Cidade dos Ossos

Cidade dos Ossos Cassandra Clare




Resenhas - Cidade dos Ossos


1065 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Aline 01/12/2017

Um livro morno
Nota 3 para esse livro. Não sei se esperava demais para a história ou se foi aclamado tanto pelo público que, no fim, acabou não sendo aquilo tudo.
Explico: o livro é bom. Li ele em 4 dias (um recorde, uma vez que trabalho e estudo), mas poderia muito bem ler a continuação daqui a um longo tempo.
Para começar, achei que foi pouco explorada a questão da Clary ter se acostumado tão rapidamente com o fato de que ela não era "normal". O início do romance entre Jace e Clary também foi um pouco morno e esperava MUITO MAIS do primeiro beijo. Espero que isso melhore nos próximos livros. A questão da mitologia foi abordada de forma rápida. A autora joga MUITA informação de forma muito rápida, o que faz com que acabemos tendo que voltar para ver o que era tal coisa.
Enfim... Me desapontei um pouco com a "mornidade" das coisas, mas não posso negar que a narrativa é fluída. Espero melhorar minha opinião para a continuação da série.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



SMiletic 22/11/2017

Prestes a completar 16 anos, Clary começa a ver coisas que ninguém mais vê, descobre que sua mãe foi levada por demônios e que existe todo um mundo que foi escondido de seus olhos esse tempo todo. E um mundo onde uma nova guerra está prestes a começar.

Estamos falando de #shadowhunters sim senhores.

A coleção Instrumentos Mortais já ganhou versão em filme (dizem que é horrível) e em série (duas temporadas na Netflix, terceira em produção) e eu acabo de mergulhar de vez nela (depois de ler a trilogia As Peças Infernais, lançada depois, mas com fatos anteriores ao dessa coleção aqui).

Se já coloquei o rosto dos atores da série em alguns personagens, de vez em quando preciso esquecer a voz da atriz que interpreta a Clary para não me irritar. Brincadeiras a parte, gostei bem mais do que eu esperava.

Cassandra soube bem criar esse universo único em que filhos de anjos e humanos protegem humanos e lidam com os seres do submundo.

Tem algum fã de Harry Potter aí? Acho que podem gostar muito. #livros2017 #livros #euamolerkindle
comentários(0)comente



Beatriz 17/11/2017

Cidade do ossos
O livro no começo é bem arrastado e a leitura não flui, apenas no meio da história que as coisas começam a ficar interessantes e fazem valer a pena. Apesar de parecer chato e parado no começo continue a história você vai se surpreender.
comentários(0)comente



Kelly.Dias 12/11/2017

Cidade dos Ossos

Primeiro livro da série Instrumentos Mortais, ou como chamamos aqui em casa, os livros das capas psicodélicas. A leitura, pra mim, demorou um pouquinho pra engrenar. A linguagem é super acessível, é um livro que temos que vestir a roupa ?tenho 15 anos? pra ler. Eu não tenho problemas com isso, adoro um infanto-juvenil eventual pra espairecer... massss pode ser que você tenha, se for o caso toca o baile pra outras bandas.
Logo no início temos Claire com seu amigo, que construiu uma casa com churrasqueira na friendzone, Simon. Eles estão numa balada. Ela vê uma movimentação estranha e vai atrás. Encontra 3 jovens, mais ou menos da idade dela, vestidos com roupas no estilo Anjos da Noite, torturando um quarto rapaz. Este último ?morre? e não deixa vestígio. Ela não consegue acreditar no que vê. Eles não entendem a presença dela ali, e ela percebe, com cara de tacho, que só ela consegue ver o que está acontecendo. Os 3 se chamam Jace, Alec e Izzy.
Conversa vai, conversa vem, já podemos ver um interesse especial da parte de Jace. Ele, desobedecendo ordens vai até Claire e diz que demônios e outras criaturas existem, e que e o trabalho dele manter as criaturas na linha e matar quantos demônios quanto possível. Ela não acredita muito não, mas após ver (e matar!) por si só um demônio, e perceber que sua mãe foi sequestrada por eles, ela começa a rever seus conceitos.
De forma geral, bem legal. Eu reli todos recentemente (pra poder situar o último) e a história flui bem. Claro que, como eu disse antes, ele foi feito pensando numa faixa etária X, então mantenha suas expectativas de acordo. Eu gostei. Recomendo sim (o livro e a série :) )!!
comentários(0)comente



Imaginare 02/11/2017

Um novo mundo
Aloha shadowhunters! Brincadeiras a parte, a resenha de hoje é do livro "Cidade dos Ossos" da série "Os Instrumentos Mortais" (muita gente chama de "Shadowhunters" por conta da série da Netflix!) da autora Cassandra Clare publicado pela Galera Record.

Bem, é uma série bem famosa e acho que todos já sabem (pelo menos um pouquinho) sobre a série se trata, então não vou me prolongar muito na resenha em si e vou falar um pouquinho mais da minha experiência com o livro e desse universo dos caçadores de sombras.

Os Caçadores de Sombras, os famosos Shadowhunters, estão por aí, mantêm o equilíbrio no mundo mundano com suas caçadas aos lobisomens, vampiros, monstros e outras criaturas que estão no lado negro da força (dei uma viajada em Star Wars agora mas releva). É importante ressaltar que os Caçadores de Sombra parte da Clave (tipo uma organização com os shadowhunters do bem) só vão atrás das criaturas submundanas que não estão respeitando os Acordos (respeitar os humanos, sem violência?).

Para comemorar seu aniversário de 15 anos, a jovem nova-iorquina, Clary Fray, decide passar a noite junto com seu melhor amigo, Simon, uma boate da moda. Até aí tudo bem, né? Um dos seus maiores problemas deveria ser o segurança da boate ou um rapaz chato, mas a noite surpreende a garota?

Clary testemunha um crime, um crime inacreditável, sem provas, sem mais testemunhas. Mas não era um crime qualquer, o assassinato foi cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e com armas que pareciam ter saído de uma distopia e que são invisíveis a todos, menos a Clary.

Clary fica sem reação, o corpo da vítima - era mesmo um humano?- desaparece e todos acham que ela estava inventando! De repente, o mundo de Clary muda completamente, os três adolescentes responsáveis pelo assassinato se apresentam para a menina que possui a visão para esse mundo mágico. Eles eram Jace, Alec e Isabelle. Eram Caçadores de Sombras. E aparentemente ela era também. Para completar, sua mãe some, ela entra uma dessas criaturas e seu pai de criação parece ser mais uma das mentiras em sua vida. A vida de Clary nunca mais voltará a ser a mesma, e vamos acompanhar suas mudanças nos próximos 5 livros da série.

Comecei a leitura com altas expectativas, e de primeira elas me atenderam! Fiquei encantada por esse mundo fictício de caçadores de sombras, vampiros, lobisomens, feiticeiros e entre outros. Além disso, a construção das personagens é muito bem feita, conseguimos compreender os conflitos internos das personagens principais. Em relação a alguns personagens que não ficam tããão no foco da narrativa (tipo Simon, Alec, Magnus Bane, Isabelle, Luke, Valentim..) ficou com um gostinho de quero mais, alguns pontos ficaram pendentes de uma forma que me confundiu em alguns pontos durante a evolução da estória, mas nada que afetasse a obra no quesito envolvimento (eu estava viciada, não conseguia parar de ler!). Dois triângulos amoroso (pelo menos até agora), um romance se iniciando e uns crushs aqui e ali para dar um up!

Mas, infelizmente nem tudo foram flores em "Cidade dos Ossos", em certo ponto entre o meio e o clímax da estória desanimei bastante, a leitura não rendia e sem que percebesse acabei deixando a leitura de lado por uns dias e focando em outros livros e projetos aqui para o Imaginare. Depois de um curto período de tempo voltei para a leitura com saudade (desse mundo tão mágico) e curiosidade. A leitura não voltou 100% no início não, viu? Mas de repente houve uma reviravolta na estória que me fez ir para o nível 10000! Desse ponto até o final foi interessante e envolvente, os conflitos bem narrados e detalhados. Claro, que alguns pontos ficaram pendentes para prender o leitor mas nada que me fizesse ler desesperadamente a continuação, "Cidade das Cinzas".

De uma forma geral, foi maravilhoso (mesmooo) conhecer os Caçadores de Sombras e a escrita da Cassandra Clare! Pretendo continuar lendo a série. Fiquei apaixonada por alguns personagens. O Valentim (grande vilão da estória até agora, fiquei sabendo que algumas coisas mudam nos próximos livros) um homem teimoso e vingativo é responsável pelas reviravoltas que prendem o leitor, ele que dá uma apimentada na estória e faz os conflitos renderem?

Vamos interagir: Shippa #Clace ou #Climon? Já leu a série, me conta o que achou? Assistir a série ou ler os livros?


Então é isso por hoje galera!

Beijos shadowhunters,
Imaginare.
comentários(0)comente



Imaginare 02/11/2017

Um novo mundo
Aloha shadowhunters! Brincadeiras a parte, a resenha de hoje é do livro "Cidade dos Ossos" da série "Os Instrumentos Mortais" (muita gente chama de "Shadowhunters" por conta da série da Netflix!) da autora Cassandra Clare publicado pela Galera Record.

Bem, é uma série bem famosa e acho que todos já sabem (pelo menos um pouquinho) sobre a série se trata, então não vou me prolongar muito na resenha em si e vou falar um pouquinho mais da minha experiência com o livro e desse universo dos caçadores de sombras.

Os Caçadores de Sombras, os famosos Shadowhunters, estão por aí, mantêm o equilíbrio no mundo mundano com suas caçadas aos lobisomens, vampiros, monstros e outras criaturas que estão no lado negro da força (dei uma viajada em Star Wars agora mas releva). É importante ressaltar que os Caçadores de Sombra parte da Clave (tipo uma organização com os shadowhunters do bem) só vão atrás das criaturas submundanas que não estão respeitando os Acordos (respeitar os humanos, sem violência?).

Para comemorar seu aniversário de 15 anos, a jovem nova-iorquina, Clary Fray, decide passar a noite junto com seu melhor amigo, Simon, uma boate da moda. Até aí tudo bem, né? Um dos seus maiores problemas deveria ser o segurança da boate ou um rapaz chato, mas a noite surpreende a garota?

Clary testemunha um crime, um crime inacreditável, sem provas, sem mais testemunhas. Mas não era um crime qualquer, o assassinato foi cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e com armas que pareciam ter saído de uma distopia e que são invisíveis a todos, menos a Clary.

Clary fica sem reação, o corpo da vítima - era mesmo um humano?- desaparece e todos acham que ela estava inventando! De repente, o mundo de Clary muda completamente, os três adolescentes responsáveis pelo assassinato se apresentam para a menina que possui a visão para esse mundo mágico. Eles eram Jace, Alec e Isabelle. Eram Caçadores de Sombras. E aparentemente ela era também. Para completar, sua mãe some, ela entra uma dessas criaturas e seu pai de criação parece ser mais uma das mentiras em sua vida. A vida de Clary nunca mais voltará a ser a mesma, e vamos acompanhar suas mudanças nos próximos 5 livros da série.

Comecei a leitura com altas expectativas, e de primeira elas me atenderam! Fiquei encantada por esse mundo fictício de caçadores de sombras, vampiros, lobisomens, feiticeiros e entre outros. Além disso, a construção das personagens é muito bem feita, conseguimos compreender os conflitos internos das personagens principais. Em relação a alguns personagens que não ficam tããão no foco da narrativa (tipo Simon, Alec, Magnus Bane, Isabelle, Luke, Valentim..) ficou com um gostinho de quero mais, alguns pontos ficaram pendentes de uma forma que me confundiu em alguns pontos durante a evolução da estória, mas nada que afetasse a obra no quesito envolvimento (eu estava viciada, não conseguia parar de ler!). Dois triângulos amoroso (pelo menos até agora), um romance se iniciando e uns crushs aqui e ali para dar um up!

Mas, infelizmente nem tudo foram flores em "Cidade dos Ossos", em certo ponto entre o meio e o clímax da estória desanimei bastante, a leitura não rendia e sem que percebesse acabei deixando a leitura de lado por uns dias e focando em outros livros e projetos aqui para o Imaginare. Depois de um curto período de tempo voltei para a leitura com saudade (desse mundo tão mágico) e curiosidade. A leitura não voltou 100% no início não, viu? Mas de repente houve uma reviravolta na estória que me fez ir para o nível 10000! Desse ponto até o final foi interessante e envolvente, os conflitos bem narrados e detalhados. Claro, que alguns pontos ficaram pendentes para prender o leitor mas nada que me fizesse ler desesperadamente a continuação, "Cidade das Cinzas".

De uma forma geral, foi maravilhoso (mesmooo) conhecer os Caçadores de Sombras e a escrita da Cassandra Clare! Pretendo continuar lendo a série. Fiquei apaixonada por alguns personagens. O Valentim (grande vilão da estória até agora, fiquei sabendo que algumas coisas mudam nos próximos livros) um homem teimoso e vingativo é responsável pelas reviravoltas que prendem o leitor, ele que dá uma apimentada na estória e faz os conflitos renderem?

Vamos interagir: Shippa #Clace ou #Climon? Já leu a série, me conta o que achou? Assistir a série ou ler os livros?


Então é isso por hoje galera!

Beijos shadowhunters,
Imaginare.
comentários(0)comente



Soph.Maddox 24/10/2017

Descubra Um Novo Mundo!!
Quando você pensa em Nova York, o que vem na sua cabeça?
Empresários, prédios altos, correria, tumulto. Saiba que você não é o único que pensa assim...
E se eu te disse que existe um lado dessa cidade que não contam a ninguém? Você acreditaria que existem vampiros, lobisomens, nephilins, anjos e até mesmo demônios?
Provavelmente não, você pensaria que estou louca e me internaria.
Clary Fray pensaria igual você, até que em um fatídico dia, ela vê que era mais que uma típica novaiorquina, ela se encontra em uma situação difícil quando sua mae é sequestrada e ela se vê sozinha sem ninguém mais do que um garoto misterioso para ajuda-la.
É aí que um novo mundo se abre para ela, um mundo que nunca tinha conhecido antes.
O mundo dos Caçadores de Sombras, ou Shadowhunters, que são pessoas que caçam demônios, a partir dai Clary vê seu mundo ficar de cabeça pra baixo.
Uma coisa que me encantou muito nesse livro foi a representatividade que existe nele, e não estou falando apenas da comunidade LGBT.
Mesmo mao sendo o melhor livro da serie, já nos encantamos de cara por ele.
Porém, o que me incomodou um pouco foi o final do livro, que não posso falar aqui por conter spoiler. Mas acho que algumas pessoas (Assim como eu) se incomodaram com o final meio Blé que a autora deu.
Embora alguns defeitos aqui e ali (afinal nenhum livro é perfeito), acredito que quem goste de YA e fantasia irá amar esse livro!!
comentários(0)comente



Kelvyn.Curvelo 20/10/2017

Otimo livro
Eu gosto desse livro pois ele possibilita a sua entrada em outro universo mas ao mesmo tempo nao saindo do mundo do real e usa o imaginario com louvor
comentários(0)comente



maryia_e 16/10/2017

Cidade dos Ossos
As pessoas devem sim ler porque é um mundo muito maravilhoso cheio de aventuras é um livro que te prende de certa forma
Eu o conheci através de uma amiga que me indicou o filme e então eu assisti e desde então fiquei apaixonada nesse mundo dos caçadores das sombras ai depois ela me falou dos livros foi ai que eu comecei a ler e me envolvi e eu estava lendo e vendo a serie junto só que o livro nos prende bem mais porque você usa sua imaginação e se entrega a esse mundo.
comentários(0)comente



O Jardim das Palavras 12/10/2017

Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos
"Cidade dos Ossos" é o primeiro livro da saga "Os Instrumentos Mortais", e começa quando Clarissa Fray (Clary) e seu melhor amigo, Simon, vão à boate Pandemônio para se divertir.
Lá, Clary presencia o assassinato do jovem de cabelo azul a quem estava seguindo, cometido por três jovens repletos de tatuagens e armas esquisitas.
Desesperada, Clary quer denuncia-los, mas como explicar à polícia algo que só ela consegue enxergar?
Nesse momento, Clarissa passa a conhecer o Mundo de Sombras, e se vê mais envolvida nisso do que gostaria.

Conheci "Os Instrumentos Mortais" através do filme, que foi meu primeiro contato com o universo dos caçadores de sombras. Depois de algum tempo conheci a série, é só agora terminei o primeiro livro.
Gostei muito do filme quando vi, da série também - apesar de serem muito diferentes -, e particularmente, achei o filme mais fiel ao livro.
Claro que, o filme foi uma ADAPTAÇÃO, e como todas as adaptações, ficou muito boa, mas deixou a desejar para quem leu o livro.
"Cidade dos Ossos" é um livro grande, com cerca de 460 páginas, mas em nenhum momento se torna repetitivo ou enjoativo.
Cada personagem tem seu jeito próprio de ser, e o universo é extremamente rico em criatividade, há muitas coisas que eu nunca havia visto em nenhum outro livro, portanto não senti a leitura se tornar clichê em nenhum ponto.
É um livro demorado de ler, mas que vale muito a pena, me prendeu a cada página e a vontade de ler os próximos livros só aumentou!
comentários(0)comente



Conrado.Alves 07/10/2017

Sobre Cidade dos Ossos
Clarissa Fray, ou simplesmente Clary, é uma adolescente comum como qualquer outra, mas isso muda depois que ela é testemunha de um assassinato incomum, quando ela e seu amigo Simon estavam em uma boate. O pior disso tudo é que os assassinos eram três adolescentes tatuados e estranhamente armados. A partir desta noite a vida de Clary muda completamente, sua mãe some, Clary é atacada por um demônio e e acaba sendo salva por um dos adolescentes que ela viu na noite em que presenciou a tragédia.

Dessa forma, Clary começa a descobrir que tudo que ela pensava ser verdade não passava de uma mentira, mas ela não se deixa abater muito com isso tudo, pois ela descobriu que sua mãe ainda estava viva em algum lugar e que ela precisava descobrir onde para poder resgatá-la e assim ter uma vida normal novamente.

Cidade dos Ossos, o que falar deste livro? Uma história de tirar o fôlego que vai deixar você preso até o final. Segredos são revelados e personagens cativantes, o personagem que mais gostei foi o Simon, eu achei ele bem parecido comigo, acho que foi por isso que eu me identifiquei com ele. Mas não foi só com os personagem que Cassandra Clare conseguiu se sair bem, não, além disso ele soube criar um mundo paralelo ao nosso muito bem, nele há monstros, demônios, vampiros, lobisomens, caçadores de sombras... Um mundo completamente diferente, mas que ainda assim está dentro do nosso mundo (deu para entender? rsrsrs).

Além disso, esse livro possui um final com várias revelações de segredos e que nos deixa com vontade de ler seu próximo volume, intitulado 'Cidade de Cinzas' e que está previsto para ser lançado aqui no Brasil em abril de 2011. Nem preciso falar que recomendo, não é? E você está esperando o que para correr para a livraria mais próxima para ter seu exemplar em mãos e começar a ler essa maravilhosa história?

