Cidade dos Ossos

Cidade dos Ossos Cassandra Clare




Resenhas - Cidade dos Ossos


1100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Bella 14/06/2018

Resenha: Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos ( sem spoilers )
Oi oi, gente! Tudo bom? A resenha de hoje é de um livro que já hoi hipado ( nem sei como se escreve mas seria um livro muito falado em uma época ) eu reli ele porque meu primeiro contato foi há 4 anos atrás e eu nem lembrava muito da história. Tenho muitas coisas pra falar do livro, da escrita, dos personagens mas primeiro vou apresentar a história pra quem não conhece.
Somos apresentados a uma menina chamada Clary Fray que tem seu melhor amigo Simon ao seu lado em um estilo de boate onde ela começa a ver pessoas vestidas de forma estranha, com facas, chicote mas só Clary consegue vê-los. Clary vai presenciar uma cena um tanto quanto sinistrinha ali com os famosos Caçadores de Sombras, eu não vou me aprofundar sobre o que é, significado porque o livro vai te contar!
Clary chama a atenção dos caçadores de sombras por conseguir vê-los e ela fica confusa com tudo o que está a sua frente e ela passa a semana pensando no dia da boate mas coisas vão acontecer dentro de sua casa. Sua mãe vai querer muito se mudar o mais rápido possível sem explicar o motivo para sua filha e Clary, quando volta para casa, encontra sua casa revirada por um demônio e ela vai precisar da ajuda dos caçadores de sombra e do conhecimento do ''mundo'' deles para sua vida mas o que ela não sabe é que parte daquele mundo faz parte dela e que sua vida inteira foi escondida.
Esse livro tem de tudo de vampiros até caçadores de demônios.
Vou começar agora pelos pontos positivos que achei no primeiro volume ( são seis livros, aguentem )
O Simon é um personagem maravilhoso e engraçado, menino tímido que mostra um carinho imenso pela amiga Clary e você vai se apaixonar por ele como eu. Não podendo esquecer do famoso Jace que com seu jeito sarcástico de dá raiva mas te faz rir e se apaixonar também.
Sobre a escrita:
Galera, eu adorei a escrita da Cassandra nesse livro, pois ela sabe detalhar de forma que você entenda o cenário, entenda o que está acontecendo, pois é um livro que nos leva pra um mundo bem diferente e eu achei impressionante a escrita dela e a leitura flui com muita rapidez.
Mas nem tudo é perfeito e teve coisinhas que não gostei no livro como já no início vir uma chuva de informações importantes e eu fiquei confusa, demorei a me encaixar porque tem coisas que tem que lembrar mas é um livro assim super surpreendente eu achei um livro bem quebra cabeça, sabe? Você fica pensando em altas alternativas e a Cassandra dá um show jogando na sua cara que não é nada do que você tá pensando.
Eu acho que o final poderia ter sido melhor mas eu gostei muito do livro e pretendo continuar a série infinita de livros.

site: https://bebel16abreu.wixsite.com/umameninaeseuslivros
comentários(0)comente



Jura 10/06/2018

Cidade Dos Ossos
O livro fala sobre Clary uma garota de 15 anos que descobre que tem lições com o mundo da magia onde existe, Anjos,Demônios,Feiticeiros,Fadas,Vampiro,Lobisomens e caçadores das sombras.
comentários(0)comente



Ingrid 10/06/2018

Cidade dos Ossos
Clary descobre que sua vida não passava de uma enorme farsa e, com ajuda de Jace e outros Caçadores de Sombras, Clary descobre a verdade de quem realmente é.

O primeiro volume da série Os Instrumentos Mortais se passa no Brooklyn. Enquanto Clary vai descobrindo sobre sua vida, uma série de acontecimentos estranhos acontecem, e vamos realmente ser sinceros, estranhos mesmo, tudo, absolutamente tudo que você acha que é um mito, que não é real, aqueles monstros de contos de fadas são reais. Clary fica abismada e seu amigo Simon encantado. Realmente existem bruxos, gnomos, fadas, vampiros, lobisomem dentre outros seres sobrenaturais em todo o mundo, escondidos, disfarçados... dentre outros...

O objetivo de Clary é: Encontrar a mãe

O dos Caçadores de Sombras é encontrar o instrumento mortal perdido

e para isso, eles terão que se unir, pois descobrindo o que se passa na mente bloqueada de Clary, terão a chave para ambas as coisas.

Valentim é um temeroso vilão, que se dizia morto, só que, agora ele está de volta, e enviando monstros para encontrar o Cálice Mortal, muitos deles acabam se interferindo entre Clary e seus novos colegas.

Quanto ao nome da série. Nesse primeiro volume já se fala muito "nos Instrumentos Mortais".



Quando assisti ao filme, lembrei muito de Percy Jackson e o Ladrão de Raios, não considero spoiler o que irei postar a seguir, vocês quem decidirão se querem ou não ler, enfim:

Existem muitas coincidências que gostei pelo fato de adorar tanto a série Percy Jackson...

Tentar encontrar a mãe;
Seres sobrenaturais que os mundanos(humanos) não podem ver;
Encontrar um objeto Mágico;
Um local onde possa "se refugiar" com os amigos;
A mãe esconder tudo sobre o passado de sua vida;

Dentre outros detalhes que prestei atenção quando fui ao cinema.

E sim, esse foi um dos motivos de gostar tanto do filme, pois achando esses detalhes, saberia que iria vir uma história cheia de magia e aventura, que é meu gênero favorito...

E sim... achei mil vezes melhor o filme que o livro.

Muita gente faz um escândalo falando que é a melhor serie da vida, blablabla, da pra ler, mais já li livros melhores. No momento só li o primeiro volume, pode ser que Cassandra Clare der uma reviravolta e eu acabe sendo um desses fãs que também dizem que é a série da minha vida, quem vai saber...
comentários(0)comente



Pamela Florentino 09/06/2018

Estou destruída após essa leitura
Desde o lançamento do filme, sempre tive vontade de mergulhar de cabeça nesse mundo e finalmente tive essa oportunidade. Não entendo porque não fiz isso antes!

Clary Fray vivia uma vida normal em Nova York. Ela resolve passar a noite em uma boate com seu amigo Simon, mas para sua surpresa ela presencia um assassinato cometido por três adolescentes esquisitos que só ela consegue ver.

Os “assassinos”, Jace, Isabelle e Alec são na verdade Caçadores de Sombras e também não conseguem entender porque Clary pode vê-los, afinal, mundanos não tem conhecimento sobre o Mundo das Sombras.

Clary se encontra ainda mais envolvida por esse mundo quando sua mãe desaparece misteriosamente e ela mesma é atacada por um demônio. Parece que Jace é o único que pode ajudá-la.

Demônios, vampiros, lobisomens e fadas, será que isso tudo pode mesmo ser real?

Não consigo descrever como esse livro é maravilhoso!
Eu me encantei com todos os personagens, senti muita vontade de estar ao lado deles de verdade.

O universo que Cassandra Clare criou é simplesmente fantástico, a cada página temos novas revelações e reviravoltas. O livro é pura ação, mas os capítulos finais são de tirar o fôlego. Mal posso esperar para começar a sequência e saber o que está por vir.

Leiam, não vão se arrepender de dar uma chance para esse universo.


site: https://www.instagram.com/damasleitoras/
comentários(0)comente



Lucinda.Selene 02/06/2018

Simplesmente envolvente.
A narrativa deixa o leitor preso do começo ao fim, pois conhecer Clary Fray é incorporar lentamente um caçador de sombras em si mesmo.

Prestes a completar dezesseis anos, o mundo desta garota de cabelo ruivo, baixinha e com um melhor amigo nerd, metido a roqueiro, muda drasticamente, pois não é só o loiro devastador, que não sabe quando se calar, Jace, e seu parabatai ciumento, Alec, que marcam os dias mais emocionantes que Clary vai conseguir. Este é o livro para quem não consegue para de sonhar com mágica, e queria ter nascido vampiro ou bruxo, feiticeiro, tanto faz. Cassandra Clare faz com que os dias de realidade sejam mais fáceis, sabendo que terei em mãos a sua fantasia para ajudar a sonhar.
comentários(0)comente



Bruno.Ramos 29/05/2018

É um livro muito legal , com personagens bacanas e um final até que impressionante
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Roberto.Proença 23/05/2018

Intrincado
Talvez seja a melhor definição do livro. Já conhecia e gosto desse universo de Nephilims e etc. E acho interessante essa narrativa repleta de ação desde a primeira página. Mas é muita informação com pouca explicação ao mesmo tempo.  São muitos universos com anjos, feiticeiros, submundo, vampiros, lobisomens, fadas, bruxas, Cidade do Silêncio e etc, etc, etc.
Do nada o mundo vira de cabeça pra baixo, principalmente para os "mundanos" e você parece que "toca a vida" na maior... Você começa enxergar seres que nem desconfiava que existiam, sua mãe some raptada por um ser que parece do mal (ou do bem), um demônio tenta te devorar e envenenar, sua vizinha é uma bruxa e tem um portal, seu amigo humano vira um rato com um drink...

Quando se está no meio do livro, você é uma mistura de sensações: Acha que conseguiu se situar e quer se aprofundar na leitura... Acha talvez melhor começar de novo e explorar com calma os detalhes que talvez deixou passar... Ou talvez seja melhor abandonar e deixar pra ler quando estiver com outro espírito...
De qualquer forma não me prendeu de imediato como várias outras histórias... Algumas que você não dava nada... Essa eu esperava muito... Talvez aí esteja o meu erro. Mas melhorou no final. Acho...
comentários(0)comente



Deb 22/05/2018

Maravilhoso
Criativo e bem escrito, me apaixonei pelo universo dos caçadores de sombras e personagens que Cassandra criou. Lia devagar para não terminar e ao mesmo tempo tinha pressa de desvendar a trama; o livro e a série tem tudo que eu gosto e prezo em livros young adult. Os plot twists conseguem ser surpreendentes de verdade. Os Instrumentos Mortais se tornou rapidamente uma das minhas séries favoritas!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Priih 29/04/2018

Um universo rico, mas não me conquistou totalmente
"Algumas coisas me incomodaram bastante, principalmente na primeira metade do livro. O Mundo das Sombras é explicado a Clary principalmente por Jace e Hodge (o tutor do Instituto de Nova York, onde os três jovens Caçadores de Sombras moram). Entretanto, as informações são jogadas a ela de forma muito superficial. Cassandra Clare elaborou um mundo onde existem demônios, fadas, vampiros, lobisomens, entre outras criaturas, mas não se aprofunda em explorá-los. [...] Outro fator que me fez não gostar muito do livro até a metade dele é a falta de identificação com os personagens. Eu não gostei especialmente de nenhum deles e, pra mim, isso influencia bastante. Clary e Jace são personagens ativos e determinados, mas muito irritantes.
[...] Entretanto… da metade pro final do livro, o enredo finalmente começou a se desenvolver e eu comecei a me empolgar muito com a leitura! Os sentimentos de Clary e Jace começaram a ser mostrados, Clary passou a descobrir e desenvolver melhor os seus poderes e, finalmente, pareceu encontrar a solução para salvar a mãe. [...] Cidade dos Ossos foi um livro que me causou múltiplas emoções: por diversas vezes pensei em desistir da leitura, por achá-la superficial e infantil demais (grande parte dessa impressão gerada pelos protagonistas). Contudo, o desenvolvimento gradual da trama, tornando-a mais profunda e menos óbvia, foi o que me motivou a terminar o livro e me fez chegar à conclusão de que gostei dele."

Resenha completa no blog! =D

site: https://infinitasvidas.wordpress.com/2014/01/30/resenha-cidade-dos-ossos-de-cassandra-clare/
comentários(0)comente



Kristine Albuquerque 18/04/2018

Os Instrumentos Mortais #1
Cassandra Clare nos apresenta aqui o mundo dos caçadores de sombras, humanos descendentes de anjos que têm como missão proteger o mundo de demônios. Em paralelo temos o submundo, composto por lobisomens (filhos da lua), vampiros (filhos da noite), feiticeiros (filhos de lilith) e fadas (híbridos de anjos e demônios). Os seres humanos, ou mundanos, não possuem visão, ou seja, eles não têm conhecimento da existência desses mundos paralelos.

Nesse cenário, a autora desenvolve uma trama com vários elementos já conhecidos: um grande vilão com uma ideologia torpe, mas que ele acredita fielmente; uma grande batalha que ameaça a harmonia entre os mundos; um ou dois mocinhos que acreditam que o peso da culpa ou salvação está sobre eles; e romances adolescentes, claro. Mas não quero dizer que são elementos ruins, afinal eu gostei do livro.

A trama em torno da Clave, de Valentim e dos mundos paralelos é bem interessante de se acompanhar e rapidamente envolve quem lê. Temos muita ação, enquanto uns segredos vão sendo revelados e outros vão surgindo. Também temos um final que não convence ninguém (eu, pelo menos, nunca acreditei naquilo), mas que de qualquer forma serve ao seu propósito de criar um ponto a mais de curiosidade.

Não posso dizer que é uma escrita maravilhosa, afinal senti vários pontos soltos e confusos, mas a construção da trama, os ápices e os plots me agradaram bastante. E os personagens me cativaram também, até mesmo os coadjuvantes. É verdade que é criado um clima de rivalidade feminina completamente desnecessário, mas também vemos a formação de personalidades fortes. Amo a energia da Isabelle e gosto mais dela que da Clary, admito. O Jace não é o melhor personagem do mundo, é um pouco irritante no geral, mas também é divertido. O Simon, esse sim, é o melhor personagem! Tão humano, e é tão fácil de se identificar com ele, em vários sentidos! E tem outros dois personagens para quem eu dedico meu amor e torcida, que são Alec e Magnus.

Então, sim, gostei a ponto de querer ler todos os livros desse mundo, mas ainda espero mais da Cassandra.
comentários(0)comente



manu 17/04/2018

Cidade dos ossos
em geral, a historia é muito boa, criativa e bem pensada. eu senti uma imensa vontade de ler o livro quando descobri a serie, mas graças a deus eu li o livro antes de assistir. serio gente, que serie ruim...
mas ainda tem uma coisinha martelando na minha cabeça...o desenvolvimento e a relação entre os personagens, que pra mim, deixou a desejar. então de repente você é uma cassadora de sombras que é perseguida por demônios, tem desconhecidos estranhos com você... e tudo bem? quer dizer, é de se esperar que a Clary duvidasse um pouco, né? o mesmo vale pro Simon, que simplesmente aceitou numa boa que existia um mundo magico e que a melhor amiga fazia parte dele.
e quanto a esses dois...ainda não entendi bem se eles se gostam ou não. ok, o Simon gosta sim da clary, que gosta do Jace, que descobrimos no final do livro que, né... não vou dar spoiler dessa parte, mas pra mim, essa cena foi o ponto mais alto do livro.
o que também me confundiu um pouco foi a reação do jace, com a historia do Valentim...de repente ele gosta do homem que sempre odiou? e do nada muda de ideia??
bom, esses foram os pontos que mais me chamaram atenção no livro. eu recomendo a leitura, se você e gosta de fantasia, assim como eu, mas não crie tantas expectativas como eu. talvez o livro funcione melhor pra você do que pra mim.
comentários(0)comente



Augusto 13/04/2018

RESENHA - I. M. Cidade dos Ossos
Clary Fray, 15 anos, vive em Nova Iorque com sua mãe ? pintora. Clary leva uma vida normal, briga com a mãe, vive em harmonia completa com seu melhor amigo, Simon e com o amigo de sua mãe, Luke, presença constante em sua casa.

Uma noite Clary e Simon vão à boate Pandemônio, onde Clary testemunha um assassinato, porém, existe um agravante, só ela consegue ver os assassinos. É assim que conhecemos os Nephilins, filhos de anjos com humanos, também conhecidos como Caçadores das Sombras, Jace, Alec e Isabelle.

Os três vivem no Instituto de Caçadores das Sombras de Nova Iorque com Hodge, seu tutor e os pais e irmão mais novo de Alec e Isabelle. Os Caçadores das Sombras, tem como objetivo manter a ordem entre os membros do submundo, formado por lobisomens, vampiros, feiticeiros, fadas e outros. Embora tenha sido ?apresentada? à esse mundo, Clary, faz de conta que nada aconteceu, entretanto, no dia seguinte, sua casa é atacada e sua mãe é sequestrada por demônios, a mando de Valentim.

Com o apoio de Jace Wayland, Clary convence Alec, Isabelle e Hodge à ajudá-la a encontrar sua mãe, pois, ao que tudo indica, Clary não é apenas uma mundana (um ser humano comum, como seu amigo Simon).

?Há uma única coisa que você precisa saber. Todas as histórias são verdadeiras. Tudo o que você ouviu sobre monstros, pesadelos, as lendas sussurradas ao redor das fogueiras. Elas são reais. Reais e terríveis.?

(Essa resenha ficou bem resumo de como é a história. Nos próximos eu conto mais detalhes)
comentários(0)comente



Vitor 13/04/2018

Insta-love e fantasia contemporânea
Cidade dos ossos nos apresenta Clarissa, uma adolescente típica: aos quase 16 anos mora com a mãe, uma jovem artista viúva. Tem um ?tio? postiço, Luke, que de certa forma ocupa o lugar do pai e um melhor amigo, Simon, que nutre por ela uma paixão secreta. Quando Simon e Clary visitam um clube, a menina vê três adolescentes matarem um rapaz. Há, porém, dois grandes problemas: ninguém acha o corpo e apenas ela vê os tais assassinos. A mãe é raptada por demônios e ela descobre a existência dos Caçadores das Sombras, guerreiros cuja missão é proteger o mundo que conhecemos de bestas e outras criaturas. E depois desse primeiro contato com o Mundo de Sombras a vida de Clary mudará para sempre.

A mitologia criada por Cassandra Clare é fantástica. As diferentes raças e tipos de criaturas se completam e deixam a trama ainda mais maravilhosa.

O defeito desse livro é que tem a presença de vários clichês como triângulos amorosos, e insta-love. Há também a famosa frase [soltou o ar que não sabia que estava segurando].

Apesar de tudo isso, esse clima de fantasia que existe em paralelo com a nossa realidade é muito emocionante e incrível.
comentários(0)comente



1100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |