudo em seu poder para deixar a sua mulher feliz.

A narrativa no livro muda um pouco nesse livro. Tanto Blaire quanto Rush narram à história. Fica dificil tomar partido quando é mostrado porque os dois estão agindo dessa forma. Mas, confesso que fiquei com raiva do Rush em alguns momentos por não perceber a armadilha que estava caindo. E também de Blaire por não perceber a mesma coisa. Também Grant e Harlow narram determinados pontos, já deixando o leitor ansioso pelo que vem na história deles. Gostei da narrativa assim porque não se perde absolutamente nada.

Os mesmos olhos prateados que eu enxergava todos os dias no espelho estavam voltados para mim.

O Rush e Blaire continuam os mesmos. Ela mesmo tendo o homem dos seus sonhos ao seu lado se sente insegura se realmente estará presente em todos os momentos de sua vida e também de seus filhos. É compreensível em vista de que seu pai no menor sinal acabou abandonando toda a sua família. No entanto, Rush já deu provas o suficiente de que está ao lado dela e ninguém seria capaz de afastá-lo. Essas inseguranças dela me incomodaram um pouco, porém já que estavam presentes que fossem melhor exploradas porque ficou parecendo que era birra dela. Assim como me irritei com o Rush. Ele pode ser lindo, maravilhoso e possessivo com ela, mas quando se trata de sua família parece que é cego. Quis sacudir o rapaz para ver se prestava mais atenção no que estava fazendo.

Continue lendo a resenha no link abaixo:

site: http://www.oblogdamari.com/2014/10/amor-sem-limites-abbi-glines-resenha.html
comentários(0)comente



Mariana 29/08/2016

Quando comecei a ler o primeiro livro da série já tinha me apaixonei pela história e não consegui mais parar. Nesse ultimo livro, Blaire está gravida, Rush super protetor com ela, fazendo tudo para agradá-la. Aqui também vamos conhecer um pouco mais do Dean Finlay, pai de Rush. Um personagem bem radical e que passar a apoiar a Blair em tudo.
Nan continua do mesmo jeito, mimada e superficial, usando como desculpas não ter tido um pai e uma mãe que amasse direito, e quando descobre quem é seu pai verdadeiro, busca ser reconhecida por ele. Porém, em razão de sua personalidade, o pai não a suporta,além de já ter uma filha que é o oposto de Nan.

O casamento de Blair e Rush foi a melhor parte,muito emocionante, com muitas surpresas e amor envolvido.
Gostaria que a história de Grant e Harlow tivesse se desenvolvido mais, pois amei os personagens assim que entraram na história.

Não consegui parar de ler o livro, a história é muito envolvente e a superação das dificuldades e diferenças entre Blair e Rush é emocionante
comentários(0)comente



Gabi 29/08/2016

Como todos os outros dois, esse me prendeu sem sombra de dúvidas. Foi o livro que li mais rápido e que com certeza ao final me deu uma tristeza profunda, porque infelizmente ele tinha acabado. Por mim não acabaria nunca. Vale muito a pena a leitura.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Linda 28/08/2016

Um bom livro ?
Último volume da trilogia Sem Limites, conta a história de Rush e Blaire. Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar, mas nem tudo está garantido, o pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.
Muito, muito meloso, mas um bom livro.
comentários(0)comente



Camilla em Mundo Invertido 10/08/2016

Resenha:Amor sem limites
Nesse último livro da trilogia pode-se esperar uma família que ainda não aceita as escolhas do filho, o casal principal muito feliz e muito diferente do começo do relacionamento e um bebê a caminho, além do casamento e personagens que vão se destacar e acredito ter histórias a parte.

