Quando Eu Parti

Quando Eu Parti Gayle Forman




Resenhas - Quando Eu Parti


138 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Lauren.Espilma 28/07/2021

Uma história muito boa mas, na minha opinião, mal contada
É contada a história de uma mãe de família, da correria quanto a trabalhar, cuidar da casa e da família, e do homem, que reclama e põe as obrigações em cima da esposa. Além disso, mostra, mesmo que pouco, o desespero que ele fica ao ver-se sem ela.
Boa a história, a leitura flui facilmente, mas acho que tem muita enrolação quanto à partida dela, muita descrição e detalhes que não precisavam aparecer.
O romance surge um pouco após a metade do livro, onde sai do dia a dia de Maribeth e foca em outros acontecimentos.
O livro podia ter mais uns dois, três capítulos, ou, ainda, um segundo livro; porque fala da decisão final dela mas não conta nada da ?nova? vida, nem dos filhos, nem de Jason, nem da mãe biológica.
comentários(0)comente



Nouzaíra 27/07/2021

Leitura que mostra os verdadeiros sentimentos de uma mulher quando falando da saúde, família, casamento e filhos. A dualidade presente nos sentimentos. As coisas não sãos só boas nem só ruins.
comentários(0)comente



Kell 25/07/2021

Já li várias obras de Gayle e diferente de outras obras dela, este romance é um romance adulto. Maribeth, personagem principal, é gente como a gente. O livro faz várias reflexões da vida de uma mulher adulta, que trabalha fora, é filha, é mãe, esposa. Seu afastamento parece cruel, mas é necessário para se reencontrar. Uma leitura que me envolveu. Recomendo.
comentários(0)comente



Maria 20/07/2021

Emocionada
Eu amei o livro, amei as informações e a trama. Em muitos aspectos, me identifiquei muito com Maribeth e toda sua sobrecarga emocional e física também: a vontade de lidar com tudo e ao mesmo tempo querer abdicar, de ser referência mas também de poder respirar? é uma leitura que fala muito sobre o lugar que ocupamos na vida das pessoas ao nosso redor e como, as vezes, é preciso de um espaço, seja para respirar, descansar, se reencontrar.
Eu gostei muito do livro e do estilo de leitura, só o finalzinho que achei um pouco abrupto, fazer o que, acho que não queria que acabasse?.
comentários(0)comente



Larissa Lauane 19/07/2021

5 MOTIVOS PARA LER QUANDO EU PARTI
1- A personagem principal é gente como a gente! Maribeth erra, acerta, chora e se sente perdida como qualquer um já se sentiu em algum momento da vida. Isso faz com que a história seja bem real.

2- O foco do livro é na chamada "mulher moderna", que tem que cuidar de tudo, na maior parte das vezes sozinha. Aquela mulher que tem que fazer um trabalho impecável, ser uma mãe perfeita e ainda estar sempre disposta.

3- Temas importantes são tratados no livro como pertencimento, abandono, a sobrecarga de ter que ser várias coisas ao mesmo tempo e, mesmo tratando desses temas, a leitura não é arrastada em nenhum momento.

4- A escrita do livro é muito envolvente e você nem sente as páginas passando por estar conectado com a jornada de Maribeth e curioso com o que pode ou não acontecer.

5- A história é sobre se perder e também se encontrar. É entender quando precisamos de um tempo para pensar, é ver que, às vezes, é necessário ser egoísta e reaprender a ser você mesmo.
comentários(0)comente



Mi 17/07/2021

Já li varios livros da autora e esse é diferente de todos. Abordando a vida adulta, descoberta pessoal e crescimento.

A escrita é fluida e fácil se prender na história, mas achei que ficou algumas pontas soltas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sani 05/07/2021

Que livro!
Eu amei a história do inicio ao fim, o senso de humor da Maribeth me fez rir em momentos que era pura tensão, amei esses personagens! Só senti falta de um epílogo para fechar com chave de ouro!
Livro maravilhoso, recomendo com toda certeza!
comentários(0)comente



PietraDH 29/06/2021

muito fácil e gostoso de ler
Tem uma escrita muito leve e fácil de entender, com capítulos curtinhos que te prendem e deixam com vontade de quero mais. Com certeza é uma surpresa positiva, ainda mais por seguir um caminho que eu não imaginava :)
Ele está disponível no Kindle Unlimited, pra quem tiver interesse!!
comentários(0)comente



Lucas 27/06/2021

Quando eu Partir
Maribeth Klein é uma dona de casa, mãe de gêmeos super ativos, casada e tem um emprego numa editora ou uma revista da chefe e ex-amiga Elizabeth. Tem muitas responsabilidades e várias cotas de problemas nas suas costas. Ela está sempre tão ocupada que chega um dia que ela percebe um ataque cardíaco. Agora ela esta numa fase de tirar férias pra ela colocar as coisas e a mente em ordem, só que  Maribeth já estava acostumada com a vida de dias super corridos e cheios de tarefas para cumprir.
comentários(0)comente



Ana Lyra 25/06/2021

"Adulting is hard"
Marybeth tem 44 anos, mãe e esposa, de repente sofre um ataque cardíaco, deixando-a muito abalada e confusa com vários aspetos da vida. Então ela decide fazer algumas mudanças. Confesso que esperava mais do livro, achei que algumas coisas ficaram um pouco mal finalizadas... achei a leitura massante.
comentários(0)comente



Mile 22/06/2021

Esse livro foi uma surpresa, é o segundo livro da autora que eu leio e como não gostei do primeiro, não sabia o que esperar, até porque não tem uma sinopse na capa, só opniões, acabei comprando mais pelo preço(estava muito barato) e pela capa que achei muito bonita.
No começo achei que o livro não me prenderia, ou que seria muito chato e eu levaria semanas para ler, mas no decorrer da história fui me encantando cada vez mais.
Só não dou 5 estrelas porque acho que o livro deixou algumas lacunas
Dany 23/06/2021minha estante
eu Amo essa autora , com certeza quero ler esse.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Juli 04/06/2021

Não sei o que dizer...
Como eu amei esse livro...entrou para minha lista de favoritos.
A temática do livro é incrível e deveria ser mais debatida, a autora aborda diversos, principalmente mostra como a maternidade não é perfeita.

O cansaço de uma mãe, que trabalha e tem 2 filhos pequeno, o seu emprego razoável, um marido que só cobra as coisas e mesmo indiretamente reclama das suas atitudes, o seu vazio de simplesmente viver no automático, os problemas de saúde, etc.

A narrativa aborda as diversas cobranças que nós mulheres sofremos, ser a pessoa organizada em tudo, que nunca deve reclamar ou estar cansada, e como isso nos afeta, tanto psicologicamente quanto fisicamente, o estresse de uma vida corrida, e como nunca somos o suficiente.

Eu chorei em algumas partes, ri em outras, e mesmo sendo mais nova do que a M.B eu me identifiquei, pois se eu estivesse na situação dela teria feito o mesmo, é um livro que mostra a realidade, e o final...foi incrível para mim. O único ponto negativo é que poderia ter um pouco mais de páginas e ter abordado um pouquinho mais as crianças. Amei e indico, para maiores de 12 anos.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



138 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |