A sabedoria da transformação

A sabedoria da transformação Monja Coen




Resenhas - A sabedoria da transformação


35 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Angie 22/03/2020

Para refletir
Conta experiências da Monja Coen e contos budistas com reflexões que nos leva a abrir a mente para novas perspectivas. Recomendo!
Marcelo Rissi 22/03/2020minha estante
Monja Coen! Gosto muito dela. Ano passado eu li um livro que ela escreveu conjuntamente com o Cortella!


Angie 23/03/2020minha estante
Qual o título do livro? Não conheço esse, você gostou?


Marcelo Rissi 23/03/2020minha estante
Olá, Angie. O título da obra é: Nem anjos nem demônios: a humana escolha entre virtudes e vícios. Eu gostei MUITO! Ganhei de presente de aniversário ano passado. Li em, no máximo, 3 dias. Trata-se de um diálogo entre os autores - cada um "puxando" para sua área de atuação -, sobre o comportamento humano, a nossa forma de enxergar a vida e o que podemos fazer pra nos tornarmos cada vez melhores. Recomendo muito a leitura!!!




Dressa Oficial 15/01/2015

Resenha - A Sabedora da Transformação
Olá, tudo bem com você?

Logo que vi este livro da Monja Coen na lista de lançamentos da editora Planeta fique com muita vontade de ler, eu tive o prazer de conhece-la pessoalmente e ela é aquele tipo de pessoa que só de ver e ouvir falar consegue transmitir coisas boas e energias positivas, então resolvi me aventurar nesta leitura que muito me surpreendeu.

Apesar do livro ser categorizado como auto ajuda, Monja Coen começa relatando histórias para reflexão sabe aquelas histórias que tem explicação no final para aplicar á sua vida? Então no começo do livro são essas histórias que é apresentada e com as opiniões e sugestões da Monja Coen para sua vida.

Alguns textos são bem profundos fazem refletir em algumas coisas da vida e agora no começo do ano acho que venho bem a calhar pois todos estamos cheio de esperança de um ano novo melhor não só para mim mas também para o próximo.

A mensagem que a Monja Coen passa para trabalhar no coletivo sempre é bem importante, em um mundo que se torna cada dia mais individualista essa mensagem se torna bem importante e espero que mais pessoas possam ler e refletir suas mensagens.

Página 32
Este exemplo serve para nos lembrar de que, mesmo quando temos dificuldades em compreender, não quer dizer que jamais iremos entender. O amadurecimento de um ser humano é como o de uma planta, de uma flor. Não podemos forçar para que se abra, pois suas pétalas quebrariam. As vezes, ficamos impacientes com pessoas próximas de nós. Como se tivessem a obrigação de entender, de perceber, de amadurecer o seu olhar maior. E nos esquecemos de que tem seu tempo.


O livro por se tratar de mensagens de reflexão se torna ideal para ser lidos aos poucos, pois a cada dia temos uma visão e um aprendizado diferente, não que ser lido de uma vez só seja ruim mas acho que cada mensagem passa uma mensagem para cada dia especifico de acordo com sua energia e estado de espírito.

Apesar de ser narrado por uma Monja o livro em nenhum momento aborda a religião do budismo, para quem estava em busca de novos ensinamentos dessa religião definitivamente este não é o livro para este tema específico, porém por outro lado o livro pode agradar a todos, pois as mensagens que são passadas são de uso do ser humano, como paciência, amor, amizade, lealdade, passividade e amor ao próximo coisas que independem da religião para termos.

Página 44
Um Samurai (espadachim do Japão Antigo) estava repousando debaixo de uma árvore quando passou um monge budista. Ele não acreditava em nenhuma tradição espiritual. Era um homem duro e seco. Quantas vezes desembainhara sua espada? Quantos corpos havia mutilado? Quantos por sua lâmina haviam morrido? Já perdera a conta. Ao ver o monge, chamou-o e o interpelou: " Essa história de céu e inferno que vocês, budistas, contam é pura mentira. Onde fica esse céu, essa terra pura? E onde está o inferno?".
O monge o escutou atentamente e, em seguida, respondeu:
"Você é um samurai muito burro e lento. Sua espada não serve para coisa alguma". Furioso. o samurai se levantou e começou a desembainhar a espada: "Como ousa falar assim comigo?". O monge disse, sorrindo : "Isso é o inferno." O samurai parou e, em vez de tirar a espada da bainha, colocou-a mais para dentro. "Isso é o céu", disse o monge e continuou sua caminhada.


A Monja Coen também fala da importância de manter o corpo saudável de praticar esportes e conseguir viver de uma maneira mais saudável, ela mesma fala que pratica corrida de 5 Km e também gosta de praticar Yoga.

Página 133
Cada obstáculo é uma oportunidade de crescimento e aprendizado.
Levante-se e corra, caminhe, movimente-se.
Você é movimento, atividade.
Canse o corpo e repouse a mente.

Para quem deseja novas mensagens, novas inspirações principalmente agora que o ano começa este livro é uma ótima pedida e com certeza vai fazer você ver o mundo e sua vida de outra forma e tentar arrumar o que precisa para sua vida caminhar da melhor maneira possível.

Beijos

Até mais...

site: http://www.livrosechocolatequente.com.br/2015/01/resenha-sabedora-da-transformacao.html
comentários(0)comente



Roza 19/04/2020

Gosto da Monja, suas palavras são inspiradoras. Ouço seu podcast e muitas passagens se encontram nesse livro, também algumas passagens se repetem no outro livro da Monja, mas não reclamo de serem repetidas é bom ler novamente para repensar.

Um livro simples, com vários ensinamentos e vários exemplos de vida da própria Monja, passagens do passado misturadas com histórias antigas datadas de tempos longínquos.

Vale a leitura e reflexão, suave e duro ao mesmo tempo. Boa leitura
comentários(0)comente



Rayra Mota 16/07/2020

Livro iluminado e fantástico
Não tem outra palavra que descreva o livro. Ele é tão gostoso de ler. A gente sente uma paz nas palavras. Uma sensação de paz. Muito lindas as experiências dela descritas no livro e lindo a maneira que ela olha a vida. Livro fantástico
comentários(0)comente



Alice 24/06/2020

Quando conheci a Monja Coen, ela escreveu em meu livro "Aprender, Desaprender e Reaprender" - e esse livro é exatamente isso. É uma série de experiências da própria Monja, somados a histórias do budismo e contos antigos, que nos ensina tanto de uma maneira extremamente simples! Parece que ela tá conversando com os leitores. Muito gratificante. Recomendo muito.
comentários(0)comente



Gustavo Aranha 01/05/2020

Um livro excelente
Para quem não conhece esta brilhante mulher: Monja Coen é uma monja do Zen Budismo, começou seus estudos em 1983, em Los Angeles, e depois foi para o Japão quando se tornou monja. Neste livro ela traz vários casos super interessantes em que se destacam dois grandes aprendizados:
O primeiro foi algo muito simples, contudo muito transformador. Geralmente quando começamos aprender sobre meditação ou até outras práticas orientais, associamos o estado meditativo ao estado de ausência de pensamentos e completa plenitude. Mas como ela nos ensina - por meio dos hilários casos, em forma de pequenos contos - é que meditar é simplesmente observar os pensamentos. Não é plenitude. É conhecimento. É sair do piloto automático e se observar.
O segundo aprendizado veio com o caso de se entregar ao momento. Ela conta uma situação vivida, em que sentia frio, estavam numa tradicional caminhada, no Japão, numa temperatura menor que zero. Era uma espécie de ritual, e ela não poderia deixar de fazer sua parte ou prejudicaria a todos, e suas mãos estavam congelando, e por uma fração de segundo ela não se achou capaz, mas a energia da caminhada a transbordou, era algo mais forte que ela, não estava sozinha. O que aprendi com o caso? O corpo se adapta, no começo ela sentia muita dor, depois se acostumou.
Nos caminhos tortuosos da vida é assim, o início tem dor e dificuldade até aceitarmos o desafio e podermos começar a viver aquele momento. Assim também foi comigo, numa cirurgia recente, que enquanto eu lutava com o medo de sentir a dor, sentia a mais profunda agonia. Até o momento que entendi, que aquilo era singelo e único, eu deveria aproveitar aquela oportunidade e ser a própria dor. Parece não fazer sentido, mas fez toda a diferença. Transformei algo que era quase uma tortura em prazer. Portanto, apenas leiam e sigam essa mulher.


site: https://www.instagram.com/narrativasdoaranha/
comentários(0)comente



smarcony 14/05/2020

Um banho na alma
Esse é um livro que vale a pena ter em mãos "em carne e osso" para podermos refletir em cada frase ali escrita e que, em alguns momentos na nossa vida, vivemos aquilo que está escrito ou ainda viveremos, se assim o quisermos!
comentários(0)comente



Will 29/03/2020

Ensinamentos para a vida
Não leia este livro achando que é de auto-ajuda. Apenas aproveite os ensinamentos e experiências que a Monja Coen consegue demonstrar de uma forma clara e transparente. Você pode aproveitar bastante os ensinamentos.
comentários(0)comente



luzmarinafg 19/11/2018

"Todos os seres da Terra, todos os seres humanos merecem respeito por suas crenças e não crenças. A ética verdadeira independe das religiões, embora as possa incluir. É mais, muito mais."
comentários(0)comente



Lucas 05/04/2020

Surpreendente
O que mais gostei foi dos pequenos contos que começam como uma história qualquer e quando se percebe passaram uma mensagem incrível.
comentários(0)comente



Mariana.Cavesso 16/04/2020

Bom
Livro leve para uma reflexão do cotidiano. As histórias são sobre vários temas do cotidiano.
comentários(0)comente



Alice.Perozzi 16/05/2020

Resenha - A Sabedoria da transformação
Relatos sobre as vivências de uma monja zen budista. Traz fábulas, contos e ensinamentos budistas.
comentários(0)comente



Carla 13/04/2020

Para refletir...
O livro é feito de histórias que nos levam a refletir sobre a vida, alguns conhecimentos sobre o budismo e passagens da vida da Minha Cohen, acredito que o livro seja exatamente para isto, reflexão. Se o objetivo for conhecer o budismo, acredito que este não será o livro.
comentários(0)comente



wondanland 09/10/2018

Engrandecedor
Se servir, use. Se não servir, descarte.
comentários(0)comente



Laura.Bertin 03/06/2020

Para refletir!
Excelente livro em que a Monja nos aproxima do zazen e do budismo, nos fazendo repensar nossas posturas na vida e em nossas relações. Livro para reler sempre!
comentários(0)comente



35 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3