Opinião:Não vou falar muito mais porém vão ter surpresas o que mais gostei foi a cena do parto do bebê, eu ri muito,o livro é muito bom, romântico e engraçado, apesar de eu detestar aquela irmã e mãe dele.
comentários(0)comente



Papeando Livros 28/07/2016

Amor Sem Limites
Este é o terceiro e último livro da trilogia sem limites e fecha toda a história de Rush e Blaire com chave de ouro. Quando você pensa que toda a história do casal já teve uma conclusão mesmo ficando curiosos para saber o que aconteceu depois com o casal, vem este livro e conclui tudo com toda emoção que já esperamos da escrita de Abbi Glines,com seus personagens tocantes que enriqueceram esta obra e proporcionou novas histórias (como: a primeira chance, estranha perfeição e para sempre minha).

Neste final temos Blaire e Rush bem mais decididos,sabendo que querem lutar por este amor e esta família que estão formando,mesmo com os problemas familiares da parte de Rush sempre quererem interferir ou testa o amor do casal. A irmã de Rush continua com raiva da Blaire por algo que ela não fez e esta parte achei um pouco frustrante, porém ela não aparece tanto na trama desta vez deixando espaço para a autora nos pegar com novas surpresas. O relacionamento do casal nos emociona por conter erros que a insegurança causa em relacionamentos e mostrar que apesar de está longe da perfeição o amor deles é lindo e extremamente forte.

A escrita da autora está muito cativante e te envolve no livro e com os personagens de tal maneira que quando você perceber já concluiu a leitura, não fica nenhuma duvida sobre as escolhas dos personagens e o que eles querem, pelas suas características que conhecemos bem durante a trilogia podemos esperar a escolha que o personagem vai fazer ou algum momento de insegurança da parte deles, afinal em pouco tempo passaram por grandes mudanças e revelações.

A capa do livro está linda e combina perfeitamente com a imagem que o livro passa sobre o casal,a simplicidade deixou um toque único a obra e na minha opinião achei as capas brasileiras mais bonitas que as originais americanas.

Lembrete: Vale a pena lembrar que os livros fazem parte da serie Rosemary Beach que foi usada como plano de fundo para contar o romance de quatro casais. Esta trilogia sem limites são somente os três livros e um livro extra:Paixão sem limites, tentação sem limites, amor sem limites e o extra: rush sem limites (que conta a história do primeiro livro pelo olhar e ponto de vista do Rush).
Já os livros: A primeira chance e mais uma chance, são o mesmo pano de fundo para outro casal, assim como: simples perfeição, estranha perfeição e para sempre minha.

site: http://papeandolivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



LT 20/07/2016

Olá minha gente linda, olha euzinha aqui para falar novamente dessa série que simplesmente amo de paixão. Sim, é isso mesmo... posso falar mal em alguns sentidos, mas, Rush é meu homem e não tem discussão alguma sobre isso #ProntoFalei.

Eu sei que a ordem das resenhas está errada, confesso que eu tentei de verdade resenhar todos na ordem, mas sabe aquela necessidade gritante que você tem de concluir uma série antes de iniciar outra? Foi isso que aconteceu comigo e eu vou explicar...

Em teoria, a ordem dos lançamentos foram: Paixão Sem Limites, Tentação Sem Limites, Estranha Perfeição, Amor Sem Limites, Simples Perfeição e Rush Sem Limites.

Perceberam a diferença?

Pois é, Rosemary Beach é uma série composta de sub-séries, o início de tudo foi a Série Sem Limites, que conta a história de Rush e a outra série, a Perfeição, conta a história do Woods.

Eu poderia ler na ordem? Sim, óbvio. É o que as pessoas normais fariam, certo? Exato! Mas eu não sou normal e, conheço a Abby Glines muito bem, somos praticamente íntimas já - rs, por isso, decidi pular o lançamento do Estranha Perfeição até que lançasse o segundo, por que ela é do mal quando termina um livro que tem a continuação.

Até hoje não tive a oportunidade de ler a série Perfeição e resolvi postar essa resenha agora, porque esse mês lançou Rush Sem Limites, que é um conto narrado pelo Rush e, estou com uma necessidade absurda de lê-lo e logo resenhá-lo para vocês, mas para isso acontecer, eu precisava postar a resenha desse livro que vai começar de fato agora! Aeeee.

Amor Sem Limites, é aquele livro que veio para ser a conclusão de tudo, o famoso: E viveram felizes para sempre! Mas... para isso acontecer, o casal tem que passar por uma série de provações que de certo modo, podem ser vistas como repetitivas.

No final do segundo livro o pai de Rush, vai até ele em busca de ajuda, pois ele é a única pessoa capaz de controlar Nan, sua irmã psicótica e fanática por atenção. Com isso Rush e Blaire, que agora está grávida, tem que adiar os planos do seu casamento por um tempo e vão ajudar a resolver os problemas com Nan e o seu pai biológico em Los Angeles.

Então. entramos naquele famoso ciclo, Rush e suas besteiras uma atrás da outra, pois é. Já vimos nos dois primeiros livros que Rush não é aquele homem que sabe dividir sua atenção, por isso, para ele as coisas funcionam assim: ou é Nan, ou é Blaire. Não dá para ser as duas, mesmo no passado ele tendo decidido que sempre seria Blaire, mas tudo bem, sua irmã é uma chantagista de primeira e a gente entende o lado dele. Mentira, não entendo nada e quis bater muito nesse lindo por conta disso.


“Quando encontrar seu motivo para viver, agarre-o. Nunca o perca de vista. Mesmo que isso signifique abrir mãos de outros caminhos”


Quando essa divisão de atenção do Rush coloca em risco a saúde de uma pessoinha que ainda nem nasceu, as coisas começam a ficar sérias e Blaire, finalmente reage obrigando Rush de fato a se decidir: ou vai ou racha, meu amigo!


"Permanecer em Los Angeles lidando com os problemas de família não ia me ajudar. Eu precisava ir embora. Mas voltar para Rosemary Beach não me parecia uma boa ideia. Só me faria sentir saudade de Rush."


Nan, é uma das personagens mais odiadas por mim e digo a vocês, tem motivo viu?! Mas, sei que é tudo culpa da sua criação egocêntrica e mimada, porém, isso não é motivo para brincar com os sentimentos das pessoas, certo?

Um dos momentos mais fofos e lindos do livro é o casamento dos dois e vou colocar aqui no final, a música que ele canta para ela, que de certo modo resume toda a história que é linda. Tem como não amar esse bobão?


"– Quando ela entrou na minha casa pela primeira vez e eu pus os olhos nela, me senti atraído. Essa parte foi simples. Mas então a conheci. Ela era diferente de todas as outras garotas. Foi muito determinada, quando deveria ter se sentido derrotada. Sua vida tinha sido uma merda, e ela estava lutando para sobreviver. Não era alguém que recusasse ou desistisse. Comecei a admirá-la. Então tive um pouco dela e me perdi. Ela é tudo o que eu quero ser.’’


Outros personagens entram na trama e sim, conhecemos o próximo casal que irá se formar entre os amigos, mas sou malvada e não vou contar quem vai desencalhar.

Minhas críticas e elogios referentes aos outros livros se mantêm nesse: a escrita da autora é fantástica, muito fluída e viciante. Você simplesmente não consegue largar o livro até que tenha chego ao seu final e a crítica? Bem, as palavras chulas ainda estão lá... Editora Arqueiro, olha o nível, poxa... Sim, eu sou chata, eu sei! >.<

Agora vocês me perguntam: Mayara, você em teoria pulou um livro, isso afetou alguma coisa na prática?

É, pois é... afetou um pouquinho sim. No final do livro, acontece algo muito interessante que é óbvio que eu não vou relatar aqui, mas envolve o casal Della e Woods, que adivinha só, pulei o livro - pois é, por isso fiquei boiando um pouquinho... Mas, prometo que antes que saiam os livros do Grant, esses livros estarão lidos e resenhados. Logo, logo.

Na minha opinião, Abbi de forma incrível, soube fechar com chave de ouro essa trilogia. Nos faz suspirar e acreditar no amor. Rush e Blaire, um casal tão diferente, se tornaram a prova de que quando se ama de verdade, tudo é possível e com toda a certeza, posso afirmar: vão deixar saudades!


"- Eu amo você, Rush Finlay. Você vai ser o melhor marido e o melhor pai do mundo."

Resenhista: Mayara Milesi.

site: http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Adri 12/06/2016

Amor Sem Limites (Sem Limites #3) (Rosemary Beach #4) - Abbi Glines
Blaire e Rush estão noivos e pretendem se casar logo, antes do bebê nascer. Mas o aparecimento de Dean Finlay, o pai de Rush, vai adiar os planos deles. Rush precisa dar um jeito em Nan, sua irmã, que está infernizando a vida do pai dela, desde que descobriu quem ele era. E Dean não aguenta mais as gritarias em sua casa, já que Kiro, seu companheiro de banda e amigo, não se entende de jeito nenhum com a filha, e nem faz questão disso.

Então Blaire e Rush vão deixar Rosemary Beach para ir até Los Angeles ver se conseguem fazer Nan e o pai se entenderem. Mas isso vai se provar bem difícil, pois Kiro já tem uma filha, e Nan não aceita o fato de ele a ter assumido e a ela não. E Rush vai ficar mais uma vez dividido entre cuidar da irmã ou de Blaire e seu filho, vai ficar em dúvida em quem pôr em primeiro lugar.

E Blaire vai ter que decidir se aceita isso, sempre ficar em segundo lugar, ou se acredita que merece mais. E, depois disso, ela vai ter que lutar para conseguir o que quer, o que acredita merecer. Mesmo que isso signifique deixar Rush. Afinal, ela precisa fazer o que é melhor, não só para ela, mas para seu filho também.

Em Amor Sem Limites conhecemos novos personagens, e revemos antigos. A autora introduz personagens que serão abordados nos próximos livros, além de nos apresentar personagens importantes para os personagens principais. Sobre a ordem cronológica da série Rosemary Beach, ele se passa meio que junto ao primeiro livro da Della e do Woods, mas é melhor ler Estranha Perfeição antes porque este termina um pouco depois.

Eu me decepcionei um pouco com o livro porque achei que a autora iria achar outra coisa para por na história da Blaire e do Rush, mas ao invés disso ela colocou a Nan de volta para incomodar. Acabou ficando meio repetitivo, principalmente porque ela vai continuar aparecendo no livro do Grant, continuar incomodando lá. Isso acabou me fazendo me decepcionar, mas mesmo assim a história foi muito boa, e teve um final lindo.

A edição da Arqueiro está como sempre, impecável. Não notei erros de digitação nem de concordância nem nada, e a diagramação está ótima. A capa é linda, e combina com as do resto da série. Eu recomendo, não somente esse livro, como toda a série, os livros da Abbi Glines são leves e rápidos de se ler, e valem muito a pena.

site: http://stolenights.blogspot.com.br/2014/11/resenha-amor-sem-limites-abbi-glines.html
comentários(0)comente



Déborah - @lisossomos.lisos 18/05/2016

Pra ler no busão: Amor sem Limites
Finalmente li o terceiro livro da trilogia Sem Limites que traz a conclusão da história de Rush e Blaire.

Claro que a série Rosemary Beach é um pouco maior, mas a parte destina a esse casal se encerra nesse livro.

Porém esse livro está longe de ser um mar de rosas. Ainda acontece muita coisa envolvendo esses dois como novos familiares e velhos familiares problemas e inseguranças sobre o relacionamento deles.

Rush e Blair estão na mais santa paz e super animados com os preparativos do casamento, porém o pai dele aparece trazendo a notícia de que Nan está dando problemas ao seu novo pai. O que deixa o pai de Rush surtado, pois eles moram juntos.

Rush fica meio inseguro se deve ir até Los Angeles tentar colocar juízo na cabeça da irmã. Blair apoia que ele vá e diz que até vai junto se ele quiser assim poderá conhecer melhor o futuro sogro que por sinal gostou tanto da nora que já está cheio de cuidados.

Sendo assim os dois partem rumo a Los Angels, mas a estadia está longe de ser agradável com Nan sendo insuportável. O lado bom disso é que Blair faz uma amizade, Harlow, meia irmã de Nan (a qual ela também detesta porque sempre teve a presença do pai mesmo que indiretamente).

Mais uma vez a história não traz tantas reviravoltas, apenas novos personagens que provavelmente aparecerão no futuro da série como Della e Harlow que se tornam amigas de Blair.

Outra coisa que gosto muito é a história narrada ora por Rush e ora por Blair e tem até outros pontos de vista que eu gostei demais.

Então se você gosta de romance que sabe que não terá reviravoltas, mas que terá um casal passando por muita coisa para ficar juntos essa série é uma ótima pedida.

A capa é coerente com o restante da série. A diagramação e as folhas amareladas são ótimas.

Encontrei pequenos erros de revisão mais nada que atrapalhe a leitura.

Recomendo para quem gosta do estilo e quer ler mais uma série bem extensa.

site: http://lisos-somos.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Blog Cinco Garotas Exemplares 02/04/2016

Resenha dos 4 Livros Sobre Rush e Blaire
Esta série conta a história do casal Rush e Blaire, e já tem os quatro livros lançados aqui no Brasil pela Editora Arqueiro.

O primeiro livro (Fallen Too Far nos EUA e Paixão Sem Limites no Brasil), li em Janeiro de 2013, em inglês e sem muitas informações, mas logo fui fisgada pela história, me deixando uma noite totalmente em claro, pois não parei até ler a última linha. Fiquei devastada, pois a história me envolveu de tal maneira que acabei ficando cega, tinha que saber qual o segredo que envolvia aquela família.
Na história, Blaire, uma moça inocente e sofrida, vai em busca da ajuda do pai após a morte da mãe. Entretanto, ao chegar na casa dele, ela é (muito mal) recepcionada por Rush, enteado de seu pai, que lhe avisa que ele está em uma viagem a Paris sem data para retorno. Após ser convidada a se retirar da casa, Blaire se desespera, pois não tem para onde ir. Rush, persuadido por seu meio irmão Grant, vai atrás de Blaire e a deixa ficar no quarto de empregada da sua casa, para desespero de Nan, irmã de Rush, que nutre um misterioso ódio por Blaire.
Durante todo o desenrolar da história não entendemos o tal mistério que ronda Rush e sua irmã; é uma relação confusa, dependente, e, por vezes, até pensei que seria incestuosa. Como todo o livro é contato pelo ponto de vista da Blaire, ficamos com o mesmo sentimento de dúvida e angustia, pois todos na cidade pareciam entender o que estava acontecendo, menos ela. O final realmente me pegou de surpresa e me deixou com o coração em pedaços.

Tive que esperar UM MÊS INTEIRINHO até o lançamento de Never Too Far (no Brasil publicado como Tentação Sem Limites), em Fevereiro de 2013, para saber o desenrolar desta história. Fiquei em desespero, pois comprei o livro na Amazon e, devido a um erro no site, o livro não foi liberado na hora prevista e aquilo só piorava a minha ansiedade.
Pois bem, eis que finalmente tive o livro em minhas mãos (em meu Kindle melhor dizendo), mas fui com mais calma, não podia mais virar a noite sem dormir tendo que trabalhar no outro dia. Eu amei o desenrolar da história, pois ela seguiu de um modo que eu esperava e ansiava muito, até pelas dicas do primeiro livro. Ficou menos angustiante, pois neste livro tinha tanto o ponto de vista da Blaire quanto o do Rush, então não fiquei tão por fora da situação, e podia me amparar no sentimento dos dois. Assim, a ansiedade foi sendo aos poucos saciada. Claro que houve momentos que queria entrar no livro e gritar POR FAVORRRRR para o Rush parar de cometer burrices, mas claro que a gente, como boa amante dos mocinhos, sempre perdoa e torce pelo felizes para sempre!!!

Suspiro, pausa para desabafo
Eis que a autora, Abbi Glines, começou uma tática que eu de início adorei, mas depois de ver o resultado fiquei bastante decepcionada. Ela, que publicou os dois primeiros livros independentemente, foi contratada por uma grande editora, e começou a ficar extremamente comercial. Lançou um desafio com seus fãs para chegar as mil resenhas na Amazon do seu segundo livro, e, como presente, escreveria um terceiro livro sobre Blaire e Rush. Eu imediatamente fiquei em êxtase, ansiei por meses até ler este terceiro livro e não precisei esperar muito, pois Abbi escreve muito rápido. Mas uma coisa que vejo hoje em dia com várias autoras é não saber a hora de parar. Muitas vezes cedendo ao apelo dos fãs ou da editora, tentam dar continuidade a histórias que já tinham dito tudo o que precisava ser dito e um outro livro só insere problemas e poucas partes realmente necessárias.

O terceiro livro, Forever Too Far (Amor Sem Limites no Brasil), decepcionou. Adicionou pouco, só serviu para engatar histórias paralelas para livros independentes de outros personagens da série, e para o casal, Rush e Blaire, pouco foi dito. Novamente foi contada sob o ponto de vista dos dois, mas pouco foi adicionado para que justificasse este livro. Só mais crises e problemas sem necessidade, e eu sempre prefiro quando o autor deixa um pouco de história para ser criada conforme a imaginação do leitor, e cada um tirar a mensagem que quer, mas neste caso, não foi possível e nem feliz (o resultado, não a história). O final entretanto foi lindo, valeu a pena ler por causa destas ultimas cenas, me levou as lágrimas, mas desta vez, de pura felicidade.

Após os três livros, não satisfeita com tudo isso, em um duelo de mocinhos dos livros (o qual eu participei compulsivamente votando que nem doida), Abbi, em sua campanha por Rush, prometeu mais um livro, desta vez, a história de Fallen Too Far, o primeiro livro, contado inteiramente no ponto de vista de Rush. Fiquei super empolgada, mesmo após a decepção do terceiro livro, pois o Fallen Too Far sempre foi o meu favorito. Pois bem, o Rush não ganhou, mas ela prometeu o livro mesmo assim, pelo empenho dos fãs na votação.

No lançamento de Rush Too Far (Rush Sem Limites no Brasil) li o livro assim que saiu na Amazon, ainda na esperança da Abbi me dar alguma surpresa, superando a emoção do primeiro livro. Mas novamente o que li foi uma história sem necessidade. Eu sei que um ponto de vista diferente de um mesmo livro deve contar a mesma história, mas eu já vi autoras fazerem isso com maestria, conseguindo nos envolver e nos deixar aflitas mesmo sabendo o final do livro, mas Abbi não fez isso. Não trouxe nada de novo, só um Rush repetitivo e obcecado, que mesmo eu amando, me deixou extramente decepcionada.
Ainda é uma das minhas séries favoritas, pois realmente AMEI os dois primeiros livros, mas no total, não posso dar mais do que 3 estrelas (de 5) para esta série (Apesar de ter dado 5 estrelas para os dois primeiros livros). Espero que com o amadurecimento desta autora, ela volte a escrever os livros com emoção, sem ceder a apelos comerciais que só fazem a história ficar cansativa e sem sentido.

Mas para não dizer que eu não tenho elogios, a Abbi lançou, ao final de Forever Too Far, uma música que o Rush canta para a Blaire, e preparem os lenços, pois ao ouvir esta musica após terminar o terceiro livro é choradeira garantida!

site: http://cincogarotasexemplares.com.br/2015/09/08/resenha-serie-sem-limites-abbi-glines/
comentários(0)comente



Malu.Barroso 11/03/2016

[RESENHA] Amor Sem Limites – Rosemary Beach #4, Sem Limites #3, de Abbi Glines.
Olá, amores! Como estão?
Amor sem limites é o terceiro volume da série Rosemary Beach, de Abbi Glines. No Brasil já foram publicados oito volumes (Paixão sem limites, Tentação sem limites, Amor sem Limites, Rush sem limites, Estranha Perfeição, Simples perfeição, A primeira chance e Mais uma chance) todos pela Editora Arqueiro.
A resenha de hoje é a sequência da trilogia Sem Limites, de Abbi Glines – Amor Sem Limites. Se você ainda não leu os dois primeiros livros, sugiro que interrompa sua leitura, pois a resenha pode trazer alguns Spoilers. Mas depois que ler, não se esqueça de dar uma passadinha por aqui. ;).
Curiosidade: Não sei se é do conhecimento de vocês, mas Amor Sem Limites, na verdade, é um presente da escritora Abbi Glines para os fãs de Blaire e Rush, pois a autora não pretendia escrever um terceiro livro sobre a vida desses dois apaixonados. Mas confesso a vocês que ela não poderia ter feito escolha melhor. Pois o segundo livro da trilogia pecou um pouco ao longo da narrativa. Amor Sem Limites não é tão bom quanto o primeiro, mas com certeza, é bem melhor que o segundo.
Em Amor Sem Limites, Blaire e Rush buscam superar os erros do passado e começar uma nova vida. Porém, problemas com certos familiares, leia-se Nan (aquela cobra), insistem em colocar o amor desses dois a prova. É nessa parte que eu devo dizer a vocês que o romance vem acompanhado de todo aquele drama familiar e de insegurança das personagens. O que às vezes me causa certa irritação, apesar de ser apaixonada pelo casal. Mas muitas vezes eles são tão imaturos, principalmente Blaire, que às vezes dá vontade de esganar! Rsrsrs.
“- Meu Deus, Rush. Você me enlouquece.
Eu não conseguia parar de sorrir.
- Que bom.”
Leia mais no blog:

site: https://lendoecozinhando.wordpress.com/
comentários(0)comente



'Dressa 15/02/2016

Assim como todos os outros livros dessa trilogia, Amor Sem Limites foi encantador. A história começou com alguns probleminhas para Rush e Blaire, acredito que não seja novidade pra ninguém Nan ser a origem desses problemas.

O livro conta com outros personagens (além da Blaire e do Rush) para narrarem alguns capítulos, apenas uns três ou quatro capítulos são narrados por esses outros personagens, mas são muito significativos para nos deixar atentos aos livros das novas coleções que Abbi Glines está escrevendo, essas novas obras revelam a vida dos personagens que não tem suas emoções e sentimentos relatadas na trilogia Sem Limites. Já estou procurando por promoções desses livros para poder lê-los e assim que possível teremos resenhas deles aqui no Citando Palavras.

Essas são apenas minhas impressões, leiam mais sobre a história e o que achei do livro (capa/diagramação) no blog.

site: https://citandopalavras.wordpress.com/2015/05/03/resenha-amor-sem-limites-de-abbi-glines/
comentários(0)comente



Regi 18/01/2016

Trilogia favorita
Trilogia perfeita. E por um momento achei que Rush deixaria Blaire não fosse a irmã dele que é azeda, venenosa e sem amor próprio. Li que a Nanete vai ter livro também. Espero que Abbi Glines capriche.
comentários(0)comente



124 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9