Book Trailer






comentários(0)comente



bloodymary 05/10/2017

Talvez algumas páginas a menos.
Cheguei nesse livro por meio do filme e tive duas desistências até conseguir termina-lo.
É um livro muito bom, mas tem aquele probleminha de montanha russa, tendo alguns baixos mais baixos do que os altos. Há muitas subtramas, o que torna o livro longo demais, algumas tentativas de plot que já são perceptíveis paginas antes, assim como algumas coisas que ficam extremamente visíveis, mas não é explicado, deixando claro que será resolvido nos outros livros, diálogos extremamente expositivos só para explicar ao leitor um flash back ou dar alguma informação que será útil futuramente. Alguns personagens tem algumas atitudes forçadas (inicialmente ou no final), entendo que a ideia é mostrar o quanto mudaram/melhoraram, só que parece que são meio bipolares e não justifica o que eles fazem, não há um desenvolvimento especifico, há apenas mais uma vez a justificativa de flash back. Fora essas pequenas coisas o livro é muito bom, a criação de mundo dentro da nossa realidade é muito boa, a fantasia misturada com a realidade é muito interessante (inclusive há uma parte no epilogo onde são retomados pontos da cidade com essa mistura fantasiosa onde você quase consegue enxergar tudo, é muito bom e infelizmente tanto o filme quanto o seriado não fizeram jus a obra literária). Há varias piadinhas que tornam os diálogos mais orgânicos, até dão uma certa aliviada após varias partes dramáticas (e o dramalhão aqui é 'pesado'), poucos personagens são desinteressantes, mesmo que você não simpatize com algum deles, em algum momento ele terá alguma utilidade.
(Só por uma questão de opinião: Jace é aquele cara irritante e 'sem amor' - sim, parece Damon, do diários do vampiro - , mas pra mim não funcionou direito, os retratados no filme e no seriado mostram que além de suas piadas irônicas, ele é protetor, misteriosos, enfim tem todo um charme. No livro ele é um tagarela irritante, é mais suicida do que protetor - tem alguns diálogos retirados do livro que estão até com as mesmas vírgulas sobre isso na fala dos atores, mas as atitudes de Jace acaba se contradizendo - , o 'charme' é meio que forçado "goela a baixo" pelas constantes descrições físicas, o que acabou tornando-o desinteressante para mim, assim como o excesso de drama e muitaaaaa pena.)
comentários(0)comente



Felipe 03/10/2017

Não vale a pena
Passe longe
comentários(0)comente



Blog MML 29/09/2017

Resenha postada no blog Meu Mundo em Letras
Em uma sacada genial, Cassandra Clare criou um mundo novo e completamente fascinante. Vampiros, lobisomens, anjos, demônios, caçadores de sombras. Todo o universo que envolve a série Instrumentos Mortais é atraente e envolvente. E o Jace é simplesmente incrível!!


A história gira em torno de Clarissa Fray, uma adolescente aparentemente normal, que tem seu mundo virado de cabeça para baixo ao presenciar um assassinato misterioso em uma boate. Sem querer, Clary acaba se tornando parte de um mundo que, 24 horas atrás, ela achava simplesmente impossível que existisse. Um mundo em que demônios existem e são caçados por caçadores de sombras. Um mundo novo e misterioso que faz mais parte da vida de Clary do que ela imagina.

Jace Wayland, um caçador de sombras que leva seu trabalho muito a sério e de cara mexe com Clary - no início de um jeito não muito agradável, mas com o passar do tempo o sentimento vai mudando... Simon, é o melhor amigo, o cara que ela conhece desde pequena, que sempre esteve ao seu lado... Enfim, um triângulo amoroso se forma e ao longo da história, as coisas ficam... interessantes.

A narração flui de maneira natural e envolve o leitor aos poucos e quando menos se espera, ele se sente no lugar da Clary e vive por seu intermédio todas as aventuras dela. (Estou louca para ler a continuação)

site: https://meumundoemletras-gyh.blogspot.com.br
comentários(0)comente



1065 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |